Chantageando uma esposa cristã pt1

Um conto erótico de Gabriel silva
Categoria: Heterossexual
Contém 6718 palavras
Data: 17/10/2023 20:45:41

Rosi é uma mulher muito bonita e atraente de 35 anos. Ela trabalha em tempo integral como consultora imobiliária para uma pequena imobiliária na cidade. Ela tem 1,75m, cabelos ondulados na altura dos ombros, com tintura bordô, seios amplos em forma de xícara e quadris curvilíneos e bunda ampla e redonda. Ela sempre se veste bem e sabe se maquiar. Você pode classificar facilmente ela como uma MILF gostosa. Rosi é casada com seu marido Gabriel há 20 anos e lhe deu dois lindos filhos, Kelly e Enzo. Kelly tem 16 anos e Enzo tem 10 anos.

Gabriel é apenas alguns anos mais velho que Rosi, mas por outro lado, abandonou o conceito de cuidar de si mesmo fisicamente. Ele está acima do peso e seu peso excessivo o impede de praticar atividades físicas.

Gabriel dirige uma empresa de limpeza. Ele mantém contratos com edifícios de escritórios. A empresa emprega principalmente negros. A razão para isso foi porque são mão de obra barata. pois infelizmente no mercado de hoje em dia ainda existe preconceito.

Gabriel e Rosi são a típica classe média. Ambos ganhavam o suficiente apenas para pagar contas. Eles moram em Guararapes. Guararapes é onde mora a pessoa com renda média. É onde eles moraram nos últimos 16 anos. A cidade é formada por uma comunidade muito unida e a maior parte da residência frequenta a mesma igreja local.

Gabriel e Rosi são cristãs devotas e servem ativamente na igreja. Rosi é uma cantora de igreja e Gabriel é uma respeitável líder e Presbítero da igreja. Ambos são oradores regulares em sua igreja local. Gabriel costuma falar sobre o que é preciso, como ser obediente e o sacrifício que é necessário para ser seguidor. Rosi geralmente aborda tópicos como ser uma mulher piedosa de Cristo, como ser uma mulher forte e independente, como ser uma boa esposa e mãe cristã, como criar seus filhos em um lar cristão. Uma vez por semana eles realizam uma reunião de oração em sua casa. Bruno e sua esposa, Sarah, ambos pastores da igreja local, são participantes regulares junto com os outros membros de oração e os membros do conselho da igreja sentam-se juntos e oram por algumas horas.

Bruno e Sarah têm dois filhos, Emily e Jessica. Ambos frequentam a mesma escola que Kelly e Enzo. Eles também moram em Guararapes e a igreja tem ajudado muito a comunidade como congregação. Os habitantes locais os admiram muito, incluindo a família de Gabriel.

Todo mundo sabe que Rosi é quem manda no casamento. Ela sabe o que quer e não tem medo de falar o que pensa e bater o pé, se necessário. Gabriel, por outro lado, é bastante tranquilo e está feliz por Rosi assumir o controle da maioria das coisas em sua vida conjugal. No geral, ela é uma esposa e mãe amorosa, mas todos sabem que nunca devem ultrapassar os limites com ela. Tanto Enzo quanto Kelly sabiam que quando a merda bate no ventilador, seu pai sempre cederá e cederá. Portanto, os dois sempre viram Rosi como a figura de autoridade em casa, não como seu pai.

No início da vida conjugal, o sexo era bom, até os filhos chegarem. Ambos costumavam ser criativos quando se tratava de sexo. Rosi era em geral uma pessoa muito ativa sexualmente. Ela adora vestir lingeries safadas para Gabriel. Ela sabia que sempre teve um lado selvagem enterrado sob uma mãe e esposa cristã adequada. Gabriel gosta de fazer sexo com ela. Ele é um amante gentil na cama. Ele se certifica de ter muitas preliminares, atacando-a até que ela goze. Infelizmente, quando se trata de tempo de penetração, ele não tem. Ele sempre terminava prematuramente.

Rosi também nunca questionou seu 16.5 centímetros de pau quando é realmente difícil, às vezes estava um pouco menor. Ela secretamente gostaria que ele fosse um pouco mais dotado e durasse muito mais tempo. Mas ela disse a si mesma que o casamento é mais do que apenas sexo. Que ela o ama por quem ele é como pessoa.

No entanto, tudo isso vai desabar quando uma tarde Gabriel recebe um envelope em seu escritório com “leia me” em sua mesa. Ele abriu o envelope e encontrou um pen drive dentro dele. Ele então o conecta ao computador. Havia uma pasta chamada travessa e pega. Suas mãos agora estão tremendo e ele está suando loucamente. Ele ora e espera que isso não seja o que ele pensa que é.

Ele abriu e viu uma longa lista de arquivos de vídeo. Ele clicou em um deles e reproduziu o arquivo de vídeo. A imagem mostra uma cena em um quarto de motel barato e cafona. Ele reconhece o quarto imediatamente porque tem sido um visitante frequente daquele motel em particular. Seu medo se tornou realidade. Sua infidelidade foi registrada pelo remetente deste pacote.

Gabriel tem um fetiche por meninas. E ele, apesar de ser um membro respeitável do conselho da igreja, também tem um demônio que precisa enjaular ou libertar dependendo da situação.

Assim, todas as quintas-feiras à noite, durante as reuniões do conselho da igreja, ele pedia licença mais cedo para caçar jovens prostitutas na internet, em um site famoso pela prostituição. Ele planeja meticulosamente suas atividades extracurriculares. Ele sabe que precisa de trinta minutos para chegar ao motel, ele passaria uma hora para libertar seu tezão , inclusive se limpando. A viagem de volta a Guararapes levará mais quarenta e cinco minutos.

Leandro é um garoto negro de 19 anos que trabalha meio período no Lola Motel. Leandro tem 1,70m, é magro, mas tem músculos puros e magros, cabelos longos e trançados, tatuagens por todo o corpo e braço. Ele é contratado pelo motel para ser versátil. Ele limpa, leva bebidas para os quartos, substitui lâmpadas. , reabastece o frigobar. Ele estuda em um reformatório, uma escola difícil cheia de jovens bandidos. Ele mora em Guararapes toda a sua vida com seu tio, José. Seus pais o deixaram com seu tio porque ele tinha algum dinheiro. Seus pais foram mortos durante um tiroteio entre gangues de rua nos arredores de um bairro perigoso, voltando para casa depois de um turno duplo. Os dois trabalhavam no hospital local como zeladores. Então, ele nunca soube quem eram seus pais. Leandro luta boxe na academia local sempre que ele não está trabalhando, então ele está extremamente em forma e forte para sua idade. Ele teve uma vida difícil enquanto crescia. Ele entrou e saiu do reformatório quatro vezes por estupro, agressão e tráfico de drogas. Embora ele traficasse, ele nunca tocou nos produtos. sua justificativa foi que ele não precisa de dinheiro para sustentar o vício. Ele é um garoto inteligente.

José, seu tio, tem sessenta e poucos anos e completa 65 anos este ano. Ele é careca, com fios grisalhos recuados em ambos os lados, bigode e barba grisalhos e grossos, um homem negro atarracado com uma barriga grande. Suas coxas e braços são grossos como um tronco de árvore, seus ombros são largos e opostos. ele costumava lutar boxe quando era mais jovem. Ele ganhou alguns torneios amadores locais em seu auge. Ele costumava trabalhar como segurança de boate à noite para ganhar alguns trocados. Ele trabalha em tempo integral para a empresa de limpeza de Gabriel como zelador.

José criou Leandro como se fosse seu. Ele o apresentou ao boxe, ensinando-lhe habilidades importantes para a vida, especialmente sobre como sobreviver, e ensinando-lhe sobre as mulheres. José nunca se casa porque nunca acredita nessas besteiras. A principal razão para isso foi, na verdade, o estilo de vida que escolheu. Em seus primeiros dias, ele era um destruidor de lares. Ele dorme com muitas mulheres casadas, algumas negras, mas a maioria brancas. Ele testemunhou como é fácil influenciar o voto de casamento das mulheres quando elas ingerem um pouco de álcool e, especialmente, quando seu pau negro. Todas as mulheres brancas com quem ele já esteve sempre começaram com não e não. Mas aqueles não e não podem acabar sendo sim e muito mais, uma vez que suas bucetas são ajustadas ao tamanho dele.

Então, quando Gabriel reproduz alguns dos vídeos, seu coração para durante toda a duração dos vídeos. Alguém o gravou fazendo sexo no quarto do motel. A julgar pelo número de arquivos de vídeo na pasta, ele percebe que esta pasta resume praticamente toda a sua aventura sombria durante todos esses anos. Não há como negar que isso arruinará sua carreira e sua reputação na igreja. E sem dúvida este vídeo destruirá seu casamento e separará sua família. Ele não suportava imaginar o que estava por vir e começou a chorar. Ele soluça e chora muito. Mas ele não tem mais ninguém para culpar além de si mesmo. O fato de o remetente saberr onde trabalha significa uma coisa, isto não é aleatório, é uma operação bem planeada.

Ele se voltou para Deus nesta hora e orou muito pela próxima hora em seu escritório. Pedindo perdão e saída. Ele passa o resto do dia preparando alguns resultados possíveis para essa situação. Ele sabe que isso se resumirá a dinheiro e está com alguns números razoáveis em sua cabeça. Naquele dia, antes de voltar para casa, ele foi até uma joalheria. Seu motivo era facilitar a entrada, caso aquela coisa explodisse. Esperando que Rosi se lembrasse dele como um marido sincero e amoroso. Ele passou uns bons trinta minutos na loja para escolher um colar de 400 reais com um lindo pingente de diamante. Uma joia perfeita para uma esposa e mãe cristã devota. Então ele vai à loja de eletrônicos e compra os videogames mais recentes para Kelly e Enzo. O Natal certamente chegará mais cedo este ano para sua família. E tudo isso é crédito ao Papai Noel secreto.

"Lar Doce Lar!" Gabriel gritou quando ele entrou na casa.

"Oh, ei, querido, estou na cozinha!" Rosi respondeu.

Ele entra na cozinha e a abraça por trás com paixão e lhe dá um beijo profundo.

"Mmmm... olá, querido... o que deu em você?" ela sorriu e pergunta se perguntando o porquê do romance repentino.

"Ohh, nada, querido, só sinto sua falta, só isso e acho que não aprecio você o suficiente atualmente, então comprei um presente para você", disse Gabriel puxando a caixa de joias.

"Eu te amo, querido" Ele disse.

"Awwwww querido... você é o melhor!!" Rosi disse enquanto abria a caixa.

"Ohhh meu Deus!!.... Isso é lindo, Gabriel!!! Eu não posso acreditar.... isso é absolutamente lindo!! Eu te amo tantohhh!!" Ela disse.

"Eu também te amo, querida, eles ficam absolutamente lindos em você. Agora, onde estão as crianças? Porque eu tenho algo para elas também" Ele respondeu depois de ajudá-la a colocar o colar do crucifixo.

"Eles estão lá em cima... alguém está de bom humor, acho que o Natal chega mais cedo, não é mesmo, Papai Noel?" Ela sorriu dando-lhe outro beijo.

Obviamente ela ainda não sabe que o verdadeiro Papai Noel não é seu marido. O verdadeiro Papai Noel secreto mudará sua vida para sempre.

Aquela noite correu muito bem, as crianças ficaram muito emocionadas com os presentes surpresos. Eles tiveram um jantar familiar agradável e colorido. Rosi e Gabriel fizeram sexo naquela noite. Para agradecer o presente, ela vestiu seu mais novo conjunto de lingerie e deu-lhe um presente especial. Durou doze minutos, que é praticamente a quantidade de tempo que eles passam fazendo sexo. Como sempre, Rosi nunca reclama de não ter orgasmo nem de terminar rápido. Ela está muito feliz com o fato de ter uma família amorosa vivendo uma vida confortável.

No dia seguinte, Gabriel não conseguia se concentrar no trabalho. Ele pensa constantemente nos vídeos. Ele tem uma reunião com um cliente importante em dez minutos. Felizmente o cliente chegou mais cedo, pelo menos isso o distraiu um pouco. No meio da reunião, seu telefone tocou, mas ele ignorou. O chamador é muito persistente, então Gabriel rejeita a chamada e coloca-a no modo silencioso. Isso irrita quem liga e, no espaço de cinco minutos, ele deixa vinte e seis chamadas perdidas e continua em andamento. O piscar constante na tela o distrai de falar com seu cliente, então ele pediu licença para atender a ligação.

"Olá?" Gabriel respondeu.

"Ei, filho da puta! Você tem que aprender a atender o telefone quando eu te ligo!"

Ele parece um menino, a julgar pelo sotaque, ele é negro, Gabriel pensou.

"Quem é? Estou no meio da reunião." Ele respondeu.

"Da próxima vez que eu ligar para você, é melhor você atender, viado!!... Você pode me chamar de Sr. kid Bengala sou eu? Sou eu quem te manda esses vídeos, vadia!" Ele respondeu.

O rosto de Gabriel fica branco como se ele visse um homem morto andando. Seu cliente parece confuso e Gabriel pede licença para sair da sala de reuniões.

"Eu... eu... o... o que... você... quer...? Eu... eu... sou... claro...nós poderíamos...trabalhar...algo fora...?" Gabriel perguntou a ele, gaguejando o tempo todo.

"Com certeza, garoto!... se você não quer que ninguém veja as coisas sujas que você faz com essas meninas, é melhor pagar!" Leandro respondeu.

"O..o..ok... eu tenho dinheiro..., de quanto estamos falando aqui?" Gabriel parecia assustado e preocupado.

"Quero um pagamento inicial de 500 mil em dinheiro!!!" Ele demandou. Seu tom é confiante e autoritário.

"Oo quê??...Eu não tenho tanto dinheiro... Posso te dar 5.000 em dinheiro agora?" Ele tentou barganhar. A verdade é que ele não tem esse dinheiro e sua empresa ainda deve algum dinheiro ao banco.

"Foda-se!!.... Eu recebo essa quantia em 2 fins de semana!.... É melhor você arranjar o dinheiro ou então!". Você tem 3 dias para arranjar o dinheiro” então ele desligou.

Gabriel foi ao banheiro masculino e vomitou. A culpa, a vergonha e o medo da repercussão de seus atos são demais para seu estômago aguentar. Ele chorou no chão ao lado do vaso sanitário.

Rosi provavelmente irá deixá-lo, as crianças irão odiá-lo para o resto de suas vidas, seus pais e os pais dela irão bani-lo da existência, sua igreja, seu pastor, seus amigos. Era demais para ele aguentar.

Ele não voltou para casa imediatamente naquele dia. Ele foi a um bar local para engolir sua tristeza. Infelizmente, o álcool fez com que ele se sentisse pior.

São 21h37, então ele achou melhor voltar para casa antes que Rosi ficasse preocupada. Ele viu seu telefone e duas chamadas perdidas. Era de Rosi. Durante o caminho para casa, ele orou sem parar e perguntou a Deus o que fazer. Ele não tem tanto dinheiro e sabe que precisa estar preparado caso o chantagista ou o Sr. J exponham seu segredo obscuro à sua família e ao público.

Ao chegar em casa, ele entrou e encontrou Rosi na cama ouvindo um sermão online da pastora Sarah.

"Ei, querido. Reuniões tardias no trabalho?" Ela perguntou enquanto desconectava o fone de ouvido. Ele ficou perto da porta e caminhou lentamente até o banheiro para tomar banho.

"Ohh.. ei, querido... uhm, sim... eu... houve uma... reunião e alguns caras do trabalho querem tomar alguns drinks depois do trabalho" Ele respondeu. Foi extremamente difícil esconder o fardo que ele carregava lá no fundo.

"O que você está assistindo?" Gabriel tentou desviar o assunto.

"Oh... ok... você se divertiu? Estou ouvindo a pastora Sarah... ela está pregando sobre as armadilhas do casamento... muitos problemas no casamento vêm da comunicação. E então ela elabora mais sobre as comunicações. são formados através da honestidade e, mais importante, do perdão", disse ela.

Gabriel pensando consigo mesmo, se isso é um sinal de Deus de que ele precisa apenas confessar à sua querida esposa que a traiu com jovens prostitutas nos últimos seis anos de casamento.

"Eu acho que isso é tão verdade, você não acha, querido? Quero dizer, olhe para nós... Estamos casados há quanto... quinze anos? Estou feliz por sabermos que sempre podemos confiar um no outro. .. Eu sei que sempre posso ser honesto com você dizendo tudo e qualquer coisa e você o mesmo. Acho que amadurecemos muito em nosso relacionamento onde poderíamos recompensar nossa honestidade um com o outro com perdão, não importa o que tenhamos feito. Porque é o fim do dia, somos um ser humano imperfeito, nos afastamos muito da intenção de Deus. Mas através da graça de Deus, somos perdoados. Acho que porque ambos acreditamos na graça de Deus, aprendemos sobre anos para perdoarmos um ao outro, não importa o que aconteça... certo, querido? Eu te amo!" Ela disse a ele enquanto mandava um beijo para ele da cama.

É isso que ele pensou. Deve ser isso. Os sinais para suas orações. O sermão, a resposta dela, a situação, ele pensou que esta deveria ser a melhor abertura que ele jamais teria. Ele pensou que se contasse a ela agora, pelo menos o tema do perdão ainda estaria quente em sua memória.

"Eu... também te amo, querida" Ele respondeu humildemente. Então ele foi para o chuveiro. O banho quente ajudou um pouco a clarear sua mente. Ele passou uns bons quinze minutos no chuveiro. Depois de escovar os dentes, ele se juntou a Rosi na cama.

Ela estava vestindo uma camisola rendada rosa. Ele pode ver os mamilos dela através do tecido macio. Ela deu-lhe um sorriso e um beijo enquanto mostrava que ainda pretende continuar ouvindo o sermão.

Vendo isso, Gabriel mudou de ideia e pensou em dar a ela uma chance de realmente terminar de ouvir o sermão completamente, esperando que ela pudesse de alguma forma perdoá-lo completamente também. Era um tiro no escuro, mas ele não tinha nada a perder. Ele só tem três opções e todas as três o levarão a um longo caminho escuro. Primeira opção, ele conta a Rosi esta noite e leva toda a sua raiva. A segunda opção é esperar até a hora certa, talvez amanhã, o que definitivamente levará ao mesmo resultado, mas talvez apenas talvez ele possa negociar com seu chantagista antes de ser descoberto. Ou a última opção era deixar que isso explodisse em seu rosto quando seu chantagista o expusesse publicamente. Ele escolheu a segunda opção.

"Eu te amo amor, boa noite" Ele a beijou na bochecha e apagou a luz e foi para a cama. Ele estava tão cansado e preocupado que adormeceu direto.

Na manhã seguinte, durante o café da manhã, Gabriel estava conversando com Enzo e Kelly sobre a escola. Enzo talvez seja mais jovem, mas é bastante esperto. Rosi sempre liga para ele. Ele observa as coisas embora não fale muito. Mas ele percebe coisas que você pode ver pelos olhos dele. Ele está processando.

Kelly disse a Gabriel que está ansiosa por um retiro de três dias na igreja nas férias de verão. Faltam cerca de dez semanas e ela estava dizendo ao pai que já começou a fazer as malas.

Enzo não falou muito, mas disse o suficiente para dizer que ele tem muitos projetos pela frente e que passará muito tempo na casa de Jessica. Jessica é a caçula do pastor e de Sarah. Ela compartilha a mesma classe que Enzo. Embora Rosi não queira admitir, Enzo tem uma ligação especial com sua mãe. Quando era mais jovem, Gabriel ainda se lembra que Enzo não conseguia ficar longe de Rosi nem por um segundo. Ninguém conseguiu acalmar seu choro, exceto Rosi. À medida que crescia, ele se esforçou ao máximo para suprimir isso, mas sabe que Enzo ainda é um filhinho da mamãe.

Finalmente Rosi juntou-se a eles na cozinha depois de terminar de se preparar para trabalhar.

"Bom dia a todos!" "Rosi deu uma volta e beijou todo mundo.

“bom dia, mamãe”, Os dois responderam.

"Como estamos esta manhã? Vocês dormiram bem?" Ela perguntou.

"Sim, mamãe" Os dois responderam em coro.

Rosi é a chefe da casa. Ela ama os dois filhos, mas os dois sabiam que nunca deveria encher o saco dela. Ela instila limites em ambos os filhos. Mas ela admite, no fundo, que tem uma queda por Enzo. Enzo é muito tímido e quieto. Rosi faz um bom trabalho em manter a ordem na casa.

"Gabriel, tenho uma noite de mulheres hoje à noite com algumas garotas da igreja. Você se importa em preparar o jantar para as crianças e garantir que o dever de casa seja feito antes de dormir hoje à noite?" – perguntou Rosi.

"Sim, claro, querido, aonde você está indo?" Gabriel perguntou.

"Oh, provavelmente vamos passar um tempo na igreja, onde uma irmã de fora vai cantar hoje à noite." depois vamos na casa de uma irmã, apenas mulheres, todas senhoras respeitáveis como Rosi e suas amigas da igreja .

"Ok... divirta-se, querida" Gabriel disse.

Assim que Gabriel chegou ao escritório, ele procurou em seu histórico de chamadas o número do chantagista. Ele apertou discar e o telefone começou a tocar.

O chantagista pegou o telefone e disse: "Você é o cara do dinheiro?"

"Oh...oh, oi...Sr. ,....olha....eu tenho uma proposta, uma ideia.....ummmm....olha eu não tenho muito dinheiro, Eu... só tenho 7.600 em meu nome no banco. Posso dar a você, tudo isso..." Gabriel disse antes de ser cortado por seu chantagista.

"Filho da puta!! Eu te disse que quero meio milhão ou então esse vídeo será lançado!!" Ele gritou levantando a voz.

"Ok... ok... olha... espere, espere... tenho certeza de que podemos resolver isso... e se fizermos o parcelamento?" Gabriel perguntou.

"E-eu... só não tenho dinheiro... quero dizer, mesmo se eu pegar o dinheiro emprestado, não vou conseguir esse tipo de dinheiro de jeito nenhum", implorou Gabriel.

"Não é problema meu, viado! Peguei seu endereço, idiota, se eu não receber meu dinheiro até amanhã, esse vídeo estará em todas as caixas de correio de Guararapes !!" O chantagista respondeu. Com isso ele desligou.

Gabriel correu para o banheiro e vomitou de novo. Ele não aguenta o fato de seus vizinhos e amigos da igreja verem o vídeo dele com as jovens prostitutas. Ele chorou por uma meia hora. Ele sabia que era isso, tinha que contar a Rosi agora ou nunca. O chantagista não aceitará a oferta, então ele sabia que precisava começar a preparar Rosi e as crianças para o que estava por vir. Obviamente ele não entrará em detalhes com Enzo e Kelly. Mas eles precisam saber o que está por vir.

Ele cancelou todas as reuniões daquele dia e ficou sentado em seu escritório olhando para o abismo. Antes que ele perceba, todos no escritório estão voltando para casa. Ele viu a hora e marcava 17h12. Hora de ir para casa. É hora de confessar seu maior pecado capital. Sua maior traição à sua fé, à sua igreja e à sua família.

Quando chegou em casa, lembrou-se apenas de que Rosi tinha saído da igreja com as amigas. Ele usou esse tempo sozinho para orar muito. Rezou para que de algum modo ocorresse um milagre, para que Rosi encontrasse perdão na sua honestidade.

Gabriel cozinhou lasanhas para as crianças e certificou-se de que o dever de casa estava feito antes de prepará-las para dormir. Seu telefone toca. Havia uma mensagem de texto de Rosi.

"Ei, espero que esteja tudo bem com as crianças. Eles terminaram o dever de casa? Eles terminaram o jantar? Estou quase terminando, estou voltando para casa. Vejo vocês em breve. Te amo. Beijos." Ela mandou uma mensagem.

"Ei, tudo bem. Amo você também, até breve" Gabriel respondeu.

Ele então preparou as crianças para dormir, fez com que escovassem os dentes e vestiu os pijamas. A hora marcava 21h38. Enzo insistiu que ele ficasse até adormecer. Enzo sempre foi um garoto pegajoso. Ele queria que a mamãe o colocasse na cama, mas lhe disseram que a mamãe não estava.

"Boa noite, crianças" Gabriel disse.

“boa noite, papai” Kelly, respondeu.

"Boa noite, pai" Enzo disse.

Gabriel saiu da sala, virou-se e viu seus filhos, talvez pela última vez que pensou. Quem sabia o quão ruim isso seria, ele pensa consigo mesmo. Ele apagou as luzes e fechou a porta.

Ao entrar em seu quarto, ele ouviu o chuveiro já ligado. Ele sabia que Rosi já estava em casa. Ele se sentou na beira da cama esperando ela terminar de tomar banho. Quinze minutos depois a água para de correr. Ele a ouviu cantarolando e o secador de cabelo ligado. Sua cabeça está baixa, ainda sentado na beira da cama.

Poucos minutos depois, Rosi saiu do banheiro e sorriu para Gabriel .

"Ei, amor... como foi? Tudo bem com as crianças?" Ela perguntou.

"Oh... e-ei... querido... sim... as crianças estavam bem... como foi sua noite?" Gabriel respondeu de volta.

"Ohhh querido, foi bom... nos divertimo os muito... a música estava boa, ... obrigado querido, realmente precisava disso!" Ela disse apreciando Gabriel cuidando das crianças.

"Sim... não se preocupe... sss, querido, nós hum... precisamos conversar, ttt-há algo que preciso te contar" Gabriel começou a gaguejar.

"Ei, querido, o que há de errado?" Rosi parecia preocupada. Ela caminhou em direção a ele e segurou sua cJosé ça em direção ao peito.

Gabriel se ajoelhou no chão e começou a chorar "Sinto muito... sinto muito... sinto muito... sinto muito!"

Rosi estava confusa e apenas lhe deu tempo para se acalmar. Ela esfregou o cabelo dele e deu uma tapinha nas costas dele. Ele estava chorando com todo o coração.

"Diga-me, querido... está tudo bem... o que foi?" Rosi perguntou olhando para o rosto dele.

"Eu cometi um grande erro, sou tão estúpido!" Gabriel disse enquanto ainda soluçava e tentava encontrar compostura para contar a ela.

"Eu-eu te traí... por favor, me perdoe, amor... eu não mereço você!!" Gabriel soluçou novamente. Ele segurou Rosi com força, com medo de que ela o abandonasse.

O coração de Rosi parou. Ela não podia acreditar no que acabara de ouvir. Sua mente corria a um milhão de quilômetros por hora. Ela nunca traiu Gabriel nem uma vez. Ela sabia que os homens ainda a viam como atraente. Claro, ao longo dos anos houve alguns flertes inocentes, mas isso foi tudo. Ela poderia estar com qualquer um. Mas não, ela fez um acordo com ele. Ela o escolheu. Ela se sentiu traída, ela podia sentir a raiva dentro dela prestes a explodir.

Ela tentou deixar Gabriel ir, sem querer estar em seus braços. Gabriel tentou segurá-la, mas não conseguiu. Ela deu alguns passos para trás e cruzou os braços.

Aumentando o tom, ela perguntou “Com quem?!”.

Gabriel ficou em silêncio.

"Com quem!?!" Rosi levantou a voz.

Não querendo acordar as crianças, ele finalmente confessou.

"Eu fiz isso com... * com... uma garota de programa" Ele disse enquanto cobria o rosto. O rosto de Rosi ficou vermelho tentando conter a raiva.

"Há quanto tempo isso vem acontecendo?!?" Ela continuou.

"É... foi só uma vez, querido... cometi um grande erro... sinto muito, foi no mês passado, depois de alguns drinks com a equipe, deve ser o álcool" Gabriel respondeu.

Ele mentiu. Ele esperava que, ao dizer a ela que era apenas uma vez, pudesse reduzir os danos.

"Por favor, me perdoe, querido... Não farei isso de novo, eu prometo" Gabriel implorou.

"Eu poderia ter me casado com quem eu quisesse... mas eu escolhi você. Você deixou uma luxúria rápida arruinar nosso casamento de quinze anos" Rosi disse a ele.

"Querida... lembre-se do que a pastora Sarah disse nela..." Gabriel disse, mas foi interrompida por Rosi .

"Ei! Como você se atreve! Nem se atreva a ir aí! Não tenho certeza se poderia te perdoar por me trair assim!" Ela disse com firmeza.

"Por favor, querido... vou compensar isso pelo resto da minha vida" Gabriel tentou reconquistá-la novamente.

"Só não... nem fale comigo. Preciso de tempo para processar isso." Ela disse.

Com isso, ela se afastou e foi para a cama. Ela apagou as luzes e desviou o rosto de Gabriel.

Gabriel não sabia o que dizer ou fazer. Ele permaneceu ajoelhado no chão. Ele orou muito a Deus para que seu castigo não fosse doloroso. Ele ainda não contou a ela as verdadeiras más notícias. Que tudo foi gravado em vídeo. Ele perdeu a noção do tempo e passou a noite enrolado no chão.

Na manhã seguinte ele foi acordado por Rosi caminhando sobre ele. Ela o ignorou completamente como se ele nem estivesse lá. Ele tentou conversar um pouco, mas caiu em ouvidos mortos. Uma coisa que o deixou aliviado foi que Rosi manteve as coisas o mais normais possível com as crianças. Ela era ela mesma com eles. Ele respeitava Rosi por isso.

Kelly estava conversando naquela manhã, como sempre. Ela estava envolvida em uma longa conversa com Rosi. Rosi notou que Enzo estava um pouco calado, mesmo para o seu padrão. O pequeno Enzo sabia que algo estava acontecendo entre papai e mamãe.

"Você está bem, querido?" Ela perguntou.

"Sim, mamãe, estou bem." Ele deu-lhe um sorriso e um beijo atrevido.

Ele realmente é o menino de ouro da mamãe.

"Awww... te amo, querido" Rosi disse a ele.

O café da manhã correu tão normal quanto poderia ser, com Gabriel ficando fora da maior parte da conversa.

Rosi saiu com as crianças para deixá-las na escola sem se despedir de Gabriel.

"Tchau papai" Disseram Kelly e Enzo.

"Tchau pessoal... divirtam-se na escola, fiquem longe de problemas!" Gabriel respondeu.

Com isso, ele também foi trabalhar. O dia inteiro ele não conseguiu pensar direito. Hoje é o dia em que ele precisava arranjar o dinheiro. Desesperado, ele ligou para seu melhor amigo, Fernando, para pedir dinheiro emprestado. Ele apenas disse que tinha problemas com pagamentos de clientes e apenas uma coisa temporária até que ele pudesse resolver seu fluxo de caixa.

Fernando era o melhor amigo de Gabriel desde o colégio. Fernando não hesitou em ajudá-lo. Fernando não era um homem rico, mas se saiu muito bem trabalhando como engenheiro civil em uma importante construtora em Araçatuba, perto de Guararapes .

Fernando emprestou-lhee disse-lhe para devolver o dinheiro quando se sentisse confortável. Ele não se importa se Gabriel quiser pagar parcelado. Gabriel ficou muito grato e obrigado. Gabriel disse a ele para vir jantar em algum momento para colocar a família em dia novamente.

Ele então foi ao banco e solicitou um cheque especial para sua empresa no valor de mais US$Então ele agora tem $em dinheiro. Ele colocou o dinheiro em uma mala e voltou para o escritório. Ele estava esperando que seu chantagista ligasse para ele para obter mais instruções sobre onde entregar-lhe o dinheiro.

O tempo passou muito devagar naquele dia, ele podia ouvir o tique-taque do relógio. Tique-taque, tique-taque. Com certeza seu telefone tocou e quando ele viu ele sabia que era ele.

"Então você pegou a porra do dinheiro?" Ele perguntou.

"Peguei" Ele mentiu. Ele pensou que iria tentar negociar.

"Estou impressionado... não pensei que você iria conseguir o dinheiro. Sou um homem de palavra... vou lhe dar o arquivo mestre quando receber meu dinheiro." Ele disse a ele.

"Oo-ok, obrigado... onde você quer que nos encontremos?" Gabriel perguntou.

"entrada da cidade ......eu irei até você, espere por mim lá." Ele então desligou.

"E-espere... o quê? Alô? ...?" Gabriel percebeu que aquele endereço era na verdade perto sua casa. É onde ele mora. Ele não podia arriscar ter esse cara tão perto de sua família. Mas ele não teve escolha. Ele sabia onde mora.

Ele queria ligar de volta para dizer se poderia escolher outro local. Mas ele estava com medo de que isso pudesse abalá-lo. Ele parecia estar bastante calmo ao telefone, pensou.

18h Gabriel chegou em casa e viu Rosi cozinhando na cozinha. Ele se aproximou dela tentando abraçá-la. Ela não respondeu.

"Querido... sinto muito... por favor, me perdoe. Eu estava errado, fui estúpido e só queria confessar tudo" Gabriel implorou.

Rosi pensou nas crianças, no que aconteceria com elas se se separassem. Ela não queria fazer isso com eles. Não é justo. Mas ela não conseguia perdoá-lo pelo que ele fez. Ela pensou consigo mesma, se ela não pode fazer isso por ele, ela faria isso pelas crianças.

"Eu preciso de tempo, apenas me dê meu espaço." Ela disse.

Gabriel sabia que não deveria irritá-la.

"Ok, querido, mas estou aqui se você quiser conversar. A propósito, estou esperando alguém esta noite. Só esse cara querendo um emprego de limpeza, não pude encontrá-lo hoje, então disse a ele se por acaso estivesse na vizinhança ele poderia passar por aqui." Gabriel disse tentando construir um motivo para a história.

Rosi continuou cortando os vegetais e o ignorou.

Ele subiu para tomar um banho, mas fez um rápido desvio até o quarto das crianças para um rápido oi. Depois disso, ele foi tomar banho e rezou para que Deus dessa alguma graça ao chantagista para ele.

O sino tocou.

*Ding Dong

*Ding Dong

Rosi ouviu que o chuveiro estava ligado. Então ela sabia que precisava abrir a porta. Ela ligou o fogão para ferver e largou a faca. Ela desabotoou o avental e caminhou até a porta da frente.

Quando ela abriu a porta, ela viu um garoto negro e magro com cabelo empanado longo o suficiente para tocar seu ombro. Ele estava vestindo um suéter preto, calça cargo preta e tênis preto.

Quando a porta se abriu, Leandro ficou surpreso com o quão linda Rosi era. Ele nunca esteve com uma mulher tão atraente antes. Ele a olhou de cima a baixo. Seus seios grandes saltando para fora em seu vestido justo, mostrando algum decote. Seus quadris são curvilíneos e ele adora suas bundas grandes e redondas de MILF. Ela era provavelmente a MILF mais gostosa que ele já viu. Ele sorriu para ela exibindo seu dente de ouro.

"Sim? Você está aqui pelo meu marido?" – perguntou Rosi .

"Droga... você é gostosa, mamãe!" Leandro a elogiou.

"Meu nome é Leandro " Ele estendeu as mãos, sorrindo para ela.

"Rosi " Ela apertou sua mão hesitantemente.

Rosi sabia que ele era um problema. Ela estava confusa sobre porque seu marido pediria a um funcionário em potencial que fosse até sua casa. Ela também não gostou de ser observada por aquele garoto negro.

“Ele está no banho, você pode esperar lá dentro” Rosi respondeu educadamente.

"Tudo bem... obrigado linda" Ele respondeu entrando com Rosi.

Rosi achou o comportamento dele ofensivo e não queria passar mais tempo na frente dele. Ela não queria que ele olhasse seu corpo com os olhos.

Leandro estava sentado na sala, mas depois de cinco minutos não conseguiu evitar tentar provocar a esposa gostosa. Ele foi até a cozinha e passou as mãos nos braços dela e disse:

"Ei, linda, posso pegar algumas bebidas geladas enquanto espero?" Ele perguntou.

Rosificou surpresa.

"O-ok... você pode, por favor, esperar na sala?" Rosi disse se sentindo desconfortável por estar sozinha com um garoto negro dentro de sua cozinha.

"Claro, mamãe" Ele disse.

Ele voltou para a sala e vasculhou as fotos de família na parede. Ele estava prestando atenção especial a Rosi . Que sorte seu marido teve por ter alguém tão gostoso como ela como esposa. Se ele fosse seu marido, não transaria com uma prostituta. Ele transaria com ela dia e noite. Ele não a deixaria sair da cama. Ele descobriu pelas fotos que Rosi e Gabriel são uma família cristã devota. Ele também descobriu que eles têm dois filhos. Ele viu a foto de Gabriel e pensou consigo mesmo: quão estúpido ele poderia ser por ter alguém tão gostoso como Rosi como esposa, mas ainda assim pagar uma prostituta para conseguir sexo.

Rosi saiu da cozinha e colocou a limonada gelada na mesinha de centro.

"Obrigado, querida" Leandro disse a ela.

Ela não respondeu de volta. Leandro imaginou como seria foder uma esposa gostosa assim. Ele nunca tinha estado com uma mulher assim antes. Ele ouviu dizer que as mulheres baixinhas geralmente têm bucetas extremamente apertadas. E pelo vídeo Gabriel têm um pau minúsculos. Ele começou a imaginar como poderia ter feito sentir a boceta dela. Ser fodida por um homem de verdade, um grande Pau negro.

Rosi subiu para avisar Gabriel que seu convidado chegou. Ela pensou que quanto mais cedo ele falasse com ele, mais cedo aquele garoto negro sairia de casa dela. Ela abriu a porta do banheiro e gritou:

"Seu convidado está lá embaixo!" Ela gritou.

Gabriel pulou do chuveiro e se enxugou. Ele vestiu a roupa e desceu correndo. O que ele viu foi um garoto negro e ensolarado, um pouco mais velho que Kelly. Ele parecia um bandido, pensou consigo mesmo.

"O-oi... você deve ser o Sr Kid?" Ele estendeu a mão. Ele achou ridículo chamá-lo de Sr. pois ele tem apenas metade de sua idade. Mas ele sabia que não tinha escolha a não ser jogar de acordo com suas regras.

Leandro viu Gabriel caminhando em sua direção e olhou-o de cima a baixo, sentindo-se enjoado por aquele perdedor conseguir uma esposa gostosa como Rosi .

"Você tem uma ótima esposa, cara de merda. Não seipor que ela casou com você? Ela é uma mulher gostosa!" Ele riu.

"Ela me fez esta bela limonada enquanto esperava por voce . Então você tem dinheiro?" Ele perguntou.

"Oh, obrigado... sim, posso fazer isso lá fora?" Gabriel acabou de perceber o quão estúpido ele parecia dizer obrigado a esse garoto negro por dizer a ele o quão gostosa sua esposa era.

"Vamos" Ele disse terminando sua limonada.

“Espere por mim lá fora, vou pegar o dinheiro”, disse Gabriel .

Gabriel foi para sua sala de estudo e pegou a mala cheia de US$ 100 mil em dinheiro. Ele saiu e entregou-lhe a mala.

"Sr. kid... eu sinto muito... isso é $, isso é tudo que eu tenho... eu tive que pedir dinheiro emprestado e tive que creditar meu negócio para conseguir isso. Eu... por favor... .Estou implorando que você aceite isso ", ele implorou.

"Que porra é essa?! Eu disse 500 mil ! Você quer jogar comigo, hein?" Leandro respondeu sentindo-se irritado.

"Não... não... por favor, Deus, não... por favor, entenda, eu realmente não tenho mais nada, por favor... estou te implorando." Ele implorou e parecia que estava prestes a chorar.

De repente, ele teve um momento luminoso. Ele teve uma ideia. Ele sorriu. Ele sabia como jogar esse jogo. Uma oportunidade acaba de se apresentar a ele em uma bandeja de prata.

"Tudo bem, dou-lhe mais algum tempo. Todo mês, irei recolher os US$até receber meus 500 mil. Mas vou lhe dar a opção B. Você pode escolher a opção B, se for está a sua escolha. ." Ele disse sorrindo.

"T-muito obrigado... por considerar uma alternativa... o que seria? Gabriel perguntou se perguntando qual seria a opção B.

“A opção B é eu fazer sexo com sua esposa durante o pagamento pendente. Então, se você não conseguir mais US$no próximo mês, ela terá que fazer sexo comigo até que você consiga pagar a parcela. ." Ele explicou.

"Continuarei a fazer sexo com sua esposa até que você pague minhas dívidas todos os meses. Portanto, a única maneira de você me impedir de fazer sexo com sua esposa é pagar... e dentro do prazo!" Ele explicou com firmeza.

"Ah... e como garantia, se você levar isso para a polícia, tenho amizade com todas as garotas daquele site são minhas amigas, elas jogariam você debaixo do ônibus se eu pedisse e algumas são menor de idade . Então eu poderia trazer isso à polícia e você será preso antes mesmo de terminar o café da manhã." Ele ameaçou.

"Nãooooo... por favor, deixe minha esposa fora disso... estou te implorando... podemos resolver alguma coisa?" Gabriel tentou implorar.

" 100 mil no próximo mês ou eu fodo sua esposa ou podemos resolver isso disponibilizando este vídeo online e indo à polícia." Ele perguntou.

Gabriel permaneceu em silêncio, ele sabia isso não era uma opção.

Com isso Leandro saiu com o dinheiro.

Leandro agora esperava que Gabriel não tivesse dinheiro no próximo mês. Disse a si mesmo que fará tudo o que estiver ao seu alcance para quebrar a arrogância de Rosi . Leandro viu uma MILF gostosa atrás daquela esposa e mãe cristã implorando para ser bem fodida. Naquele momento, ele fez uma promessa a si mesmo de que, se algum dia chegasse a esse ponto, ele a faria implorar por seu pau preto entre as pernas. Ele queria transformá-la em sua prostituta. Não vai ser fácil, mas ele vai quebrá-la de uma forma ou de outra.

Gabriel sentiu que sua vida está arruinada agora, mas o pior ainda está por vir.

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 71 estrelas.
Incentive Gabriellll a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.
Foto de perfil genéricaGabriellllContos: 64Seguidores: 166Seguindo: 21Mensagem Escritor nas horas vagas se tiver ideias de conto me mande no e-mail lxvc1987@hotmail.com

Comentários

Foto de perfil genérica

Cortava pedacinho por pedacinho kkkkk

Cortava os dedos com um alicate de corta galho de árvore kkkk

Nossa fiquei até imaginado com deve ser boa fazer isso com um canalha desse kkk.

0

0 0
Foto de perfil genérica

Existe muito homem fraco nesse mundo era só ele contrata dos cara pra pegar e negro de meda e levar pra um lugar aonde ele podia mata lo mas ante torturar ele primeiro coisa que ele tinha que fazer era pegar um martelo e bater nos dedos dos pés depois esquentar uma faca na brasa e fazer pequenos cortes kkk ante de Marta ele

0 0
Foto de perfil de Kratos116

Interessante essa série,a começar pelo título. Me surpreendeu pois achava que a esposa seria a vítima ou no caso a ameaçada.🤔🤔

0 0
Foto de perfil genérica

Passando só para deixar minhas estrelinhas, pois só vou ler esse quando terminar a série anterior!

1 0
Foto de perfil genérica

semana que vem volto nele

0 0
Foto de perfil genérica

Show cara, é só pra não barulhar com as histórias, mas assim que terminar a outra vou ler essa!

0 0

Listas em que este conto está presente