FAMILIA KEMAL - HENRIQUETA DÁ UMA ORDEM E SEU GRELO PRO COVEIRO MAMAR - 66

Um conto erótico de LUBEBUTT
Categoria: Gay
Contém 1186 palavras
Data: 12/05/2024 19:32:34
Última revisão: 12/05/2024 23:09:19

- Como a fofoca corria solta em Incestina da Serra e o que não faltava na cidade eram

puxas-sacos da megera, principalmenre agora que ela tinha o poder, rapidinho

uma de suas beatas, Dona Adalgizinha ( vulgo - boca frouxa) correu até ale e contou-lhe que viu o padre Bento de "conversê" com

Leiloca dos Prazeres que inclusive carregava consigo um gravador e que em tom ameaçador

o entregou ao vigário, depois de muito lhe falar e antes de ir embora.

- Amiiiiigaaaaa... Como vai "Vossa Santrissima Tindrade e Majestissima altreza"?

Com cara de poucos amigos e se achando muito mais que os outros, a vilã com a maior grosseria estendeu a mão para que a lingua de trapo a beijasse e com a grosseria que lhe era sempre peculiar respondeu o cumprimento super impaciente.

- Quantas vezes preciso lhe pedir respeito "Dalgizinha". Você acha que ua prefeita "nivelada"

como eu posso me dar ao "desfruto" de ficar de lorota com uma "pessoa, ser humana desnivelada, como você, minha "fia"? Se enxerga né desrassificada? o que você quer, coisinha? beija minha mão, faça uma "regerencia", "disimbucha logo e pica a mula, porque é muito "desvergonhoso" pra uma "socialeite" como eu, ser "vista" LHE-DANDO-LHE "desconfiança". já cansei de "LHES-FALAR-LHES", para se enxergarem e só "SE-DIRIGIREM-SE" a minha alteza" em lugares escondidos. Não já? Agora ANDAAAA MULHER... FALA LOGO E SAI DAQUI... "ORAS, BOLAS". E espero que seja o que "LHE-TRAZE-LHE até minha majestade" seja muito importante... seeeenãaooo, já viu né...

- Sua "bença" e albsolvisão, vossa realeza meretrissima, e desculpa minha introdução... mas estou muito das preocupada" e acho que o assunto que foi lhe falar é muito de seu interesse e indiscrição" E sobre aquela prostrituta e o nosso santo sacerdocio, e pode pode ter certeza que de acordo com a cara daquela Messalina indescente, boa coisa nãi é. Nem com ela e nem com o gravador que ela deu pro Padre Bento. Aposto que ou tem umas desvassidão de indescença gravada nele ou é "coisas" pra prejuriar a senhora". Ela só pode ser uma bela duma bruxa também, pois no fim do papo deles o nosso queridiisssimo e santo ilibado sacerdote estava com os olhos vidrados e até apertar a mão dela, apertou, como se estivessem fazendo um acordo, acredita minha santa? Mas a senhora sabe muiito bem que odeeeeiiiooo uma fofoca e que tenho horror de macumbaria, "Deus me livre e guarde dessas coisas "maligrinas" viu minha amissíssiiiiimaaaa prefeita? E porque nosso nível de moralidade é o mesmo, só estou aqui tendo essa prosa super informal e sem maldade, porque se for coisa de bruxaria, é claro que a pessoa perfeita para desfazê-la é a senhora, que além de muito "dgrina, Catolica Apostrolica e romantica", nossa chefe e um exemplo de "candrura", hoje em dia ainda é a líder da cidade. Melhor dizendo a "mais melhor" das "mais melhor "lidera" que nos já tivemos, de longe. Uma verdadeira "mesalina hetera" e sem dúvida nenhuma a mais querida "anfibioua" do muricipio. Fiz bem ou mal em vir lhe contar,

"vossa entidade"?

- Apesar de não ser mais que sua "desobrigação", boca froux... digo minha amiguissima

dos outros "descalssificados Dalgizinha". Tenho certeza "absorluta" que ai tem coisa.

E coisa das pesada. viu linguarud... digo mulher... Agora pode SE=RETIRAR-SE de mim e ME-DEIXAR-ME" sozinha com meus "meurônios" , que "os resto" a vossa "santeza" Henriquete a Prefeita Porreta, vai dar um jeito de resolver o "pobrema", imediatamente e nesse "insato" minuto, entndeu bate goela... digo "Dalzinha". Agora se me dá o prazer de te ver pelo traseiro, já passou dá hora de voc~e vazar de vez, não acha...?

- Mas ainda nem contei o que andam falando do seu marid...

- Oiiii? Hããã? o quêêê...? Ohh criatura da surda, minha filha? Já não te mandei pra Put... digo vazar da frente da minha pessoa, ser humana sua "boquirrote"? Entaõ o que você ainda está fazendo ai parada que nem "istauta" fofoqueir... digo minha filha... VAAAAIIIII... ANDAAA... PICA LOGO ESSA SUA MULA...

E assim a linguaruda o fez. E quando ela acabaou de virar as costas, a malígna pseudo prefeita correu para sua casa, trocou de roupa e foi visitar Raimundão Finado, que dessa vez conseguiu obedecer sem grande esforço o que sua ordinária amante lhe mandou fazer, com muito sucesso.

E tudo por conta do tesão e devassidão do até então guardião do gravador.

E tudo aconteceui assim:

Ao chegar no cemitério, Henriqueta nem cumptimrntou o coveiro e já foi logo lhe dando

as ordens e mandando-o atrás do Padreco ninfomaniaco, que o recebeu de braças e de cu abertos.

- BOOOOLIIICHEEE... ÔÔÔHHH BOLICHE.. ONDE VOCÊ "SE-METEU-SE HOME DE DEUS"... AHH ESTÁ AI, NÉ?

- Iiiii-iiiii-iiieee-iiiiiiiêu-iêu tôô saan-saaan-saaa-saaan-saaantiiinha-saaantinha! cee-ceeee

vei a-aaa-aaaaqui dá aaaa-aaaa-aaa buu-buuuu-buuuceee-buuuceeetaaa-buceta praiêu,

saan-saaan-saaa-saaan-saaantiiinha-saaantinha?

- Que da a buceta pra você que nada, seu "disinfeliz". Vim mas foi te mandar fazer

uma coisa pra mim, que se você não fizer , adeus buceta, cu e o resto, tá me ouvindo seu

cago desajeitado. E vamos cortar logo o mi-mi-mi, que estou com muita pressa. É o seguinte,quero que vá agora mesmo atrás do padreco viado e pegue um gravador que a Cafetina da Leiloca deixou com ele, Dentro dele tem uma fita que acabará comigo, com certeza. E antes que me pergunte como fará isso, já te digo. É so você chegar lá e meter o pau no cu dele, enquanto rouba o gravador e traz pra mim, ok? E ai de você se falhar... Aaaiiii de você... agora vaza meu filho... vaza logo... NÃO... espere um pouco... antes de meter essa "minha piroca de bolonas" no cu azedo daquele vigário "transvestido e enfeminado", vem cá dá uma chupada na buceta de mim mesma que além de ser a "ser humana mais elegrante, chicona, maravilhosa, foguenta e gostosa da cidade, ainda sou a mais "ceribratarias, purinficada, camonizada e santissima Trindada de mim mesma.

Agora como o tempo "rouge", vem logo me fazer dar uma mijada de gozo nessa tua boca de gagio pobre. Vem homê ... vem...

- iiii-iiiii- iiiiiiiêu vô-vôôô- vô sim saan-saaan-saaa-saaan-saaantiiinha-saaantinha. Ma-maaa-maaaiiiiaaaa-maaaiss que ô-ôôô-ôcê e munto das is-isss-issquiii-isquisita, e das ap-aaa-aaapree-apressaaaa-apressada lá i-iss-issoooo-isso ô-ôôô-ôcê e viu mu-muuu-muuuuiiiêê~- muiê... dá lo-looo-looo-loooogooo es-ess-essa buu-buuuu-buuuceee-buuuceeetaaa-buceta praiêu, chu-chuuu-chuuuu-chuppaaa- chupa minha saan-saaan-saaa-saaan-saaantiiinha-saaantinha? Hum-huuum-huuuummmm-huummm... !!! Nooo-nooo-nonooossaaaaa Siii-siii-siiii-siiinhoooora sinhora daa-daaa-daaaaa-daaa Parecida! Aaa-aaa-aaa-aaiiii-aaaiiiiiiiii-aaaaaiiiiiiiiiiiiiii... !!! Tee-teee-teee-teeesão, sô-sôôô-sôôôô-sô! Hum-huuum-huuuummm-huummm... !!! ôhhh buu-buuuu-buuuceee-buuuceeetaaa-bucetão ma-maaa-maaaisss- mais maio de gra-kraaaa-graaaan-graaaandeee- grande , sô. Hum-huuum-huuuummm-huummm... !!! Ischiiisss... !!!

- Isso coveiro da boca suja... chuuuopaaa, minha bucetona gostosa, safadão... Chuuupaaa...

Chupa tuuudooo, macho... Aaaaaiiiii, minha churanha regaçada, meu Deus do Céu... uuuiiriii... !!! E o grelo homê de Deus... Vai mamar o grelo da sua santinha imaculada não, Raimundão... Vai logo, mama e das umas mordida no minha piroquinha de muiê, sacana... Anda acaba com esse pinto fêma, ordinário... Vai... me pçoe pra gozar porra de muie na sua goela, seu enterra "difunto" comedor de viado Trasvestido.... AAAAIIIII... !!! ASSIMMM... ASSSIMMM MESM... TO QUAAASEEE- QUASE GOZAN... GOZAAAAANDOOOOO... AAAAIIIII...!!! UUUIIIIII... !!! Pronto, agora trata de vazar logo daqui e maõ me volte sem o gravador, estamos "intendidos", escravo? E nem pense em gozar porque estou com pressa pra "arresorve o pobrema e se eu gozei é o que importa... ANDA, HOME DE DEUS... VAAAIIII.

E alguns minutos depois...

CONTINUA ...

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive lubebutt a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários