Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 26

Um conto erótico de Julioepatricia
Categoria: Grupal
Data: 01/08/2018 23:32:01
Nota 9.95

Já passavam das 20 horas quando a campainha tocou. Roberto havia buscado a Pat no hospital e levado em casa para ela pegar as roupas para ficar na minha casa. Apesar do cansaço do trabalho, Fabi estava animada, com a simpatia peculiar. Pat estava vestida com um top e um short de lycra, que ela gostava de usar quando estava na minha casa. Pedimos uma pizza e fomos colocando o papo em dia. Patrícia lembrou que depois que a Fabiana foi embora, ela e Lorena ficaram dançando e conversando, e Pat elogiou os seios dela que estavam lindos naquela roupa, e a pedido da Lorena, Pat passou a mão pra sentir o silicone. Fabi logo perguntou:

>>”e aí, rolou um clima?”

--“amiga, eu sairia com a Lorena se o Julio ou vocês estivessem juntos, por que eu não tenho vontade de ficar com ela sozinha não, mas por ela eu acho que a gente se beijava ali na pista mesmo”.

-“eu nunca peguei num peito com silicone, então se rolar eu quero”.

>>”vamos organizar isso que vai dar certo” e todos rimos.

Continuamos a conversa, quando a Fabi puxou o assunto do que ocorreu durante o dia:

>>”amiga, Beto me falou que você judiou dele hoje...”.

--“ahh é né seu fofoqueiro”, riu pra ele e falou pra ela: “ele te disse que me deixou pelada na cama?”

>>”ele contou isso e mais algumas coisas. Me deu até um calor de tanto tesão. E você, Julio, curtiu as brincadeiras?”

-“eu tava gostando de ver, mas deu pena do Beto mesmo rsrs”.

>”é, né amigão, você tava curtindo o meu sofrimento”.

--“eu me segurei por sua causa Fabi, senão eu não responderia por mim”.

>>”quando o Beto estiver ouriçado assim pro seu lado, dá um chá de priquita nele que ele sossega, e depois me conta como foi, eu vou adorar ouvir”.

Pat não conteve o sorriso.

--“só você mesmo, Fabi, pra curtir tantas fantasias assim”.

>>”com vocês eu quero viver todas as fantasias possíveis. Nada mais gostoso que quebrar nossos limites”.

--“verdade, amiga, eu também quero”.

>>”Pat, eu estou com saudades desse gostosão aí”, falou com cara de safada olhando pra mim.

Eu sorri pra ela e olhei pro Beto, que levou na boa, sem se importar, então respondi:

-“você que é demais, Fabi. Tô com saudades de você também”.

Daí Fabi pediu pra tomar um banho, e a Patrícia foi com ela enquanto eu e Beto ficamos na sala batendo papo. Depois as duas voltaram. Fabi veio com uma camisola de algodão com alça fina na parte de cima, imitando a forma de um bikini, e os biquinhos dos seios ficavam marcando o tecido. Logo a pizza chegou, comemos e fomos pro sofá. Esticamos o chese que era apertado pra 4, mas eu e Beto ficamos nos cantos (nas cabeceiras), deixando as duas deitadas nos nossos colos, e continuamos a conversa. Logo Fabi pediu uma massagem:

>>”gente, eu tô toda quebrada do plantão. Quem pode me fazer uma massagem?”

Eu até podia, mas o titular da posição era o Roberto. Ele logo falou que faria, mas ela o cortou:

>>”amor, eu queria que o Julio fizesse. Você pode fazer, Julio?”

-“claro, é pra já”.

Beto olhou rindo pra mim, e a Fabi perguntou pra ele:

>>”você deixa, amor?”

>”sim, claro, vai lá amigão”.

Fabi levantou, foi na bolsa dela pegar hidratante. Enquanto isso, peguei um lençol de casal e cobri o sofá pra não sujar. Roberto abriu as pernas e Fabi deitou com a cabeça entre as pernas dele, deixando uma mão sobre a coxa dele, fazendo carinho. Pat veio pra outra cabeceira do sofá, e as duas se olharam e sorriram. Senti que elas tinham combinado isso, provavelmente quando estavam no banheiro.

Comecei a massagem pela nuca, com um pouco de hidratante, e ao chegar no ombro joguei a alcinha da camisola pro lado. Fabi tratou de puxar a camisola pra cima e tirá-la, ficando só de calcinha. Ela deu a camisola pro Beto, eu olhei pra ele e ele com um olhar que eu conheço mostrou que estava tudo tranquilo, daí fui para os braços, e depois fui descendo pelas costas, passando o hidratante, e cheguei na bunda. Fiz uma massagem por enquanto sem ousadia, e baixei para as coxas, onde dei especial atenção. Ela deve ter andado muito no plantão.

>>”que mão gostosa, Julio. Aperta aí, isso, ai que gostoso”.

Fabi tava me dando uma moral tremenda, já que comparado ao Beto eu sou um massagista iniciante. Subi pra bunda novamente e passei a mão no cocix por baixo da calcinha. Ela mexeu a bunda aprovando. Fui descendo o dedo até ir chegando no cuzinho, sem pressa. A mão dela estava na perna do Beto e foi segurar o pau dele. Beto tirou a bermuda, colocou o pau pra fora da cueca e Fabi ficou massageando. Meu pau já tava duro. Falei que iria tirar a minha bermuda. Ela só respondeu “hum rum”. Fiquei em pé ao lado do sofá e a Pat veio tirar a minha bermuda, e passou a mão no meu pau duro sobre a cueca, sorrindo pra mim. Montei nas pernas da Fabi e ao invés de fazer como o Beto, de colocar a calcinha pro lado (conto 4), puxei pra baixo. Fabi levantou o quadril pra facilitar. De repente estava ali aquele cu delicioso e a bucetinha carnuda dela, a minha disposição.

Troquei olhares com o Beto, que me dava apoio. Passei mais hidratante e fui apertar as nádegas, abrindo o reguinho e mostrando ainda mais o cu, e passei a mão na virilha, sentindo a buceta. Além do tesão tocar e sentir uma mulher diferente da minha, estava também querendo entender as sensações do Beto quando estava com a Pat em suas mãos. Enquanto eu devaneava nos meus pensamentos, Fabi já tinha erguido o tórax e estava lambendo a pica do Roberto. Coloquei mais um pouco de hidratante perto do cu, passei o dedo indicador e comecei a enfiar devagar.

>>”ai, que delicia ... Amor, o Julio vai virar meu massagista oficial”.

Beto riu despreocupado com o pau na boca dela. Foi engraçado, eu sorri. Pat chegou mais perto e puxou a calcinha dela mais pra baixo, deixando-a peladinha. Passei o dedo no cu dela, e com a outra mão fiquei dedilhando a buceta. Fabi rebolava na minha mão, depois esticou o braço e segurou a mão da Pat. As duas riam cúmplices. Fabi começou a virar o corpo, e eu tirei o dedo do cu dela. Ficou de frente, peladinha, aqueles peitos que me fascinavam sempre, e a buceta greluda, com um filetinho de pelos, e falou:

>>”faz massagem na frente agora”.

Ela deitou com a cabeça na coxa do Beto, ao lado do pau dele, duro, e me puxou pra me dar um beijo. A pica do Beto tava praticamente colada no rosto dela, mas dei um jeitinho de beijá-la sem encostar no pau dele. Ela tinha um beijo diferente da Pat, nem melhor nem pior, mas experimentar o diferente é sempre gostoso. Ela falou:

>>”eu adoro te beijar”.

-“você tem uma boca muito gostosa. Adoro te beijar também”, e rimos.

Montei na cintura dela, joguei o hidratante sobre o tórax, esfreguei na minha mão e fui fazer a massagem no pescoço e descendo, passando a mão nos seios, olhando pra ela, que me olhava com cara de desejo o tempo todo. Antes de eu descer mais com a massagem ela falou:

>>”Deixa eu chupar esse pau gostoso”.

Sorri pra ela e tirei minha cueca e camisa, ficando totalmente pelado. Ela ficou de lado. Ajoelhei do lado dela e deixei ela trabalhar com a boca e eu ia massageando os seios dela. Beto saiu da cabeceira onde estava e foi na direção da Pat, já abraçando ela e beijando o pescoço, e foi passando a mão sobre os seios. Pat deu um beijo nele e falou:

--“eu quero ver vocês dois com a Fabi. Depois eu quero você, tá?”

Humm, entendi tudo. Ela estava combinadinha mesmo com a Fabi. Beto ainda pegou a mão da Pat e levou até o pau dele que estava pra fora da cueca. Ela ficou fazendo carinho na jeba grande e dura do meu amigo, mas não passou disso.

Fabi vendo a situação do namorado, o chamou:

>>”vem aqui, amor”.

Beto tirou a cueca e ficou do meu lado. Fabi começou chupando meu pau e o dele de forma alternada. Logo puxou os dois paus encostando as cabeças pra ela lamber ao mesmo tempo. Beto me abraçou pra gente ficar encostado, facilitando os paus ficarem juntos na boca da Fabi, e ficou passando a mão nas minhas costas enquanto me abraçava. Acabei abraçando ele também, pra não ser diferente.

Eu não achava aquele gesto natural, dois homens pelados com os paus encostados e abraçados, ainda mais com ele passando a mão nas minhas costas, quase chegando na bunda, mas talvez isso fosse reflexo de todo preconceito acumulado na minha vida, e eu queria me desvencilhar um pouco deles naquela noite.

Fabi enfiou só o meu pau na boca e Beto ficou passando o pau na cara dela. Olhei pra Patrícia, que observava tudo. Quando Fabi foi chupar o Beto, dei umas porradas com meu pau na bochecha dela, e ela olhava pra nós sorrindo de prazer.

Então desci pra provar daquele mel vaginal. Ela abriu a perna e ficou chupando o Beto. Lambi bastante aquele grelo carnudo, bem maior que grelo da Pat, até que ela agarrou no meu cabelo e me puxou pra cima, e virou pra ficar deitada de barriga pra cima com as pernas abertas e dobradas. Entendi que era pra eu meter. Pincelei o pau no grelo dela, e ela olhou pra mim cheia de tesão:

>>”me come, seu tesudo”.

.

.

===

Se você gostou, peço que vote e comente. Se não for membro do site vale a pena se cadastrar rapidamente.

Eu respondo todos os comentários.

Obrigado pela leitura.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/03/2019 04:33:48
Excelente
14/02/2019 16:08:39
Show
27/01/2019 22:20:29
MUITO BOM!!!
03/11/2018 01:49:18
conto muito bom gostei beijos
03/11/2018 01:39:38
O Bicho começou a PEGAR!!!!!!!! hummmmmm
03/11/2018 01:28:34
Excitantemente narrado... Parabéns ! Já está devidamente votado !
03/11/2018 01:06:05
Adorei o conto.Votei
02/11/2018 11:03:12
o delicia de conto....
02/11/2018 10:53:51
mandou gostoso! adorei e votei!
02/11/2018 10:31:40
Delícia de conto. Essa Pat é demais.
02/11/2018 10:11:59
Muito excitante!
14/10/2018 13:27:51
Maravilhoso, 10,0
14/10/2018 13:19:24
Sensacional!
14/10/2018 13:06:44
Seus contos são muito bons, Julio. Bem detalhados, cheios de tesão
14/10/2018 12:44:41
O seu relato está muito excitante, cheio de detalhes ...
14/10/2018 12:29:49
Que tesao de conto....
30/09/2018 05:16:15
Muito bom.
29/09/2018 15:37:42
Delícia. Trio maravilhoso. Me melei todo aqui
29/09/2018 12:39:34
Que mulher deliciosa. Muito bom, nota 10.
28/09/2018 23:18:22
otimo como sempre!!!!!