O Filho da Minha Amiga

Um conto erótico de OlhaSóGreg
Categoria: Gay
Contém 829 palavras
Data: 27/10/2023 15:57:29

Eu sempre vi o Tiago como uma criança, já que temos 10 anos de diferença.

Mas numa certa noite, eu fui dormir na casa dessa minha amiga (a Júlia). E quando me deitei fui mexer num app de pegação.

Consegui marcar com um carinha. Ele era mais baixo que eu, moreno, o pau não passava dos 17cm, meio bombadinho e também tava afim de F1.

Já era mais de meia noite quando ele chegou. Eu precisava esperar todos dormirem, para então conseguir colocá-lo dentro da casa.

Ele avisou que estava na porta, fui até lá e atravessamos o corredor, até chegar no quintal, onde tinha uma churrasqueira, uma mesa de jogos e algumas mesas de bronzear.

Eu fiquei encostado numa bancada e ele de frente comigo. F1, e nem deu tempo de conversarmos muito, ele muito safado me colocou em pé de frente para pia, abriu minhas pernas, abaixou minha bermuda, lubrificou bem e me fodeu forte, mas controlando o som.

Mano, foi tipo assim. Uma das poucas vezes que um date de app deu muito certo.

Porém, na hora que ele estava metendo, a luz do quarto da vó acendeu, e é justamente o único quarto que tem janela virada pro quintal.

Nós saímos correndo e nos escondemos no corredor de trás. Custou um tempo mas todos voltaram a dormir.

Então voltamos pro lugar de antes, voltamos a transar, e mudamos de posição somente uma vez, que foi de frango na mesa de jogos, onde gozamos juntos, ele dentro de mim.

Depois disso foi coisa rápida, nos arrumamos, eu o levei até o portão e voltei pra deitar.

Daí então eu passei pela porta da cozinha, tranquei e fui para abrir a outra porta que dá acesso a sala. De repente uma mão me puxou pelo braço, segurou forte na minha bunda e apertou dizendo: "Ei, eu também quero".

Mano! Eu pensei em mil coisas em 1 segundo. As pernas gelarem é o que mais lembro sobre a sensação daquilo.

Como estava tudo apagado, e a casa tem uma arquitetura meio antiga, tava muito escuro e eu firme perguntei: "Quem é?".

Ficou um silencio, ele foi até o acendedor e ligou a luz. Quando vi nem acreditei. Era o Tiago. Filho mais velho da minha amiga, tinha só 19 anos, namorava com uma vizinha e tava ali na minha frente só de sunga preta, o pau duraço quase saindo pra fora, me olhando dentro dos olhos, com um sorriso de maníano real e disse: "E esse aqui você aguenta?".

Vou afirmar para vocês que estão lendo isso. Quem vê cara não vê pau!

O moleque tem 1,52m de altura. Branco, algumas tatuagens, barriga trincada, cílios grandes e olhos castanhos claro. Mas o pau... 23cm, bem grosso e do saco pesado.

Na verdade esse não foi o maior que eu já enfrentei, e arregar pra ele não dava.

Chamei ele para irmos pro mesmo lugar que eu estava com o outro do app. Ele disse que não, que lá dava para ouvir. Já vestindo a bermuda ele me chamou para irmos a praça, eu exclamei na hora que nunca!

Mas ele me convenceu que sabia um lugar, e que até já tinha comido a namorada dele lá. Inclusive tinha comido um dia antes.

Eu sou bem maleável quando o quesito é foder. E ele me passando aquele tesão todo, eu fui de boa.

Entramos juntos numa toceira de bambu, de um lado o cheiro não era muito agradável, mas do outro foi bem de boa. Mamei ele, engasguei pra caralho. Parecia ficar maior dentro da boca.

Na hora de meter, pensem... Ele com 1,52m de alura, e eu com 1,87m. Em pé rápidinha não tinha como. Eu coloquei as sandálias, me ajoelhei e ele veio por cima.

Senti deslizando até o talo. Ele ficou parado por um tempo, para mim foi até um tempo "longo", tanto que falei: "Pode foder".

Ele disse: "Certeza?"

Eu pensei que ele fosse meter e aumentar a velocidade aos poucos, né? Mas não, ele deu aquela estocada que na segunda eu fui para frente.

Falei com ele: "Ou, vai com calma, né?"

E ele: "Eu perguntei se você aguentava".

Respondi: "Você viu que entrou tudo né? Então eu aguento, mas vai com calma."

Ele: "Mas assim a Vitória aguenta, o resto eu tenho que fazer na buceta dela".

Eu: "Então você tenta diminuir um pouco e quando eu pedir pode socar sem dó".

Ele concordou e voltamos a posição. As estocadas ainda eram fortes, mas foi ficando bem gostoso, eu sentei nele um bom tempo, parecia que eu queria ele inteiro dentro de mim.

Quando ele gozou eu tava de 4, e ele por trás com o joelhos também no chão.

Na hora que ele tirou o pau de dentro, parecia que estava saindo um trem. Era grandão, grosso e pesado. Foi surreal.

Nós nos vestimos, voltamos para a casa e ele ainda disse que ia querer mais.

E teve rs

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 33 estrelas.
Incentive _QuetalGreg a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil de Bentinho#

Tem que fazer o passivo gozar primeiro pra ele ficar viciado na pica e nunca negar foda.

1 0
Foto de perfil de Jota_

E vc é especialista em fazer o cara gozar primeiro é??

Caraca essa fotinho aí me tirou dos eixos, vsf de novo hahaha

1 0
Foto de perfil genérica

NEM EM FILME DE FICÇÃO UM CARINHA DE 1,62M TEM 23 DE PAU. MAS CONTO É CONTO. MAS MÉDIA DO BRASILEIRO É ENTRE 14 E 17CM. RSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

1 0
Foto de perfil genérica

Tempo bom quando viado dava o cu e não opinião… cala boca porra do pq a média é 14 a 17 n pode existir maior ou menor? Sabe de porra nenhuma e quer pagar de especialista caralho. Bate punheta sucessão desgraça

4 0
Foto de perfil de Solepa

Morri de rir com "tempo bom em que viado dava o cu não opinião".

0 0
Foto de perfil de Jota_

Greg, você é maleável = você é um puto do kct hahaha. Tesão de relato, conta mais!

1 0