Jogando com a amiga da namorada - verdade ou desafio 4

Um conto erótico de Maxelee
Categoria: Heterossexual
Contém 2503 palavras
Data: 02/04/2024 14:09:55

Continuação...

Após ser desafiada pela amiga a receber o entregador de pizza sem roupa, e desafiar a amiga a fazer o mesmo, eu estava com muito tesão, o cheiro de safadeza pairava no ar. Lee já peladinha, estava uma verdadeira putinha e queria fazer a amiga perder totalmente o juízo. Helen, embora demonstrando muito tesão e um pouco animada pela bebida, ainda demonstrava momentos de medo em fazer algo tão safado.

_Lee: Vai, tira sua camiseta, vai ficar peladinha para receber a pizza junto comigo.

_Helen: Amiga eu não tenho coragem, tenho medo, e se o entregador me conhecer?(mas seu corpo demonstrava o desejo e o tesão em fazer algo assim).

Neste momento recebi a mensagem do aplicativo avisando que a pizza havia saído para entrega, então seria questão de minutos até o entregador chegar em nosso Ap. Ao receber a mensagem e com a insegurança de Helen, me veio um minuto de sobriedade, pois iria deixar minha namorada receber um entregador em nossa casa e totalmente nua, também fiquei com medo que o entregador conhecesse a gente, pois tinha alguns amigos que faziam este trabalho de entregas, além disso, poderiam marcar o nosso endereço, contar para outras pessoas ou até fazerem algo com a Lee enquanto eu estivesse trabalhando, mil coisas começaram a passar por minha mente... Embora estivesse com muito tesão em exibir minha namorada e em ver a amiga dela se exibindo, os riscos eram maiores, então resolvi argumentar para mudarmos os desafios...

_Max: Lee, realmente é muito perigoso, pode ser algum conhecido e ainda podem marcar nosso endereço. Podíamos mudar estes desafios, seria legal usar uma camiseta, como a Helen, pois não fica tão explicito...

Eu e Lee, quando começamos a descobrir nossos desejos em exibição e até em ter relações com outras pessoas concordamos que ela não faria nada com algum conhecido ou amigo nosso, as exibições sempre foram ocasionais e para pessoas aleatórias que não nos conheciam, a única exceção foi com Helen, pois era uma das melhores amigas de Lee.

Após meu argumento Lee com uma carinha de safada e muito sensual, veio em minha direção ficando bem pertinho de mim, se abaixou, colocou a mão sobre o meu pau e começou a me provocar...

_Lee: Tem certeza que não quer nós duas peladinhas se exibindo para o entregador, imagina se o Marcos vem fazer esta entrega (Marcos era um amigo de longa data que fazia bicos como entregador, e vivia secando a Lee quando estávamos juntos em churrascos e festinhas, sempre demonstrou interesse nela e ela gostava de provocá-lo).

Lee sempre comentava que ele ficava olhando sua bunda e seus seios enquanto estava de biquíni ou quando a encontrava na rua, disse que até já fez alguns elogios ao seu corpo, dizendo que sou um cara de muita sorte. Então ela com a mão sobre o meu pau, continua me provocando...

_Lee: Imagina se ele vem aqui, encontra eu e Helen peladinhas com você, vai ver todo meu corpo, minha bocetinha e depois vai contar para todo mundo no futebol que viu sua namorada peladinha e a amiga dela, e que você estava com nós duas... ele vai ficar maluco e não vai poder fazer nada, só você... (Neste momento ela apertava meu pau e alisava)... Deixa eu me exibir peladinha, deixa? Vamos correr este risco, pode ser que nem seja ele... Seu pau esta me dizendo que você quer... Você quer que seus amigos saibam que sua namorada é uma putinha safada...

Embora estivesse realmente com muito medo, pois pensava em como isso poderia correr a cidade e todo mundo saber de nossas aventuras, ela sabia meu ponto fraco, como sentia tesão em ver ela sendo uma vagabunda safada.

_Helen: Gente eu não vou ficar peladinha, eu fico assim de camiseta, mas não tenho coragem de ficar peladinha...

_Max: Tudo bem Lee, quero ver se vai ter coragem de ficar peladinha mesmo, mas tem que parecer um descuido, Helen abre a porta só de camiseta e recebe o entregador e você fica no quarto, quando o entregador chegar, se for um conhecido você aparece de camiseta, mas se for um desconhecido você poderá vir peladinha, deixar ele ver rapidinho, fingir que não percebeu que ele estava ali e se cobrir e voltar para o quarto.

_Lee: O jogo era eu e Helen peladinhas, então depois terei o direito de dar um castigo para cada um de vocês, e você vai ficar escondido no quarto, vamos deixar um celular filmando tudo e só vai poder assistir depois.

Lee mal havia terminado de dizer e o interfone tocou, colocamos o celular filmando, Helen atendeu e deixou o entregador subir, enquanto isso eu e Lee fomos para o quarto e deixamos a porta entreaberta.

Lee mandou eu sentar na cama e ficar quieto, enquanto isso continuava peladinha e passava a mão na bocetinha, como quem esta com muito tesão, então escutamos Helen abrir a porta e chamar o entregador para entrar e fechar a porta novamente, Lee olhava atentamente pelo vão da porta, esfregando a bocetinha e me olhando as vezes com uma carinha que eu já conhecia, de quem quer aprontar, eu sentado na cama não conseguia ver nada, escutava Helen conversando com o entregador mas não sabia diferenciar quem era, Lee não deixava eu ir até a porta para olhar, então ela chegou pertinho do meu ouvido e sussurrou...

-Lee: amor, é o Fernando, aquele da academia. Lembra que te contei, que ele ficava me cantando, sempre elogiando meu corpo e você ficava com ciúmes?

-Max: (sussurrando): Lembro (Eu não conhecia o Fernando, ele fazia academia na mesma academia que a Lee, mas ela sempre me falava dele, que era um cara de pau e ficava cantando ela, e isso me deixava com ciúmes, mas as vezes, na hora que estávamos transando, ela me contava como ele a cantava e isso me dava tesão, ela sabia que de certa forma eu sentia tesão em saber que ela era tão desejada).

Ela com uma carinha muito safada, chega perto de mim e começa a me provocar novamente, sussurrando em meu ouvido...

_Lee: Vai deixar eu sair peladinha pra ele me ver e ficar com mais vontade ainda de me comer? Quero deixar ele maluco de vontade de foder sua namoradinha, mas não vai poder. Deixa eu mostrar minha bocetinha pra ele, é rapidinho, deixa? Vai ficar maluco depois me vendo na academia...

O tesão novamente falou mais alto que a razão...

_Max: tudo bem, mas deixa ele ver só um pouquinho e já se cobre e volta.

Ela soltou um sorriso safado, me deu um beijo gostoso e foi em direção a porta, eu fiquei mais ao fundo do quarto para não ter perigo de me verem, então ela abre a porta e sai do quarto peladinha, e deixa a porta apenas com uma pequena fresta, eu corro para poder ver a cena.

_Lee: Nossa Helen, porque não me avisou que já havia chegado à pizza (falou isso tentando tapar o corpo com as mãos, mas dava para perceber que deixou Fernando conferir bem cada detalhe daquele corpinho). Oi Fernando, me desculpe não sabia que já tinha chegado gente aqui, e também não sabia que você faz entregas, que vergonha.

Fernando a principio se assustou, mas logo aproveitou bem a oportunidade e olhava sem esconder o desejo.

.

_Fernando: Não precisa se desculpar, é a melhor entrega de toda minha vida... (Fernando usava uma calça de moletom e já era visível o volume).

Lee continuava se cobrindo com as mãos e não fazia nem menção em sair dali, percebia que ela estava gostando de se exibir para um conhecido, e eu não poderia fazer nada, pois se saísse do quarto ele poderia desconfiar que era uma armação e contar para todos.

_Lee: para Fernando, eu estou muito envergonhada, e por favor, não pode contar para ninguém que está me vendo assim (Neste momento ela tirou as duas mãos rapidamente, mostrando tudo pra ele, mas logo se cobriu com as mãos novamente, mas ficou claro que estava gostando de se exibir, Lee fez menção de voltar para o quarto, mas Helen surpreende). Helen ao lado, com aquela carinha de timidez, mas com um ar safado, olhando a amiga se exibir peladinha. Então ela faz o que eu não esperava, ela puxa conversa com os dois para fazer Lee ficar ainda mais tempo naquela saia justa, acho que nem Lee esperava por isso, pois neste momento olhou diretamente para a porta do quarto onde sabia que estava espiando.

_Helen: Então vocês dois se conhecem de onde?

_Fernando: Malhamos na mesma academia, no mesmo horário que o dela, se já era bom ver ela malhando, assim então... (Falou com olhar de desejo, olhando fixamente para Lee, que continuava ali, peladinha apenas se cobrindo com as mãos).

Helen parecia querer dar o troco na gente, deixando Lee cada vez mais encurralada, parecia que agora Helen que queria testar os limites da amiga, pois Lee poderia voltar para o quarto, colocar uma roupa, mas claro que ela não queria perder aquele joguinho para amiga.

_Helen: Sério Fernando? Quer dizer que sente desejo por minha amiga? Que coincidência ver ela assim... toda peladinha... gostou do que viu?

_Fernando: Nem preciso responder... olha minha situação! (Fernando percebendo a provocação, falou olhando para baixo, apontando para o pau, que parecia que iria estourar as calças).

Lee novamente deu uma olhadinha para a porta do quarto, como quem pede permissão para aprontar, eu estava com muito ciúmes, pois ele já estava dando em cima da minha namorada na academia e agora estava com ela ali peladinha na frente dele, mas também estava com muito tesão, então tirei meu pau pra fora e comecei uma leve punheta, e Lee resolveu desafiar também os limites de Helen e provocar ainda mais.

_Lee: Para Fernando, isso daí já estava duro assim quando cheguei, já estava morrendo de tesão em ver a Helen só com essa camiseta, sem nada por baixo.

Fernando percebendo claramente que as duas estavam querendo provoca-lo, também entra no jogo.

_Fernando: Não havia reparado que ela estava só de camiseta, parece que esta usando calcinha, não da pra ver direito. (falou passando a mão no pau sobre a roupa e olhando fixamente para o corpo de Helen, que fixou vermelha e com sorriso sem graça), e meu pau esta assim por causa de vocês duas (apertando o pau sob a roupa e mostrando o volume)... gostosas... sempre quis ver sua bocetinha e te imaginava pelada quando ia tocar uma.

Eu estava me masturbando e meu pau cada vez mais duro, de ver um cara que sempre teve vontade de comer minha namorada, olhando pra ela peladinha e falando que tocava punheta pensando nela. Já não sabia mais o que sentia, misto de ciúmes e tesão...

-Lee: Helen esta sim só de camiseta, (em um movimento rápido levantou um pouco a camiseta de Helen, mostrando sua boceta rapidamente), viu?

Helen se afastou rápido, puxando a camiseta para baixo e cobrindo sua boceta, mas pude perceber sua boceta babando de tanto tesão em ser exibida para um estanho. Lee que havia soltado as mão para expor Helen, já não cobriu mais seu corpo, deixando Fernando olhar cada centímetro, e ainda o provocou.

_Lee: Já que você sempre quis ver, pode olhar, mas vai ter que mostrar seu pau para a gente.

Sem perder tempo Fernando foi baixando a calça e a cueca expondo um pau grande e cheio de veias, era muito grosso e estava muito duro. Ele baixou a calça até os pés e já foi tirando a camiseta, mostrando seu corpo todo atlético e muito musculoso. Lee encarou aquela rola com atenção, em um impulso passou a mão sobre a bocetinha que babava, eu não havia reparado, mas ela estava escorrendo também, seu rosto já não escondia o tesão. Fernando então segurou firme sua rola e começou uma leve punheta, olhando para o corpo de Lee, que já não escondia o tesão. Helen que foi pega de surpresa com a ousadia de Lee, e não esperava ver o pau de Fernando, parece ter ficado em transe, sem reação, olhava fixamente aquela rola grande e dura ali, a poucos centímetros de distância e em um movimento quase que inconsciente levou a mão até a bocetinha e fez um leve movimento como quem vai iniciar uma siririca.

_Fernando: Assim que você quer? (Falou iniciando uma leve punheta e se aproximando das duas, quando levou as mão para passar no corpo de Lee, ela o interrompeu).

_Lee: Você não vai me tocar, vai só olhar, quero ver você gozar só olhando a gente. (Falou isso se aproximando de Helen, que continuava sem reação e demonstrando estar com muito tesão, ela falou bem baixinho no ouvido de Helen: Vou tirar sua camiseta, vai ficar peladinha e vai sentar no sofá com as pernas bem abertas e vai se masturbar até gozar para o Fernando, não era essa sua fantasia? Se exibir para um estranho).

_Helen: Não amiga (falando baixinho, tremula, mas já deixando Lee puxar sua camiseta para cima deixando Helen também peladinha).

Lee puxa Helen até o sofá, de frente para o Fernando e a faz sentar, senta ao seu lado e abre as pernas expondo sua boceta toda arreganhada para Fernando, ao mesmo tempo coloca a mão entre as cochas de Helen, e abre suas pernas expondo a boceta da amiga para Fernando. Eu no quarto já não me aguantava de tanto tesão, minha namorada era uma puta safada e sempre me surpreendia, estava quase gozando em ver a cena... e Lee continua a provocação...

-Lee: era assim que queria me ver Fernando? Era assim que me imaginava enquanto se masturbava? Aproveita pra ver agora, pois tenho namorado e isso é tudo que vai ter, não vai poder tocar em mim. (Fazia isso abrindo a bocetinha com os dedos e mostrando seu grelinho, intercalando com movimentos de uma siririca). Helen ao lado ainda nervosa, permanecia com as pernas abertas, mas não estava se masturbando. Lee então volta a abrir as pernas da amiga e começa a falar em voz alta para Fernando escutar...

_Lee: Você não queria ser uma putinha safada e se exibir para um estranho? Se masturba pra ele ver a safada que você é... (Falou isso colocando a mão da amiga sobre a buceta)... e perguntou pra Helen com safadeza) Você quer ver ele gozar pra você?

_Helen: Quero... (com a voz tremula)

_Fernando: Mostra essas bucetas pra mim... quero gozar na cara de vocês...

-Lee: Quer deixar ele gozar na sua cara... se você deixar ele gozar na sua, deixo gozar na minha... Falou olhando para Helen!

Eu no quarto, estava maluco de tesão, mas as coisas estavam fora de controle e o ciúmes estava aumentando, não imaginei que minha namorada seria tão safada... estava com medo do que poderia acontecer, não queria que minha namorada transasse com um conhecido da academia... mas ao mesmo tempo era muito tesão em assistir aquilo.

Continua...

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 14 estrelas.
Incentive MAX E LEE a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil genérica

MUITO BOM... TOP DEMIAS... SÓ NÃO DEMORE PRA CONTINUAÇÃO... ABRAÇOS

0 0
Foto de perfil genérica

Faremos o possível para publicar mais... Obrigada!

0 0