o virgem do pauzão mereceu meu cuzinho

Um conto erótico de Renata
Categoria: Heterossexual
Contém 1199 palavras
Data: 02/04/2024 22:23:17
Última revisão: 02/04/2024 22:23:59

Bom pessoal aqui estou pra relatar mais uma de minhas aventuras, bem depois que passei relatar minhas aventuras aqui site tenho feito muitas amizades, mas uma em especial me chamou atenção vou chamá-lo de Doug, um rapaz simples muito simpático, e ao conhecer ele melhor (detalhe q eu conheço direito apenas quem compra um pack, ok? se eu for ficar dando atenção pra todo mundo n da certo n) começamos a trocar conversas e ele veio a me relatar que ainda era virgem, não acreditei de primeira pois achava impossível alguém com 18 anos um pau daqueles e ainda virgem depois de muita conversa acabou me convencendo, e fiquei ainda mais louca por aquela vara.

Fiquei numa tara tão grande que obriguei meu namorado a transar comigo todos dias durante quase um mês. E decide que seria minha xana a primeira a provar aquela maravilha, tinha que pensar uma maneira de me encontrar com Doug só que ele do RJ e eu do PR como fazer? Eu não tinha uma justificativa pra ir ao RJ, comecei a pensar em alguma coisa que não fosse muito suspeito, quando me veio a idéia de inventar um intercambio interestadual entre funcionários da empresa onde trabalho, e disse a meu namorado que hospedaríamos um rapaz do RJ na nossa casa ele aceitou sem problemas, ai foi só marcar com Doug fiquei com tesao a flor da pele imaginando aquela situação no dia marcado Doug chegou e meu namorado foi comigo buscá-lo pra não levantar suspeitas em casa passamos a noite conversando e fui dormir com o pretesto que tinha que levantar muito cedo.

Tenho comigo um comprimido muito forte pra dormir preparei ele com o suco que mau namorado tomava e fui poucos min. estava roncando no sofá, certifiquei-me que ele estava mesmo dormindo e fui ao encontro de Doug no quarto de hospedes ao entrar no quarto ele levantou-se fui logo o abraçando ele sem entender nada falando que meu namorado ia nos pegar, mandei ele sossegar que já tinha dado um jeito nele, continuei a beijá-lo e o empurrei, ele caiu na cama fui logo pra cima esfregando no pau dele qua já estava duro enquanto o beijava, ele desesperado pegando na minha bunda nos meus seios bem desajeitado, fui descendo a boca beijando seu corpo ate a cintura tirei seu calção e pude contemplar aquela maravilha comecei fazendo um carinho com as mãos fazendo um reconhecimento de território alisei suas bolas ele delirava se contorcia de prazer passei a língua pela extensão do seu pau chupei suas bolas e fui lambendo ate chegar na glande dei umas linguadas e abocanhei o que coube na minha boca, chupava feito uma bezerra esfomeada aquela vara a espera de leite, ia chupando e punhetando com uma das mãos ele se contorcendo fiquei chupando por um bom tempo ate perdi a noção que delicia mamar aquele pau virgem quando senti sua respiração mais ofegante seu pau ficando mais inchado minha recompensa esta vindo e veio ele gozou gostoso na minha boca, engoli o que pude, mas um pouco saiu pelos cantos da minha boca ele quase doido sobre a cama, continuei chupando no intuito de não deixa-lo ficar mole e funcionou. Me levantei tirei minha roupa de dormir e fiquei nua na frente dele, me deitei abri bem as pernas e disse a ele agora vou te apresentar uma buceta a partir de hj sua vida nunca mais será a mesma, ele veio pra me foder não deixei, primeiro você aprende a chupar uma buceta garoto, ele veio meio sem jeito, fui dando umas dicas pra ele e logo pegou o jeito, já me chupava melhor que meu namorado e me fez gozar bem rápido eu estava em êxtase mandei ele se deitar na cama e fui pra cima segurei aquele pau apontei na porta da minha buceta e fui descendo bem devagar sentindo cada cm daquela rola dentro de min ate sentir suas bolas na porta da minha xana fiquei parada uns segundos sentindo apreciando aquele pau dentro de mim que naquele momento já era mais virgem podia sentir suas veias pulsando dentro de mim me deixando com mais tesao, depois comecei o movimento de sobe e desce comecei devagar e fui aumento o ritmo conforme aumentava o tesao ate o momento em que já saltava em cima daquela vara feito uma louca comecei a gozar gostoso naquele pau novinho ate que ele não resistiu e gozou tbm mas tirei fora não quis correr o risco, depois achei melhor ir pro quarto.

No dia seguinte meu namorado acordou no sofá sem entender, mas foi trabalhar depois de um tempo eu ainda na cama chamei Doug ate meu quarto eu já estava nua, a espera dele, ele se aproximou da cama eu fiquei de quatro puxei sua bermuda e comecei a chupá-lo, quando vi que estava pronto virei pra ele empinei bem a bunda e ele entendeu o recado e me penetrou gostoso ficou me comendo de 4 um bom tempo me fez gozar mais uma vez, inesperadamente parou e perguntou-me. Posso gozar dentro? Eu Lou Ca de tesao dei permissão, ele continuou bombando e me encheu com seu leitinho, pude sentir seus jatos fortes de porra bem no fundo do meu útero. Caímos na cama exauridos e pegamos no sono acordei um pouco depois sozinha na cama tomei um banho e sai de toalha a procura de Doug pois faltava poucas horas pra ele voltar estava na sala me deitei no outro sofá, ele veio ate mim dizendo, agora graças a você sou um h completo, olhei pra ele e disse ainda falta uma coisinha, meu querido, peguei minha bolsa tirei um tubo de lubrificante mas primeiro pedi a ele que me fizesse gozar com uma chupada, ele prontamente me atendeu e começou me chupar maravilhosamente e me fez gozar, virei-me de costas pra ele ajoelhada no sofá, peguei o tubinho arrebitei bem a bunda e besuntei bem meu cuzinho e chamei Doug venha querido vamos terminar o que começamos, ele de pau duro parecia não acreditar no que via esfregou um pouco o pau no cuzinho depois foi forçando a entrada, depois que passou a cabeça ele empurrou, o restante sem dó, me veio uma dor e tesao que me fez gozar no mesmo instante, começou o movimento de vai vem gostoso no meu cuzinho, sai e mandei ele se deitar no chão, fiquei de costas pra ele e cavalguei com o cuzinho naquela vara fiquei pulando no seu pau gostoso que perdi a conta de quantos gozei ate que ele não aguentou e gozou tbm, enchendo minhas entranhas de porra, fomos os dois pro banho, La ele não resistiu e me comeu mais uma vez, levei ele pra minha cama de novo e quis ser fodida por ele na posição de frango assado papai mamãe todas formas. Assim terminou essa aventura prazerosa fiz uma boa ação e gozei bastante. Quer gozar olhando minhas fotos e videos peladinha enquanto lê meus conto? me chame 4,1,9,9,6,2,3,6,5,6,1 vc vai amar meus packs e quem podemos sair rs, também pode me procurar no insta Renatavonsk

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 19 estrelas.
Incentive Renatinha112 a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Este comentário não está disponível
Foto de perfil genérica

Cara de sorte esse Doug. Arrumar uma putinha tão gostosa assim logo de cara conto tesudo

0 0