Foi fácil demais comer a MILF casada. Porque?

Um conto erótico de Anjo prateado
Categoria: Heterossexual
Contém 500 palavras
Data: 30/05/2023 07:15:39
Última revisão: 19/03/2024 06:40:26

Aquela milf gostosa sequestrou meu olhar. Chamou atenção de todos no barzinho. Sentada na mesa, olhar vagando pelo ambiente.

Continuei olhando aquela dama já entrando na casa dos enta. De repente, ela me olhou. Mais do que depressa tentei disfarçar. A mulher fixou o olhar em mim. Criei coragem e fui abordá-la com uma das cantadas infames:

- Oi, será que já não nos conhecemos de algum lugar?

Ela me encarou avaliando se valia a pena responder ou não. Finalmente disse:

- Acho que não. Sente aí!

Me acomodei e primeira coisa que notei foi a aliança. Ela era casada! Será que era uma daquelas liberadas? Talvez o maridão estivesse por perto assistindo. Procurei o suposto corno, mas, não achei ninguém que enquadrasse no tipo. O atendente se aproximou e antes que eu dissesse algo, ela pediu duas cervejas. Dei um gole pensando em como puxar conversa. Ela me surpreendeu:

- Quer transar comigo?

Como? Será que ouvi bem? Perplexo, incontinenti disse:

- Como?

- Quer transar comigo?

Repetiu. Ainda atordoado, só pude assentir afirmativamente com a cabeça. A coroa gostosa pegou o celular na bolsa chamando um uber. Embarcamos e sem qualquer constrangimento, mandou o motorista ir para o motel mais próximo. Não disse nada durante o trajeto. Ao chegar, tirei a carteira para pagar e ela não deixou. Como tinha feito com a conta no bar.

Entrou no quarto passeando o olhar pela dependência. Colocou a bolsa na cabeceira da cama e curvando para a frente, enfiou a mão por baixo do vestido tirando a calcinha verde garrafa. Uma peça sexy com aparência de cara. Jogou na cabeceira e deitou de costas na cama.

Eu parado, totalmente sem ação. Ela me deu uma camisinha, abriu as pernas ordenando:

- Tira a roupa e vem logo! O que você está esperando? Não queria transar comigo?

Meio ressabiado, me despi e subi na cama. Fiz menção de beijá-la e ela desviou o rosto impedindo. Tentei beijar o pescoço e ela afastou a cabeça. ¨-Qual era dela? Pensei¨. Movi a cabeça para suas pernas torneadas. Em busca da buceta. Quem sabe uma boa chupada iria quebrar o gelo. Mal encostei a boca na xoxota, ela falou de forma imperativa:

- Para! Vem e mete logo!

Apesar de todo desejo e tesão, o pau amoleceu. A mulher pegou nele, masturbando levemente. Quando sentiu que tinha endurecido, me puxou para cima dela e direcionou minha rola para a xoxota. Pelo jeito ela era daquelas dominadoras que comandava as ações. Talvez das que sentiam prazer em submeter o macho às suas vontades. Se ela queria pica, iria ter.

Penetrei sem dó nem piedade. Empurrei a rola lá no fundo, de forma forçada. Ardida por falta de lubrificação. Meti e meti pra valer, gozando e enchendo o preservativo. Ela não disse nada. Só pegou a camisinha e espalhou minha gala na barriga e nos pentelhos. Pegou a calcinha, se limpou e guardou ela cuidadosamente na bolsa. Ajeitou o vestido e chamou um outro uber, me deixando no barzinho. Eu sem entender nada.

********************************

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 41 estrelas.
Incentive Anjo Prateado a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil de Leon

Só hoje tive tempo para vir ler este conto do desafio. E sim, um excelente conto, com tudo que um conto erótico deve ter. Enxuto, bem escrito, estrutura ótima, e um caso inusitado. Surpreendente. Mas acontece. Por que não?

0 0
Foto de perfil de Madurão

Essas transas são tão loucas quanto gostosas. Delícia

0 0
Foto de perfil de Yumi Submissa

Nossa!

Que loucura isso. É real?

gostei da situação que realmente é das nais inusitadas

1 0
Foto de perfil genérica

Bela história, são coisas que a gente fica pensando e só vai ntender um tempo depois de tão fora da curva. muito bom!

1 0
Foto de perfil de Jomara

Olá! Ganhou três estrelas. Do jeito que estou sem sexo desde outubro, eu acho que teria feito a mesma coisa. Mas não seria tão rapidinha. No mínimo duas. Uma na frente e uma atrás, onde eu gosto muiiiiito.

Se tiver um tempinho e paciência, leia um, ou mais dos meus contos.

1 0
Foto de perfil genérica

Não é fácil escrever uma estória ligeira que seja interessante. Foi bem.

1 0
Foto de perfil de Ana Carol

Muito bom, querido! A coroa só queria pica mesmo! Valeu, né!

Mande mensagem no meu e-mail: ana.carol.lady@gmail.com

1 0
Foto de perfil genérica

Lendo o texto me lembrei das inumeras vezes que tive vontade de fazer isso, antes de ser prostituta, quando descobria uma traição do meu marido, minha vontade era chegar num bar e escolher qualquer um pra me fuder

1 0
Este comentário não está disponível