Transando novamente com minha prima.

Um conto erótico de Caio748
Categoria: Heterossexual
Data: 15/03/2019 01:33:16
Nota 10.00

Dando continuação ao conto anterior sobre a Adriana; depois de um longo tempo sem escrever aqui...tenho muita coisa pra narrar a vcs...

Hoje estou com 55 anos ainda com um vigor incrível.Ainda mais quando encontramos a pessoa certa para nossos prazeres sexuais.

Adriana não quis mais saber de casamento.Chegou até ter outros namorados.Mas nada sério.

Meu relacionamento com minha esposa também continua em transe.Nem sexo fazemos mais.Moramos na mesma casa em quartos separados só por causa dos filhos e extato de família.Nos damos até bem assim.Morre de ciúmes ao me ver conversando com outras mulheres.Mas tem um gênero de convivência muito difício.

Vamos ao que nos interessa... Parte(01) do nosso romance...

Depois do dia que fizemos sexo ficamos uns três meses sem ter contado nem mesmo por mensagem ou ligação até o dia em que fui ao aniversário de um sobrinho e chegando lá, casa cheia;irmãos,irmãs,tios,primos,minha mãe e outros convidados...Meu pensamento estava na Adriana e não havia visto até o momento.Comecei a tomar uma cerveja, saboreando alguns salgados,churrasco e proseando com todos.Mais ao menos uma hora depois a Adriana chegou.Fiquei na minha e deixei que cumprimentasse a todos.Então chegou a minha vez.Olhos assustados mas brilhantes e deu para perceber algo diferente em seu olhar.Dei nela um abraço apertado daqueles que diz estou com saudade de algo mais... Ela ficou vermelha e um pouco envergonhada mas no fundo sei que aquele toque corpo a corpo a fez lembrar e sentir um enorme calor.Continuamos a conversar assuntos variados tipo com eu estava,o que estava arrumando e depois ela se afastou para conversar com outras pessoas.Fiquei na observação e vi que sempre dava uma olhadinha para minha direção.A festa foi até tarde.Depois inventaram a dançar.O espaço não era muito grande mas dava para arrastar o pé tranquilamente.Todos muito animados dançando mulher com mulher,homem com mulher,homem com homem aquela farra.

Chamei a Adriana para dançar e de imediato colei meu corpo no dela ao que percebi que ficou receosa tentando se afastar.Perguntei o porque e ela me disse:Está doido!!!O que o pessoal vai pensar da gente.Fiquei aliviado e me afastei um pouco,mas deu para ela sentir o vigor de meu pénis em seu corpo.

Quando terminou a festa todos foram saindo para retornar a suas casas e não tivemos chance de ficar sozinho e conversarmos.Consegui ouvir dela uma coisa que me agradou muito.

Depois vc me liga!!!

No dia seguinte Adriana retornou para a cidade vizinha onde mora e trabalha e fiquei contando as horas para ela largar o serviço e chegar em casa."OBS".Ela mora sozinha no apartamento.

Lá pelas 20:00hs liguei e ela não atendeu.Tentei várias vezes e nada.No dia seguinte tentei de novo e consegui falar com ela.Conversamos várias coisas e por fim falamos sobre nós.Tentou sair fora do assunto, mas acabamos por marcar um encontro e conversar pessoalmente.

Para mim o tempo não passava e fiquei a mil pensando no que poderia acontecer.Me preparei todo.Cabelo e barba feitos,perfume,bom traje.

No dia " X".Fui para a cidade onde ela mora comprei um buquê de flores,chocolate.Já era umas 19:00hs.Chegando no apartamento me atendeu e me convidou para entrar.Fiz alguns elogios sobre sua beleza.Nossa!!!... como Adriana se assustou ao me ver com flores e chocolate.Já faz muito tempo que não ganho flores.Me ofereceu uma bebida o que aceitei de imediato para me relaxar um pouco.Aproveitando o momento que ela foi pegar a bebida coloquei um viagra na boca e engoli seco mesmo.Começamos a bebericar e conversar.Pela nossa conversa Adriana não estava querendo continuar a relação; não pelo fato de não ter gostado mas por medo.Com jeitinho fui dobrando ela.Já havíamos tomado duas cervejas.Me disse que estava com fome e iria preparar algo para nós comermos.Fomos para a cozinha e me propus a ajudá-la a fazer uns sanduíches.Abrimos mais uma cerveja.Após comer fomos lavar as vasilhas e foi aí que eu já de pau duro a abracei por trás levando as mãos aos seus seios e beijei o seu pescoço.Tentou se desvencilar mas foi perdendo a

força.Beijei a boca dela com vontade.Já sem reação começamos a nos chupar um ao outro e fomos parar na sala onde a deitei no solfar e fui tirando sua roupa.Beijei seus seios e chupei hora um hora o outro e retornando a sua boca com beijos loucos enquanto tirava seu short.Levei minha mão em sua grutinha e acariciei.Estava ensopada.Tirei sua calcinha e caí de boca tirando gemidos loucos de sua boca.Ela dizia "Oh meu deus o que estamos fazendo"...não posso,mas não consigo resistir."Eu caprichava nas lambidas e chupões até que ela me pediu para penetrá-la.Fis um pouco de hora e ela acabou tendo um orgasmo na minha boca.Continuei acariciando e chupando seu clitóris e ela dizia que estava dando choque.Adriana estava toda mole.Virei-a de bluço no braço do solfar com as pernas para fora e os pés no chão e me posicionei por trás.Foi uma penetração devagar,linda e prazerosa.O pau chegava a doer de tão duro.Mal eu a penetrei e comecei a movimentar ela gozou novamente gritando de prazer.Desta vez ela pedia para meter com mais força e rebolava igual a uma cachorra no cio.Mudamos de posição e Adriana veio por cima sentando até o talo na minha rola.

Era tesão demais e o viagra me ajudava no atraso do gozo.Adriana gozou mais uma vez e então a pedi para chupar minha rola,o que ela fez com vontade sem cerimônia.Coisa que nunca tinha feito,sentia nojo.Acabei gozando em sua boca o que fez ela engasgar e tirar rapidamente soltando jatos em seu rosto.Correu para o banheiro para se lavar.Fui atrás e acabamos tomando um banho juntos e acariciamos bastante.Olhando para minha rola, acabou confessando que estava apaixonada com ela.Já se passava das 23:00hs.Nos vestimos e pedi a ela para ficar até no outro dia.Dormimos juntos e as 06:00hs acordei ela com beijos e carinho,transamos novamente antes de eu ir embora e ela ir trabalhar.Seus olhos brilhavam de alegria e prazer.Estava feliz,alegre,realizada.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
25/03/2019 22:10:44
Excelente! Sem palavras pra descrever o tesão que estou sentindo! Tenho uma prima gostosa e o meu maior sonho é meter com ela um dia. Nota 10! Se puder, leia o meu com um casal de coroas no mato. Abs.
15/03/2019 17:23:17
Delicia de conto, Caio. Transas em família sempre são preocupantes. O medo de que alguém descubra. Isso deve ter acontecido com a Adriana. Daí ela relutar tanto. Mas como sempre, o desejo fala mais alto. Ele se entregou aos apelos de corpo nesta narrativa excitante. Nota máxima com louvor. Veja como vivi algo parecido com um sobrinho. Beijos.
15/03/2019 14:55:46
Delicia de conto, minha esposa tb é bem putinha safada , confira nossas aventuras... Temos um blog para casais liberais: https://clubedosmaridoscornos.blogspot.com Remover
15/03/2019 09:58:02
Querido!!!... Sua avaliação nos meus contos contos me deixou muito feliz. Vi que vc publicou esta continuação. Fez certinho, ao dar um trato oral demorado. Putz, isso desarma qualquer uma, eu inclusive... Imagino que o Viagra deve ter ajudado muito. Rsss. Outro dez pra você... Beijaaauuummm*-*