Virei putinha da família. Pt 3 - MAMÃE estava desconfiando, pegou meu pai me macetando e QUIS PARTICIPAR

Um conto erótico de Laura putinha
Categoria: Grupal
Contém 1055 palavras
Data: 20/10/2023 11:13:59
Assuntos: Filha, Grupal, Incesto, Mãe, Pai

Esse relato é uma continuação das minhas outras histórias sobre como virei uma putinha incestuosa. Essa é a terceira parte, entra no meu perfil para ler do começo S2.

Papai e eu estávamos muito mais íntimos, ao decorrer da semana ele me atiçava sempre que podia, fudemos escondido algumas vezes. Fiz alguns boquetes gostosos pra ele. Ele me mandava mensagens do trabalho exibindo a piroca dura dele e eu mostrava meu corpinho no banheiro da escola, minha bucetinha molhadinha de tesão por meu papai.

Até que chegou o fim de semana, e tudo que nós queríamos era fuder o dia todo. Meu irmão estava na casa de um amigo desde sexta, mas o problema era mamãe. Papai me contou que eles tem transado menos e talvez ela desconfie que ele esteja traindo ela, porque ele só quer comer sua nova putinha. Confesso que tinha ciúmes de mamãe.

Decidimos que iamos foder na madrugada de sexta pra sábado por mensagem. Papai veio no meu quarto de fininho, só de cueca como costumava e eu estava só com minha calcinha fofa da hello kitty.

Assim que ele chegou eu já me ajuelhei pra chupa-lo como a boa cadelinha que eu sou. Ele prontamente fechou a porta, veio até mim e colocou a piroca na minha boca.

Eu estava ficando muito boa em chupar. Estava colocando a piroca dele até o final da minha garganta, e parando um pouco pra respirar chupando a cabecinha.

-Te amo filha

Ele sempre me dizia isso baixinho, enquanto eu fazia contato visual engasgando naquele pai gostoso.

Depois de dizer que me amava, ele segurou minha nuca com as duas mãos e começou a foder minha boca, como se fosse uma bucetinha. Eu estava chorando de tanto engasgar, mas nunca desapontaria papai, eu queria que ele me usasse e me machucasse, ser a melhor putinha só pra ele.

Ele tirou a piroca da minha boca, e cuspiu na minha cara, que devia estar vermelha, cheia de líquidos do papai e lagrimas. Embora ele estivesse me humilhando com aquela piroca, eu estava muito excitada.

-Agora é minha vez papai, se deita.

Ele deitou com a piroca pra cima, e eu encaixei devagarinho minha buceta. Olhando fixamente pra ele, ele me comia com os olhos e eu me sentia uma putinha amedrontada. Comecei a me movimentar pra cima e pra baixa, indo um pouco pra frente e pra trás pra estimular meu clitóris na barriga dele.

-Eu te amo papai! Hmm!

Falei isso enquanto gemia gostoso na piroca dele, e ele me deixava fazer todo o trabalho, enquanto acariciava meus peitos.

-Você é minha putinha filha!

Depois de falar isso, ele segurou no meu quadril e começou a movimentar seu corpo. Estava metendo muito rápido em mim, me puxando pra cima e pra baixo pra ajudar no movimento. Ele parecia um touro me fudendo.

-Ai papai, não para!

Quase gritei de tesão, ele metia muito forte e empurrava minha bunda fazendo muito barulho. A cama estava sentindo, mas paramos de ligar pro sigilo, só queríamos nos fuder o máximo que podíamos.

Foi nessa empolgação que mamãe deve ter acordado. Enquanto a gente se foda gostoso, escutamos passos, tentei parar o sexo, mas papai estava insaciável. Mamãe veio até o quarto, e se separou com papai esfolando a bucetinha da sua filha encima dele.

-Que porra é essa!

Não sei o que deu no papai, mas ele não estava ligando pra ela nos assistindo, e me fodia mais.

-Você tá comendo nossa filha na minha frente seu tarado do caralho!

-Foda-se cadela, pelo menos ela não restringe quando eu posso comer ela!

Eu gemia sem poder sair de cima de papai me comendo. Acho que mamãe não sabia nem um pouco o que fazer, eu tive que falar qualquer coisa.

-Mamãe vem participar! Hmm ah!

-Isso, chama a cadela da sua mãe!

Acho que por dentro, tudo que minha mãe sentia era tesão mesmo sabendo que aquilo era errado. Ela foi se aproximando.

-Deixa eu ensinar então como se senta numa piroca.

O corpo de mamãe era parecido com o meu, mas sua bunda era maior e seus peitos um pouco menores. Depois da fala de mamãe, papai reduziu a velocidade que me comia para que eu pudesse ceder espaço pra mamãe.

-Sobe aqui, quero ver se você vai me dar tanto prazer quanto sua filha.

-Você é um vagabundo mesmo. Não tem nem mais vergonha.

Ela montou nele, e eu fiquei do lado dela, auxiliando. Confesso que sinto um pouco de atração em mulheres também, então aquilo era lindo pra mim. Mamãe era agressiva e papai também, então os dois pareciam estar competindo para ver quem gozava primeiro.

-Você vai gozar sua puta velha!

-Cala boca seu merda tarado, você não aguenta minha buceta!

Papai levantou um pouco seu corpo pra poder colocar mais velocidade nas metidas. Mamãe também rebolava muito pra fazer ele gozar. Mas depois de um tempo foi ela que não resistiu, começou a se tremer na piroca de papai.

-Tá gozando né sua cadela.

-Hmmm, aí sim seu puto!

-Quero que as duas mocinhas me chupem agora!

Assim que ele disse isso eu me ajoelhei, minha mãe estava se recompondo de ter gozado gostoso, mas se ajoelho também. Papai se levantou para fazer a gente chupar.

Era uma delícia chupar com mamãe, ela é linda e o pau do papai é enorme. Revezavamos aquela piroca e até dávamos alguns beijos, trocando saliva e pré gozo do papai. Ela tinha muita maestria com aquela piroca, sem as mãos enfiava tudo pra dentro sem se engasgar. Depois passava pra minha vez.

-Mamãe criou uma putinha né!

Eu sorria e voltava a chupar, papai nos olhava como duas putinhas dele. Dava tapinhas na nossa cara pra mostrar sua dominância e cuspia nas duas cachorras. Depois de uns 20 minutos revezando aquela piroca papai queria gozar.

-Vou gozar cadelas, abram a boquinha.

Ele começou a punhetar bem rápido, eu e mamãe estávamos com a língua pra fora esperando o leitinho. Ele jatou uns 7 jatos, era muita porra, um pouco pra cada putinha dele. Engolimos tudo e finalizamos num beijo entre eu e mamãe. Eu era a putinha mais feliz do mundo.

Continua...

Se quiserem a parte 4 comentem e deixem muita estrela meus amores :3

lauraputinhafof@gmail.com se quiserem me mandar algo rs

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 90 estrelas.
Incentive Laura, putinha fofa a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil de Oiapoque.AP

Como eu disse anteriormente eu amo incesto quanto mais putaria mais adoro.. e agora duas buceta dois cu... e é ver mãe e filha se chupando se beijando eu amo isso bjs putinha laura

0 0
Foto de perfil genérica

Lindo conto. Adorei suas putinhas lindas. Tem vídeos?

0 0
Foto de perfil de jotak1604

LAURA, ADORO SEUS CONTOS EXCITANTES. VOÇE É MESMO ASSIM PUTINHA ? SE FOR É MARAVILHOSA MESMO. BEIJOS NA BCT

1 0