Carla - A corretora de imóveis que me encarou

Um conto erótico de Rogerio_37_SP
Categoria: Heterossexual
Contém 1142 palavras
Data: 31/10/2023 04:49:32

Bom dia leitores do CDC!

Para quem não leu meus contos anteriores

meu nome é Rogério, tenho 37 anos e sou de São Paulo. Sou descendente de japonês, tenho 1,76m, 71kg. Não sou sarado, porém tenho um corpo em forma por conta da corrida e musculação.

Sempre tive atração por mulheres mais maduras e como parte da minha sedução, meus encontros sempre são acompanhados de um jantar, almoço ou um café.....por conta desse meu estilo meus amigos me apelidaram de "Gastoso"( misto de gastador com gostoso) kkkk Decidi publicar alguns encontros reais que tive nesses últimos 2 anos.

Na verdade esse relato aconteceu hoje, foi tão doido que tive que relatar, não houve sexo....mas acho que em breve pode rolar algo.

Hoje por volta das 14hrs resolvi sair de casa e ir caminhando até o shopping Morumbi, ida e volta dá um total de ± uns 12km. Minhas roupas de treino/ccaminhada e corrida são um pouco coladas ao meu corpo, fazendo com que mostre um pouco a silhueta. Já disse acima, não sou sarado...mas tenho um corpo definido...então isso axaba rendendo alguns olhares de vez em quando, pior que até de gays🤦‍♂️. Por isso que muitas vezes saio só com roupa de treino, as vezes até em lugares que muita gente se produz para aparecer, estou lá de forma esportiva. Bom que os atendentes já até me conhecem, pois se não sou o único, devo ser um dos poucos que vai vestido dessa maneira. Kkkk

Na volta para casa, andando meio que pensando em algumas coisas estava passando próximo a uma padaria na região do Brooklin. Mudei de calçada para ver a placa de promoção do frango assado, pois passo em frente toda vez de carro mas não conseguia ver tudo. Foi nessa hora que eu estava passando em frente que cruzei com uma mulher morena, de mais ou menos uns 40~45 anos, ±1,65m e magrinha. Ela estava conversando com o manobrista do serviço de valet da padaria. Nessa hora que estava cruzando com ela, dei uma olhada e tomei uma "encarada" boa dela. Assim que percebi a encarada, ao invés de seguir reto, olhei para ela novamente que me seguia com seus olhos verdes, fui sentido a entrada da padaria e com leve gesto a chamei para entrar de volta. Peguei uma mesa que estava na janela e dava para ver a rua e o púlpito do valet. Quando olho não a vejo lá. Foi só eu virar em direção ao interior da padaria que vejo aquela bela mulher vindo em minha direção. Me levantei, nos apresentamos e a convidei para me acompanhar num café. Seu nome era Carla, disse que era corretora e estava pela região para prospectar novos clientes para um dos muitos empreendimentos que estão sendo lançados no bairro.

Falei a ela que fiquei impressionado com a fitada que ela me deu que não tinha como não voltar para conhecê-la, mas que não dava para fazer isso na feente do manobrista por isso fiz o sinal para que ela entrasse na padaria. Ela ficou feliz que eu a notei também e que a convidei para nos conhecermos. Enquanto conversávamos vi que ela tinha uma aliança no dedo e comentei. Ela disse que era casada, porém o casamento estava difícil e que só não pediu o divórcio porque sozinha e com 2 filhas pequenas não conseguiria se sustentar. Nossa conversa já mudou de rumo e dei algumas sugestões do que ela poderia fazer para aumentar um pouco sua renda. Como tenho um negócio pela internet, comentei que ela poderia começar com um baixo investimento e que se precisasse estaria disposto a ensinar algumas técnicas. O papo fluía bem. Enquanto ela conversava comigo, eu não parava de olhar seus olhos verdes e sua boca....acho que ela reparou em alguns momentos ou deve ter se sentido um pouco desconfortável pela atenção que eu dava a ela. Num determinado momento ela pediu licença para ir ao toilette. Assim que perdi ela de vista fui em direção ao toilette também e fiquei esperando Carla sair. Logo que ela abriu a porta eu estava ali de frente para ela e eu disse:

- Carla, me desculpa....mas com todo o respeito, mas estou encantado com seus olhos e com seu sorriso enquanto conversávamos.

Nisso Carla abriu um leve sorriso, como se estivesse envergonhada e eu percebendo isso resolvi colocar a mão em seu rosto de forma leve e a beijei.

Pronto, consegui o que eu queria. Carla entrou na minha sedução e ali ficamos um tempo nos beijando. Aproveitei e a segurei pela sua nuca e sua cintura...já não tinha volta, nessa hora arranquei os primeiros suspiros dela. Em alguns momentos dei uma resvalada de mão em sua bunda, que era linda....ainda mais usando usando uma calça de alfaiataria que estava justa em seu corpo. Ficamos um tempo assim e logo retornamos a mesa. Agora sentamos lado a lado e então pudemos nos tocar mais, de forma discreta. Eu alisava suas pernas e ela as minhas. Como eu estava de shorts ela vinha subindo sua maoem direção ao meu pau. Cheguei ao pé do seu ouvido e disse:

- Você está me deixando duro!

- Cuidado que vai ter que terminar o que começou. Rsrsrsrs

Nesse momento ela falou que adoraria, mas que não poderia hoje, pois teria que pegar as filhas na escola às 17hrs. Mas que podemos combinar algo na quarta ou na sexta, que são os dias da semana que ela está na região. Trocamos WhatsApp e como já estava no horário dela, resolvemos encerrar por hoje.

Enquanto eu pagava a conta, ela pegava a chave do seu carro com o manobrista. Assim que saí, acompanhei ela até o seu carro de forma discreta....mas assim que entramos na parte coberta, peguei-a pelo braço e a virei para dar mais um beijo bem gostoso. Que lábios aveludados essa mulher tem....fico imaginando ela fazendo um boquete, deve ser uma loucura.

Coloquei ela dentro do seu carro e cada um para o seu canto.

Assim que eu chego em casa vejo uma mensagem dela perguntando se eu cheguei bem. Falei que sim e que não parava de pensar nela. Ficamos conversando um pouco mais até as meninas saírem da escola. E já combinamos, quarta-feira na hora do almoço nos encontraremos para terminar aquilo que começamos.

Verdade ou não, ela me disse que nunca havia feito essa ousadia. Não acreditei, afinal quem teve a atitude foi ela de ter me dado aquela fitada. Mas Carla disse que está ansiosa para o encontro de quarta-feira. Veremos o que acontece. Rsrsrsrs

Vc mulher madura, solteira/casada e que quer viver novas experiências, ser bem tratada e receber prazer, me mande um email: robdantasmg@gmail.com lá podemos conversar e nos apresentar melhor. Espero o seu contato😘

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 14 estrelas.
Incentive Rogério_37_SP a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil genérica

Muito bom, esses encontros inesperados são ótimos. Dê uma lida nos meus contos acho que vai gostar. Parabéns 👏

0 0