Experiência Bi com um casal amigo

Um conto erótico de Givanildo
Categoria: Heterossexual
Contém 1728 palavras
Data: 02/04/2024 17:47:04
Última revisão: 02/04/2024 18:15:58

Meu nome é Givanildo, tenho 44 anos, magro de cabelos pretos com vários brancos pelo meio, tenho 1,72 de altura, sou moreno claro. Estou divorciado faz dois meses, sai de um relacionamento tóxico de 20 anos.

Tenho um casal de amigos de longa data, Marcos e Márcia, estão juntos há 18 anos, conheço Marcos desde o ensino médio, somos grandes amigos, Márcia veio depois, um amor de pessoa. Marcos tem 43 anos, negro de 1,80 de altura, tem um shape legal faz uns 3 anos que fazemos academia juntos, Márcia tem 44 anos, loira platinada de cabelos compridos até o meio das costas, pele branca, seios médios, quadril médio de coxas normais nada tão espetacular mais bem bonita.

Era um sábado de manhã, tínhamos acabado o treino na academia, Marcos me chamou para comermos uma porção e tomarmos cerveja na casa dele a noite, topei na hora, não tinha nada para fazer mesmo, eles são bem divertidos, como de costume vira que mexe estamos juntos em barzinhos e festas.

Cheguei na casa deles era pouco mais de 19:30 da noite, Márcia estava linda, com um vestido branco estampado de flores pequenas, Marcos com regata e short, eu também bem à vontade, camiseta regata, de bermuda jeans e chinelo. Começamos a tomar cerveja e Marcia tomando Vodka com sabor, a noite estava quente então tome cerveja, estava bem animado, pedimos uns salgados e pizza, sertanejo torando no som e nós cantando juntos, eles são um casal bem divertido, amo eles.

Já era umas 22:00 horas, quando Márcia disse que era hora da surpresa, nos pediu para esperar um pouco e foi para o quarto, fiquei curioso, o que seria, nessa hora já estávamos um pouco altos de bebida. Depois de uns minutos Marcia retornou nos deixando de boca aberta. Ela veio de sutiã branco, uma calcinha branca extremamente pequena, uma meia calça branca até as coxas, uma tentação, uma visão maravilhosa, muito sexy.

- “E aí meninos gostaram?! É hora de vocês me comerem!”

Meu pau endureceu na hora, já fazia dois meses que não transava, Marcos rindo me olhou e disse:

- Meu amigo, me ajuda comer essa gostosa?!

Mesmo sem entender nada daquilo, respondi: “Claro que ajudo”

Marcos foi e começou beijar ela, eu cheguei por trás e acariciei a bunda dela, ela parou de beijar Marcos se virou e começou me beijar.

- Meninos tirem essas roupas, eu quero rola! Andem logo! - ela dizia isso com uma safadeza sem igual.

Tirei minha roupa toda, meu pau estava uma estaca para cima de tão duro, ela pegou na minha rola, “que delícia Giva!” e começou a chupar com uma vontade absurda, uma delícia. Marcos veio todo sem roupa do meu lado e ela já pegou na rola dele, ficou alternando entre chupar minha rola e a dele.

Marcos me olhou e disse que era a primeira vez que faziam aquilo, perguntou então:

- “Você me deixa experimentar seu pau? Tudo bem se não quiser!”

Como tudo aquilo era surpresa para mim, o pedido dele já não me surpreendeu tanto, envolvido naquele momento eu disse que se ele quisesse podia experimentar.

Ele desceu e segurou meu pau, Marcia subiu e ficou bem do meu lado vendo o marido dela começar a devorar minha rola inteira, ele fez tão gostoso que me fez gemer de prazer, caralho ele chupava melhor do que Márcia.

- “Amor, que tesão ver você chupando assim!” Márcia disse já se esfregando em mim.

Enquanto Marcos se deliciava chupando minha rola, Marcia tirou a calcinha e o sutiã, e começou a me beijar, eu levei a mão em sua bucetinha e fui acariciando, ela ergueu a perna e apoiou no sofá me deixando a vontade para sentir a bucetinha dela que estava ensopada, ela chegava gemer junto comigo. Ficamos um bom tempo assim, Marcos chupou até minhas bolas, então Márcia o chamou.

Ela pediu para Marcos deitar-se no sofá e ficou de quatro chupando o pau dele, que rabão gostoso o dela, fui por trás e penetrei ela enfiando minha rola inteira com vontade.

- “Ai Giva que delícia, continua assim que eu adorei!”

Comecei a dar estocadas fortes e com vontade, a buceta dela engolia meu pau gostoso, estava maravilhoso, ela disse que eu metia muito gostoso, que mulher safada nunca imaginei que ela fosse assim. Passados alguns minutos, demos uma pausa e Marcos veio chupar novamente meu pau enquanto Márcia foi no quarto e voltou com um lubrificante. Ela me entregou e disse: - “mete no meu cuzinho!”

Eu nunca comi um cuzinho, minha ex-mulher nunca me deixou meter no cuzinho dela, caramba eu nem acreditava. Márcia sentou na rola de Marcos e começou rebolar, eu passei lubrificante no meu pau inteiro e passei no cuzinho dela, ela rebolava tanto que meu dedo até entrou no cuzinho dela, ela me chamou de safado gostoso.

Coloquei meu pau na boquinha do cuzinho dela e forcei para entrar, o cuzinho tentou resistir, mas se entregou e engoliu minha rola com certa facilidade, Márcia gemeu bem forte e pediu para meter no cuzinho dela que ela adorava. Passei a meter no cuzinho dela com vontade, ela gemia tanto que dava tesão.

- “Aí caralho, que gostoso, mete que eu gosto!”

Márcia estava transformada, gemia como uma vadia em delírio, pedia para não parar, não demorou muito e Márcia soltou: - “Eu vou gozar, porra, que delícia”

Marcos se manifestou:

- “Vai gozar na nossa rola, não vamos parar, Giva continua metendo firme nessa vadia gostosa!”

Obedeci e continuei metendo no cuzinho dela e Marcos muito bem encaixado mantinha a rola dentro da buceta dela, eu já estava no meu limite já tentando segurar para não gozar. Márcia entrou em êxtase gozando, Marcos segurou ela firme e eu também grudando em sua bunda dava metidas curtas pois o cuzinho dela contraía querendo expulsar minha rola de dentro dele, ela gemia alto soltando palavrões, ela chegava a tremer. Marcos então não resistiu e soltou um grande gemido gozando dentro da bucetinha dela, não consegui mais segurar e gozei com meu pau inteiro enfiado no cuzinho dela, só assim paramos, Márcia estava toda mole. Sentamos os três no sofá super cansados, foi muito intenso.

- Meninos, vocês foram demais, que maravilhoso! Márcia dizia ainda ofegante.

Marcos disse que merecíamos uma cerveja, foi e pegou três latinhas para nós brindamos e começamos a beber, depois de alguns minutos estávamos recuperados e bebendo novamente, eu e marcos vestimos somente a camiseta, Márcia foi se limpar e voltou com uma camisola preta curtinha, e ficamos conversando. Se passaram uns quarenta minutos e no meio da conversa Márcia atravessou perguntando:

- “Marcos, e aí você gostou de chupar a rola do Gi?!

- “Eu adorei, era o que eu imaginava!” ele respondeu de imediato.

Márcia então olhou para mim e perguntou se eu gostei da chupada que Marcos fez, respondi que sim que foi muito bom.

- Topa comer o cuzinho dele?!

Ela perguntou num tom tão sexy, que respondi de imediato.

- “Se ele deixar eu topo, já aviso, só paro de meter depois que gozar, vai ter que aguentar!” - quem tá na chuva tem que curtir se molhar, pensei comigo.

Marcos me olhava como quem acabara de ganhar um presente que tanto queria, Márcia se levantou e veio entre minhas pernas e pegou no meu pau e começou a acariciar, pediu para o Marcos preparar o cuzinho que ela iria deixar meu pau bem durinho para entrar na bundinha dele. Ela começou a chupar minha rola bem gostoso, meu pau ficou bem duro.

- “Giva sua rola é uma delícia, eu não resisto!”

Ela se levantou e virou de costas, colocou meu pau na bucetinha dela e desceu engolindo minha rola inteira, Marcos ficou assistindo com o lubrificante não e de pau duro. Ela soltava gemidos deliciosos rebolando na minha rola, dizia para Marcos esperar um pouquinho.

Ela se levantou e pediu para Marcos ficar de quatro no sofá, ele ficou de quatro apoiando a mão no encosto do sofá, eu me aproximei e Márcia pegou o lubrificante e passou no meu pau deixando-o bem meladinho, depois passou a passar no cuzinho de Marcos, ela enfiava o dedo no cuzinho dele.

- Amor, você é uma safada com seus dedinhos! Marcos disse gemendo, mas Márcia retrucou na hora, “sim, mas você adora muito quando faço isso! - os dois deram um sorriso safado.

Me aproximei da bunda de Marcos e Márcia colocou meu pau na entradinha do cuzinho dele, empurrei para entrar, mas não entrou, boquinha fechada, Márcia pediu para ele relaxar e passou mais lubrificante e dessa vez enfiou dois dedos no cuzinho dele, ele gemeu novamente. Marcia colocou meu pau novamente na portinha dele e deu certo, a cabeça da minha rola entrou, enquanto ele gemia empurrei tudo para dentro, ele gemeu forte.

- “Caralho, mete que entrou muito gostoso!”

Comecei a meter segurando firme na cintura dele, o cuzinho dele era apertadinho e queria empurrar meu pau para fora, Márcia ficou do meu lado segurando na rola dele, depois entrou embaixo dele e enquanto eu torava o cuzinho dele, ela chupava o pau dele, preciso dizer, que cuzinho gostoso.

Márcia disse que era lindo ver minha rola entrar no cuzinho de Marcos, disse que iria gravar o cuzinho dele engolindo minha rola, pegou o celular e começou a gravar. Não demorou muito e Marcos começou a gemer forte dizendo que iria gozar, Márcia voltou a entrar debaixo dele e chupar a rola dele, ele gemeu forte e gozou, eu já estava me segurando e então também soltei e gozei gostoso na bunda dele, foi maravilhoso tudo aquilo.

Tomamos um banho nós três, bebemos um pouco mais e depois fomos dormir juntos na mesma cama, no domingo acordei e Marcia estava levantando, disse que tomaria um banho e faria o café para a gente, eu disse que também iria levantar e buscar pão, ela me chamou para tomar banho junto com ela e fui. Transamos novamente, meti na bucetinha e no cuzinho dela bem gostoso, a pedido dela finalizei gozando na boca dela enquanto ela mamava gostoso para beber meu leitinho.

Nos trocamos e fui buscar pão, ao voltar Marcos já estava tomando banho e ao terminar tomamos café da manhã juntos, conversamos e depois nos despedimos, fui para casa, que noite maravilhosa. Combinamos repetir tudo de novo quando fosse possível. Já rolou mais coisas mais vou deixar para segunda parte, até lá, valeu!.

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 29 estrelas.
Incentive O povo conta a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil genérica

Podia ter uma troca, você pelo menos chupar ele também. Mas gostei muito bom.

0 0
Foto de perfil genérica

Entendo o casal. É de fato uma delícia, dividir um pau com a esposa que adora me ver dando.

0 0

Listas em que este conto está presente