Casa dos Contos Eróticos

Minha mãe eu e meu amigo........

Autor: Henrique
Categoria: Grupal
Data: 12/02/2018 18:02:52
Nota 10.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Fluvio subiu puto, quando me viu nua na cama, falou: Mãe você é alguma bruxa, um cara bonitão,rico,

pintudo, cai aos seus pés como um tapete, ao descer, ainda disse: por ela viria a pé e descalço, sua

mãe vale qualquer sacrifício, eu falei....Melo ela tem idade de ser tua mãe, que encanto é este? não

entendo, ele me olhou, falando Fluvio ela é uma mulher especial tem 45 um corpo de 30 é vaidosa,

perfumada, encantadora, quer mais ou chega, e com todo respeito a você vou propor a ela viver

comigo.....Mello ce ta louco? moramos num apto chinfrim o nosso cabe quatro vezes no que você

mora, vivemos comedidamente, isso só pode ser sonho!!!!! ligando sua maquina italiana,disse vamos ver...o mau humor de meu filho, sumiu ao me ver nua na cama, eu ainda estava, molhada do sarro com Mello,....mãe você

não foi se lavar? ___ Não ainda estou toda molhada, ele então arrancou a roupa, jogando-a pelo quarto, caiu de

boca em mim, me levando a ter sensações então segurando sua cabeça entre minhas pernas gemi:

___ Filhooooo..o queee..voceee estaaa..fazendooo...nãoo ta bravo comigooo..chupaaa amorrr

da mãe enfiaaa.. a linguaa...se taaa..mee..labendooo..ah ah ah filhoo..naoooo..to sujaaa..é meuu caldooo

enfiaa um dedooo..no meu cuzinhooo amor mamãe vai gozarrr..filhooo me comee..me faz gozarr com a picaaa

põe fundooo..me engravidaaa..e com essas palavras começamos a foder como macho e femea eu pensava em Mello

mas gozava na vara de Fluvio, sera que algum dia teria as duas em mim??????, nos agarramos e partimos para o gozo

final, ele como sempre espirrou seu liquido da vida no fundo de meu útero maduro, fizemos uma pequena higiene,

e conciliamos o sono que já nos abatia.

Pela manhã coloquei nossa moradia em ordem, Fluvio já havia saído mesmo sonolento ao trabalho, e eu só iria após

as doze pois meu trabalho era sempre a tarde. Recebi no consultório, um zap do Melo dizendo quando poderia ir

me encontrar pois tinha uma proposta, respondi que o acontecido entre nós foi um erro e bla bla bla. Ele ficou

transtornado, perguntava onde eu estava não foi erro nenhum que eu era a mulher de seus sonhos, que ele me

pagaria em dobro pra que eu ficasse em casa,que ele iria pedir minha mão a meu filho????? e um monte de outras

promessas de todo jeito iria a nosso apto pois eu seria dele demais ninguém. Isso me assustou, liguei a meu filho

ele estava fora do ar.

A noite vesti minha melhor roupa sensual!!!!! dei um trato em mim, e comecei a preparar o jantar, Fluvio ligou

___ Mãe o Melo vai jantar com agente, precisa falar conosco, eu tremi, desejava-o mas tinha medo de algo

muito comprometedor ,estava de vestido e só de calcinha preta, distoando e se sobressaindo, estava um

tezão, e só podia aguardar.

Eles chegaram Melo trazia flores, um jantar completo, sobremesa, era coisa de apaixonado, após nos jantarmos

Fluvio me deu toque, que eu telefonasse no seu celular e ele iria dizer, que a namorada o estava chamando, era

pau e bola fiquei sozinha com Melo, assim que meu filho fechou a porta, o patrocinador do jantar veio tentar

me abraçar, dizendo: Você esta linda nesta roupa, mas gosto de te ver como aquela noite, respondi: Aquilo foi

um erro, você tem idade de ser meu filho, é quase um INCESTO, mas ele já me agarrava, eu sentia sua pica

avantajada em minha boceta, que começava a molhar..... isto não é certo,.....posso ser sua mãe ... Melooooo

eu já amolecia, paraaaaa...porrrr..favorrr..euuu..ele tapou minha boca com um quente beijo de língua, era

demais, tirou a camisa, e em minutos estava só com a minúscula cueca, novamente nos esfregávamos, ele

havia levantado minha minúscula saia, mais um beijo, e gemi: Nãoooo...voceee vaiiii.. me abriiiirrr..com sua

picaaaa...euuu..nãooo.. aguentoooo...ele me puxou sentando-nos no sofá, levou a minha mão a sua enorme

ferramenta, libertou-a eu balbuciei: Olhaaa...ooo..tamanhooo..dele? Você vai me racharrr...(eu só tava de

calcinha) me beijou novamente e pediu: me chupa mãezinha.....cai de boca, o cacete estava duro como aço

palpitava em minhas "duas" mãos abocanhei a cabeçorra, não cabia em minha boca, Meloooo..nãooo.consigo

é muito grosso amor....ele já dedilhava meu grelo, estava totalmente molhada, nos levantamos e fomos pro

quarto,(me levou no colo) era um macho sua pica não cabia na pequena peça que o vestia, me deitou, tirou

minha calcinha com os dentes ai "dei a primeira gozada" caiu de boca nos meus seios, chupava os bicos duros

desceu para meu ventre, brincou no meu umbigo,e foi para a minha floresta de pelos,localizou meu grelo

e mamou, não aguentei: Melo meeee..chupaaa..querooo..gozarrr..na tuaaa..bocaaa..lindaaa..chupaaaa

meu bebeeee...a maezinhaaaa...te adoraaaa....vou gozarrrr..filhinhooo...a mamãeee vaiiii....tomaaaaa

meu caldoooo... eu já estava de pernas abertas, ele brincava na portinha, e me beijava, eu só gemia:

Filhinhooo...poeeee..devagarrr..éeeee muitoooo..grossso eu tremia de tezão e medo, o cacete era grande

aiiiii...doeuuuu....ele disse: Maezinha a cabeça entrouuu...que aapertadaaa..que bocetaaa...eu sentia o

invasor as paredes de minha vagina se dilatavam,o cacetão escorregou mais um pouco, o silencio no quarto

era tanto que se ouvia um pernilongo, aquela penetração parecia um enforcamento..... ele delicado pois

mais um poucoooo...Meloooo..voceee passouuu..do meuuu uterooo..não poe tudoooo amor a mamãe não

vai aguentarrr...o tezão porem o dominava, ele empurrou dizendo: queee..apertadooo..eu retruquei: claroo

você esta meeee descabaçandooo..meu deus....que tarugoooo..seuuu putooo..meteee devagarrr...meteee..

eleee estaaa no meuuuu estomagooo..sintooo ansiasss paraaaa..ele dominado como estava, dizia: ah ah ah

que bocetaaaa.apertadaaaa to nooo fundooo? ____ Ta seu putooo..gostosoooo poeeee...to sentindoooo

teus pelos nos meusss e dei a primeira gozada atolada até o saco, vouuuu..gozarrr...amorrr..meuuu você é

da mãezinha? estaaaaa...picaaaaa...eeeee..sóoo minhaaaa? nos agarramos e começamos a foderrrmeteeee..comoooo queriaaa..você vamossss gozarrr juntosss agoraaaaa e partimos para o finalmente,

aquilo batia e parecia que ia sair pela garganta, "mas que sensação"ele fodia meu estomago, útero,aquilo

era indescritível (mulher com marido avantajado entende ) ele metiaaa sem do, eu rebolava feito louca

quando gritou: Maezinha euuuu vooouuu..tomaaa minha porrrraaa...eu só dizia: fodeeee seuuu putooo..

fodeee souuuu tuaaaa...e gozamos juntosss que esporradaaaa senti com se fosse uma mijada, gozei

novamente (ai dei uma mancada) to gozandooo de novo Fluviooo(?????? ) mete filhoooo... ele caiu de

lado me perguntando: você mete com seu filho? eu nem percebi a mancada e pensei e agora?

Continuame

Comentários

12/02/2018 21:35:10
excelente continue

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.