Chantageando uma esposa cristã Final

Um conto erótico de Gabriel Silva
Categoria: Grupal
Contém 8853 palavras
Data: 25/10/2023 20:17:50
Assuntos: Cadeia, Corno, Grupal, Milf, Puta

pessoal deixem o comentario de voces. para saber se gostaram do conto

em casa apos o banho de Rosi, depois que Rosi adormeceu profundamente, Gabriel foi tomar banho depois de colocar Kelly e Enzo na cama. Seu dia foi tão agitado que ele quase esqueceu sua descoberta recente. Ele se lembra depois de escovar os dentes e ver a lixeira. Seu sentimento é destruído novamente. Ele vê que Rosi está dormindo pacificamente e percebe que ela está muito cansada. Imediatamente sua mente dispara e começa a imaginar o que a fazia estar tão cansada. Ela nem se juntou a ele e Kelly para jantar ou disse oi. Ela foi para a cama imediatamente. Ela se encontrou com o Leandro Ela transou com ele de novo hoje é por isso que ela está tão cansada e esgotada? Ele pula na cama e pensa que lê a Bíblia para que sua mente não divague muito.

Após quinze minutos de leitura, ele se pega pensando e fantasiando sobre sua esposa e seu amante novamente. Ele fecha a Bíblia e a coloca na mesinha de cabeceira. Ele está imaginando Rosi sendo levada como um animal e ela está adorando isso. Ela está implorando a Leandro para usá-la e tratá-la como um pedaço de carne. Mal que ele saiba que não se enganou muito ali. Ele olha para Rosi e bate suavemente em seus braços. Nenhuma resposta. Bom, ele pensou consigo mesmo. Ele então puxou lentamente o cobertor do lado dela até o fundo da cama. Ele lentamente abriu ligeiramente as pernas dela sem acordá-la. Seu batimento cardíaco está acelerado a 160 quilômetros por hora a essa altura.

Ele ainda não sabe por que quer ver a buceta dela. Talvez porque ele não o veja há algum tempo, disse a si mesmo. À medida que o seu rosto se aproxima da buceta dela, ele sente um cheiro forte a mofo. É cheiro de sexo, muito sexo. Então é verdade, disse a si mesmo, isso não é mais imaginação ou suspeita dele. A mão dele treme tentando prender a calcinha dela para o lado sem atrapalhar seu sono.

Assim que ele pega uma pitada de sua roupa, ele lentamente a puxa para o lado. O que ele viu, ele não pode deixar de ver. Ele viu a boceta dela coberta com sêmen branco, ou esperma seco para ser mais preciso, e abriu-se com três dedos de largura. A sua buceta ainda estava a tentar ejetar o excesso de esperma do seu amante. Gabriel está chorando e se esforça para não fazer muito barulho chorando. Mas de repente ele percebeu que estava com uma ereção violenta. Ele não consegue tirar os olhos disso. Ele pega seu telefone e rapidamente tira uma foto da buceta usada dela. Ele puxa a calcinha dela novamente e puxa o cobertor. Ele rapidamente corre para o banheiro e abaixa as calças para ver seu pau totalmente ereto, pronto para explodir. Ele abre a foto no celular e começa a se masturbar. Ele agora sabe que o amante de Rosi não tem um pau grande, mas um pau enorme e enorme. Para a buceta dela ficar aberta horas depois da relação sexual, diz que o diâmetro dele é mais grosso do que o espaço que ele deixou na buceta dela. Sua boceta parece vermelha e inchada. Ela estava bem acostumada. Dois minutos depois, Gabriel soltou seu pau. Ele soltou quatro gotas, o dobro da quantidade de esperma que costuma produzir. Ele rapidamente se limpa e cai na cama. Ele não tem certeza do que está acontecendo com ele mesmo. Ele deveria estar com raiva e provavelmente não tinha mais o que fazer , mas não consegue explicar por que fica excitado toda vez que pensa em sua esposa sendo levada por Leandro . Ele está tão exausto com a intensa masturbação que adormece pouco depois.

Na manhã seguinte Gabriel acorda com Rosi já no banho. Ele pensou em preparar Kelly antes de Rosi terminar o banho. Assim que ele alimentou Kelly, Rosi desceu e beijou Kelly na testa com um sorriso. Ela nem olhou para Gabriel.

"Bom dia, querida" Gabriel disse.

"Bom dia" respondeu Rosi.

"Você tem um dia ocupado hoje? Pensei que você e eu poderíamos almoçar juntos?" Gabriel perguntou.

"Não, querido, estou ocupada com coisas do trabalho, olha, preciso ir. Vamos, querido, vamos para a escola, a mamãe vai se atrasar" Rosi disse a Kelly e Enzo.

Gabriel não queria chatear Rosie deixá-la ir. Gabriel tem outro plano hoje. Ele meio que sabe que Ros rejeitará sua oferta de sair para almoçar porque sabia que ela estava vendo Leandro na hora do almoço. Então Gabriel elaborou um plano para seguir Rosi com o recurso rastrear meu telefone em seu smartphone que estava conectado ao telefone dele. Eles fizeram isso com o dispositivo um do outro, caso se perdessem em uma de suas viagens juntos, muitos anos atrás.

Ele demora sabendo que Rosi precisa deixar Kelly na escola antes de ir para a casa de seu amante. Trinta minutos depois, ele pode vê-la pelo telefone saindo da escola de Kelly. Ele segue cuidadosamente os movimentos de Rosi em seu telefone. Ela entra na rodovia e fica lá por quinze minutos. Ela então sai e segue para oeste. Dez minutos depois, ela desce para um bairro e vira à direita em direção a casa de Leandro. De repente ela para em um endereço. Gabriel pensou que devia ser esse. Ele corre, pega a chave e vai para o carro. Ele pisa no acelerador e corre para ir até a posição GPS dela. Ele não consegue acreditar que Leandro mora neste bairro. Esse é um porto seguro para bandidos negros e traficantes.

Ao entrar no bairro, ele fica preocupado. Ele vê traficantes em cada esquina se reunindo e olhando para seu sofisticado Mercedes SUV. As casas estão tão degradadas e inabitáveis para a maioria. É uma favela. O GPS finalmente indica que ele chegou ao seu destino. Ele pode ver o carro de Rosi estacionado do lado de fora da casa. Para evitar suspeitas, Gabriel continua dirigindo por mais vinte metros e estaciona o carro em algum lugar seguro e longe da atenção.

Ele rapidamente desce do carro e caminha de volta para casa. Ele pula a cerca e se esgueira pela lateral. Ao chegar ao quintal, ele ouve um barulho vindo de uma janela voltada para o portão dos fundos. À medida que ele se aproxima da janela, o barulho fica mais claro. É um som de gemidos e gritos. Ele se mantém agachado para não ser visto. Assim que chega à janela, ele lentamente levanta a cabeça e espia para dentro. Mal ele sabe o que está prestes a ver. Quando ele espia pela janela, ele vê Rosi totalmente nua pulando no maior pau mais preto que ele já viu em sua vida.

... GRANDE... PAU... OHHH... SONHEI... SOBRE VOCÊ ÚLTIMA NOITE... PORRA... NUNCA ME DEIXE." Rosi gritou.

Seus seios estão saltando descontroladamente para cima e para baixo. O colar que ele comprou para ela balançava para cima e para baixo também. Seu corpo está brilhante por causa do suor. Seus olhos estão revirados como se ela estivesse em transe e possuída. Ela está realmente gostando do pau grosso dele dentro dela. Ela está na posição de cowgirl reversa.

Ele não consegue ter uma visão completa de Leandro porque está deitado na cama. Ele pode ver suas mãos apalpando um dos seios de Rosi.

Rosi então mudou de posição para se inclinar para trás e abrir mais as pernas no ar, dando ao pênis dele mais abertura para ela.

"OHH LEANDRO ... FODe-MEEEE... FODA-esta buceta CASADA? FORTE... ESTICA ESSA BUCETA... ENCHE COM A PORRA DESSE PAU... DEIXE MEU MARIDO SABER QUE NÃO POSSO MAIS SENTIR SEU PAU PEQUENO!!" Ela gritou novamente.

Ele então enfiou seu enorme pau preto em sua boceta aberta. Gabriel entenda agora o que aconteceu com a buceta de sua esposa. Sua boceta parece inchada e vermelha. Ela esfrega o clitóris com força enquanto ele dá poderosas estocadas para cima em sua boceta inchada.

FODA-SE ESSA BUCETA... PRECISO DESTE PAU DENTRO DE MIN SEMPRE... FODA-ME COM FORÇA... FODA-ME COMO UMA PROSTITUTA... FODA-ME VOCÊ É MEU DONO!!" Rosi implorou.

Com isso, Leandro sinaliza para ela ir de quatro. Ela então assume sua posição e implora que ele transe com ela rapidamente.

"Vamos, ... por favor, coloque esse pau de volta dentro de novo" Rosi implorou.

Quando Leandro se levanta, os olhos de Gabriel estavam bem abertos. Ele viu O tamanho do Pau de Leandro. Ele está tão em estado de choque que não sabe como reagir. Seu pau já estava duro antes mesmo de ele chegar lá. Ele agora consegue ver todo o comprimento do seu pau. Seu pau tem orgulhosos 30 centímetros ", fortes e cheios de veias. Seu diâmetro é como uma lata de Coca-Cola. Não é surpresa que a boceta de Rosi esteja do jeito que parece.

Ele não conseguia acreditar no que via. Sua linda, inteligente, sexy e devota esposa cristã está deixando não apenas um estranho transar com ela, mas também um homem negro. E não apenas um negro normal, um adolescente negro. Ele tinha uma sensação mista de enjoo, ciúme, mas principalmente excitado pelo fato de que sua Rosi parecia tão grotesca com um pau anormalmente grande.

"DESTRUA MINHA BUCETA CASADA... FODA-ME DURO... MAIS... ISSO ... ISSO !!" Ela gritou.

Rosi agora parecia uma mulher possuída. Seus olhos reviraram, perdendo a consciência. Leandro puxa o cabelo para trás com força e fode com mais força. Isso a deixou louca e quando ele puxou, ela esguichou uma fonte de sua buceta. Algo que Gabriel sabia que nunca aconteceria com ela quando ela estava com ele.

"MAISSSS FORTEEEEE!!" Ros grita tendo um grande orgasmo.

Leandro bate seu pau em sua boceta novamente antes que ela interrompa seu transe.

FODA-ME COMO UM ANIMALLLL... SOU SUA PROSTITUTA... USE MEEEEE ABUSE DA MINHA BUCETA!!" Ela implorou.

Isso continua por mais meia hora e finalmente o que ela diz deixou Gabriel chocada.

"FODE SUA PUTA CASADA... COLOQUE ESSA PORRA EM MIN... EU QUERO SUA GOZADA!! Rosi implorou.

"VOCÊ QUER MINHA PORRA? HUH? PEGUE ISSO, PEGUE ISSO, SUA PROSTITUTA CASADA IMUNDA... TENHA MEU BEBÊ NEGRO SPLRRTTT... SPLRRTTT... SPLRRTTT... SPLRRTTT... SPLRRTTT... SPLRRTTT... SPLRRTTT. .. SPLRRTTT... SPLRRTTT... SPLRRTTT!!" Grunhidos baixinhos.

"SIM... SIM... CONTINUE Rosi gritou recebendo ondas de esperma de seu amante.

Neste exato minuto, Gabriel também explodiu deixando cair quatro gotinhas em sua própria mão e algumas em seus sapatos. Enquanto Leandro tirava seu pau semiduro de sua boceta bem usada, ela se virou e começou a lamber e chupar seu pau. Parecia que ela estava limpando o pau dele para ele.

"Obrigada, querido... com certeza com a quantidade de esperma que você colocou dentro de mim e vai colocar dentro de mim nas próximas semanas, com certeza estarei grávida em pouco tempo" disse Rosi enquanto sorria para ele.

"Sim... mal posso esperar para ver sua barriga inchando com meus bebês. Quero ver a expressão no rosto do seu marido quando ele o descobrir" riu.

"Estou com fome, querida, por que você não me faz um sanduíche?", Perguntou Leandro.

"Tudo bem-querido... espere aqui, quando eu voltar, vou precisar daquele pau grande e duro dentro de mim de novo.

Ela saiu da cama nua em direção à cozinha. Sua bunda e pernas sexy balançavam no corredor. A Buceta dela ainda estava a pingar com o seu esperma, deixando gotas no tapete.

Gabriel sentou-se debaixo da janela com a mão em volta do pau molhado e mole. Ele começou a chorar. Ele se sentiu tão enojado por se masturbar olhando para sua esposa sendo fodida. Ele rapidamente fugiu e começou a dirigir para casa. Ele decidiu que iria confrontar Rosi sobre isso. Ele dirá a ela para parar de vê-lo pois faltava bem pouco para a última parcela. Ele até considerará criar seu bebê se ela ficar grávida. Isso é o quão longe ele estava disposto a ir desde que ela parasse de vê-lo, ele pensou consigo mesmo.

Rosi voltou para a sala com um sanduíche de presunto no prato. Ela subiu na cama dele e deu para Leandro. Ela então se posicionou embaixo dele e agarrou seu pau semiduro. Seu pau preto estava coberto com seu esperma. Ela lambeu e guiou seu pênis preto em sua boca. Leandro grunhiu levemente, dando-lhe uma aprovação. Ele mastigava o sanduíche de presunto enquanto Rosi mastigava sua anaconda preta.

Leandro viu Rosi lambendo seu pau preto e teve uma ideia. Ele disse-lhe que queria que ela comesse o seu sanduíche coberto com o seu esperma. Ela sorriu e apenas acenou com a cabeça, sem deixar seu pau preto sair de sua boca.

Ela continuou chupando-o por mais vinte minutos e ele finalmente quase gozou. Ele sinalizou para ela sair do caminho. Ele se levantou, segurou o sanduíche com a mão esquerda na frente do pênis e acariciou-o com a direita. Ele gozou quase imediatamente soltando esperma grosso dentro do sanduíche. O sanduíche agora está encharcado de esperma. Ele colocou o sanduíche de volta no prato e entregou a ela.

Rosi sorriu e babou olhando o sanduíche. A essa altura, ela já desenvolveu um apetite pelo esperma almiscarado e espesso de Leandro. Ela deu uma mordida no sanduíche.

"Mmmmm... mmmmm... ohhh... muuuito gostoso... tão delicioso... assim como um sanduíche de presunto e queijo de cabra" Ros riu e comentou enquanto consumia avidamente o sanduíche encharcado de porra.

A boca e os lábios de Rosi estão cobertos com seu esperma grosso.

"Olhar para você me deixando duro de novo, querida", disse Leandro.

"abra as pernas para mim" Ele instruiu.

"Ohhh.vamos lá... eu preciso daquele grande pau preto dentro de mim de novo" implorou Rosi.

"Prazer meu amor... vou rasgar essa boceta bem" Ele respondeu.

"Ohhh... confie em mim, querido... você passou rasgando-a. Você abriu minha boceta casada" ela riu.

"Sua puta casada... me diga o que você precisa... me diga o que sua bucetinha casada está desejando!!" Ele brincou.

"OHHHH... MINHA BUCETA ESTÁ COM DESEJO DE UM GRANDE PAU PRETO... PRECISAVA DE UM HOMEM DE VERDADE PARA ME FODER... PARA ME POSSUIR... VOCÊ ME FAZ SENTIR COMO UMA MULHER... MEU CORPO PERTENCE A VOCÊ PARA SEMPRERR " Rosi gemeu.

"Atta garota... é isso que eu gosto de ouvir... boa garota... você está disposta a trocar sua bela casa luxuosa, sua bela família, sua igreja e seu patético marido pelo meu pau?" Ele a testou.

"SIM... SIM... FAÇO QUALQUER COISA... QUALQUER COISA, BEBÊ... QUALQUER COISA PARA VOCÊ... QUALQUER COISA PARA SER FODIDA POR VOCÊ TODOS OS DIAS" Ela confessou.

" Rosi gozou. Como sempre, seu corpo ficou espasmódico e tremia como se estivesse em transe.

"Eu não acredito em você... eu não acho que você ame tanto meu pau para deixar tudo isso para trás" Leandro a desafiou enquanto a fodia forte e profundamente. Rosi abriu bem as pernas agora para permitir que seu adolescente preto atacasse sua boceta casada.

"OHHH DEUS... AHHH DEUS... VOU DEIXAR MINHA FAMÍLIA POR VOCÊ, DEIXAREI TUDO POR VOCÊ, NÃO ME IMPORTO O QUE MEUS AMIGOS DA IGREJA VÃO DIZER... NÃO ME IMPORTO O QUE MEU PASTOR VAI DIZER... . ESPECIALMENTE NÃO DÁ A MÍNIMA PARA O QUE Gabriel VAI DIZER... QUERO QUE VOCÊ ME BATA UPPPP!!!! MOSTRE À MINHA IGREJA QUE FUI DOMINADA POR Um NEGRO MAGNÍFICO... E EU FARIA TUDO DE NOVO SE FOR PRECISO!!" Rosi gritou de prazer.

Leandro riu aprovando seu compromisso com ele.

"Diga-me o quanto você quer meu bebê!!" Ele disse a ela.

"DEUS... POR FAVOR... ME DÁ ESSA GOZADA... ME DÁ ESSA GOZADA NEGRO... QUERO ESSE ESPERMA NEGRO... ENCHA MEU VENTRE COM ESSA GOZADA!! FAÇA MINHA BARRIGA INCHA COM SEU BEBÊ!! ... CARREGAREI SEU BEBÊ TODOS OS NOVE MESES... NOSSOS BEBÊS SERÃO LINDOS!!" Rosi gritou e gemeu de prazer.

Com isso, Leandro acelerou e fodeu-a com mais força do que antes. A cama rangeu e bateu na parede criando fortes pancadas. Rosi tentou abraçar a força louca de Leandro. Ela estava segurando a cabeceira da cama enquanto ele fodia. Ele finalmente gozou dentro dela não muito depois disso.

Leandro tirou seu pau coberto de esperma de sua boceta. Sua boceta jorrou escorrendo esperma grosso para a cama.

"Olha essa buceta inchada!" Leandro riu.

"Ohhh... amor... olha só... eu não conseguia mais reconhecer... parecia tão... tão... destruída... ohhh... tanta porra" Rosi disse sorrindo enquanto esfrega sua boceta encharcada de esperma. Ela espalhou o esperma por toda a sua boceta. Sua boceta parecia bagunçada. Seus pelos pubianos estavam emaranhados de suor e esperma.

"Obrigada, querido" Rosi sorriu. Eles foderam mais algumas vezes depois disso. Cada vez ele se certificava de bombear seu esperma dentro do ventre de Rosi.

"Desculpe, querido..., mas eu tenho que ir buscar Kelly na escola dela... vejo você amanhã de novo, querido?" Ela perguntou esperando que ele dissesse sim por algum motivo. Ela sabia a resposta para isso. Mas ela simplesmente conseguiu ouvir.

"Sim, claro" Ele respondeu.

"Ok querido... até amanhã" Rosi respondeu dando-lhe um beijo de despedida.

Ela correu para a escola de Kelly. Ela já estava meia hora atrasada por causa da sessão de foda. Assim que chegou em casa, ficou surpresa ao ver o carro de Gabriel na garagem. Ela colocou Kelly para tomar banho viu como estava Enzo e preparou o jantar.

Gabriel não disse oi para Rosi como se estivesse tentando evitá-la Rosi notou o tratamento silencioso. Gabriel tentou reunir coragem para confrontar Rosi sobre o que viu, mas simplesmente não conseguiu enquanto Enzo e Kelly estava em casa. Ele não queria que ela os visse brigando. Então ele decidiu esperar até o momento certo.

Rosi Depois de colocar Kelly na cama, ela foi tomar banho e puxou a calcinha encharcada de esperma para baixo. Sua boceta estava cheia de esperma seco. O esperma do Leandro ainda está pingando. Ela sorriu, não demorará muito até que ela carregue seus filhos.

Ultimamente, porém, ele exigiu que eu preparasse o jantar e lavasse sua roupa suja para ele antes de sair, porque ele acha que é rude da minha parte ir embora depois que ele me dá uma boa foda, faz sentido, pensei. Às vezes eu ficava deitado nu no sofá sujo dele, chupando seu pau enquanto ele assistia futebol na TV com a cerveja na mão. Várias vezes ele fala ao telefone com os amigos enquanto me fode e assiste TV. Eu era como sua boneca ambulante. Não há como negar que seus amigos podem ouvir meus gritos de prazer como pano de fundo. Às vezes, eles até falam sobre mim e riem de como uma dona de casa suburbana normal, frequentadora de igreja como eu, pode se transformar em uma prostituta que ama um cara faminto por porra.

Ontem ele me levou a um estúdio de tatuagem e me pediu para tatuar “Apenas Paus Negros” acima dos meus pelos pubianos com uma seta para baixo apontando para minha boceta. Ele também tatuou acima da minha bunda “Propriedade de negros”. Fiquei hesitante no começo, mas gostei muito do resultado final. Eu me senti possuída. Mal posso esperar para ver o rosto de Gabriel se ele descobrir, não que ele já tenha me visto nua, já que evitei qualquer coisa que levasse a sexo com ele. O tatuador também é negro, amigo de Leandro, então fiz pela metade do preço. Sim, tive que pagar por isso.

Sexta à tarde, depois da nosso habitual "foda da tarde" ele me disse que tinha uma surpresa para mim e disse que minha bucetinha vai adorar ele por isso. Ele me pediu para tirar folga do trabalho na segunda-feira e ir vê-lo. Domingo foi o dia mais longo da minha vida. Eu não conseguia me concentrar e tudo que conseguia pensar quando estava na igreja no domingo era querer saber.

Na segunda-feira, eu estava animada. Ele me pediu para usar algo sexy, então usei uma lingerie preta sexy e salto alto. Fiquei tão animada. A essa altura, Gabriel já saiu de casa para trabalhar. Finalmente cheguei à casa dele. Quando bati na porta, ele me deixou entrar e meu queixo quase caiu, pois havia outros 6 garotos negros, todos da idade dele, sentados na sala, todos nus. Eles estavam todos fumando e bebendo. A sala estava cheia de fumaça. Seus olhos olhavam para mim como se não tivessem visto mulheres durante toda a vida. Todos eles apenas acenaram para mim.

Leandro quebrou o silêncio "já falei, manos, ela é gostosa e fodível!"

Um Rapaz disse "uau... nunca vi ninguém assim, mano, muito gostosa. Então, amor... ouvi dizer que você gosta de carne preta, hein ??" Todos começaram a rir.

Outro cara disse "vem aqui, querida... deixa eu te dar um pouco dessa carne preta... você nunca mais vai rastejar até o seu marido para satisfazer esta bucetinha safada que você tem..."

Fiquei envergonhada.

Leandro me apresentou um por um. No sentido horário, Rafael, Fabio, Júlio, Leonardo, Vitor e Jaime. Todos eles têm uma aparência em comum: garotos, grandes, bonitos, pretos... paus enormes e grandes. Eles ficaram duros imediatamente depois que entrei em casa.

"agora Rosi, estes são meus manos, eu compartilhei tudo com eles... agora esta é minha surpresa para você... aproveite esses galos pretos f porque você vai ter uma surpresa." Leandro disse.

Rapidamente me despi e deixei minha lingerie com salto alto. Eles estavam todos comemorando quando viram minha tatuagem.

"Ela gosta muito de preto, mano...!! Não acredito !!!" Leonardo elogiou Leandro por seu trabalho transformando uma dona de casa fiel em uma prostituta.

"sim...em breve ela estará criando meus bebês!!" acrescentou.

“Quero ver a cara do marido dela depois de hoje e com essa tatuagem, vou morrer e dar minha alma para ver isso!!”

Todos eles começaram a rir.

Eu me senti traído e com raiva por ele me compartilhar com seus amigos. Eu pensei que era especial para ele, então pensei. Mas não querendo fazê-lo perder prestígio, acompanhei seu jogo.

Comecei a chupar o Rafael porque ele era o mais próximo de mim. Eu estava ajoelhado no chão enquanto ele estava sentado no sofá. um outro estava brincando e dedilhando os lábios molhados da minha boceta através da minha lingerie. Fabio levantou-se e sentou-se ao lado de Rafael, então eu meio que alternei chupando e acariciando seus pênis. Todos eles compartilham o mesmo sabor e cheiro almiscarado. Olhei nos olhos deles pedindo aprovação. Agora sou uma chupadora de pau treinada e intencionalmente tentei me amordaçar apenas para seu prazer. De vez em quando eu lambia e limpava suas bolas suadas.

Neste momento eu vi que Leandro estava filmando todo o ato. Eu não poderia mais ser descuidada. agora, minha boceta está agitada e dolorida por uma forte surra. Comecei a mudar minha mentalidade, comecei a gostar da surpresa dele. Na verdade, eu agradeci a ele por isso.

Logo, um deles puxa minha lingerie até o joelho para que minha boceta fique bem aberta como ponto de entrada. Ele enfiou seu grande pau duro dentro de mim e eu gemi alto. Ele deixou minha calcinha lá propositalmente para que eu não pudesse separar minhas pernas uma da outra.

"Ohhhhhhhh... porra... é tão grande..." Eu grito enquanto viro minha cabeça para trás em direção a ele.

Ele é como um homem possuído, agarrou meus quadris e me puxou mais fundo e bateu contra seu grande pau preto. Eu vim naquele exato segundo. Rafael e Fabio exigiram minha atenção, puxaram meu cabelo e começaram a foder minha boca novamente.

ele agarrou meus pulsos e puxou meus dois braços e usou-os como uma embreagem para aumentar o impacto. Eu estava no céu, pensei. A ideia de servir esses negros jovens e imerecidos me excita. Sabendo também o fato de que existem homens de sucesso muito mais atraentes por aí que me serviriam, mas eu escolhi esses garotos? É tão excitante.

Júlio e Leonardo vieram até mim e brincaram com meus peitos, apertando, beliscando-os para me deixar louca e meus mamilos duros. Vitor estava acariciando seu pau se preparando para tomar o lugar de outro assim que ele gozasse.

"Ohhh... estou gozando... é uma pena que estou de camisinha.

Eu puxei minha boca do pau de Rafael e disse "sim. ah, sim, só Leandro pode me comer sem camisinha... você me fodeu tão bem... goze dentro da minha boca... hoje eu sou sua puta, faça o que quiser... você pode goze onde você quiser..." eu gritei.

"você é uma prostituta casada e suja ... você gosta disso? É? Ser tratada como uma prostituta? Depois de ficar com um negro, você nunca mais poderá voltar atrás", exclamou ele.

"ohhhh... sim... sim, eu quero... muito... sim, ... foda minha buceta... assim mesmo... é o seu buraco de foda... por favor, foda meu buraco de foda muito difícil...!!" Comecei a gozar em seu pau.

com isso, ele veio esguicho após esguicho, no momento em que ele puxou seu esperma estava pingando na parte interna da camisinha, Vitor rapidamente assumiu sua posição e me fodeu com força novamente. Rafael e Fabio entraram na minha boca. O esperma quente escorregou pela minha garganta e eu coloquei tanto na boca que transbordou e criou bolhas de esperma e fios de esperma quente pendurados no meu queixo. Eles adoraram a visão. Leandro também tinha isso na câmera de vídeo.

Leandro não conseguiu evitar, aparentemente ele estava se masturbando enquanto gravava tudo, ele atirou seu esperma no meu rosto. Foi tanta carga que quase cobriu meu rosto.

Finalmente fomos para o quarto de Leandro. Júlio e Leonardo me foderam simultaneamente com minhas pernas abertas no ar. agora, só tenho os calcanhares que sobram de mim.

"ooohhh...ahhhh...foda-me com aqueles grandes paus pretos...é tão bom...ohhh sim...difícil...eu quero forte...!!" Eu gritei de prazer.

Leonardo começou a meter e foi aumentando o ritmo e perguntou “me diga o que você quer?” ainda mantendo suas investidas rápidas e fortes.

"Eu quero que você fode meu CUUUU. neste momento Leandro mira a entrada do buraco anal de Rosi pela primeira vez e começa a colocar lentamente seu enorme pau para dentro do pequeno orifício de Rosi. Leandro começou com estocadas fortes até que seu pau estava na metade, porém ele decidiu não forçar muito pois seria a primeira foda anal de Rosi.

após passar cerca de 10 minutos fodendo o cu de Rosi Leandro não consegue mais controlar tendo seu pau apertado pela virgem anus de Rosi e diz.

... acho que vou te dar meu esperma." exclamou Leonardo. Com isso, ele atirou seu gozo no de Rosi deixando cheio de esperma.

"ahhhh...obrigado Leonardo....atire seu esperma quente dentro do meu cu...faça-me sua" eu gritei enquanto o segurava com força.

Depois que Leonardo terminou, Júlio me indicou para montá-lo. Eu monto nele como nunca antes, me fodi muito porque estava em êxtase com todos esses paus de tamanho decente na minha buceta e agora também em meu cu sem parar. Eu simplesmente não consigo o suficiente. Ele logo mudou a posição para cachorrinho, puxou meu cabelo e me fodeu na buceta e Vitor no meu cu com força como se não houvesse amanhã. Minhas mãos, ambas estavam nas cabeceiras da cama, agora a cama está rangendo e fazendo muito barulho com a nossa foda brutal. Eu estava gemendo de tanto prazer e gozei repetidas vezes. De repente, o telefone tocou. Pelo toque eu sabia que era Gabriel, meu marido.

Júlio continuou e perguntou "quem é?"

"ooohh...aahhh...oooohhhh meu...meu...marido...por favor...não...pare...baby...estou quase lá.... foda-me com força... foda-se minha buceta casada com força... estou te implorando, não pare!" Eu implorei.

Ele continuou. O telefone também continua tocando e para de repente. Aparentemente, sem eu saber, eles pegaram meu telefone e apertaram o botão 'atender'. Meu marido podia ouvir todos os gemidos e barulho entre a cama batendo na parede e os meninos torcendo ao fundo.

Os caras desligaram o telefone depois disso e no fundo eles estavam gritando e cortejando e fazendo piadas sobre meu marido ter enlouquecido e entrado em pânico ao me ouvir sendo fodida no fundo. Como eu disse, só soube disso mais tarde.

Se ao menos Gabriel soubesse o que sua esposa está fazendo agora. Eu refleti para mim mesmo. Atendendo 6 homens negros em uma casa.

Não muito depois disso, Júlio foi u último a gozar. Então rapidamente pedi permissão para enviar uma mensagem ao meu marido informando que chegarei em casa tarde esta noite. Então não espere por mim. Enviei a mensagem e desliguei meu telefone novamente.

após meia hora de descanso A foda e a humilhação continuam naquela noite. Eles entraram na minha boceta pelo menos duas vezes naquele dia e pelo menos uma vez na minha boca ou no meu cu. No final, ao redor da borda do meu cu havia esperma branco fosco que secou com o ar exposto. Meu rosto estava coberto de fedor de esperma. Meu cabelo também ficou preso com gozadas feitas hoje cedo.

Eu estava tão exausto e eles me pediram para completar a surpresa. Eu não conseguia acreditar, isso nunca acaba. Eles querem que eu volte para casa exatamente como estou e reproduza para meu marido o vídeo que Leandro fez. Como grande final, Leandro quer que meu marido marque um encontro e converse com ele porque a partir de agora as coisas vão começar a mudar principalmente na casa segundo ele. Eu me pergunto o que pode ser isso?

Depois que terminaram naquela noite, eles me deram o vídeo intitulado Rosi, a prostituta casada para Paus pretos. Eles não me deixaram tomar banho ou me limpar. Disseram-me que sou propriedade desses negros e devo obedecê-los. Eles me forçaram a mostrar o vídeo para Gabriel e disseram a ele o quanto eu gostava de ser fodida e tratada como uma prostituta suja. Além disso, a partir de agora, eles podem decidir com quem eu vou foder e, obviamente, apenas com homens negros, dos quais não tenho o que reclamar e que pague bem. pois é Leandro cobrou uma boa quantia de cada um por isso.

Eu também deveria dizer ao meu marido que Leandro precisa conversar em particular, de homem para homem, ele disse. Então, assim que cheguei em casa, abri a porta e lá estava ele, dormindo no sofá da sala. Caminhei lentamente até a mesa de centro ao lado dele e coloquei o vídeo. Subi as escadas e tomei um bom banho quente, estava tão exausta, mas minha boceta parecia tão vazia. Deus, eu não conseguia acreditar que aqueles homens negros realmente me tornaram uma viciada naqueles paus pretos. O cheiro, os sabores, a circunferência e, finalmente, o tamanho. Sequei-me, enrolei-me numa toalha e tive vontade de tomar um belo chá quente e fui para a cama. Desci as escadas e ouvi um barulho vindo da sala, ouvi uma garota gemendo e gritando ao longe, entrei furtivamente na sala e encontrei Gabriel assistindo meu vídeo. Ele estava chorando, mas eu vi uma de suas mãos nas calças masturbando seu pau furiosamente, pensei, então decidi não tomar aquele chá e fui para a cama. Na manhã seguinte, encontrei Gabriel sentado ao meu lado, ao lado da cama. Ele me disse que viu tudo e me perguntou por quê. Eu disse que não há explicação, esses homens são muito mais superior em qualquer aspecto e me trataram como sua mulher. Ainda amo ele e nosso filho, mas disse que tenho minhas necessidades. Ele estava chorando e eu disse a ele que, Leandro, quer falar com ele. Ele perguntou do que se tratava e eu disse que não sei. Naquele dia fui ao escritório e Leandro me ligou novamente e me pediu para descer até o porão, na sala do zelador.

Peguei um elevador e desci as escadas, estava escuro e fedorento. Bati na porta e Leandro abriu a porta. Ele rapidamente me beijou e agarrou minha bunda. Nós nos beijamos por um tempo e sem ele pedir eu me ajoelhei e chupei seu pau. Ele fodeu minha boca com tanta força que posso sentir metade de seu pau na minha garganta. Toda saliva misturada com pré-sêmen escorrendo vigorosamente pelo canto da minha boca e lábios. Deixando um líquido pegajoso no meu queixo e manchando minha blusa e calças caras. Ele puxou seu pau para fora e me fez curvar segurando um rack e me pediu para puxar minhas calças e deixar meu fio-dental em volta do meu tornozelo com meus saltos altos. Ele não perdeu tempo, inserindo seu pau gigante dentro da minha boceta.

"OOHHHH...delícia...!!" Eu gritei.

"Você gosta disso, Rosi? Forte e rápido...algo que seu marido não pode fazê-lo brincou.

"OOOH...AAHHHH...SIM...SIM..." nesse momento ele me fodeu com toda velocidade e comprimento total de seu pau ". Suas bolas estavam batendo contra meu clitóris.

"hoje tudo vai mudar, amor... vou sentar e conversar com seu marido covarde e esclarecer tudo para você... vou dizer a ele que você é minha agora... essa é minha buceta... ele não pode chegue mais perto disso... e você terá que começar a ter bebês negros...", afirmou.

"SIM, Leandro ... qualquer coisa que você disser... eu sou sua... minha buceta pertence a você e só a você... eu só vou foder homens negros e só se você aprovar... OOHH... AAHHHHH. . NÃO...PARE...DE FODER...EU...COMO...UM PRÓXIMO...SIM...SIM...Gemi de prazer.

"Bom... chega de anticoncepcionais, pílulas e camisinhas, vai fazer você ter bebês negros todo ano... heheheh... e você tem que dizer ao seu marido rico que ele está pagando por todos eles hahaha...!! " ele disse.

"AHHH...AHHH...AAAHHHHH...SIM...EU... QUERO... SEUS BEBÊS...EU QUERO... BEBÊS DE VERDADE... DE... HOMEM DE VERDADE...OHHHH Leandro ... ME FODA MAIS FORTE SIM SIM SIM... ." com isso eu gozei com muita força e ele também até meu ventre fértil.

Depois disso, ele levantou as calças, afivelou o cinto e saiu. Como sempre, disseram-me para não limpar e voltei para o meu escritório. Às 17h, Leandro me esperou na frente do prédio e me levou em seu carro para ver meu marido. Quando chegamos lá, meu marido abriu a porta. Leandro me pegou pela mão e me sentei ao lado dele na sala. Eu me senti muito orgulhoso naquela época. Leandro abriu a conversa.

"Olha, amigo, vou pagou tudo que devia, eu presumi que você já tivesse visto o que fizemos com sua esposa. Rosi me disse que você tem um problema no departamento de ferramentas. Eu simplesmente resolvi esse problema para você. Você deveria estar grato a mim e aos meus amigos." Ele disse.

"Mas... e quanto a... err... quero dizer..." Gabriel gaguejou tentando explicar, mas estava com muito medo da aspereza de Leandro.

Leandro o interrompeu.

"Gabriel...de agora em diante vai ser diferente. Rosi é oficialmente minha propriedade, essa é minha buceta agora, ela pertence a mim e a bunda dela, seus peitos e sua boca estão fora dos limites. Se você for legal, vou fazer você assistir e se masturbar enquanto eu ou os meninos transamos com ela. Em segundo lugar, ela será criada por mim e pelos meninos a partir de hoje. Ela criará bebês negros e você, meu amigo carregado, tem que cumprir sua obrigação para apoiar esses bebês!!" Ele demandou.

"Rosi ainda pode ficar em casa e cuidar de sua filha, mas eu e os meninos temos acesso total à casa se precisarmos. Vamos foder sua esposa em seu leito conjugal e se você estiver sendo bom, vamos deixar você observa como ela grita e geme como uma prostituta e implora por mais desses paus pretos." ele disse a Gabriel.

Gabriel estava apenas balançando a cabeça e chorando, sem saber o que dizer. Ele me perguntou "é isso que você realmente quer? Isso te faria feliz?"

"Eu agradeceria se você fizesse o que Leandro diz, eu disse a ele que de agora em diante quero carregar bebês negros para ele e quero que ele e seus amigos possam me foder a qualquer hora e em qualquer lugar." Eu expliquei.

"Veja Gabriel, sua esposa se tornou uma prostituta de paus pretos, ela nunca mais vai voltar... ela só quer negros... e com um corpo assim ela merece uns bons paus pretos grandes e duros na buceta. " Leandro acrescentou.

A conversa foi praticamente o fim, Gabriel concordou com todas as condições e perguntou se às vezes ele poderia assistir. Leandro disse que sim.

Depois disso, Leandro me pediu para chupar seu pau, então eu abaixei suas calças na frente de Gabriel e chupei seu pau, Gabriel ficou parado assistindo o tempo todo. Leandro então me pediu para me despir e me fez abrir as pernas no sofá e me fodeu ajoelhado perto do sofá.

"veja Gabriel, isso é o que você não pode fazer, e é disso que Rosi precisa, um pedaço de pau de verdade, um pau preto, que possa criar sua verdadeira raça de homens como eu, eu fodo ela com mais força do que você pode foder toda a sua vida!!" ele disse.

"OOHHH...AAAHHHHHH...FUCCCKKKK...É... MUITO GRANDE...FODA-ME COM SEU GRANDE GALO PAU! Eu exigi.

"Veja, Gabriel, eu não a forcei a dizer essas coisas... ela ficou viciada... isso é tudo, Rosi, por que você não conta a ele como se sente." Ele perguntou.

"OHHH GABBB, é tão bom, eles me trataram como uma prostituta, me foderam com um pau de tamanho real, minha boceta estava tão cheia e cheia !!" Eu expliquei.

Pouco depois ele gozou dentro da minha buceta, puxou o pau para fora e se despediu de mim e foi embora. Ele me disse que me verá por aí em breve. Gabriel estava ficando de pau duro, deixei ele se masturbar na minha frente, que perdedor pensei.

No dia seguinte, a campainha tocou e dois negros musculosos estavam na minha porta. Abri a porta e pensei que seria um dos amigos de Leandro e estava certo. Eles se apresentaram como Rodney e Joel. Eles me disseram que amigos de Leandro. Eles entraram e me disseram que não estavam com uma mulher há 2 anos por causa do tempo que passaram na prisão. Não perguntei por quê. Eu os deixei entrar e Gabriel sabia o que estava para acontecer, se apresentou e nos disse que precisava fazer algumas coisas. Eu sabia que ele estava escondendo, posso apostar meus cus que ele está chorando no carro. De qualquer forma, Rodney e Joel tomaram algumas bebidas enquanto estávamos sentados no sofá.

Joel começou a me perguntar "Então ouvi dizer que você abre as pernas apenas para homens negros, certo?"

Eu sorri "quem te disse isso?" provocando-os.

Ele disse "o passarinho me contou... então seu marido já saiu, vamos nos divertir..."

Eu rapidamente indiquei para eles irem para o quarto, pois minha filha estava dormindo no quarto dela. Assim que entramos no quarto, eles me despiram e Rodney maltratou meus seios com tanta força que eu teria gozado. Joel me jogou na cama e comeu minha buceta. Eu estava no céu. Joel enfiou seu pau dentro da minha boca na posição 69 com força total, eu me engasguei continuamente. Rodney beliscou, lambeu e chupou meus seios como um bebê. Eu estava em puro êxtase. Sem eu saber, meu marido realmente deixou a carteira e voltou para casa, não conseguia ver a mim e aos meninos na sala, ele presumiu que já havíamos começado nossa escapada. Ele espiou pelo buraco da fechadura e abriu um pouco a porta para poder ver melhor.

Nessa época Rodney estava me fodendo estilo cachorrinho. Eles estavam me humilhando com a tatuagem que tenho em mim.

"LEANDRO, disse para você fazer isso, hein?"

Eu balancei a cabeça. Todos elogiaram Leandro por sua realização.

Rodney deu um tapa na minha bunda "você tem uma bucetinha linda aqui, Rosi, bucetinha gostosa... não deveria ficar vazia o tempo todo..."

Rodney me fodeu com muita força, toda a cama se moveu e ele agarrou minha cintura e bateu com força em sua direção. Joel estava fodendo minha boca e beliscando meus seios... Deus não pode ficar melhor do que isso, pensei. Ser fodido por presidiários negros. Joel me carregou e me fodeu no ar, eles têm paus enormes,, minha buceta estava rasgada. Depois disso, Joel levantou minhas pernas e me fodeu brutalmente com seu pau grande", enquanto Rodney segurava minhas mãos perto da cabeceira da cama para evitar que eu distraísse Joel literalmente me bombeou com tanta força que juro que a cama quase quebra, havia um barulho de tapa muito alto toda vez que suas coxas e bolas encontravam minha bunda. Eu estava chorando e gritando de prazer. Minha buceta teve o que merecia. Eles se revezaram para me foder nessa posição.

Rodney e Joel gozaram três vezes dentro camisinha e depois despejaram em minha boca, eu estava uma bagunça, a cama também. Eles foram embora depois disso e me deixaram uma quantia em dinheiro para repassar a Leandro. Obviamente eu fiz! Gabriel me disse que viu tudo e agora é real, ele disse que está aprendendo a aceitar o fato de que eu adoro foder e servir Paus pretos.

Dois dias depois eu não conseguia parar de pensar no número que Joel e Rodney me deram, pensei, que mal poderia ter em apenas ligar para um número, quando liguei para o número, alguém atendeu.

"sim, quem é esse?" um homem com uma voz rouca respondeu.

Eu disse "ummm...err...meu nome é Rosi ".

Ele disse "aahh... Rosi, por favor, finalmente ouça sua voz, encontre-me na casa de Leandro às 4 hoje e vista algo sexy" então ele desligou.

coloquei minha lingerie mais sexy e fui até a casa de Leandro e vi Leandro e outro negro grande ao lado dele na frente de sua varanda.

Eu disse oi para Leandro e me apresentei ao amigo dele, o nome dele é Tomas. Na verdade, ele trabalha na prisão e é o diretor. Ele disse que ouviu muito sobre mim e veio conversar com Leandro. Eles me fizeram entrar no carro dele e fomos até, quer saber, uma prisão.

Disseram-me que esta prisão tem uma ala leste para criminosos negros e perigosos. Eles me guiaram por essa ala e enquanto caminhávamos os homens enlouqueceram e gritaram querendo me pegar e me foder. Eu estava com medo, mas também animada.

Assim que chegamos na área, Leandro e Tomas se entreolharam e disseram: "Rosi, esses homens costumavam ser nossos amigos, quero que você tenha certeza de que esses homens comerão você até o final."

Agora tire a roupa e deixe a calcinha e o salto alto. Eu os tirei e todo o lugar ficou furioso e turbulento. Seus olhos estavam tão cheios de luxúria que pensei que eles poderiam me matar só de olhar para mim. Eu apenas obedeci ao que Leandro me disse. Afinal, sou propriedade dele agora. Me pergunto o que Gabriel pensaria se visse onde estou e o que estou prestes a fazer. O diretor disse aos meninos para ficarem na cela eu um pacote de camisinhas pra cada um, e eu iria para suas respectivas celas, um por um, e não sairia até que todos naquela cela terminassem de me foder. Tomas abriu a primeira cela e eu entrei lá e três negros enormes me agarraram com força pelos peitos, chupando, beliscando e mordendo meus mamilos, o outro comia minha buceta enquanto o outro beijava meu pescoço. Eles não demoraram para me abaixar com as mãos segurando a barra, enquanto eles me fodem estilo cachorrinho, eles me fodem sem piedade, eu gozei com tanta força de novo e de novo, eu estava desejando isso, o outro me pegou chupar o pau dele. Eles rapidamente gozarão na minha buceta e quase estouraram aas camisinhas e também gozaram por todo o meu rosto, o último me fez abrir as pernas com o joelho no ombro e me foder na cama fedorenta deles.

Eu estava gritando e gemendo como uma verdadeira prostituta, Tomas e Leandro gravaram minha sessão de foda adicionando comentários degradantes ao vídeo. Eles me foderam mais de 7 vezes nas primeiras celas até que todas as camisinhas acabassem , adoraram minha tatuagem, isso os excitou ainda mais, especialmente com minhas caras alianças de casamento no dedo. Mudei para a segunda cela e esses caras são ainda mais agressivos, tanto minha bucetinha quanto meu cuzinho (pela primeira vez no dia ) foram fodidos simultaneamente enquanto outro fodia minha boca enquanto segurava suas bolas. Todos eles vieram dentro de mim. Na última cela, minha boceta estava irreconhecível e toda vez que eles enfiavam seu pau dentro de mim, eu queria mais . Meu rosto estava todo coberto de esperma, escorrendo pelo meu queixo e meu delineador estava manchado, meu cabelo estava pegajoso por causa das injeções de esperma, eu me sentia tão cheia, minha boceta estava completamente inchada logo peguei todas as camisinhas de 20 homens que gozaram dentro de mim e bebi toda a porra deles . Fui mandada para casa por Tomas e Leandro e agradeci-lhes pelo que organizaram para mim. Eles me disseram que estão planejando que eu vá lá pelo menos duas vezes por semana. eles fizeram um pagamento de 50 mil para Leandro em dinheiro!

Na manhã seguinte, Rosi acordou e foi tomar banho como de costume. Ela se sentia tão radiante, talvez por causa de todas as rolas que comeram ela ontem, ela pensou. Enquanto ela ensaboava seu corpo, sua mente voltou para a sessão de foda de ontem. Ela estava pensando na maneira como ele a fodeu como uma prostituta. A maneira como ele destruiu sua boceta casada. Esticado além da crença. Ela percebeu o quanto sua boceta estava esticada quando ela estava ensaboando e limpando sua boceta. Sua boceta estava realmente aberta, exatamente como ele disse que ficaria. Ele não estava se gabando. Sua boceta nunca mais seria a mesma.

Ela saiu do banho e foi até o armário para escolher qual lingerie usaria hoje. Ela escolheu a lingerie rendada roxa que comprou só para Leandro. Ela desceu e viu Gabriel e Kelly tomando café da manhã e conversando. Ela se serviu de café para começar o dia. Depois que terminaram o café da manhã, ela beijou Kelly e Enzo antes de Gabriel levá-los para a escola. Gabriel ainda não falou com ela. Ela se perguntou por que, mas não se incomodou em falar aquela conversa feminina e piegas com o marido. A sua mente voltou novamente para Leandro e mal podia esperar para lhe encher a buceta com o seu esperma já que ultimamente ela estava usando muito camisinhas.

Gabriel, por outro lado, tinha um plano, ele conversava com alguém no telefone constantemente.

Gabriel verificou seu aplicativo e viu que Rosi estava na casa de Leandro , neste momento ele manda uma mensagem a uma pessoa dizendo.

" eu aceito sua proposta, deveria ter aceito dês de o inicio, vamos iniciar o plano"

Gabriel mandou uma mensagem pra Rosi , dizendo que queria dar um presente para ela e para Leandro, e para eles estarem em casa em meia hora

Ele orou a Deus antes de caminhar para sua casa. Ele orou por coragem e um resultado positivo. Ao chegar à varanda da frente, ele ouviu com bastante clareza os altos gemidos e gritos de Rosi .

Rosi estava tendo a uma foda delirante. O seu corpo ainda tremia incontrolavelmente devido ao seu orgasmo. Leandro investiu nela novamente assim que ela se acomodou com seu segundo orgasmo.

"VOCÊ GOSTA DO MEU PAU, HUH? DIGA-ME O QUANTO VOCÊ GOSTA DO MEU GALO PRETO?" Ele gritou com ela, ainda transando com ela com força.

ele agarrou o cabelo dela e puxou-o para trás. Ela sempre adorou quando ele era rude com ela. Ela sentiu vontade de ser tratada por um homem de verdade. Ele desabotoou o sutiã dela e deixou os peitos dela balançarem em alguns brinquedos no parque de diversões. Seus mamilos castanhos escuros endureceram.

Nesse estágio ela estava arranhando o lençol dele devido ao intenso prazer que ele estava lhe proporcionando. Seu corpo estava brilhando com o suor combinado. Sua boceta estava vermelha pela forte surra que recebeu de seu touro preto.

Gabriel podia ouvir tudo isso com clareza. Ele sabia como sua esposa implorava por seu pau e como ela estava submetendo seu corpo e seu útero a esse moleque. Ele respirou fundo e bateu na porta.

Eles continuaram fodendo. Eles estavam fazendo barulho demais para ouvir a batida de Gabriel. Depois de vários minutos, Gabriel bateu com mais força.

"Oláoooo...Com licença...Oláoooo...!!" Ele elevou o nível da voz. Leandro já ouviu a voz do homem na porta. Ele tentou ignorar, mas Gabriel continuou batendo e fez um irritante e agudo alô repetidas vezes.

"OHHHH...AHHHHH...OOOHHHH...AHHHHHHH...SIM...SIM...AHHHHH...OOOHHHH...SIM!!" Rosi gritou apreciando 30 centímetros dentro dela.

"QUEM DIABOS É ESSE NA PORTA... PORRA DO CORNO... Continuo batendo na maldita porta!!" Leandro gritou enquanto ainda metia em sua boceta usada.

Ele puxou seu pau para fora dela e ela parecia irritada.

"O que há de errado, ... por quê? O que há de errado? Eu fiz algo errado, querido? Coloque-o de volta, por favor... Eu preciso dele lá dentro" Rosi implorou a ele balançando sua boceta de um lado para o outro.

"Eu escuto alguém na porta... deve ser um maldito corno... eu tentei ignora-lo, mas ele continuou assim... vou me livrar dele." Ele desceu e puxou a cueca para cima.

"Awwww... não demore muito, ... preciso de você dentro de mim rápido" Rosi disse enquanto lhe lançava um olhar suplicante.

“Não vai demorar muito” Ele respondeu.

Ele foi até a porta do quarto e abriu a porta.

quero falar com minha esposa Rosi

Os dedos de Rosi estavam em sua calcinha rendada roxa, ocupada dedilhando sua boceta vazia. Ela ouviu Leandro vindo da sala e obedeceu. Ela saiu da cama e colocou o sutiã. Ela caminhou pelo corredor e se virou em direção à porta da frente. Ela ficou chocada ao ver Gabriel na porta sala. Ele parecia que apenas chorou. Ela poderia juntar os dois e dois para saber por que ele estava chorando.

"Gabriel?...O que você está fazendo aqui?" Rosi fez uma pergunta retórica. Rosi estava de lingerie, o cabelo todo bagunçado. Ela estava coberta de suor. Ela não demonstrou qualquer tipo de remorso ou arrependimento.

"Querida... seu marido covarde e patético me ofereceu um acordo

"Isso é verdade, ele quer deixar esta casa e a empresa no seu nome e sair apenas com a guarda de Kelly, você fica com Enzo.

"sim Gabriel eu aceito"

Leandro riu muito quando ouviu a resposta de Rosi à oferta de Gabriel.

"AA-Você tem certeza que era isso que você queria, Rosi?" Gabriel perguntou novamente.

"Sim!" Rosi respondeu sem pausa.

"pode ficar com tudo Rosi, eu pagarei as despesas médicas e a educação de Enzo", respondeu Gabriel.

assine estes documentos e estaremos divorciados.

Rosi lê por cima e logo em seguida assina.

"BOM!! Agora preciso voltar a foder sua EX esposa de novo. Dê o fora da minha casa agora!!" Leandro comandou.

"Oh...oh...ok, ss-senhor... vou sair agora... tchau, querida... vejo você um diaobrigado, eu acho... ", disse Gabriel.

Quão patético é seu Ex marido, ela pensou que com isso você voltaria pra ele mesmo.

Gabriel saiu de casa imediatamente. entrou em seu carro sua filha o esperava no carro com suas malas.

"não vai se despedir de sua mãe Kelly"

"não tenho a menos vontade"

Gabriel sai com o carro dirige por mais ou menos 20 minutos ate parar em um lugar perto da casa de Leandro, ele abre a porta do carro entra uma moça loira pouco mais velha que sua filha , ela lhe da um beijo apaixonado entra dentro do carro com uma mala grande.

Gabriel continua a dirigir por uma pista quando a garota misteriosa abre a mala e mostra a Gabriel.

na mala havia aproximadamente 1 milhão de Reais dinheiro que Gabriel pagava a Leandro, mais o dinheiro que ele ganhava com drogas e com a prostituição de Rosi.

a moça misteriosa e a mesma que estava com Leandro na casa quando Rosi foi visita-lo sem ser convidada, ela se chamava Tatiane e a mesma moça do vídeo.

"Gabriel dês do começo eu disse que sua esposa não iria ser certinha pra sempre"

"Tatiana eu tinha esperança de que no fundo ela me amava"

"mas quem te ama de verdade sou eu"

"você vai mandar o e-mail?"

"já foi enviado a 50 minutos"

neste momento na casa de Rosi a polícia entra com um mandado de prisão para Leandro por exploração sexual tráfico de drogas entre outros crimes.

Resumo

Leandro pegou 20 anos de prisão

Rosi pegou uma empresa falida e com muitas dívidas de Gabriel, logo teve de que vender tudo e viver com a migalha que Gabriel dava de pensão a Enzo que logo que completou a idade e já queria morar com o pai, além de fazer programas na cadeia para ter dinheiro para se manter e ter dinheiro para Leandro pagar drogas na cadeia. Rosi nunca consegui-o engravidar nem de Leandro nem de mais ninguém. foi excluída da igreja assim que seu vídeo tranzando com 20 homens na cadeia caiu na internet.

Gabriel casou-se com Tatiane e tiveram 2 filhos eles moram em uma casa na praia e vive dos juros do dinheiro que pegaram de Leandro. e nunca mais quis saber de Rosi.

FIM......

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 80 estrelas.
Incentive Gabriellll a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.
Foto de perfil genéricaGabriellllContos: 71Seguidores: 171Seguindo: 22Mensagem Escritor nas horas vagas se tiver ideias de conto me mande no e-mail lxvc1987@hotmail.com

Comentários

Foto de perfil genérica

Amei o final! Infelizmente a Rosi se deixou levar pelo prazer e no fim perdeu tudo! Claro que o Gabriel podei ter evitado mas no fim mostrou a verdadeira face de sua ex mulher!

Parabéns pelo final que mostra o final de quem fica viciada em prazeres mundanos!

0 0
Foto de perfil genérica

Mt gostoso esse conto! Ms é mt longo...toma mt o tempo...

Mei-fenchang@outlook.com

0 0
Foto de perfil genérica

Que conto maravilhoso

0 0
Foto de perfil genérica

obrigado sou fan daquele seu conto Moleque negro quer engravidar minha esposa

0 0
Foto de perfil genérica

araujo podemos trocar umas ideias sobre contos meu email é lxvc1987@hotmail.com caso queira manda email

0 0
Foto de perfil genérica

Caraaaaaaalho véi!! Kkkkkkkkk que final massa irmão, eu já até estava com muuuita pena do Gabriel, devida à tantas humilhações...rs...mas no final ele deu à volta por cima....rs...já espero novas histórias...👏👏👏💥💥💥

0 0
Foto de perfil genérica

Final simplesmente ÉPICO, SENSACIONAL, ESPETACULAR 🌟🌟🌟,

Atira a primeira pedra aquele que nunca errou,

O marido erra em satisfazer de um vício, quem não tem né?

Mas o que a mulher se transformou, seria muito mais descente se ela tivesse se divorciado, entrou nessa pra não sujar a imagem, e a imagem não ficaria tão suja como ficou entrando,

Mas isso é o correto a ser feito, que bom que pudemos desfrutar do errado da história.

0 0
Foto de perfil genérica

belo comentario, Gabriel ainda perguntou varias vezes se era isso que ela queria

0 0
Foto de perfil de Hugostoso

Cara, parabéns, que conto!

👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

⭐⭐⭐

Esperando o próximo!

0 0
Foto de perfil de Kratos116

Caraca que final surpreendente 😱! Parabéns Gabriel Silva ! Está se tornando um grande autor . Espero que traga mais contos desde naipe e de outros temas .

0 0
Foto de perfil genérica

Caraca, esse foi o melhor final que podia acontecer,pq uma cara se sujeitar a tudo isso não tem vergonha na cara

0 0
Este comentário não está disponível
Foto de perfil genérica

Nem nos meus sonhos mas loucos acreditei que teria um final feliz.

PS:belo conto

0 0