Minha terceira vez com uma trans

Um conto erótico de CD-Karol
Categoria: Trans
Contém 1052 palavras
Data: 02/10/2023 11:50:59

Desde que sai do apartamento da minha segunda trans, a vontade de retornar e deixar o tesão assumir o meu ser me tornando a putinha submissa que a Izadora havida dito que eu seria. A propósito, não havia mencionado que o nome dela era esse. Não tinha passado muito tempo desde que tinha sentido o gosto de leite de macho e a minha vontade de tornar a sentir só aumentava.

Busquei novamente o contato dela na internet mas não consegui encontrar, após muita busca descobri que ela havia se mudado para Portugal, fiquei desiludido, quase um abandono, tinha prometido me fazer putinha, já queria que isso se tornasse verdade. Estava cheio de tesão para provar a experiência de me tornar uma mulherzinha de uma trans. Foi aí que iniciei a busca por uma nova trans que fizesse isso por mim.

Encontrei outra morena linda, Isabella, um sorriso lindo, corpo escultural. Fiz contato com ela e fui muito bem atendido, marcamos um encontro na sua casa, quando cheguei veio me receber de shorts bem justo e um top ambos realçando as curvas de seu corpo, mostrando toda sua beleza. 1,70m com seios enormes os quais quase saiam pelo decote do top, no umbigo um piercing lindo, toda cheirosa me convidou para entrar, quando chegamos no quarto já falei do desejo de perder a virgindade do meu cuzinho, nisso vi que ela tinhas umas botas lindas de salto alto e cano longo, no chão do quarto. Perguntei qual era o número e ela me respondeu: “39, por que? Falei que eu adoraria perder minha virgindade usando salto”. ela mordeu os lábios e disse que se servisse ia adorar me fazer de putinha usando as botas dela, e mandou tomar banho e ficar bem “cheirosa e limpinha”, fui e cheia de tesão usando um chinelinho dela, rosa, bem feminino, quando voltei, ela havia deixado uma calcinha e um sutiã junto das botas sobre a cama e me disse para vestir tudo que já voltava.

Desde criança gostava de usar roupas e sapatos femininos, quando cresci não conseguia mais encontrar roupas que servisse em meu corpo, finalmente estava me vestindo com lingeries lindas e uma bota sexy. Ela voltou a quarto e viu que eu estava me admirando em frente ao espelho, olhou pra mim e disse: “ esta gostando da surpresa?” imediatamente respondi: “amando, adoro usar roupas femininas”, ela rindo me disse: “ posso ver que está nas nuvens, mas vou te mostrar que tudo pode ser melhor”.

Falando isso, chegou perto de mim e foi me beijando e dando ordens, e puxando para cama mandou que eu chupasse seu pau, prontamente fui descendo pelo seu corpo e puxando sua calcinha para baixo até que aquele mastro lindo saltou quase na minha cara. Era um pau lindo, grande e grosso, todo lisinho, imediatamente cai de boca, engolindo quase todo deixando bem babado, ela me pediu para fazer um 69, logo aceitei, pois era uma nova experiencia e queria descobrir como seria ser chupada enquanto estava chupando um pau lindo como aquele. Fui maravilhoso, fiquei muito excitado e estava quase gozando, pedi para ela parar de me chupar, ela parou e me disse: “eu paro, mas quero te comer.”

Assim me colocou de quatro, passou bastante lubrificante no meu anus e foi introduzindo seus dedos, assim que estava bem lubrificado, se posicionou atrás de mim e foi introduzindo seu pau gigante no meu cuzinho virgem. Assim que começou a forçar aquele mastro no meu rabinho, fui sentindo uma dorzinha e estava querendo pedir para parar, ela relaxou um pouco e começou a forçar novamente, ao pouquinho ela forçava e relaxava, até que sentir quando tive meu cuzinho invadido pela cabeça enorme do pau daquela morena linda, doeu, tentei sai mas ela me segurou na cintura disse: “fica quietinha minha putinha, logo logo teu cuzinho vai acostumar e não vai mais doer.” obedeci as ordens dela e realmente a dor foi sumindo, elas sabia comer um cuzinho, começou num movimento de vai e vem que foi ficando gostoso, cada vez sentia o pau dela indo mais fundo, até que senti ela atolando tudo no meu rabo, vi estrelas, e ela seguiu no movimento que foi ficando ainda mais gostoso, agora sentia seu corpo batendo no meu, e estava amando.

Estava bom demais e queria que ficasse melhor, então pedi para que ela me comesse de frango assado, estava louca para ver ela me comendo, prontamente fui atendida, ela ajeitou os travesseiros e pediu para que deitasse com eles sob meu quadril, ficando assim com minha bunda mais alta. Levantei meu pés usando as botas de salto alto com cano que vinha acima dos meus joelhos, ela segurando meus tornozelos foi colocando seu pau na entrada do meu cuzinho, como já estava arregaçada, entrou bem fácil, e ela foi bombando em mim com força, fazendo que gemer de tanto tesão, ela metendo em mim com cara de safada, com satisfação de me ver submissa, eu sendo uma putinha legitima estava em êxtase total amando ter aquela rola enorme dentro de mim.

Assim ela gozou dentro de mim, senti pau pulsar dentro de mim, sabia que estava em um caminho sem volta, agora estava com meu cu cheio de pora e louca para dar mais. Meu pau não ficava duro, ela viu que já não tinha um homem ali e sim uma mulherzinha sedenta de rola. A safada pegou um pau de borracha e foi metendo no meu cu que já estava arrombado mas ainda queria mais rola, ela não poupou meu rabo me fazendo gozar sem toca no meu pintinho, não podia mais chamar de pau, estava bem pequeno, e gozei dentro da calcinha sem volume algum.

Pedi para que ela deitasse comigo na cama para ficarmos um pouco abraçadinhas e ela veio deitando juntinha de mim e namoramos um pouco foi maravilhoso, ai fomo para o banho tive que lavar bem meu cuzinho que ainda tinha leite saindo, foi maravilhoso, ela me fez mulher, tirou meu cabaço e me descobri como fêmea sedenta de rola. Após o banho conversamos um pouco, tomamos um café e agradeci pela experiência maravilhosa, ela me disse que ficava feliz em me ajudar nessa descoberta. Foi assim que nos despedimos com um beijo e com a promessa de que nos encontraríamos outras vezes.

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 7 estrelas.
Incentive Karol.gassen a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil genérica

coragem ir com uma pessoa, principalmente de programa, sem conhecer aprocedencia sem camisinha, q bom q foi gostoso!

Tenho vontade, mas muito medo.

0 0
Foto de perfil genérica

Não tenha medo de ser feliz. Use todas as proteções que julgar melhor, eu procuro usar sempre. Mas tem coisas que a emoção deixa a razão de lado.

0 0