Eu, minha esposa e meu amigo da adolescência 20

Um conto erótico de Julioepatricia
Categoria: Grupal
Data: 08/07/2018 21:09:42
Nota 9.97

--“amor, pode abrir o chese?”

Os dois levantaram do sofá e eu e Beto puxamos o chese, transformando o sofá quase que numa cama de casal. Sentamos novamente, ela se ajoelhou de frente pra mim e me abraçou. Nos beijamos, ela meteu a mão dentro do meu short e pegou meu pau que estava duro também e falou enquanto massageava meu pau:

--“amor, você me empresta pro Beto um pouquinho?”

Eu ri pra ela e olhei pro Beto rindo, e respondi concordando. Ela foi na direção do Beto, os dois se abraçaram e ele foi deitando ela no sofá, com a cabeça virada pra mim a meio metro, enquanto davam beijinhos. Quando ela deitou de vez, falou pra ele:

--“Vem, Beto. Sou toda sua”.

Beto olhou pra mim, eu tava concordando e incentivando tudo. Ele montou nela e começaram a se beijar, enquanto com uma mão ele foi passando sobre o corpo dela, primeiro sobre a roupa, e depois entrou debaixo da camisa, indo até os seios, baixou a mão entrando no shortinho e sentindo a buceta. Pat passava a mão no pau que estava fora da cueca novamente, e ela olhou pra mim pra ver se tava tudo tranquilo. Dei um sorriso pra ela, passei a mão no rosto e cabelos, e ela falou:

--“Julio, agora o Beto vai pagar o castigo, tá?” acenei concordando.

Beto riu e desceu o corpo. Levantou um pouco a blusa e beijou a cintura dela, foi levantando mais a blusa e beijando, até que ele expôs os seios dela e ficou admirando. Começou a beijar e chupar. Pat esticou a mão pra trás buscando me tocar. Beto foi tirando a camisa e ela terminou de tirar, entrgando pra mim e me falou:

--“amor, ta gostando de ver o Beto pagando o castigo?”

Eu só concordava, vendo os seios nus dela entregues ao Beto, e ela continuou

--“ele não pode morder meu peito não que doi”.

Olhou pra ele, foi com os dedos no bico do peito dele sobre a camisa e beliscou até ele dar um pulo pro lado reclamando de dor. Pat riu e falou:

--“tá vendo como doi?” e riu do Beto sofrendo com a dor do beliscão.

Ela ficou de 4 do lado dele e falou:

--“Vou dar beijinho pra sarar, tá?”

Ela começou a beijar o rosto, nuca e levantou a camisa dele e começou a chupar o bico do peito beliscado, enquanto os seios dela arrastavam na barriga do Beto, e falou:

-“tira essa camisa, gostoso”.

Beto tirou a camisa e Pat desceu pra tirar a cueca e bermuda dele. Olhou pro pau e exclamou um “que delícia!”, enquanto lambia o corpo do pau e chupava a cabeça, e deixou ele pelado deitado no sofá, mas ela ainda ficou de short. Eu já estava com o pau fora do meu short. Ela riu e veio na minha direção e falou enquanto me dava beijinhos:

--“amor, to cheia de tesão. Você tá gostando?”

-“sim, to adorando”.

--“depois eu quero você, delicia”.

Sorriu pra mim, baixou a cabeça e deu um beijo na cabeça do meu pau, enquanto o Beto aguardava deitado olhando nós dois. Ela foi na direção dele e começou a beijá-lo na boca, no peito, barriga, e chegou no pau. Segurou o membro e foi lamber a cabeça, depois colocou toda dentro da boca e ficou chupando como dava. A cabeça do pau dele é mais grossa que a minha e ela fazia esforço pra caber na boca. Beto pegou na cabeça dela e começou a forçar pra baixo, pra engolir mais o pau. Ela puxava pra cima e ele jogava pra baixo, ela tava batendo uma punheta com a boca, mas ele foi forçando mais até que ela tava quase engasgando com o pau dele na boca, e tirou de vez reclamando.

--“para, seu cachorro. Vou morder seu pau hein”.

Ele riu e pegou nos cabelos dela, fazendo um rabo de cavalo, e falou:

>”lambe ele todo que eu quero ver junto com o Julio”.

Enquanto ele mantinha o rabo de cavalo, os cabelos pro alto facilitando nossa visão, ele ia guiando a boca dela que ia lambendo da cabeça à base do pau. Meu pau tava explodindo. Pat olhou pra mim e ficou passando a lingua por todo o cacete dele, olhando fixamente pra mim, depois deu um beijo na cabeça do pau e veio pra beijá-lo. Se beijaram e Beto a deitou de costas pra cima com a cabeça próxima de mim novamente, e foi lá pra baixo tirar o short dela. Ela olhou pra mim e falou só com a expressão da boca, sem sair som:

--“te amo!”

Fui lá dar um selinho nela, mas ela me catou e deu um beijo na boca de lingua também. Voltei a sentar e ela ficou com os braços na minha direção me tocando, enquanto levantava a bunda pro Beto tirar o short e calcinha. Quando ele tirou tudo, virou a bunda dela pra cima e deu vários beijos, mordias de leve e linguadas no cu. Subiu as costas lambendo e roçando o pau no corpo dela, depois a virou de frente pra ele e começou a chupá-la do pescoço à virilha. Pat esticava a mão na minha direção o tempo todo, e trocava olhares comigo. Quando Beto começou a lamber a buceta dela, ela pediu:

--“vai Beto, me fode com sua língua”.

Beto começou a enfiar a língua na buceta dela, e ela agarrada no meu pau falou:

--“ai amor, seu amigo tá me comendo com a língua. Que delícia, Beto. Mete essa língua gostosa”. Eu e ele rimos um pro outro.

De repente ele começou a forçar o dedo no cu dela, e ela levantou a perna pra facilitar. Ele ficou comendo o cu dela com o dedo enquanto lambia o clitóris. Pat estava em êxtase, quase me machucando com as unhas.

--“isso, beto, devagarzinho, come meu cu com esse dedo gostoso, vai, devagar”.

Quando ele tirou o dedo do cu, ela puxou ele pela cabeça e o abraçou ofegante.

--“eu quero dar pra você, mas e a Fabi? Não é melhor ligar pra ela?”

>”se eu ligar pra ela agora ela me manda pra PQP rsrsrs. Depois eu me acerto com ela, mas ela é tranquila, tem problema não”.

--“então tá. Vou acreditar em você, tesudo”, e olhando pra mim: “Julio, ele pode me comer um pouquinho?”

-“pode, sua safada”, e ri.

Beto ficou em pé ao lado do sofá e colocou a Pat sentada chupando o pau dele. Ele tirava o pau e dava porrada com a pica na boca dela, enfiava um pouco na boca, mandava ela lamber. Depois ela deitou de barriga pra cima com a cabeça próxima de mim, e ele foi pro meio das pernas dela.

--“vem me comer seu pirocudo”

Beto pincelou o pau na portinha da buceta dela, que já estava encharcada, deu umas porradas com o pau no clitóris arrancando sorrisos de prazer dela, e mirou a cabeça do pau na entrada da buceta, e começou a colocar. Ela ficou olhando pra mim enquanto ele ia colocando e tirando bem aos poucos, e cada vez introduzindo mais.

--“vai devagar, Beto” ... “ai que cacete grosso” ... “isso, mete devagarzinho” ... “amor, vem aqui me dar um beijo”.

Desci o rosto e fiquei beijando enquanto ela gemia no pau do Beto. Ele deu uma aceleradinha e o rosto dela começou a ir pra cima e pra baixo, mas logo ela reclamou fazendo cara de desconforto:

--“mete mais devagar, Beto”.

Tirei minha roupa e ajoelhei do lado dela dando o pau pra ela chupar. Ela virou de lado pra mim, jogando a perna direita sobre o ombro do Beto e pediu pra ele meter devagar, senão ía doer. O clitóris dela ficou abertinho, exposto, e ele metia devagar e massageava o clitóris.

>”isso, sua safada. Chupa o pau do Julio. Tá gostando de dar pra nós dois?”. Ela tirou meu pau da boca, olhou pra ele e falou rindo:

--“to adorando. Mete gostoso”.

Beto gostava da interação. Enquanto ela me chupava ele pegou na crina do cabelo dela e ficou empurrando pra frente e pra trás:

>”chupa gostoso o seu namorado, sua putinha”. Ele olhava pra mim com aquela cara de incentivo e cumplicidade, e eu estava curtindo.

-“ta gostando do pau do Julio?”

Ela olhou pra mim sem tirar o pau da boca e riu concordando. Tirei estrategicamente o pau da boca dela e falei pra ela que aquela foda estava me dando vontade de gozar. Levantei do sofá e fiquei alisando o pau de leve. Ela voltou a atenção pro Beto, deitou de costas pra baixo novamente e puxou o Beto pra ela na posição papai mamãe, até que os dois se beijaram e ela delirava olhando nos olhos dele:

--“isso, assim, me come gostoso”.

>”ta gostando da minha pica grossa?”

--“to adorando, não para”.

Beto parou de sacanagem, tirou o pau e deixou roçando na buceta, e falou:

>“você quer minha pica? Pede ela na sua buceta”.

--“enfia esse pau em mim seu cachorro”.

>”toma, sua puta. É todo seu”, e foi enfiando até o talo e falou: “olha só, enfiei tudo. Tá gostando”

--“sim, mas cuidado pra não me machucar”.

Beto deu mais umas bombadas devagar até o talo, pra ver se ela ia reclamar, e como ela tava curtindo, ele perguntou:

>“de quem é essa buceta?”

Pat riu pra ele, demorou pra falar. Olhou pra mim, do jeito que eu tava fiquei. Beto deu um tapa na cara dela, ía metendo e tirando apoiado em um braço apenas, e segurou ela pelas bochechas e perguntou de novo:

>”de quem é essa buceta, sua puta?”

Ela riu, dava pra ver que ela estava pressionada, e falou:

--“é sua seu safado”

Daí ele deu um beijo na boca dela e continuou metendo. Ela pediu pra ir por cima dele. Ele sentou com as costas no encosto do sofá e as pernas esticadas no chese, e ela foi pra cima dele, como tinha feito na casa da praia. Eu estava em pé na frente do sofá e fui vendo a buceta dela engolindo a jeba. Ela o abraçou e começou a rebolar no pau dele. Ele pegou ela pela bunda passando o dedo no cu enquanto ela rebolava e subia e descia. De repente ela anunciou que ia gozar:

--“ai Beto, eu to quase gozando no seu pau”.

>”goza, gostosa. De quem é essa bucetinha?”

--“é sua, seu cachorro”, e uhhhh, gozou abraçada e sentada no pau dele, e deitou no sofá, de perna aberta, com a buceta virada pra ele. Ela olhou pra mim, que estava me contendo pra não bater uma punheta, e falou:

--“amor, quero beber água. Pega pra mim...”

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/02/2019 04:25:00
Muito excitante
27/01/2019 22:18:24
MUITO BOM!!!
03/11/2018 01:51:34
conto muito bom gostei beijos
03/11/2018 01:42:05
O Bicho começou a PEGAR!!!!!!!! hummmmmm
03/11/2018 01:14:41
Adorei o conto.Votei
02/11/2018 11:05:36
o delicia de conto....
02/11/2018 10:55:39
mandou gostoso! adorei e votei!
14/10/2018 13:27:41
Maravilhoso, 10,0
14/10/2018 13:19:14
Sensacional!
14/10/2018 13:06:34
Seus contos são muito bons, Julio. Bem detalhados, cheios de tesão
14/10/2018 12:44:31
O seu relato está muito excitante, cheio de detalhes ...
14/10/2018 12:29:39
Que tesao de conto....
29/09/2018 15:38:27
Delícia. Trio maravilhoso. Me melei todo aqui
29/09/2018 12:40:19
Que mulher deliciosa. Muito bom, nota 10.
28/09/2018 22:58:21
otimo como sempre!!!!!
28/09/2018 18:48:58
Conto excitante, de ótima compreensão, me deu muito tesão. bjs
28/09/2018 09:49:28
Excelente. Conto cheio de tesão
28/09/2018 00:06:22
Delícia de conto. Essa Pat é uma putinha mesmo. Tesão puro.
27/09/2018 23:04:01
Muito bem escrito, a gente se sente dentro da cena vendo tudo, parabéns.
14/09/2018 21:12:46
Show de conto. Tesão puro