meu professor favorito... capitulo 2

Um conto erótico de Apenas uma sonhadora
Categoria: Heterossexual
Contém 953 palavras
Data: 14/11/2023 22:51:32

Naquela manhã, acordei 15 minutos mais cedo, para dar tempo de me arrumar. Normalmente, ia pra aula com o cabelo todo bagunçado, com um uniforme amarrotado e uma expressão de cansaço. Como conseguiria a atenção dele com aquele tipo de visual!? Por isso, resolvi fazer uns pequenos ajustes nisso.

Tomei um bom banho, depilei meu buço, vesti uma blusa de uniforme bem passada com uma saia preta e vermelha, além de uma meia-calça preta, que marcava minhas coxas de uma maneira que chamava a atenção. Passei perfume nos pulsos e no pescoço, deixei meus fios de cabelo alinhados. Adornei-me com um colar de prata.

Olhei-me no espelho e, pela primeira vez, gostei do que vi. Estava bem diferente daquela garota desleixada que costumava ser. Não havia como Luciano deixar de me notar.

— Já está pronta, Sara? — Minha irmã bateu na porta.

— Sim, podemos ir. — Respondi.

Meu plano para aquele dia era o seguinte: Prestar atenção na aula e responder quase todas as perguntas, e no fim, tirar umas dúvidas sobre o Enem com Luciano. Ele não iria negar, certo?

Tudo correu como o planejado. Já havia estudado sobre o assunto do dia- Bioética - antes, então sabia todas as respostas na ponta da língua. No fim da aula, esperei meus colegas saírem para falar com ele.

— Gostaria de tirar uma dúvida contigo, professor. — Olhei para seus olhos serenos, enrolando as pontas dos fios do meu cabelo. Segurava o caderno de questões do Enem com uma mão. — Tem um tempo livre?

— Sim… — Ele assentiu. — Agora?

— É. — Dei de ombros, sorrindo.

— Tá bom, então. — Ele sentou-se no batente do chão, e posicionei-me ao seu lado. Estávamos tão próximos que conseguia sentir o cheiro de seu perfume. Poderia mergulhar em sua fragrância.

— Certo… — Abri o caderno em meu colo, na primeira página. — Essa questão aqui. Eu marquei a resposta certa? — Já sabia que havia acertado. Só queria impressioná-lo, mostrar que tenho interesse em sua matéria.

— Deixe-me ver… — Ele ficou mais perto do papel, aproximando nossos rostos. Conseguia ver suas feições com tantos detalhes naquele momento! Nunca tinha reparado em uma pinta no seu queixo. Tive vontade de tocá-la, mas me conti. — Está certa. — Ele virou seu rosto para mim repentinamente, preenchendo parte da distância que ainda mantínhamos. Senti seus olhos me encarando profundamente, a tensão palpável no ar. Inconscientemente, me afastei.

— Que bom! — Sorri, um tanto corada. Consegui perceber que sua expressão mudou, tornando-se mais… Curiosa. Continuei tirando minhas “dúvidas”, me sentindo cada vez mais próxima de Luciano.

— Obrigada por tirar minhas dúvidas, professor. — Ajeitei o colar em meu pescoço. — Espero não estar sendo muito invasiva, mas… Tá afim de tomar um suco na padaria da esquina comigo, hoje à tarde? Gostaria de uma… Orientação vocacional. — Era tudo ou nada. Ou ele me rejeitava de cara ou entrava em meu jogo.

— Fico feliz por estar preocupada com seu futuro, Sara. Muitos dos alunos da sua idade sequer tem expectativas. — Ele riu e eu também. — Sim, eu estou livre. Às 14h? — Assenti, tentando esconder minha enorme alegria. Tinha. Dado. Certo!!!

Saí da sala rindo de felicidade. Eu tinha conseguido! Eu, Sara, iria sair com o cara que eu gostava, hoje!!!Arrumar-me era divertido quando sabia que alguém iria me observar. Coloquei um vestido curto preto, que destacava minha cintura e deixava minhas costas à mostra. Novamente, me maquiei e calcei saltos brancos.

No horário combinado, entrei na padaria. Estava menos movimentada do que o normal, já que a maioria dos clientes a visitavam pela manhã. Abri um sorriso ao avistar Luciano. Lá estava ele, com uma camiseta cinza e calças jeans. Seus cabelos estavam molhados, como se tivesse lavado antes de sair.

— Oi, Sara! — Ele sorriu. Sentei-me numa cadeira na sua frente. Após isso, pedi um suco de abacaxi, e ele, de laranja. — Então, qual era a “orientação vocacional” que você precisava?

— Ah… — Bebi um pouco do suco com o canudo. Sustentei meu olhar no dele. — Não é nada demais. Só estava pensando em cursar Biologia, gosto bastante do assunto.

— Sério? Isso é incrível! — Luciano parecia genuinamente animado com minha escolha. — Você é boa na matéria, creio que irá se sair bem.

— Obrigada… — Corei um pouco. — Posso te fazer uma pergunta?

— Claro.

— Você é casado? — Falei diretamente, sem rodeios. Estava curiosa para ver sua reação.

— Não, Sara! — Ele riu, surpreso com a indagação. — Por que a curiosidade? Tá interessada?

— Talvez… — Pisquei. Não agiria daquela maneira com nenhuma outra pessoa, além dele. Luciano me deixava à vontade. Nos encaramos por um bom tempo, até ele resolver quebrar o silêncio.

— E você? Tem namorado?

— Não, mas tem uma certa pessoa que me interessa. — Ri. Naquele momento, percebi a pequena distância que estávamos, quando ele encostou sua perna na minha. O toque me surpreendeu, mas dessa vez não me afastei. Iria até o final.

— Por acaso, eu conheço essa pessoa? — Luciano aproximou seu rosto do meu. Sua mão tocou meu joelho, trazendo ainda mais tensão para a cena. Não consegui responder. — Não sabia que você era dessas, Sara… Mas até que tô gostando disso. — Sua mão subiu minha perna, entrando por baixo da saia.

— A-a gente vai fazer isso aqui? — Hesitei. Ele apertou minha coxa, fazendo uma onda de excitação passar por mim.

— Não estamos fazendo nada ainda. — Ele sorriu de uma maneira que nunca esperava ver. — Tive uma ideia melhor. Quer ir lá pra minha casa sexta à noite? Talvez possa te dar uma orientação vocacional melhor.

— Quero. Que horas? — Ele tirou sua mão da minha perna.

— 19h. Vamos nos divertir muito. — Luciano piscou. Aquilo realmente estava acontecendo? Nem em minhas fantasias mais delirantes, poderia imaginar isso! Se era só um sonho, não queria acordar.

Mas não era um sonho. Era realidade- sexta-feira, às 19h, iria dormir com meu professor.

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 12 estrelas.
Incentive Apenas uma sonhadora a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.
Foto de perfil de Apenas uma sonhadoraApenas uma sonhadoraContos: 5Seguidores: 11Seguindo: 1Mensagem

Comentários

Foto de perfil de Morfeus Negro

Excelente capitulo, evoluiu, o primeiro foi muito curtinho, neste você conseguiu desenvolver melhor a narrativa, boa essa personagem a Sara. Vamos ver como ela se comporta na sequência do conto.

0 0