Casa dos Contos Eróticos

Garoto Eu Odeio Odeio Odeio Amar Você 20

Autor: Lucas
Categoria: Homossexual
Data: 18/05/2015 16:08:24
Nota 10.00
Assuntos: Homossexual, Gay, Romance
Ler comentários (12) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quando eu acordei me lembrei de quão escroto o Luke havia sido comigo, e que afinal de contas eu também tinha uma certa parcela de culpa, antes de dormir eu havia mandado uma mensagem para o Carlos, ele olhou e não me respondeu, o Carlos havia ficado com raiva porque troquei ele rapidamente pelo o Luke, na verdade, qualquer pessoa ficaria com raiva se algo do tipo acontecesse, eu era errado em todos os sentidos, tanto com o Luke como com o Carlos, eu estava começando a gostar do Carlos, começando a gostar da ideia que ele me amava, que ele precisava de uma chance, e por conta do Luke, por conta de achar que ele havia me perdoado, que ele queria alguma coisa, eu deixei essa chance escapar, deixei o Carlos ir embora, e se ele estava com raiva, ele tinha toda a razão.

Nessa mesma manhã me passou pela cabeça em ir fazer um intercambio no Canada, porém as condições financeiras que eu estava passando não permitia isso, com o abandono do meu pai, e minha mãe tendo que sustentar a casa e os gastos, ficaria totalmente inviável essa hipótese de intercambio, porém seria algo que iria me ajudar, eu ficaria longe do Luke, longe do Carlos, longe de todos esse problemas que eu estava passando, seria bom sim, passar três, quatro, cinco meses longe deles, mas quando eu voltasse, ambos estariam aqui, eu iria e os problemas iriam permanecer e quando eu voltasse ,as coisas voltaria a ser as mesmas, tem um trecho de uma música de Ivete Sangalo que fala assim, "fugir agora não resolve nada" não adiantaria fugir, eu precisava ser forte, encarar o Luke e encarar o Carlos , se bem que o Carlos era o menor problema que eu tinha, eu decidi que iria resolver as coisas por etapas.

Primeiro objetivo:

Esquecer o Luke, essa seria a regra mais difícil, afinal ele estava todos os dias na sala, o nosso contato diário era inevitável, mas eu iria evitar chegar cedo para ele não sentar perto de mim, e pelo o que eu havia entendido, ele só ficou comigo porque viu que eu estava "curado" da minha depressão, e ele me queria ver na merda, me queria ver no lixo, então iria evita-ló.

Segundo objetivo:

Tentar algo com o Carlos, eu teria que aprender a gostar dele, ele precisava dessa chance, e eu precisava de um novo amor, e o Carlos era a pessoa ideal, eu só não sabia se ele ainda ia querer.

Terceiro objetivo:

Me focar nos estudos, e me focar em mim, e depois na minha familia, o resto seria um bonus.

Pronto, esses seriao meus três objetivos a cumprir, tomei meu banho, tomei meu café e fui para escola, quando cheguei lá o Carlos estava conversando com o Yan, então fui até onde ele estava, e decidi que iria pular do primeiro objetivo para o segundo:

- Bom dia Carlos, bom dia Yan. -

- Bom dia. - Falou o Yan, o Carlos permaneceu em silencio.

- Yan, tem como você me deixar a sós com o Carlos, preciso conversar com ele uma coisa.

- Tudo bem, vou indo para sala, até mais.

- Obrigado. - Fiquei em silencio por alguns segundos então falei. - Olha Carlos me desculpa por favor.

- A noite deve ter sido boa né? Ficou lindo esse chupão no seu pescoço.

- Ham? - Fiquei pensando por alguns segundos, então me lembrei que o viado do Luke tinha deixado uma marca, fiquei puto ao me lembrar. - Carlos, eu estou arrependido, o Luke é um idiota, ele só foi me usar.

- Esquece Lucas, eu não quero saber mais de você.

- Carlos por favor me espera.

- Volte pro seu namoradinho, você ama ele.

- Carlos eu estava disposto a começar algo com você, eu estou gostando de você, só que ontem eu não resisti ao Luke, eu sei que eu errei que eu não deveria ter te expulsado da minha casa, só que eu queria que você entendesse meu lado, ele apareceu ali do nada, querendo conversar, eu achei que a gente iria conversar, só que ele começou a me beijar, e ficar falando coisas, e acabamos transando, quando terminamos ele foi embora, e disse que me odiava, que nunca iria me perdoar, que queria me ver na merda, enfim, ele disse coisas horríveis, e só depois disso eu me toquei do que eu tinha feito por você, eu tenho raiva de você por você ter me seduzido meses atrás, eu não conseguia ficar com você sem me lembrar do Luke, mas nessa semana que passou as coisas estavam diferente, eu estava gostando de você, e eu queria algo a sério com você, por favor Carlos, você me disse a dias atrás que me esperaria o tempo que fosse, e esse dia chegou, por favor pense direitinho.

O Carlos então ficou em silencio apenas me ouvindo, tanto os meus olhos como o dele se enxeram de lagrimas, mas não choramos, ele não me disse uma palavra, então se retirou foi em direção a sala, fiquei sozinho, e por um momento me veio uma vontade de ir no banheiro chorar, mas fui forte, tomei forças e fui para a sala, o Luke estava no corredor com seus novos amigos, passei por ele e falei com todos, dei um bom dia, mas não olhei para a cara dele, me sentei onde me costumava sentar e o Carlos sentou atras de mim. A aula começou a no meio da aula de historia o Carlos me mandou um bilhete escrito "você tem meu perdão, você tem o meu coração, eu te amo, quer namorar comigo?". Fiquei surpreso com o pedido do Carlos e lógico que eu não poderia dizer que não, disse que sim, que aceitava namorar com ele, então desde esse dia começamos a namorar, o meu namoro com o Carlos era completamente diferente do meu namoro com o Luke, o Carlos sempre inovava, me dava flores, fazia cartinha para mim durante a aula, deixava presentes escondidos no meu quarto, e foi assim durante um mês, eu parei de me importa com o Luke e acho que ele também, eu o ignorava por completo a sua existência dele na escola, e de fato eu acho que não nutria mais nenhum sentimento por ele. No final de uma tarde o Carlos estava na minha casa, passamos a tarde namorando e quando fui deixar ele na porta me surpreendi com a visita, era minha ex sogra, a Iza:

- Tia quanto tempo. - Disse me aproximando e dando um abraço e um beijo nela.

- Como você está lindo Lucas, nunca mais te vi lá por casa.

- Obrigado, pois é nunca mais apareci né? Rs, tia esse aqui é meu novo namorado, Carlos. - Ela olhou um pouco assustada e disse.

- Prazer Carlos, meu nome é Iza.

- Prazer, bom, tenho que ir, meus pais estão lá em baixo, boa tarde a todos. - Então o Carlos se foi.

- Rapidinho o senhor hein Sr. Lucas?

- Ah tia, tem que levar a vida pra frente, o Luke não quer mais saber de mim, tem ódio da minha cara.

- Não acho isso, se ele não gostasse de você, ele não estaria do jeito que ele está.

- Ele está normal.

- Normal? Você só pode está de brincadeira não é mesmo?

- Como assim? Não estou entendendo.

- Desde que vocês acabaram a uns dois ou três meses que o Luke mal fala, fica calado, triste pelos cantos, o pai dele até perguntou se ele queria mudar de escola.

- Tia o Luke não esta depressivo não, deve ser outra coisa, na escola ele é super alto astral, ri, fala com todos.

- O Luke é assim mesmo Lucas, ele ama você e não quer demonstrar isso, então ele cria o mundo de felicidade dele para todos e você achar que está tudo bem, mas quando ele entra no carro, ele muda, fica calado, pensativo, evita falar, isso por outro lado de teve um lado bom ele e o pai de aproximaram um pouco, o pai tenta fazer algumas vontades dele, da conselho, as coisas mudaram viu?

- Bom eu não sabia disso tio, peço perdão, mas o Luke fez por onde também, eu errei feio com ele, mas ele errou comigo também.

- O que ele fez?

- Prefiro não falar tia.

- Pode falar eu juro que não falo pra ele.

- Bom vou resumir, quando ele me flagrou traindo ele com o Carlos, eu fiquei depressivo, parei de comer, chorava, não queria saber de nada, porque eu amava ele, me senti um lixo, me senti a pior pessoa do mundo, até que depois de um mês eu acordei, e decidi que não ia mais viver daquele jeito que eu estava vivendo, que eu precisava mudar, fui no salão, cortei o cabelo, voltei a minha rotina, e acho que menos de um mês eu já estava com tudo sob o controle, comecei a ficar com o Carlos, mas eu ainda gostava do Luke, pensava nele, queria o perdão, ou pelo menos poder da um ultimo adeus, e eu tentei diversas vezes contato com ele e ele não me respondia, foi então que certo dia quando eu estava com o Carlos aqui em casa, o Luke chegou dizendo que queria conversar comigo, na hora fiquei maluco, fiquei feliz, não pensei em nada, mandei o Carlos ir embora imediatamente, então assim que o Carlos se foi o Luke começou a me beijar, me jogou na cama, tirou a minha roupa e namoramos, só que antes eu tentei conversar com ele, disse que amava ele, que estava feliz, que queria conversar antes de qualquer coisa, então ele insistiu e acabou que a gente transou, quando terminamos ele surtou, disse que me odiava, que eu não prestava, que eu não valia nada, que nada ia mudar, que ele só foi me usar e disse um monte de coisas e foi embora, no fundo ele teve razão em muita coisa no qual ele disse então passei a noite chorando, e quando acordei decidi que ia fazer de tudo para me apaixonar pelo Carlos, e pronto, a gente nunca mais se falou, e hoje em dia eu estou feliz com o Carlos, resumindo é isso.

- Nossa eu tô de cara com meu filho, juro, não.

- É tia, seu filho é complicado, queria entender o que se passa pela cabeça dele.

- Mas eu tenho fé que vocês ainda voltem.

- Eu acho que não, pelo menos não agora, talvez no futuro, eu amo ele, não vou mentir, mas eu estou feliz com o Carlos, ele me faz bem assim com o Luke me fazia.

- Bom sendo assim, eu desejo toda a felicidade do mundo para você.

- Obrigado tia. - Então fui da um abraço e voltei para o meu quarto.

Fiquei bastante pensativo e um pouco tocado por saber que o Luke gostava de mim, eu amava aquele garoto desde a primeira vez que eu o vi, eu queria viver com ele muita coisa, mas infelizmente não era o momento, eu acho que a gente precisava ir por etapas, precisaríamos conversar, ser amigos, e depois ver o que rolava, mas eu não pretendia da o primeiro passo nem tão cedo. Desde esse dia as visita a minha casa aumentava, ela ia praticamente quase todos os dias depois do escritório, ficava conversando com minha mãe, bebiam, as vezes saiam, e a gente sempre conversava sobre diversas coisas menos sobre o Luke.

As provas passaram e eu havia me saído bem, o trabalho que apresentei com o Carlos e o Yan também foi bom, não havia sido como tinha sido com o Luke, mas deu para tiramos uma nota boa, estávamos indo para o último bimestre, eu fiz uma analise rapidamente de como havia sido o ano, no primeiro bimestre eu havia me apaixonado pelo Luke quando ele apresentou o seminário, no segundo a gente se conheceu e começou a namorar, no terceiro a gente se separou, e agora vinha o quarto, que naquela primeira aula, minha amada professora que adorava montar os grupos de trabalhou, montou um grupo que me deixou de cara, não só a mim, como ao Carlos e ao Luke eu acho:

- Bom quem vai ficar com Sparta serão, Carlos, Lucas Maia, Lukas e Yan.

Comentários

20/05/2015 05:54:51
Amei :)
19/05/2015 09:18:19
Eu li todos os Capítulos estou ansiosa pelos próximos beijos muito bom
19/05/2015 08:47:26
Hahaha Oi gente, muita coisa vai acontecer ainda, muita reviravolta e muitas idas e voltas, o Lukas eh um personagens incrível! Sei que alguns vão amar ele e outros vão odiar ele, quanto ao Lucas, lá na frente vocês vão entender um pouco ele RS!
18/05/2015 22:58:07
Espero que eles se acertem
18/05/2015 22:18:19
Ansiosa para ler o próximo capítulo!
18/05/2015 17:30:19
anciosa.pelo.capitulo.de.amanhã
18/05/2015 17:15:24
Não creio que você está fazendo isso, o Lukas tem que ficar com o Lucas, eles são perfeitos juntos, para desse joguinho de gato e rato e junta esses dois vadios logo, deixa esse idiota do Carlos com a putinha do Yan que já deve ter dado o rabo pra metade da cidade.
18/05/2015 17:11:58
Nossa vc parou na melhor parte! Kkk Acho o Lukas um ze mané, cheio de palhaçada custava conversar com Lucas mas preferi sofrer. prefiro o Carlos
18/05/2015 17:10:38
Poxa, quando meu namorado falou desse conto eu não imaginei que ele fosse realmente tão bom, mas agora que já li tudo pasei por um misto de sentimentos, confesso que as lagrimas me tomaram de assaçto neste ultimo capitulo, eu torço para que Lukas e Lucas fiquem juntos, não foi facil um conquistar o outro, e tudo que o pai dos dois fez para separar eles, mesmo assim eles venceram, devem ficar juntos.
18/05/2015 17:10:08
Adoro essa professora kkkkk mas tipo acho que o Lucas se apaixona por pessoas inteligentes, o Lukas fez o trabalho com ele e dai ele se apaixonou agora vem o Carlos faz o trabalho se mostra competente e ai bam... Ele se apaixona.
18/05/2015 17:05:01
Mas gente..isso parece jogo de game, quando vc acha q ta vencendo o jogo muda de fase e fica mais dificil....kkkk to curiosa p/ proximo capitulo....bjs
18/05/2015 17:03:25
vish vei o lucas merece coisa pior, ainda foi poco o que o lukas fez com ele... fan do LUKAS <3 faz ele sofrer mais

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.