Os Imorais capitulo 07

Da série Os Imorais
Um conto erótico de Ismael Cunha
Categoria: Homossexual
Contém 1725 palavras
Data: 14/04/2024 14:51:26
Assuntos: Gay, Homossexual

Mell continuava a viver sua paixão clandestina com Giovanni, um dia, ele resolve contar o que sabe

Foi no dia em que Giovanni foi até o apartamento de Mell decidido á pôr um fim na relação após várias confusões causadas por Dani Mell, ele toca a campainha do ap de Mel, calmo, porém sério e firme:

Daniel abre a porta assustado, se afastando rapidamente dele. Na mesma hora Dani Mel tem um flashback de quando descobriu que Giovanni era casado e apanhou dele:

INÍCIO DO FLASHBACK

"Você é casado?! como é que você não me fala nada que você é casado?" - Gritava Mel com Giovanni

"Qual o Problema Daní?" - Giovanni perguntava de maneira cínica como se fosse a coisa mais natural do mundo

"Como qual é o problema?! você tá me perguntando qual é o problema?! Acabou AGORA"

Nesse momento Giovanni se aproxima de Dani Mell tentando beija-lo, mas ele o empurra e diz

"Eu não sou esse tipo de homem que você está pensando...ACABOU AGORA"

Giovanni entretanto não parecia ouvir Mell e tentava agarra-lo, Mel corre para o quarto Mas Giovanni o ataca por trás, torcendo seu braço pra trás e dando uma chave nele, sussurrando em seu ouvido: "Se você não for meu, você não vai ser de mais ninguém"

"EU NÃO QUERO VOCÊ" - Dani Mell enfrentava o amante

Então Giovanni o joga com toda brutalidade do mundo na cama e lhe dá um tapão na cara, seguido de outro.

"SOCORRO ALGUÉM ME ACODE" - Mel tentava fugir mas era apanhado pelo piloto e jogado outra vez na cama. levando outro tapa.

Quando se preparava para dar um terceiro tapa, mel gritou chorando

-"NÃO...PARA PARA"

pra tentar acalmar a fúria do amante, Mel acabou por ceder as vontades dele e os dois transaram

FIM DO FLASHBACK

Depois de se lembrar desse fatídico dia e sabendo do que o namorado é capaz, Mel reage cada vez mais inseguro ao vê-lo entrar em sua casa, Giovanni já entra falando:

-"Não faz mais isso, nunca mais passa na porta da minha casa, nunca mais liga pro meu celular...NUNCA MAIS"

-"Giovanni, você gosta mesmo do Pedro?!"

-"O que você falou?!"

-"Tá assustado porquê eu descobri o nome do seu marido?!"

-"Como você descobriu?!"

-"Eu fui na tua casa, eu conversei com ele, bonitinho né? aliás o seu sobrinho também é um amor, meu bem, essa história vai ter que mudar, eu já tô perdendo a paciência...você me prometeu que ia largar seu marido lembra? já faz algum tempo, eu já disse, que eu não quero mais ser seu amante, eu vou te falar só mais uma vez Giovanni, ou você larga o Pedro e vem viver comigo, ou EU MATO TODA SUA FAMÍLIA" - Mell diz isso com uma calma impressionante (exceto na última frase) com um cinismo quase angelical, porém ele continua com a voz alterada á partir daqui e a discussão só vai esquentando

-"Ninguém me trata do jeito que você tratou"

-"EU TRATO!!!"- Giovanni responde

-"Eu não sou desses viadinhos que você pega em cada esquina piloto, eu não sou subordinado á você e muito menos um morador carente do baixo rio, eu sou DONO desse prédio"

-"Isso pra mim não é nada"

-"Mentira..." diz Dani Mel já perdendo a pose e tremendo a voz

-"Você pra mim não significa nada Já fiz o que tinha de fazer, o recado tá dado tá avisado"

Percebendo que ele iria embora, Dani Mell cada vez mais desesperado oferece bebidas á ele, antes que ele chegue até a porta Dani Mell o agarra e implora de joelhos para que ele fique, "NINGUÉM SAI DA MINHA VIDA DESSE JEITO"

-"Sair?! eu não entrei, você ocupou umas noites na minha vida, onde eu estava sem nada pra fazer estava com uma baita preguiça de sair pra pegar alguma puta na rua"

Giovanni diz isso frio, sádico, com um brilho nos olhos do prazer de humilhar seu amante completamente, porém charmoso, leva uma bela bofetada dada por Daniel. Ele se volta mais cheio de raiva, respiração ofegante pega Daniel pelo pescoço e o encosta com força contra a parede, e sussurra em seu ouvido com sua voz firme e máscula: "VOCÊ ME QUER NÃO QUER? VOCÊ NÃO ME QUER??? VOCÊ TÁ LOUCA POR MIM NÃO TÁ?! CONFESSA VAGABUNDA, SÓ QUE VAI TER QUE PEDIR PEDE!!!"

-"M...M...Me Beija" - Daniel diz gaguejando

-"Não ouvi"

-"ME BEIJA" - diz mais alto suspirando

Enquanto Giovanni desliza sua boca pelo rosto de Daniel ainda segurando-o pelo pescoço

-"Como é que se diz?!"

-"POR FAVOR"

DANI MEL NARRA O CONTO AQUI

Ele me virou de costas, me encostando novamente na parede. Mas eu mal tinha abaixado as minhas calças e senti a mão gostosa dele alisando e apertando minha bunda. Gostei tanto que até soltei um gemidinho. Ele ficou alisando e apertando minha bunda até que me puxou para perto dele e alisando minha bunda disse no meu ouvido várias indecências.

Não resisti e me enchi de tesão quando ele falou isso para mim. Tanto tesão que quando ele foi abaixando minha cabeça não tive resistência nenhuma. E quando dei por mim já estava ajoelhada no chão com a boca cheia. E ele admirando eu ali com as calças no joelho, ajoelhada no chão chupando a rola gostosa dele. Eu estava adorando tudo aquilo era uma delícia a rola daquele gostoso, não muito grossa, uma delícia.

Fiquei ali chupando bem gostoso durante uns 5 minutos até que ele começou a puxar mais minha cabeça contra o seu pau dizendo que iria gozar. Até que ele tirou o pau da minha boca para não gozar dentro. Mas eu prontamente olhei para ele e abri a boca e coloquei a língua para fora pedindo seu leite na minha boca e ele assim o fez. Foram 10 jatos de goza todos dentro da minha boquinha. Foi tanto que escorreu um pouco pelo canto da boca, mas como uma boa putinha eu passei o dedo trazendo a goza dele de volta para a minha boca. Foi uma delícia e o leite dele era uma delícia tinha um gosto doce, não resisti e engoli tudinho olhando para ele. Ele me disse que adorou e que ninguém nunca tinha chupado ele de forma tão gostosa.

Fiquei nas nuvens e totalmente satisfeita com esse comentário e disse para ele que sempre que quiser a gente combina. E ficamos combinados assim e como ele tinha muito tesão também acabei chupando ele a semana toda, mas em lugares diferentes. E todas às vezes eu pedia que gozasse na minha boca porque eu adoro o leite dele e acabei viciando, só de pensar no gosto já me da muito tesão. Depois disso teve algumas vezes em que fomos para um quartinho de bagunças (um quartinho que fica em um lugar menos movimentado do prédio) que eu tenho a chave. Uma vez ele tirou minha roupa toda e me fez chupar ele só de calcinha lá.

CONTO NA TERCEIRA PESSOA AQUI...

Giovanni achava que tinha todo o controle sob o amante e esse foi seu maior erro. Pois Dani Mel não iria desistir assim tão fácil de ter o piloto só para ele, continuava sua amizade com Pedro ás escondidas, sem que Giovanni soubesse que o amante continuava rondando a casa de seu marido e que não tinha se afastado como prometera, em certa vez Mel perguntou á Pedro qual era a coisa que ele mais amava no mundo, e Pedro lhe respondeu que era o filhotinho de cachorro que eles tinham, que Giovanni era muito apegado ao bichinho, na mesma tarde quando colocava pum perfume no pescoço Dani Mell descobriu também que Pedro era alérgico á perfume.

Dias depois o garoto não pensou duas vezes e borrifou perfume na garrafinha de água que Pedro tomava, o rapaz foi parar no hospital, com a casa totalmente livre, Dani Mel teve tempo de pular o muro da casa de Pedro e sequestrar o cachorrinho do casal. Mas a loucura do menino não parou por aí, Dani Mel conseguiu drogas com o traficante do Sobre as Ondas e mal Pedro recebeu alta do hospital ele recebe a notícia do desaparecimento do cãozinho e da sua prisão temporária.

Com todo cinismo do mundo, Dani Mel ainda foi fazer uma visitinha á Pedro na prisão... quando o carcereiro avisou ao rapaz que ele tinha visita, Pedro logo se animou acreditando se tratar de Giovanni.

-"Não querida, sou eu" - Dani Mel aparece com um sorrisinho debochado e vitorioso.

-"Dani Mel? como você soube da minha prisão?...o que tá acontecendo?"

-"Eu só vim aqui pra te entregar uma coisinha..." - Dani Mel estende a mão entregando a coleira do cachorrinho de Pedro, com o pingente escrito Tobby (nome do cachorro) pendurado á ela.

-"O que você está fazendo com a coleira do meu filho? você encontrou ele?"

-"Não apenas encontrei, como fui eu que sequestrei o seu cãozinho"

Pedro começa á chorar, não acreditara n que ouvia, na tamanha crueldade daquele que se dizia tão seu amigo...

-"Porquê você fez isso?! seu monstro!!! e eu me confiando em você colocando você dentro de casa, quem é você de verdade"

-"Calma querido eu já vou explicar, sabe o Giovanni? então aquele safadinho me enganou todo esse tempo, ele era casado com você, ia me visitar todos os dias lá no meu prédio e me jurava amor eterno, só que aí eu descobri que ele era casado e vivia com você, por isso eu resolvi desgraçar a sua vida e a dele, tirando o que ele mais amava nesse mundo"

-"DESGRAÇADO!!! ANIMAL, CRETINO, FILHO DA PUTA" - Pedro esbraveja com Daniel tenta pega-lo mas as grades da prisão o impede "VOCÊ MERECE SER PRESO SEU CORNO IMBECIL, COMO É QUE VOCÊ FAZ UMA COISA DESSA COM UM INOCENTE!!! EU VOU TE PEGAR CARA"

-acho bom eu não ter nenhum tipo de complicação com a justiça, ou então você nunca mais vai ver o seu cachorrinho.

-"Mas será que você não percebe que eu fui enganado nessa história tanto quanto você?"

-Eu vou te tirar daí, eu tenho muito dinheiro pra isso, mas o seu cãozinho você só vi ver depois que se afastar do Gi.

-Com muito prazer querido, eu não quero nem olhar mais pra essa tua cara safada, e muito menos pra ele, vocês se merecem, VOCÊS SE MERECEM!!!

CONTINUA...

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive Danizinho a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.
Foto de perfil de DanizinhoDanizinhoContos: 182Seguidores: 103Seguindo: 3Mensagem Autor Paraibano de 27 anos, escrevo na casa dos contos desde 2017, com experiência em contos voltados ao público jovem (embora tenha um público cativo maduro também), não tenho nada contra o maniqueísmo embora nos meus contos eu sempre prefira mostrar personagens humanizados que cometem erros, acertos e possuem defeitos e qualidades, meu maior sucesso foram os contos "Amor & Ódio" e "Nosso Louco Amor" esse último teve cerca de 50 estrelas em um único capítulo, atualmente escrevo "Um Certo Alguém" que conta a história de um triângulo amoroso formado pelo jovem Tiago, o Maduro Luís e o CDF Daní, tem alguma dica, sugestão ou crítica??? entre em contato comigo no zap: (83) 99822115

Comentários

Foto de perfil genérica

Esse garoto foi um grande filho da puta por causa de um cara que não valia nada? Sério mesmo? O namorado valia nada e no fim quem pagou foi o filhote

0 0
Foto de perfil genérica

Esse menino tá precisando de um castigo viu?🙄

0 0