Como tudo começou

Um conto erótico de Eliete
Categoria: Heterossexual
Contém 747 palavras
Data: 09/07/2024 19:52:31

Meu nome é Eliete 27 anos , personalidade forte , morena clara , cabelos lisos , falsa magra e as vezes autoritária ( um defeito ou característica).

Casada há dez anos com Marcos branquinho , um sujeito legal , companheiro , dote normal e sempre foi meio submisso a mim o que penso diminuía meu tesão nele mas ainda assim não me via traindo o mesmo...

Há três anos eu andava muito desanimada com ele devido a sua submissão nunca me confrontando em nada e aceitando tudo passivamente ou seja tesão zero foi quando decidimos reformar nossa casa , trocar piso , reformar banheiro , pintar etc ...

Contratamos Rubens empreiteiro conhecido faz varia obras na região , sujeito bruto , falastrão , grande e negro .

Após o início das obras algo nele chamou minha atenção no dia a dia e era como ele era firme com meu marido que mesmo sendo dono da obra se mostrava outra vez submisso , além do após um tempo não tinha problemas em me secar na frente do meu marido que acho fingia não ver...a coisa chegou ao ponto de quando meu marido não tava olhando ele me secar e encher a mão na rola ( como que me mostrando !!) com um sorriso na cara...como se dissesse "" Vou meter a rola em você e seu maridinho não vai fazer nada o CORNO !!!

Reclamei com meu marido mas ele achou que era coisa da minha cabeça e que eu deixasse de ir na obra pra evitar então ,aquilo me deu uma raiva , mas uma coisa aconteceu não consegui mais parar de pensar no Rubão ( era esse seu apelido ) uma sexta , fim de tarde , fui na obra pra ver como estava mas evitava ir lá estávamos morando nos fundos , chegando lá me deparei com Rubão sozinho estava se preparando pra ir embora , perguntei com estava o serviço ele foi me mostrar piso etc fui na frente ele atrás , eu sentia um frio na barriga de estar ali e ele percebeu e sorriu me olhando nos olhos percebi da certeza dele que ia me comer ali mesmo , desviei o olhar caminhei pelos cômodos e próximo a uma pilha de caixas de piso parei e senti ele se aproximar tentei sair ele me segurou forte e me encoxou se esfregando dizendo vai escapar não safada sei que tá doida pra me dar , me melei toda ouvindo aquilo , levantou meu vestido e suas mãos alisaram meus peitos e seus dedos invadiram minha boceta melada foi quando ele riu vitorioso dizendo eu sabia quase desfaleci em suas mãos e com o esfrega e esqueci totalmente do maridinho só queria sentir o pau duro na bunda as mãos no peito e bocetinha e os beijos na boca e pescoço . Ainda por trás ele pegou minha mão e levou até sua pica já sentira que era grande mas quando peguei pude sentir a diferença com a do agora corno e me melei mais ainda não pude mais largar só gemia , rebolava e sentia TD aquilo... Com dificuldade ele me fez largar a rola se abaixou e beijou e chupou muito minha bocetinha ali sentada em cima da caixa de pisos , gozei horrores sentindo todo meu corpo desfalecer...ele se levantou me pôs se encostou na caixa de pisos e me fez ajoelhar com aquele tora em riste me segurando pela nuca falou gosta de rola grande neh ordinária ? Eu nem respondia só gemia e balançava a cabeça ele continuou "" vadia a partir de hoje seu maridinho vai ser o corno é sem volta e manso !!"" Enquanto esfregava aquela coisa na minha cara , enfiava na minha boca me fazendo mamar e eu gozava e me derretia toda , aliás ouvi-lo chingar meu maridinho me deixava ainda mais mole era muita dominação!!! Nem sei quanto tempo passou ele me levantou me debruçou na pilha e encostou a picona na bocetinha muito molhada e atolou em do acho que gritei não estava acostumada com aquele calibre , meu maridinho não chegava nem perto , me chingando de puta , safada , vadia o bate estaca me fez gozar como doida e então senti o bruto aumentar o ritmo se contorcer e derramar muito dentro de mim quase desfaleci de novo ..

Nos levantamos , nos arrumamos como pudemos ele me segurou beijou e disse "" Já era agora seu maridinho vai tomar muito chifre "" minutos depois meu marido chegou fiz cara de paisagem e ele tratou meu marido com o desprezo velado de sempre...com frases como "Sei que o Senhor é meio lento então vou explicar de novo !! "" E o corno ?? Aceita passivamente .

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 50 estrelas.
Incentive Eliete a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil genérica

Continue seus escritos... 😉 Vamos ver qual o desenrolar dos fatos... 😁👍 E a obra teve andamento normal ou transou??? 😂

0 0
Foto de perfil genérica

Uma mulher safada, casada com um homem frouxo, manso, é o sonho de todos nós safados! Nada melhor do que foder uma puta casada!

d.lucius@tutamail.com

0 0
Foto de perfil de Leon-Medrado

Eliete, você nasceu para ser usada por um macho Alfa machista, que a trata como uma vagabunda sem classe, uma cadela no cio, que dá fácil e trai o marido sem nem ter a honestidade de dizer para ele que ele não a satisfaz. Prefere se aproveitar e fazer escondida. O negão come, usa, abusa, e depois a despreza. Ele não vai sustentar os seus luxos, só vai querer usar do seu corpo que você dá de graça. Se ainda cobrasse, vá lá, eu ia respeitar, mas dar assim, se rebaixando, sem um pingo de auto respeito, nem merece ser elogiada. Seu conto é um libelo ao machismo. Vejamos, eu acho que você é daquelas que pensa como homem, daqueles bem machistas, e que acha que mulher é tudo vagabunda, no mau sentido da palavra. O fato do seu marido ser frouxo, não lhe dá o direito de mostrar o quanto o machismo e o preconceito estão impregnados em você. Seja honesta, fale com ele, bota a verdade na frente. Vir aqui contar como foi que você se portou como uma vagabunda, só porque estava louca para dar para o Negão, e abusar da passividade do seu marido, expõe o quanto você não tem nenhum caráter. Eu dou as estrelas porque você teve o trabalho de escrever e vir publicar. Mas aproveito para mostrar como tem mulher que realmente não merece que homem nenhum faça porra nenhuma por elas. Interesseiras, egoístas, infiéis, e covardes, pois nem tem coragem de falar ao marido o que sentem. É o que eu acho da sua postura e da sua história. De verdade.

0 0
Foto de perfil genérica

Uma delícia. Homem sem postura de homem tem de tomar galha mesmo. Conta mais

0 0
Foto de perfil genérica

Me chame no email/Skype consultor.rodrigobastos@gmail.com

1 0
Foto de perfil genérica

Adorei o seu conto, mas e ai passou a ser amante dele? contou para o marido? fez o marido ser puta dele também? já pensou nisto, vamos conversar? me retorne e me lembre do conto por ler vários: euamoavida2020@gmail.com

1 0
Foto de perfil genérica

O conto é ótimo parabéns.

Eu simplesmente odeio homem frouxo, tenho nojo mesmo e homem tem que ser corno e tem que ser humilhado, pra que serve um homem frouxo, imagina depender de um bosta desse pra defender a gente em uma situação de perigo, nós mulheres peso por peso e tamanho pôr tamanho somos muito mais frágeis , mulher pôde fazer quase tudo mas quando se trata de força física nós não podemos,temos que admitir isso aí vc se depera com um frouxo ele vai servir para quê? .

Amei seu conto bem escrito e muito erotismo.

Beijinhos da titia Sueli Brodyaga 😘😘😘😘😘😘😘😘😘😘😘😘

1 0
Foto de perfil de Velhaco

Mais do mesmo, piranha sem caráter e marido corno trouxa kkkkk, provavelmente no próximo vai dizer q o corno descobriu a traição,mas ela se impôs como o macho da casa e o corno aceitou kkkkk

1 0
Foto de perfil genérica

Eu odeioooo homem frouxo são uns inúteis que não servem pra nada, vc concorda?

Beijinhos da titia Sueli Brodyaga 😘😘😘😘😘

0 0
Foto de perfil de Kratos116

Bem excitante! Só acho que ficou curto ,devia ter uma história por trás do casal. Dê uma lida.nos contos do Léon Medrado.

1 0