Chácara do Pedrão com Mari, os amigos e João irmão do Pedrão... CONTINUAÇÃO

Um conto erótico de DOMINU por SILVA
Categoria: Grupal
Contém 1034 palavras
Data: 06/02/2023 11:41:53

Faz tempo que publiquei a primeira parte....esse relato é de um amigo.

Pessoal comentou, eu e ele conversamos e segue continuação. Dependendo das reações mandamos mais parte.

Então o João puxou a a Mariana pra ele, segurou na bundinha dela e ergueu. Ela o abraçou com as pernas e o beijou demoradamente ao mesmo tempo que ele tentava encaixar a cabeça do pau na bucetinha dela. Não demorou e ele conseguiu, e sentindo o calor e o molhadinho, deixou ela escorregar um pouquinho, fazendo com que o pau entrasse. Ela gemeu... "ahhhh... que rola é essa, seu cavalo, vai me arrombar... uhhhh". Reclamou em vão, pois ele estava no controle, bastava deixar ela escorregar mais e o pau entrava mais e mais. E isso tudo sem camisinha. Com o pau quase que atolado nela, ele a levou para o quarto, passaram pela porta do meu quarto, e mesmo escondido, pude ver mais de perto aquela tora penetrando a putinha da minha esposinha amada. O Pedro vinha logo atrás, o safado passou e empurrou a minha porta, pra ficar mais aberta, assim eu poderia ver melhor os dois se deliciando com o corpinho dela. O João sentou na cama e deitou de costas, deixando as pernas pra fora, assim a Mariana podia cavalgar nele e deixar a bundinha empinada, toda do Pedro. Então ele voltou pro meu quarto e fez sinal pra eu lambuzar o pau dele com saliva. Iniciei uma chupadinha mas ele enfiou na minha garganta, me fazendo quase engasgar e assim deixando ele bem babado. Voltou pra lá e colocou bem devagar no cuzinho dela... olhou pra mim e foi empurrando até a cabeça entrar... ela gemeu e xingou de novo, agora era o Pedro o cavalo. Eu sabia muito bem o que ela tava sentindo...

Agora ela estava com as duas rolas dentro dela, uma na bucetinha e outra no cuzinho... essa cena é simplesmente inesquecível. Ver a esposa agasalhando duas rolas, rebolando, gemendo e gritando, é a realização de qualquer marido corno. O vai e vem era cadenciado, sincronizado, coisa mais linda de ver. Ela então goza de um jeito que eu nunca tinha visto... simplesmente tremeu toda, soltou um gemido abafado e desabou sobre o corpo do João, permanecendo com as duas rolas dentro dela. O João achou graça e fez um carinho nela, perguntando se "a putinha gozou gostoso". Ela, sem forças, apenas sinaliza que sim e com os olhos fechados e respiração ofegante, responde: "muito, muito".

Então os dois saíram de dentro dela pra que ela se recuperasse. Ela deitou entre os dois, com um pau duro em cada mão e agradeceu, falando que nunca tinha gozado assim, e que iria recompensá-los durante a noite, só precisava recuperar as forças.

Então ela falou algo no ouvido do Pedro e ele veio e trancou a minha porta por fora. O safado cortou o meu barato, não poderia sair do quarto e muito menos ver o que eles fariam durante a noite... tinha que me contentar com os gemidos. E foi exatamente assim... eles judiaram da minha esposa amada, fizeram ela dar de todos os jeitos e gozaram como nunca.

Quase amanhecendo e ela veio pra minha cama, nem banho tomou... fingi que estava dormindo. Dava pra sentir o cheiro de sexo no ar, ela fingiu estar acordando e começou a mexer comigo, passando a mão no meu pau e apertando com carinho. Eu sabia a intenção dela... tinha que dar pra mim, pois caso engravidasse de um deles, seria fácil falar que o filho era meu. Rapidamente ela arrancou minha cueca, subiu de cavalinho em mim e direcionou meu pau na bucetinha, que entrou fácil, como faca quente na manteiga. Tava laceada e lubrificada com gozo deles, e quente, muito quente. Isso me fez gozar em segundos, eu tinha ficado de pau duro a noite toda ouvindo eles metendo nela, foi rapidinho, gozei tudo que tinha direito. Ela saiu de cima de mim e deitou com a cabeça no meu peito, falando que me amava, que eu a fazia muito feliz. Ela então levantou e foi tomar banho, e eu acabei pegando no sono, tinha ficado acordado a noite e não a vi voltar pra cama.

Quando acordei já era mais de 10h e os 3 estavam na piscina, na maior alegria, bebendo, rindo, e jogando água um no outro.

Me aproximei e logo que me viram, me chamaram pra entrar, "isso aqui tá uma delicia", afirmou o João. Falei que ia vestir a sunga, mas a Mari falou que não, que era pra eu tirar o pijama e entrar pelado mesmo, sem frescura. Meio sem jeito, exitei por alguns segundos, foi então que o Pedro tirou a sunga e jogou pra fora da piscina, sendo imitado pelo João. Fiquei sem palavras, afinal os caras estavam pelados na frente da minha esposa, mesmo estando sob a água, estavam pelados. É claro que eu sabia de tudo o que tinha acontecido, e o fato de eles estarem pelados não era nada perto do que tinham feito com ela a noite toda, pelados inclusive, mas eu tinha que disfarçar e fazer de conta que não sabia de nada. A Mari me chamou novamente, e pra minha surpresa maior, tirou a parte de cima do biquini e jogou na minha direção... "vem amor"!

Tirei o pijama, e num misto de vergonha e espanto, com o pinto mais encolhido que nunca, entrei na água, sob os aplausos dos três. Me aproximei da Mari e ela me beijou na boca, me dando bom dia e boas vindas. Então o João falou que nós estávamos em desvantagem, se referindo ao fato da Mari estar com uma peça de roupa ainda. Ela me olhou, sorriu, e com um jeitinho todo carinhoso perguntou: "E agora"?

Sem que eu tivesse tempo de falar algo, ela segura meu rosto e fala: "Acho que é vc que tem que tirar a parte de baixo do meu biquini meu amor... eles estão pedindo".

Abaixei e fui tirando lentamente, não acreditava que tava fazendo aquilo, despindo minha esposa na frente de dois machos, assumindo minha condição de corno manso, mas aquilo tava gostoso e tinha muita coisa pra acontecer ainda...

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 45 estrelas.
Incentive Dominu 100 a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil de tonyfuksky

Parou porque? Porque parou? Depois de ficar todo mundo pelado na piscina, acabou o segredo. Não é mesmo? E, pelo que aconteceu, dela ter posto a calcinha na mala, pra você vestir em Manaus, dela cochichar no ouvido dele, e ele fechar a porta, acho até que eles dois já trepavam antes de Manaus, e que ela sabe de tudo, e é cúmplice dele. Então eu acho que o seu segredo, que nunca houve, na verdade, vai cair por terra na piscina. Você foi putinha do seu macho, e do irmão dele, na frente da sua mulher, e vai passar o resto do tempo de calcinha fio dental, inclusive pra fazer marquinhas de sol na piscina.

0 0
Foto de perfil de Madurão

Tony, gostei do seu comentário, foi perfeito!!

1 0
Foto de perfil genérica

E nunca mais soubemos do resto kkkkk

0 0
Foto de perfil genérica

Continue a contar os chifres, Côrno Viado.

0 0
Foto de perfil genérica

3 estrelas. Quando puder, venha ler também os meus. Bjs.

0 0
Este comentário não está disponível
Este comentário não está disponível
Foto de perfil de Velhaco

Infelizmente mais uma esposa q se assumiu como uma vagabunda e mais um marido frouxo,um corno otário,e com amigos desses quem precisa de inimigo,melhor larga a vadia se afastar desse tipo de amigo e arrumar uma mulher digna,ou vai acabar criando filho dos outros

1 0
Foto de perfil genérica

Pessoal, obrigado por ler e pelos comentários. Kent22, fiquei sem ação. Sou pacato e eles dominadores. Bons amigos mas dominadores. Acho que dominaram a Mari também. Somos felizes, nunca ia imaginar ela transando com outro...

1 1
Este comentário não está disponível