Casa dos Contos Eróticos

Sou uma putinha

Autor: fla
Categoria: Homossexual
Data: 15/04/2018 02:57:31
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oii, obrigado pelos comentarios nos ultimos contos kk obrigado

Duaa semana depois do ultimo conto em que perdi as preguinhas kkk ficou esse tempo todo dolorido kkkk ainda pensava como aquela bazuka entrou em mim. Desde aquilo eu nao toquei muito no assunto nem conversei muito com ele e sempre dava um jeito de nao me encontar com ele.

Era tarde de sabado e eu tava mexendo no celular quando vi minhas fotos de quando eu me vesti de menina kk, e resolvi mandar pro will, perguntei o que ele achou, entao ele sumiu achei que ele nao tinha gostado me arrependi de mandar, ai chega um video no meu celular dele gozando e com a mensagem: Olha como voce me deixou sua puta.

Meu coraçao disparou e me toquei vendo aqule video chupei meu outro dedo e enfiei no meu cuzinho que nao tava mais ardido, meu dedo entrou facil no meu cuzinho, gozei rapido na minha cama, mas ainda nao tava satisfeito, queria aquela pica no meu cuzinho, mas minha mae nao ia sair igual aquele dia, fiquei triste, fui jogar league of legends pra relaxar (pessima ideia kkkk) depois de um tempo chega minha mae, ela disse pra eu me arrumar que nos ia pra roça visitar minha tia que tava mal e ia voltar so segunda, fui arrumar e pensei: Nossa essa e minha oportunidade de dar pro will, explodi de felicidade e falei pra minha mae que tava com dor de cabeça e que nao queria viajar, insisti ate que ela deixou eu ficar, quando minha mae saiu meu cuzinho ja tava piscando kkk, chamei o will pra dormir aqui ele topou, mas dessa vez queria dar pra ele igual uma menina kk fui correndo ao guarda roupa da minha irma,

Olhei, e peguei um maio preto e um shortinho jeans um sutia, vesti o sutia depois o maio e botei o shortinho eu tava uma menininha, ajeitei meu cabelo e botei um coleira, eu tava uma menina, de verdade, se eu visse na rua eu nao pensaria que era menino, fui ao quarto da minha mae peguei o batom e assustei, era campanhinha, mas tinha falado pra ele chegar mais tarde, tava descendo achando que era meu homem, ai lembrei na hora que era o cara da pizza que minha mae tinha pedido, nossa eu ainda nao tava preparado pra aparecer assim em publico, esperei ele ir embora, e subi de novo, passei um batom bem vermelho, ficou um pouco torto mais fui acertando o batom saia facil kk e dificil, eu tava prontinha pro meu homem, olhei no espelho e me vi fui treinando umas carinhas pra agradar meu homem, e botei o shortinho bem justinho kk tava muito sexy, toca a campanhnha, pra ter certeza perguntei quem e, era ele, abri a porta e ele me viu, ele entro e me agarrou no susto, fechei a porta rapido, ele me beijou, beijou meu pescoço e foi passando a mao na minha bunda, eu tirei ele, e disse agora nao kk vamos assistir um filme, ele pediu um lanche e botei um filme pra gente assistir, setamos no sofa, ele disse: Voce ta muito linda ta igual uma menina.

Eu dei uma risadinha e disse obrigada, a pica dele tava muito dura, eu nao conseguia desgrudar o olho, mas queria fazer um cu doce ainda kkk, chegou os lanches ele foi pegar, ele me pediu pra servir, pois eu era a mulher da casa agora kkk, eu servi a pizza ele me deu um tapa na bunda e me chamou de gostosa, tava adorando isso kk, fui ate o espelho e vi uma marca da mao dele na minha bunda, voltamos a ver o filme, ate que deitei no colo dele, dava pra sentir aquela pica quente por baixo da bermuda no meu rosto, eu mordi por cima da bermuda e desabotoei com o dente o short e botei aqule pica pra fora, ela pulou e bateu na minha cara, eu lambi ela toda e cai de boca, chupei bem babado e gostoso bati ela na minha cara, olhei com uma carinha de pidona e pedi leitinho (era a primeira vez que pedi alguma coisa assim, eu tava muito safada esse dia) ele gozou muito na minha boca ate babei um pouco mas eu engoli tudinho como uma boa putinha, ele me disse de como eu era putinha, a mais putinha que ele ja tinha comido kk.

Vimos o resto do filme e subimos pra dormir, ele me agarrou na escada, de costas beijando minha nuca e dando tapa na minha bunda.

Ele disse: Agora eu quero esse teu cu sua puta, ele me jogou na cama, rancou meu shortinho, e jogou longe, desabotei o maio por baixo revelando meu cuzinho rosinha e minha pica branquinha, ele caiu de boca no meu cuzinho, que delecia aquela lingua grande no meu cuzinho, ele abriu mais minha perna, e me deu um tapao na minha coxa, ficou toda vermelha na hora, ele botou aquela pica pra fora e botou a pica dele junto com a minha, a comparaçao chegava a ser humilhante, a pica dele e muito grande kkk pedi pra pegar o lubrificante, ele jogou na pica dele toda e jogou pote longe me puxou pra berada da cama estava de frango assado e começou a forçar no meu cuzinho, eu relaxei e foi entrando devagar e me rasgando dessa vez eu senti mais prazer nao tanta dor ele foi bombando bem devagar e começou a ir mais fundo meu cuzinho nao parava de piscar, senti o saco dele batendo na minha bunda, a pica dele latejando no meu cu, eu olhei pra ele, ele tava morrendo de tesao com meu cuzinho, eu comecei a gemer baixinho e eu senti a pica dele pulsar e encher meu cuzinho de porra ele ficou la dentro ate fica mole tirou, senti um vazio, ele tombou de lado de lado bufando, fui ate o banheiro, e botei a porra dele tudo pra fora olhei no espelho meu cuzinho rosa todo arrombado, eu nem sentia meu dedo entrar, ( que delicia kk) ele tava deitado na cama, eu subi na cama e cai de boca na pica mole dele, chupei olhando pra ele, e aquela pica foi crescendo devagar na minha boca ate minha boca encher daquela pica grossa cheio de veia, chupei aquele saco grande gostoso, olhando pra ele debaixo daquela pica grande, eu subi em cima dele deitado e coloquei a pica dele na portinha do meu cuzinho e comecei a sentar bem devagarzinho, ele começou a me chamar de putinha ele: Sua putinha safada, agora vc e minha putinha, faz teu homem gozar sua puta. Eu comecei a sentar mais rapido, veio um calor pela minha coluna e ate o meu cuzinho e gozei, caiu porra na minha roupa e na barriga dele, meu cuzinho nao parava de piscar, ele levantou, e como uma boa putinha fiquei de quatro pra ele e empinei bem minha bundinha, ele segurou na minhas ancas e começou a meter bem forte, ele tava mais feroz metia bem rapido, me deu tapa bem forte que me fez gritar, eu comecei a gemer alto

Ele:e isso que voce gosta seu viadinho, vou encher esse teu rabo de leite sua puta. Ele urrou e encheu meu cu de porra mais uma vez e eu gozei junto, foi a melhor gozada da minha vida, eu me tremi todo e cai na cama, ele ficou batendo e soltou mais um jato na minhas costas, minha vistas escureceram um pouco e voltei em si, ele deitou do meu lado e dormi no peito do meu homem.

Continua..

Se gostou comentem e leiam os outros contos, obrigado bjs

Comentários

17/04/2018 01:27:23
Gostei!!!! Continue
16/04/2018 10:23:38
Muito boa a experiência! Adoro virar mulher tb! Rssss
15/04/2018 03:09:52
Goste de su conto gostaria conocerte carlospallartamarin@hotmail.com Esperando por vc

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.