Novinha Inocente Submissa 4

Um conto erótico de July
Categoria: Heterossexual
Contém 2776 palavras
Data: 05/10/2023 14:09:29

Oii espero que estejam curtindo o conto, to tentando responder a todos no gmail tabom, quem tiver contos de escravos(a) sexual pode me mandar que eu adoro kkk

Bom pra quem nao leu os outros contos Me chamo July, 1,60 altura, 52kg, branca, cabelos claros, olhos castanho claros, seios medios redondinhos durinhos, bumbum durinho, (!6 idd) como narrado no conto anterior comecei a namorar com Lucas, um ano mais velho que eu, rapaz alto, corpo definido, sorriso lindo e que adorava jogar futebol e ta no meio da galera.

CONTINUANDO...

Leio aquela mensagem com gelo na barriga, e em seguida ja mando outra mensagem...

__O que você quer? Porfavor não fassa isso, voce vai acabar com minha vida, na escola e meus pais, porfavor voce quer dinheiro, eu falo com Lucas agente arruma porfavor só nos de um tempinho porfavor.

Demora uns 10 minutos e nada de mgm, eu fico assustada ja olhando nas redes sociais da escola e grupos para ver se nao foi postado nosso video, quando chega outra mgm.

__ Não quero dinheiro, ta acha do que passo fome sua puta? Vai hoje as 15 horas na escola e vai ate o ginásio vou te espera la.

Devido ao evento envolvendo as escolas, a parte da tarde nao tinha niguem as aulas da semana foram canceladas para todos participarem e so alguns dias tinha jogos atarde mais como era segunda e o inicio da competição inter-escolar, todos os jogos foram na parte da manha, so haveria jogos atarde apartir do segundo dia, eu li e ja fiquei muito aflita, precisava de alguma ajuda ou alguem pra me aconselhar e vejo outra mensagem chegando...

__ Lembrando putinha, vai sozinha, e não fale pra niguem, se alguem souber de qualquer coisa ou chegar alguem la, seu video vai sair ate na pagina do jornal, nem pense em comenta pro corno do seu namorado ate as 15.

Eu estava muito assustada, estomago embrulhando quase vomitei o remedio que tinha tomado para dor, meus pais chegaram eu estava no quarto, fizeram almoço e enquanto agente almoçava eles perguntaram sobre o evento falei que foi tudo otimo pena que perdemos o primeiro jogo mais nas outras competições tinha ido tudo bem, aproveitei e falei para minha mãe que iria na casa da Lívia encontra com Maria e Nicoly minhas colegas de sala para prepararmos algumas coisas para o evento de terça, ela disse que tudo bem, só para eu nao demorar vim embora, pq hoje era dia de reunião e meus pais chegariam um pouco mais tarde como de costumes a cada 15 dias eles tinham essas reuniões e chegavam por volta das 21:30 as 22, eu falei que estaria em casa antes de escurecer.

Meus pais voltaram pro trabalho as 14 e eu tomei um banho e passei uma pomada na minha bctinha e cuzinho porque doiam muito e coloquei um vestidinho soltinha e sem calsinha para não precionar meus orifícios que estavam bem doloridos, coloquei meu sutiã, vestido de alvinha simples mais bonitinho, azul claro com alguns corações rosas, sai de casa as 14:20 e fui devagar porque estava com dor e teria que rodear por outra rua para nao passar em frente a casa do meu namorado, fui meio disfarçando o andado e parecia que eu ia cometer um crime andava escondendo o rosto, com medo de aparecer do nada alguma amigas ou conhecido e me atrasar ou pior, querer ir comigo, mais enfim cheguei na escola.

Os portoes estavam encostados, pois o guarda sempre estava la e devido as eventos sempre tinha professores ou alguem indo a diretoria e secretaria, eu entrei nao tinha niguem no portão então ja rodiei pelo lado para que niguem me vesse e segui ate o ginasio que ficava depois do campo da escola, bem isolado no fundo da escola, cheguei la com gelo na barriga, e muito tremula, olhando para ver se via alguem, percebi a porta do vestiario entre aberta, e fui ate la devagar, e quando olhei para dentro estava la sentado, o Pedro, 18 anos, fazia o segundo ano por que ja tinha reprovado, pele parda, corpo definido, jogava bola tbm no time da sala dele que nao era a mesma do meu namorado, tirando que ele fazia academia, voz meio grossa, sorriso de malandro, tinha uma tatuagem no pescoço, cabelo escuro e olhos pretos, ele me olho e ja começou a dar aquela risada de malandro .

__HAHAHA então a putinha veio, e que bom que chego na hora certa, vem entra e fecha a porta porque agente tem que conversa e eu nao tenho muito tempo..

Entrei ainda com muito medo, e fechei a porta, nao tranquei so encostei, e me sentei proximo da porta e ja fui falando..

__Pedro porfavor, eu te imploro, apaga esse video, não mostra pra niguem porfavor..

Ele olhando e sorrindo meio que zuando minha cara, derrepente ele fecha a cara e fala com uma voz muito seria..

__Olha aqui putinha, não tenho culpa se voce quis vira cadelinha e dar a boceta na escola, agora é o seguinte, eu nem sei pq to falando contigo, ja deveria ter postado esse video em todo lugar, mais podemos conversar, se você tiver afim de fazer um acordo..

Eu olho pra ele com os olhos cheio de agua e ja falo..

__Eu quero porfavor não me exponha desse jeito porfavor..

Ele fala..

__ok então, mais vai ser o que eu quiser, e sem questionar ..

Eu falo que tudo bem, mais estava tão apavorada que jamais imaginaria que ele iria quere algo comigo, ele então olha pra mim e fala bem frio...

__Eu vo te comer, igual uma cadelinha, se voce topar eu prometo apagar o video e nunca fala pra niguem..

Eu olho assustada pra ele, so tinha ficado com meu namorado na vida, mais eu não via nem uma outra saida depois que ele olha pra mim com a frase "PEGAR OU LARGA E AGUENTA A CONSEQUENCIA"

Eu olho pra ele e digo tudo bem eu topo, mais promete que niguem vai saber porfavor..

Ele se levanta e diz "CLARO PUTINHA" e vai ate a porta e tranca ela, eu olho assustada, pq tinha dado no dia anterior e nem me recuperei e meu namorado me comeu de manha com muita força, eu estava toda dolorida ainda, imaginei que ele iria marca um dia e local, nao que seria ali, questionei com a voz meio tremula...

__Mais você quer agora.. quer dizer aqui.. eu não to muito..

Ele me enterrompeu com voz firme e cara meio feia.

__EU DISSE PEGAR OU LARGA...

Eu, olhei pra ele, assenei que sim com o rosto e abaixei a cabeça com os olhos cheio de agua, quando ele viro pra mim e ja disse pra eu me ajoelhar, e ficou de frente pra mim, mandou eu desabotoar sua bermuda gens, e chupar seu pau, enquanto isso ele tirou sua camisa e jogou sobre a cadeira, eu desci sua bermuda e vi um volume muito grande, os mesmo 19cm do meu namorado porem mais grosso e um pouquinho torto para esquerda quase reto, cabeça pontuda e meio roxa, segurei com minha mão e tava com um cheio bem forte, e babado, ele manda eu dar um bjo na cabeça, eu fasso isso e uma linha de baba se estica entre meus labios e seu pau, ele entao manda eu chupar "CHUPA ESSA ROLA VAI PUTINHA COM VONTADE, SABOREIA O SABOR QUE EU BATI UMA HOJE DEPOIS QUE VI VC DANDO IGUAL PUTINHA E NEM LAVEI O PAU ATE AGORA" Eu coloquei na boca o que tive que arreganha bem pois era bem grosso o pau do Pedron ele fica olhando com uma cara que me dava medo, ele segura minha cabeça com as suas mãos e diz:

__Olha pra mim putinha, fica olhando enquanto eu vo fuder sua boca, voce gosta é assim né, deixa eu te fala então, eu adoro assim....

Ele segura com força minha cabeça enquanto olho pra ele com os olhos cheios de agua e ele começa um movimento de vai e vem na minha boca no inicio devagar forçando pra entra o maximo do seu pau, quando sinto ele aperta muito minha cabeça e começar a soca com força com muita força, sinto as estocadas na minha garganta, começo a engasgar com seu pau, mais ele nao me deixa nem afasta um pouco a cabeça segurando com força entao soca na minha boca, muito rapido e com muita força eu fico ali ajoelhada com as mãos em suas coxas todas musculosas tentando segura um pouco o movimento de penetracao o que nao é feito com sucesso pois ele era bem mais forte que eu, fico a sua merce enquanto ele como a fala "TA GOSTANDO PUTINHA.. VOCE GOSTA QUE TE FODE NÉ... PUTINHA DA BOCA GOSTOSA.. TOMA... SABOREIE UM PAU DE VERDADE.."

Ele fica assim por uns 5 minutos, minha boca ja estava doendo de fica arreganhada, minha garganta pelas estocadas, quando ele segura firme e soca la no fundo me segurando por alguns segundos com o pau atolado na minha garganta, me fazendo perder o ar, meu rosto começa a ficar vermelho e começo me debater quando ele me solta de uma vez, e eu saio tossindo muito e voltando a respitar, com a boca toda babada.

Falo baixinho meio engasgada "Ja tabom pedro porfavor" ele olha pra mim e diz "Ta bom? Eu nem gozei ainda.." ele vem e me puxa pra me levantar, e me leva pro fundo do vestiario, me sentando sobre uma barra de cimento que servia de mesa no vestiario, ele pega meu vestido e joga pra cima e manda eu arreganha as pernas, olha e diz "Humm ja veio sem calcinha putinha" eu olho e digo e pq to com muita dor e ele ja me enterrompe " é eu sei, o tanto que tu deu hoje né hahaha, mais voce aguenta mais um pouco" eu chorando falo pra ele porfavor Pedro, nao faz isso eu nao aconsigo e ele diz "consegue sim, voce é putinha" ele passa os dedos na minha bocetinha e com os dedos ele abre ela e diz "NOSSAAA EU SABIA QUE VOCE CURTIA ISSO, OLHA ESSA BOCETA TODA MOLHADINHA CHEGA TA PINGANDO HAHAHA" É pessoal eu não explicar mais apesar da dor tudo aqui me deixava muito excitada.

Ele então enfia um dedo na minha bocetinha e fica ali alisando enquanto se masturba com a outra mão olhando e admirando minha bocetinha lisinha, ele se posiciona entre minha pernar e manda eu segura elas e não fazer barulho, ele começa passa o pauzao dele na portinha da minha bocetinha, e diz" Ela ta bem inchadinha, quero ver como ela vai ficar quando eu terminar" ele então posiciona a cabeça do pau na entradinha que tava toda molhada, olha pra mim e pergunta "ta pronta?" Antes que eu respondece qualquer coisa ele penetro em mim de uma vez seu pau entro quase todo eu arregalei os olhos e a boca soltando um HOOOOOO meio abafado para nao sair alto, ele segura em minhas pernar e continua forçando e seu pau vai entrando ate topar seu corpo no meu, eu fico sem ar, me sinto rasgada, era bem mais grosso que o do Lucas, ele então diz que ia começar, e começa um vai e vem no início devagar tirando quase todo pau devagar e socando tudo de uma vez, a cada socada eu soltava um gemido de dor HOOO HOOOOO HOOOO HOOOO HOOOO HOOOOIsso continuou por alguns minutos quando ele seguro forte minha cintura e começou a bombar com força, muito rapido, Eu estava babando, olhos pingando lagrimas e ele começo aperta meus ceios por cima do vestido, depois com uma mão ele puxo pra baixo quade arrebentando a alça do meu vestido e do sutiã e seguro firme nos meis ceios e aperto muito forte enquando fodia com força, eu so gemia de dor enquando era penetrada por aquele pau grosso, ele ja estava todo suado minha boceta doendo muito e bem molhada, ele tira o pau e me levanta vira de costa de brusso na mesa eu cospe no pau e sem fala nada começa a forçar contra meu cuzinho, eu começo a soltar um grito quando ele tapa minha boca falando" NÃO GRITA PUTINHA DO CARALHO" Seu vai invadindo o cuzinho que a poucas horas tinha perdido as pregas e sentido um pau pela primeira vez, ele penetra quase todo pau, pega minhas maos e dobra pra tras sobre minhas costas segura com força e com as pernas dele, ele arreganha as minhas e começa um vai e vem com muita força no meu cuzinho, eu fico ali com os olhos quase saltando pra fora, babando na mesa e soltando gemidos a cada estocada que ia fundo no meu cuzinho, HOOOO HOOO HOO HOOO ele fica ali fodendo e fodendo muito, parecia nao ter fim, parecia que ele nunca gozaria, ele vai fudendo e suado com força enquando ele fala "Tenho uma surpresa pra voce" e continua ate que percebo seus movimentos aumentarem eu quase demaio de tanta dor, enquanto minha bocetinha começa a escorrer aquela babinha de tesao, derrepente ele soca fundo, e com uma força que pareia que tinha feito um buraco dentro de mim, que iria me partir ao meio, e ele solta um gemido HAAAAAAAAA Enquanto seu pau solta jatos de porra no fundo do meu cuzinho, ele estica a mão puxa sua bolsa que tava proximo da mesa, e tira um negocio, que nao vejo o que é, e quando ele tira o pau de uma vez, ele coloca isso no meu cuzinho, e diz:

__Isso é um plug anal que comprei hoje antes de vim pra cá, você vai pra sua casa com ele, pro meu leite não sair do seu cuzinho, só vai tira na sua casa, em uma chamada de video pra eu ver, ai vou apagar seu video e esse assunto acaba aqui tabom?

Eu olho pra ele limpando a baba, e as lagrimas e falo segurando o choro " tabom" eu guardo meus ceios dentro do sutiã e ajeito o vestido, olho pro pau dele e percebo um pouco de sangue, pego papel higiênico e limpo minha vagina, ele percebe que esta toda babada e ainda fala rindo "VOCE É PUTINHA MESMO HAHAHA GOSTA DE LEVA FERRO COM FORÇA HAHAHA"

Eu nem olho pra ele so limpo e ajeito meu vestido, jogo os papeis no vaso e dou descarga, vejo ele pega sua mochila e seu celular que esta em pé na comoda e depois de vestir suas roupas ele abre a porta e ve que nao tem niguem como era esperado ate pelo horario, ja era 16:30, eu vou andando de vagar com muita dor na vagina e no cuzinho e ainda com aquele plug anal na minha bunda o que era muito desconfortavel e doia muito, saio devagar ele vai primeiro ate o portão e chama o guarda que sai atras dele para ver alguma coisa e eu aproveito para sair pelo portão e ir embora, chego em casa, 17:30 entro meus pais so chegariam as 21, bom que nao veriam meus olhos inchados de chorar, vou pro meu quarto e ja tem uma mgm do Pedro dizendo que esta aguardando, eu falo que cheguei fasso a chamada de video ele esta no quarto dele, sentado na cama, e fala vai tira ai pra mim ver que voce me obedeceu, eu coloco o celular sobreo travisseiro, sento na frente e abro as pernas e com um pouco de dor eu tira aquele plug o que faz escorrer a meleca da porra dele sobre meu vestido, ele fala "Isso ai putinha, parabens, aguento tudo e me obedeceu, vou apagar agora o video" entao ele vira o celular para uma tela de pc, e me mostra apagando o video do computar e da lixeira, e so diz "Não fale pra niguem vai ser nosso segredo, depois eu entro em contato contigo novamente" e desligo a chamada, eu fui tomar um banho o que adiar muito meus orifícios, minha garganta, meu maxilar, cololei meu vestido na maquina de lavar, passei pomada na vagina e no cuzinho e passei um gel de dor nos ceios que estavam meio roxos e doia muito, tomei remedio de dor novamente e fui dormi, fiquei pensando em tudo aqui e dormi com a bocetinha toda molhada lembrando do acontecido.

Continua....

Obg por lerem, deixem estrelinha, comente tbm, mande mgm no meu gmail, dica, fetiches, ou se quiserem so fala uma boa sacanagem kkk ate mais meu amores...

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 57 estrelas.
Incentive Rilzinho a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.
Foto de perfil genéricaRilzinhoContos: 11Seguidores: 37Seguindo: 17Mensagem Rillsiames@gmail.com podem manda mgm no gmail que eu respondo todos

Comentários

Foto de perfil de Oiapoque.AP

Olha eu lendo aqui mais uma vez minha safadinha gostosa, desejo melhoras dessa dengue... q vc fique curada logo uma gostosa dessa como vc não pode ficar parada e sem nos relatar suas deliciosas aventuras, estamos louco para sentir tesão e imaginar dominando vc também. Bjs na bct e no cu minha bb

0 0
Foto de perfil de slavezen

Continua por favor, seria diferente se ele não a chantageasse mais, q ela se descubra.

0 0
Foto de perfil genérica

Ola vou continuar, é que estou meio doente, peguei dengue, mais vo continuar em breve..

0 0
Foto de perfil de slavezen

lamento pela dengue, e desejo melhoras...que vc se recupere bem!!

0 0
Foto de perfil genérica

Já comi uma funcionário de onde eu prestava serviço, descobri que ela estava desviado $$$, fui umas 3x para o motel com ela, comia ela com força e depois deixei pra lá

1 0
Foto de perfil genérica

Eita que legal kkkk

Se fosse eu não seria legal deixa pra la podia continuar kkkkk

0 0