Casa dos Contos Eróticos

Coisas Do Destino! cap 7

Um conto erótico de mtk
Categoria: Homossexual
Data: 23/09/2017 09:42:27
Nota 10.00

Continuando...

Alguém bateu na porta e ela sem pensar abriu,era a Camila,q já foi entrando e falando:

Camila- Oi,tô interrompendo alguma coisa?

Eu- Na verdade está sim.

Camila- hum,sei...sabe Tais,eu acho q a Fernanda já bebeu demais e tá na hora dela ir pra casa.

Eu- Garota,vai cuidar da sua vida e me esquece.

Tais- Camila não se preocupe,eu levo a Nanda em casa.

Camila- Não precisa se incomodar,Tais,eu levo ela. Vamos Fernanda?

Eu-Garota você tá surda? A Tais me leva.

Camila- Não,você vai comigo e vai agora Fernanda.

Ela saiu me puxando pela mão e eu tentei me soltar mais ela apertava e eu não queria machucar ela,e quando estávamos passando pela piscina,as meninas nos empurraram e calmos dentro.

A Camila saiu rápido e eu logo depois,eu fiquei muito brava e quis ir pra casa e a Camila disse q.me levava e como eu estava toda.molhada decidi aceitar sua carona. Então fomos para o estacionamento pegar a moto dela,e assim q chegamos la,avistamos o Rafael namorado dela conversando com uma moça e eles pareciam íntimos,falavam um no ouvido do outro,a Camila fingiu não vê,mais ele nos viu e veio em nossa direção,falando alto e com a língua travando de bêbado:

Rafael: Posso saber o q vc está fazendo com essa aí?

EU- Essa aí não,olha como você fala comigo seu babaca!

Rafael- Ui...ela tá nervosinha kkk.

Ele chegou mais perto de Camila e a puxou pelo braço.

Rafael- Vamos embora agora Camila!

Camila- E se eu não quiser ir?

Rafael- Você vai comigo,se não...eu não respondo por mim.

Ele a puxou com mais força e ela reagiu.

Camila: Me solta Rafael,você está me machucando.

Quando ouvi isso não pensei duas vezes e fui pra cima dele empurrando e falando:

Eu- Você está surdo? Solta ela seu babaca.

Rafael- Não se mete sapatão de merda,eu sei q você está querendo,você quer nos separar pra ficar com ela. Mais você não tem o q ela gosta,só eu posso satisfazer ela em todos os sentidos,e se você quiser eu te ajudar,eu acho q você só precisa de um homem como eu pra ficar curada dessa doença.

Depois de ouvir isso,eu simplesmente partir pra cima dele,lhe um soco q logo o levou ao chão,fui em cima dele e continuei a lhe da socos até seu nariz sangrar,eu estava cega de raiva. A Camila me puxou de cima dele,e ele olhou pra ela e falou:

Rafael: Você vai comigo ou com ela Camila?

Ela me olhou e depois olhou pra ele,e pra minha total surpresa disse:

Camila- Eu vou com ela.

Rafael- Pois se você for com ela,nosso namoro termina aqui e pode esquecer q eu existo.

Camila- Se vice quer assim,nosso namoro termina aqui.

A Camila pegou em minha mão e saímos em direção a sua moto,e antes de irmos embora,vimos o Rafael entrar no carro com a moça de antes. Saímos do estacionamento,e eu estava perdida em pensamento,e nem vi quando ela desviou o caminho,minha mão doeu um pouco,mais mesmo assim eu estava feliz por está ali com ela e por ela está livre daquele infeliz,logo paramos enfrente a sua casa.

Eu- Por que vinhemos pra sua casa?

Camila- Pq se sua mae te vê assim,ela vai te encher de perguntas e ficaria muito preocupada.

Eu- Você tem razão.

Ela abriu o portão e guardou a moto,depois entramos e ela pediu pra eu segui-la,e quando percebi entramos por um corredor um pouco escuro,achei q era dos quartos,pois tinha algumas portas,ela abriu uma delas e entramos,e assim q entrei,olhei td ao redor e percebi q estávamos em seu quarto.

Fui até uma poltrona, e olhei para minhas mãos e senti um pouco de dor,ela percebeu e me pediu pra esperar q ela já voltava,e pouco tempo ela voltou com uma bolsa de gelo nas mãos.

Sentou de frente pra mim,em uma cadeira e com delicadeza pegou minhas mãos entre as suas,e só aí pude vê o quanto estava inchadas e vermelhas. Ela colocou o gelo e eu estremeci na hora. Ficamos em silêncio,nos olhando até ela puxar assunto.

Camila- Tá doendo muito?

Eu- Um pouquinho só.

Camila- Você foi corajosa de enfrentar o Rafael,mais ele poderia ter te machucado.

Eu- Acho q não,eu sei me defender muito bem,eu faço artes marciais desde criança.

Camila- Hum,você se acha muito sabia.

Eu- Eu não me acho,eu apenas não sou de falsa modéstia.

Ela riu,e como era lindo seu sorriso,ficamos nos olhando por um tempo e eu falei:

Eu: Desculpa se causei algum mal estar entre você e seu namorado. Não era minha intenção.

Camila- Hum,ex namorado,e não foi sua culpa,nosso namoro já estava numa situação difícil e depois de hj,era impossível continuar.

Eu: Entendi.Mais você gosta muito dele né?

Essa pergunta saiu sem querer e só depois q falei,pensei q talvez não estava preparada pra resposta. Nessa hora,ela parou o que tava fazendo e me olhando falou:

Camila- Fernanda,você quer mesmo fala sobre meu namoro com o Rafael?

Eu: Na verdade não. Só quero saber como você está,depois de terminar um namoro de anos.

Camila: Bom,o q possi te dizer é q nesse momento não estou tão triste triste como pensei q ficaria.

Eu: Sério? Q bom.

Camila: Sério,esse namoro já deu o q tinha q dá. Meus sentimentos são outros,ele mudou e eu tbm e acho q faltou coragem de terminar antes.

Eu: Entendi,acho q foi melhor assim. Eu acho q você merece alguém melhor sabe?

Camila: Ah é ? E quem seria?

Eu: Ah,uma pessoa q te americano,te respeite,q seja fiel a você e faça de td pra te fazer feliz.

Camila: Hum, e onde eu encontro essa pessoa? Por que eu já procurei muito e não encontrei.

Eu: Pois acho q você não procurou direito.

Enquanto falava,eu ia me aproximando mais dela.

Eu: E se você olhar ao seu redor,você vai encontrar.

Camila- Hum,eu queria muito ter essa pessoa ao meu lado sabia?

Eu- Então é só olhar pra frente agora e vera essa pessoa.

Cometem!!! Continuando...

Alguém bateu na porta e ela sem pensar abriu,era a Camila,q já foi entrando e falando:

Camila- Oi,tô interrompendo alguma coisa?

Eu- Na verdade está sim.

Camila- hum,sei...sabe Tais,eu acho q a Fernanda já bebeu demais e tá na hora dela ir pra casa.

Eu- Garota,vai cuidar da sua vida e me esquece.

Tais- Camila não se preocupe,eu levo a Nanda em casa.

Camila- Não precisa se incomodar,Tais,eu levo ela. Vamos Fernanda?

Eu-Garota você tá surda? A Tais me leva.

Camila- Não,você vai comigo e vai agora Fernanda.

Ela saiu me puxando pela mão e eu tentei me soltar mais ela apertava e eu não queria machucar ela,e quando estávamos passando pela piscina,as meninas nos empurraram e calmos dentro.

A Camila saiu rápido e eu logo depois,eu fiquei muito brava e quis ir pra casa e a Camila disse q.me levava e como eu estava toda.molhada decidi aceitar sua carona. Então fomos para o estacionamento pegar a moto dela,e assim q chegamos la,avistamos o Rafael namorado dela conversando com uma moça e eles pareciam íntimos,falavam um no ouvido do outro,a Camila fingiu não vê,mais ele nos viu e veio em nossa direção,falando alto e com a língua travando de bêbado:

Rafael: Posso saber o q vc está fazendo com essa aí?

EU- Essa aí não,olha como você fala comigo seu babaca!

Rafael- Ui...ela tá nervosinha kkk.

Ele chegou mais perto de Camila e a puxou pelo braço.

Rafael- Vamos embora agora Camila!

Camila- E se eu não quiser ir?

Rafael- Você vai comigo,se não...eu não respondo por mim.

Ele a puxou com mais força e ela reagiu.

Camila: Me solta Rafael,você está me machucando.

Quando ouvi isso não pensei duas vezes e fui pra cima dele empurrando e falando:

Eu- Você está surdo? Solta ela seu babaca.

Rafael- Não se mete sapatão de merda,eu sei q você está querendo,você quer nos separar pra ficar com ela. Mais você não tem o q ela gosta,só eu posso satisfazer ela em todos os sentidos,e se você quiser eu te ajudar,eu acho q você só precisa de um homem como eu pra ficar curada dessa doença.

Depois de ouvir isso,eu simplesmente partir pra cima dele,lhe um soco q logo o levou ao chão,fui em cima dele e continuei a lhe da socos até seu nariz sangrar,eu estava cega de raiva. A Camila me puxou de cima dele,e ele olhou pra ela e falou:

Rafael: Você vai comigo ou com ela Camila?

Ela me olhou e depois olhou pra ele,e pra minha total surpresa disse:

Camila- Eu vou com ela.

Rafael- Pois se você for com ela,nosso namoro termina aqui e pode esquecer q eu existo.

Camila- Se vice quer assim,nosso namoro termina aqui.

A Camila pegou em minha mão e saímos em direção a sua moto,e antes de irmos embora,vimos o Rafael entrar no carro com a moça de antes. Saímos do estacionamento,e eu estava perdida em pensamento,e nem vi quando ela desviou o caminho,minha mão doeu um pouco,mais mesmo assim eu estava feliz por está ali com ela e por ela está livre daquele infeliz,logo paramos enfrente a sua casa.

Eu- Por que vinhemos pra sua casa?

Camila- Pq se sua mae te vê assim,ela vai te encher de perguntas e ficaria muito preocupada.

Eu- Você tem razão.

Ela abriu o portão e guardou a moto,depois entramos e ela pediu pra eu segui-la,e quando percebi entramos por um corredor um pouco escuro,achei q era dos quartos,pois tinha algumas portas,ela abriu uma delas e entramos,e assim q entrei,olhei td ao redor e percebi q estávamos em seu quarto.

Fui até uma poltrona, e olhei para minhas mãos e senti um pouco de dor,ela percebeu e me pediu pra esperar q ela já voltava,e pouco tempo ela voltou com uma bolsa de gelo nas mãos.

Sentou de frente pra mim,em uma cadeira e com delicadeza pegou minhas mãos entre as suas,e só aí pude vê o quanto estava inchadas e vermelhas. Ela colocou o gelo e eu estremeci na hora. Ficamos em silêncio,nos olhando até ela puxar assunto.

Camila- Tá doendo muito?

Eu- Um pouquinho só.

Camila- Você foi corajosa de enfrentar o Rafael,mais ele poderia ter te machucado.

Eu- Acho q não,eu sei me defender muito bem,eu faço artes marciais desde criança.

Camila- Hum,você se acha muito sabia.

Eu- Eu não me acho,eu apenas não sou de falsa modéstia.

Ela riu,e como era lindo seu sorriso,ficamos nos olhando por um tempo e eu falei:

Eu: Desculpa se causei algum mal estar entre você e seu namorado. Não era minha intenção.

Camila- Hum,ex namorado,e não foi sua culpa,nosso namoro já estava numa situação difícil e depois de hj,era impossível continuar.

Eu: Entendi.Mais você gosta muito dele né?

Essa pergunta saiu sem querer e só depois q falei,pensei q talvez não estava preparada pra resposta. Nessa hora,ela parou o que tava fazendo e me olhando falou:

Camila- Fernanda,você quer mesmo fala sobre meu namoro com o Rafael?

Eu: Na verdade não. Só quero saber como você está,depois de terminar um namoro de anos.

Camila: Bom,o q possi te dizer é q nesse momento não estou tão triste triste como pensei q ficaria.

Eu: Sério? Q bom.

Camila: Sério,esse namoro já deu o q tinha q dá. Meus sentimentos são outros,ele mudou e eu tbm e acho q faltou coragem de terminar antes.

Eu: Entendi,acho q foi melhor assim. Eu acho q você merece alguém melhor sabe?

Camila: Ah é ? E quem seria?

Eu: Ah,uma pessoa q te americano,te respeite,q seja fiel a você e faça de td pra te fazer feliz.

Camila: Hum, e onde eu encontro essa pessoa? Por que eu já procurei muito e não encontrei.

Eu: Pois acho q você não procurou direito.

Enquanto falava,eu ia me aproximando mais dela.

Eu: E se você olhar ao seu redor,você vai encontrar.

Camila- Hum,eu queria muito ter essa pessoa ao meu lado sabia?

Eu- Então é só olhar pra frente agora e vera essa pessoa.

Cometem!!!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/01/2018 21:58:24
Tô adorando
20/12/2017 19:11:39
Pq repetiu.mas tá boa
07/12/2017 00:53:40
Que delícia de história