Minha prima veio passar as ferias aqui em SP

Um conto erótico de Kenny
Categoria: Heterossexual
Contém 1276 palavras
Data: 13/05/2024 22:47:43

Bom, é minha primeira vez escrevendo aqui, depois de anos lendo contos no site eu realmente decidi escrever.

Enfim, essa é uma história verídica que me ocorreu no mês de Fevereiro de 2024, e durante algumas semanas eu e minha prima que veio passar as férias em casa, transamos loucamente.

Vamos onde tudo começou.

Como disse, minha prima chegou de viagem vindo do nordeste para passar 2 semanas em casa, vou chamá-la de Gabi. Nunca rolou nada entre mim e Gabi, nada físico, porém da ultima vez que estive lá (meados de 2022) rolou algumas mensagens bem quentes, porém infelizmente não deu em nada pois lá era muuuito complicado para ficarmos juntos. Dessa vez decidi que faria diferente, pelo menos um beijo eu daria nela, bom já vou adiantando que houve muito mais que isso.

Logo na Primeira noite após buscar Gabi no aeroporto, notei olhares diferentes da parte dela e muuito contato físico, com abraços, beijos no rosto etc. Gabi conversou comigo e com minhã mãe a noite toda e quando deu 1 da manhã decidi dormir, pois acordaria as 6 para ir trabalhar. Essa primeira noite não rolou nada demais, mas, no fundo, ambos já sabíamos os desejos que rolava um pelo outro.

No segundo dia, após chegar do trabalho, Gabi estava conversando com meu padrasto e contando sobre o Nordeste, eles não se conheciam então ela estava contando sobre nossa família e afins. Me juntei a conversa, Gabi estava deitada no sofá com um short curto e um top, bom, ela não era magrinha e nem gordinha, digo que ela é meu número, Gabi tem 1,62 de altura e é um pouco "gordelicia" por assim dizer rsrs Tem uma bunda bem gostosa e um par de pernas que sempre me chamou a atenção, seus peitos eram pequenos, mas, do tamanho ideal. Gabi era uma baixinha gostosinha e gordelicia como ja disse e eu me amarro em mulher nesse porte. Voltando, Gabi deitada com aquele short deixava a bunda dela bem marcada, eu deitei do outro lado do sofá mas coloquei minhas pernas em cima das coxas da Gabi, eu sou alto, tenho 1,89 de altura, e Gabi conforme ia conversando com meu padrasto ficava passando a mão na minha perna, carinho de primo mesmo, sem nenhuma maldade, e ficamos assim por alguns minutos até ele levantar para ir comer algo. Nisso, ficamos eu e Gabi no sofá jogando conversa fora, falando mal da familia e etc rsrs Ela continuou os carinhos e elogiou minha perna estar ficando bem bonita devido a academia. Eu vou ser bem sincero, me acho um homem bonito, ainda mais depois de começar a treinar com foco, como disse tenho 1,89 porém não sou magro, tenho um corpo forte não sou definido mas tenho um corpo bem grande.

Voltando, Gabi elogiou minhas pernas e disse que um dia ficaria assim também, eu retruquei:

– Poxa, você tem as pernas lindas, olha o tamanho disso

Falei enquanto olhava aquele pernão gostoso.

Rimos enquanto continuávamos conversando, aquele ali, foi o momento que percebi que iria dar certo rs Ficamos ali por uns minutos, depois disso, ela começou a massagear minhas pernas que estavam em cima das dela, aquilo estava muito bom, e equanto ela massageava eu olhava aquela bunda que ela fazia questão de empinar, o short dela subiu um pouco conforme ela se ajeitava, então eu via ela toda desenhada, que bunda linda, que perna linda, e que massagem gostosa. Fechei os olhos e senti a mão dela subindo enquanto continuava a massagem, chegando até minha virilha, estava ficando de pau duro e soltei uma respiração um pouco ofegante e logo em seguida escutei ela rir. Infelizmente fomos interrompidos, meu celular tocava, era minha mãe me pedindo para buscar ela, olhei no fundo dos olhos de Gabi e naquele instante falei "Ainda bem, se continuasse acho que daria merda" levante e fui buscar minha mãe no trabalho.

Bom, após o fim da tarde, jantamos e ficamos conversando mais um pouco, anda demais e por volta das 22 horas fui tomar banho. Fico bem à vontade em minha casa então sempre ando só de shorts sem camisa, e muitas das vezes só de shorts sem cueca. Bom assim que sai do banho Gabi estava sentada na mesa sozinha vendo o Insta, eu estava só de shorts e sem cueca, passei atras dela e dei um beijo no pescoço dela, que, largou o celular na hora e fez um ''Hmmmm'' quanto eu beijava e falava que estava com saudades. Ela se levantou e me abraçou forte, mas com toda maldade do mundo apertou meu corpo contra o dela, na hora que meu pau pelo shorts encostou nela começou a ficar duro, e, por ser um shorts ser bem leve para dormir ficou bem nítido minha ereção. Gabi então sorriu e disse:

-Primo, não via a hora te ver, depois que você foi embora aquela época lembrei de você todos os dias.

Respondi:

-Poxa meu, porque não continuou o contato por mensagem? Eu tenho uma rotina ocupada mas te daria atenção.

Ela então respondeu:

-Eu sei, mas eu ficaria com mais saudades, e isso pioraria muito.

Disse para ela:

-Vamos matar essas saudades, teremos bastante tempo para isso.

Depois que falei isso, dei outro abraço nela bem apertado, dessa vez eu que empurrei o corpo dela contra o meu e quando ela sentiu meu pau duro encostando nela apenas me olhou e disse:

-Vou matar toda saudade e vontade de você.

Senti meu pau pulsar na hora, ela olhou para baixo e depois olhou nos meus olhos e disse:

-Você logo vai ser meu.

Virou as costas e foi para sala, me deixando la, de pau duro, sentia a cabeça molhar meu shorts de tanto tesão que fiquei. Depois disso fui para meu quarto porque já estava ficando louco lembrando das palavras dela. Dei um tempo para diminuir a ereção e então fui para sala, onde estava ela, minha mãe e meu padrasto vendo algum programa. O que não durou muito pois todos subiram para dormir, meu quarto era o único que ficava no andar de baixo então fiquei na sala mais um pouco e depois fui me deitar.

Assim que deitei e abri meu Whatsapp vi a mensagem dela, “A Tia e o Tio tem um sono pesado?”, aquilo foi o suficiente para fazer a ereção voltar, já via a maldade nela, sabia que iria ser naquela noite. Respondi “Porra, meu padrasto pode cair um avião e ele não acorda, já minha mãe, bom não é tão facil, mas ela acorda sim se escutar algo no corredor dela por exemplo”.

Ela mandou um áudio falando:

-Ah sim, bom, seu quarto é ai embaixo, então acho que se a gente ficar conversando um pouco não tem problema né? Estou sem sono

Respondi:

-Você sim, mas eu trabalhei a manhã toda, se eu não falar que estou com sono eu estou mentindo.

Depois ela mandou uma figurinha, com uma menina com cara de que ia aprontar lkkkkkkkk e ficamos nesse de mandar figurinhas um pro outro, mas, todas as figurinhas tinham uma safadeza, e isso estava me deixando louco. Foi então quando ela me manda a seguinte mensagem “E se eu descer ai? Daria merda?”. Juro que gelei, mas na hora eu respondi na lata "Merda não sei se daria, mas e você? Daria?"

Depois de 1 minuto ela me responde com a mensagem:

-To descendo e você descobre.

Bom acho que vou esperar a avaliação de vocês, se quiserem em contínuo essa história. Eu mesmo estou escrevendo aqui e estou ficando excitado lembrando de cada momento.

Espero o feedback de vocês!!!!

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 43 estrelas.
Incentive Kenny189 a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Listas em que este conto está presente