Acabei dando a bocetinha pro meu enteado

Um conto erótico de Bella (Avg)
Categoria: Heterossexual
Contém 591 palavras
Data: 14/11/2023 12:41:57
Última revisão: 15/11/2023 00:16:48

CONTO ERÓTICO A MADRASTA E O ENTEADO

"Eram 6h ainda, bem cedo assim que meu marido saiu de casa para o aeroporto, meu enteado foi até a cozinha com seu pijama de seda "samba-canção" e estava visivelmente alterado. O safado fez aquilo de propósito, mostrando seu pau duro balançando pela casa pois sabia que me deixaria bem excitada. Nessa hora me deu um calor entre as pernas, de repente, uma sensação tão diferente que eu nunca tinha sentido antes. A minha buceta piscava quando eu olhava para aquele pau enorme balançando na cozinha.

Na hora do almoço, preparei toda a mesa e como de costume fui no quarto chamar o enteado para almoçar. Ao entrar no quarto dei de cara com o rapaz só de cueca, ele tinha acabado de tomar banho e estava se arrumando. Fiquei tão excitada com aquela cena que mal conseguia falar, minha voz ficou trêmula e eu gaguejava enquanto dizia ao rapaz para ir almoçar.

Em seguida almoçamos em total silêncio, eu não tinha assunto para falar com ele, então ficamos apenas um rindo para o outro esquentando ainda mais o momento. Por incrível que pareça consegui resisti, mas já estava preocupada com o que poderia rolar durante a noite.

Ainda mais por conta de que tinha dias sem transar com meu marido, ele nunca foi tão ativo na cama e então eu estava muito carente precisando urgentemente de uma surra de rola. Durante a noite coloquei um filme para assistir na sala e fiz pipoca para acompanhar, o meu enteado sentiu o cheirinho da pipoca e se juntou a mim no mesmo sofá.

Me perguntou:

– Posso ficar aqui com você e comer a pipoca também?

Eu falei:

– Pode sim, fique a vontade, você pode tudo!

Fui logo dando uma indireta e rapidinho o safado se tocou, e não perdeu tempo. A vasilha com a pipoca estava nas minhas pernas, e em um momento, ao ir pegar a pipoca ele "errou" a vasilha e foi com a mão na minha buceta

O safadinho me pediu desculpas e sorriu pra mim, e disse:

– Foi sem querer, me perdoa!

Deu um sorrisinho e mordeu os lábios, isso me deixou louca!

Em outras palavras, ele chegou onde eu queria e me fez passar dos limites, coloquei a pipoca no outro sofá e tirei minha camisola na frente dele e disse assim:

– Vamos ficar perdendo mais tempo, ou vamos foder ?

Meu enteado não pensou duas vezes, abaixou sua bermuda pra mostrar sua rola enorme já dura, me deitou no sofá e caiu de língua na minha buceta molhada. Ele me chupava bem gostoso e me fez gozar pra caralho, ficando toda babada, pois estava há dias sem sexo.

Em seguida coloquei a piroca grossa do macho na minha boca, fiz um boquete daqueles de se engasgar, fazendo o pauzudo do enteado, revirar os olhos. O safado me comeu de quatro, me colocou pra sentar na rola e socou de todas as formas na minha buceta me fazendo gozar mais de uma vez.

A transa estava tão empolgante que mandei meu enteado colocar no meu cuzinho, pedi pra não ter dó. Então ele com aquele mastro, socou com força na minha bunda me fazendo gritar pra caralho e gozamos juntos.

Em seguida tomamos banho juntos e fodemos outra vez, agora em pé e recebi outra gozada dentro. Por fim, voltamos pro sofá e terminamos de assistir o filme normalmente. Agora todos os dias quando meu marido sai pro trabalho recebo surra de pica do enteado dotado e gozo demais."

#ContosDaBella

#Avg

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 24 estrelas.
Incentive Bella (Avg) a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.
Foto de perfil de Bella (Avg)Bella (Avg)Contos: 12Seguidores: 20Seguindo: 3Mensagem Amo escrever .

Comentários

Foto de perfil genérica

Ótimo, estarei esperando pelo seu próximo relato

0 0
Foto de perfil genérica

Queria que meu filho tivesse uma madrasta dessas...

Seria ótimo ver ele fodendo a madrasta enquanto eu fodia minha enteada...que tesão seria.

meupokemongo.03@gmail.com

0 0