O Conto de uma Mãe 1

Um conto erótico de Fátima
Categoria: Heterossexual
Data: 02/03/2019 12:17:46
Nota 9.50

Olá Leitores do contos eroticos, tomei muita coragem de começar a escrever esse relato pois eu precisava soltar o que esta preso em mim e como se trata de um assunto um pouco polemico não tenho como compartilhar. Espero que aqui consiga compartilhar com alguém. O que ocorreu comigo foi desde o início desse ano e de lá pra cá as coisas mudaram muito em minha vida. Vou me apresentar: Me chamo Fátima tenho 40 anos, sou morena clara e baixinha tenho 1,62 de altura, meus cabelos são castanho claro e lisos até meu ombro, tenho um corpo muito bonito, não sou magrinha mas meu corpo chama muita atenção pois por ser baixinha tenho um bumbum relativamente grande pela minha estatura e os meus seios são médios e não estão muito caídos. Há algum tempo atrás eu tive um relacionamento com um homem casado, onde eu era sua amante na época e desse relacionamento eu tive um filho, Ricardo um filho muito bom e trabalhador hoje com seus 22 anos, Rick Assim como eu o chamo um rapaz muito tímido e pouco sai de casa, teve uma namorada, a qual eu conheci, mas depois não apareceu mais com nenhuma. Bom como todas as mães que acham seus filhos lindos, eu acho o meu também. Mas olhando como homem meu filho não é um rapaz de chamar muita atenção. Talvez não tenha tanto sucesso assim, pois ele é um rapaz bem alto 1,91 e magro moreno claro cabelos curtinhos e olhos castanhos. Depois que meu filho nasceu acabamos rompendo o caso e o pai do meu filho não assumiu, mas de um jeito acabou dando uma força pra mim no começo de tudo. Eu e meu filho moramos em uma casa muito humilde nos fundos da casa dos meus pais onde tem apenas três cômodos: uma cozinha, meu quarto e uma sala onde meu filho dorme. Vivemos muito bem e somos muito apegados onde conversamos de tudo: sexo, drogas, trabalho e muito mais. Andamos em casa muito à vontade, eu sempre com as minhas calcinhas e blusas e meu filho de short. Quando eu estou só, gosto de andar nua! Eu e meu filho dividimos o guarda-roupa e às vezes o vejo de cueca. Meu filho também me vê com as minhas calcinhas que às vezes não ando em casa por se tratar de calcinha mais sexy. Depois desse relacionamento tive alguns namorados, sou uma mulher muito família e não saio com qualquer homem e também nunca trouxe um homem pra dentro de casa, mantendo meu caráter de boa mãe e de uma mulher de família. Mas adoro sexo e quando estou transando me entrego toda, pois dentro de quatro paredes e de porta fechada, acho que tudo vale para um boa transa. Considero-me uma mulher muito “caliente” quando se trata de sexo e, como qualquer pessoa, adoro me masturbar tanto no chuveiro como em minha cama e também adoro gemer quando faço isso, mas sempre procuro me masturbar quando meu filho não esta em casa. Claro que já aconteceu de me masturbar com ele em casa, como em uma madrugada que estava me masturbando praticamente de quatro na cama e acabei gemendo um pouco mais alto e percebi que meu filho havia acordado. Só deu tempo de puxar o lençol e me cobrir. Disse a ele que estava tendo um sonho. Bom, essa é minha vida que levo, mas o que vou contar é outra coisa: No inicio desse ano eu e meu filho compramos um computador que ele sempre queria e nesse ano conseguimos comprar. Meu filho não saia da frente desse computador e eu via várias vezes ele de dia e até mesmo de madrugada. Mas um belo dia cheguei em casa um pouco mais cedo do que de costume e, quando entro na sala, reparo com uma cena nunca vista antes, meu filho praticamente nu sentado com seu pau na mão masturbando-se e vendo um filme pornô no computador! Eu fiquei pasma nem tanto por ele se masturbar vendo o tal filme, mas sim pelo tamanho do pau do meu filho. Ele sentado segurando seu pau pela base dele totalmente parado assim como eu, que não conseguia desviar meu olhar do pau do meu filho ouvindo os gemidos da moça que transava no filme, eu tentei dizer alguma coisa, mas só olhava pro pau do meu menino, e depois de alguns segundos acabei pedindo desculpas dizendo que não deveria entrar sem avisar nada. O meu filho também acabou pedindo desculpas e saiu em direção ao banheiro. Fiquei totalmente pasma dizendo comigo mesmo, “nossa que pauzão, nunca vi nada parecido” e realmente nunca tinha visto um pau daquele tamanho, fui ao meu quarto e me sentei na cama lembrando-me da cena e do pau do meu filho que parecia não sair de minha cabeça, peguei minha toalha e roupa e fiquei esperando meu filho sair do banho que depois de alguns minutos ele aparece no quarto pra se trocar, todo tímido e de cabeça baixa. Olhei pra ele e disse que iria me banhar. No banho me pegava pensando no que tinha visto e repetia comigo mesmo “Nossa que pau enorme tem o meu filho” e não conseguia tirar da cabeça o tamanho do pau dele e confesso que nesse momento me senti um pouco excitada pelo que tinha visto, mas acabei saindo do banho logo e fui fazer a janta. Estava muito silencioso em casa meu filho vendo TV e nada dizia e fazendo a janta e depois de alguns minutos com a janta pronta o chamei pra jantar. Jantamos muito quietos sendo que, normalmente, estamos sempre conversando e brincando um com o outro, mas nessa noite foi diferente. Depois de a terminarmos meu filho tirou a mesa e começou a lavar as louças. Eu saí de lá um pouco, mas logo voltei, mas mudos permanecemos. Eu guardava as louças e meu filho lavava e secava as restantes. E então resolvi quebrar aquele clima chato e logo falei do assunto ao meu filho, “Filho querido, o que você fazia é totalmente normal pra um homem e principalmente para um rapaz na sua idade não precisamos ficar tímidos um com o outro, pois já falamos disso só que hoje acabei sem querer, te flagrando!” Meu filho, ainda encabulado diz, “Eu sei mãe, mas fico meio constrangido pelo o que aconteceu.” Sorri a ele e disse “Eu sei querido, pois já aconteceu comigo também!” quando disse isso meu filho pareceu surpreso e me perguntou “É mesmo mãe, a avó já te viu alguma vez” e então respondi com um sorriso no rosto “Pior querido quem viu foi seu avô” que se trata de meu pai, e meu filho, um pouco mais animado, me perguntou de como foi e como tinha resolvido e eu disse, “Bom filho eu também às vezes me excitava. Claro que na época não tinha um PC, mas seu avô tinha algumas revistas de sexo que eu sempre olhava e me excitava e adorava me masturbar na minha cama e uma noite, antes da janta, meu pai que é seu avô acabou entrando no quarto pra me chamar me dando o maior flagrante.” Vi meu filho mais animado com o que disse e então disse mais a ele “Depois dessa cena meu pai pediu pra minha mãe conversar comigo assim como estamos fazendo, mas acabei ficando sem falar com meu pai quase um mês, e não quero que isso aconteça conosco tá bom? Você promete?” meu filho sorridente disse: “- Sim.” Naquela noite conversamos mais um pouco e depois fomos dormir. Eu costumo dormir sempre só de calcinha e nessa noite não foi diferente. No meio da noite acabei lembrando do pau do meu filho e me pegava com os seguintes pensamentos: “Nossa que pauzão o Rick tem, eu nunca havia visto um pau daquele tamanho, quanto será que mede o pau do Rick” Eu estava totalmente curiosa em relação a isso e não conseguia tirar da minha cabeça a cena que tinha visto do meu filho segurando aquela vara enorme. Não consegui dormir e no meio da noite resolvi ir ao banheiro onde teria que passar pelo meu filho e fui apenas de calcinha e vi meu filho dormindo de bruços em sua cama, passei por ele e antes do entrar no banheiro fiquei olhando pra ele pra ver se via mais alguma coisa que foi em vão. Voltei pra cama e quando voltei me sentia totalmente excitada com o que havia acontecido, sentia meus peitos duros com os biquinhos arrepiados sentindo um tesão fora do normal! Senti minha bocetinha já molhada, comecei a acariciar meus peitos e abaixei minha mão até minha bocetinha e comecei a me masturbar, tendo em mente meu filho sentado punhetando seu pauzão e me contorcia toda me masturbando gostoso soltando uns gemidos discretos e não aguentei mais e tirei minha calcinha de vez abrindo minhas pernas e me masturbava gostoso. Virei-me de bruços e massageava minha bocetinha com a minha mão por debaixo do corpo. Acabei gozando bem gostoso naquela noite como nunca havia gozado assim. Os dias foram se passando e me masturbei muita vezes depois daquela noite. Eu tentava sempre ver algo, mas tudo em vão, confesso que às vezes provocava quando eu colocava uma calcinha bem sexy e enfiadinha na bundinha, teve um dia que, ao sair do banho eu puxei bem a toalha onde deixei a mostra a poupa de minha bundinha e quando passei pelo meu filho e antes de entrar no quarto olhei pra trás flagrando meu filho olhando pra minha poupa da bunda que parecia da toalha eu dei um sorriso a ele deixando a entender que o vi me olhando. Nessa mesma noite resolvi aparar os pelos da minha boceta onde deixei um pequeno triângulo de pelos com a medida de cada lado de um dedinho e coloquei um shortinho branco que está bem usado e totalmente agarrado e transparente por ser muito usado e coloquei esse short sem calcinha, que dava pra ver direitinho os cabelinhos da minha boceta e fui pra sala, meu filho quando meu viu acabou percebendo, pois o vi olhar diretamente para a minha boceta. Fiquei um tempo ali na sala com ele, pois tentava ver alguma reação dele. Às vezes, eu mexia no meu short deixando ele cada vez mais curto e em certo momento somente com a luz da TV, mexi em meu short e vi meu filho olhando diretamente a minha boceta! Eu olhei pra ele e dei um sorriso tirando minhas mãos pra ele poder olhar para os cabelinhos da minha boceta. Meu filho voltou a olhar e sempre que o via olhando, eu dava um sorriso a ele que ficava todo sem jeito. Depois de certo tempo, acabei dizendo que iria dormir, dei um beijo de boa noite em meu filho e fui pra cama desiludida em não ver mais nada, pois gostaria de ver aquele pauzão de novo. Fazia uma noite muito quente e dentro de casa estava quente demais, acabei indo deitar nua e abri a minha janela pra entrar algum ventinho, mas depois de certo tempo acabou entrando uma barata o que me fez dar um grito e levantar-me da cama rapidamente e quando estava tentando ver onde essa bendita barata estava meu filho aparece e acende a luz do quarto me vendo totalmente nua e de costa pra ele meu filho pergunta “O que aconteceu mãe” e eu desesperada digo, “Ah filho entrou uma barata no meu quarto e eu não sei onde estar” e ainda nua olhei pra trás vendo meu filho apenas de cueca onde percebi seu pau meio duro pelo volume que fazia, quando a barata resolveu aparecer eu abracei meu filho dizendo, “Ah filho mata ela vai, se não eu não vou dormir” ainda abraçada no meu filho dei uma olhada no volume de sua cueca e sorri a ele que saiu atrás da barata saí do quarto e fui sala onde passou uns segundo e meu filho disse que já havia matado a barata e voltou a sala onde sorri a ele ainda nua e voltei ao quarto dizendo “vou fechar essa janela” meu filho me olhando disse pra fechar mesmo. Sorri a ele apagou a luz e me deitei. Nessa noite além do calor, eu estava completamente excitada e como estava nua comecei a me masturbar e lógico pensando no pauzão do meu filho, tava tão gostoso que resolvi ficar de 4 enquanto me masturbava pois adoro me masturbar assim e comecei a gemer gostoso e um pouco mais alto do que do costume pois estava tão excitada que acabei perdendo o controle que gemia bem gostoso, “ahhhhhhhhhh ssssssssss aaaaiii sssssssss hummm que tesão hummmmmmm” massageava bem gostoso minha bocetinha que já estava toda molhadinha, eu ficava imaginando meu filho se punhetando em minha frente e ficava admirando aquele pauzão enorme, me masturbava de 4 na cama massageando minha boceta e enfiando meus dedos nela me sentindo excitada gemendo gostoso e com muito prazer, “ahhhhhhh ssssssss hummmmm que tesão gostoso hummmm” me sentia toda excitada passando minha mão na minha boceta molhada e gemendo com muito prazer em um tom um pouco mais alto do que o costume e no meio da minha masturbação percebo um barulho vindo da sala, continuei a esfregar a minha boceta e olhei pra porta onde vi meu filho parado, estava um pouco escuro mas acho que dava pra ele me ver se masturbando, mesmo assim continuei com se não o visse ali onde gemia bem gostoso e agora um pouco mais alto sentindo ainda mais excitada pela presença do meu filho, “ahhhhhhhh hummmmmm sssssssssssss aii que tezão hummmmmmm ssssssssssssssss” ainda de 4 e me masturbando dou uma olhada para a porta e vejo meu filho parado onde deu um passo mais a dentro do quarto e acendeu a luz novamente e disse com um tom irônico: “De novo uma barata” meu filho ao acender a luz ficou me olhando espantado que de onde estava me via de lado onde estava de 4 então olhei de lado me demonstrando espantada e disse meia ofegante, “sssss não filhoo, dessa vez nãooo” continuei de 4 olhando meu filho onde comecei olhar pro pau dele que estava meio duro debaixo da cueca e então dei um sorriso ao meu filho e fui tirando a mão da minha boceta onde fui me deitando na cama de bruços e olhando ao meu filho que parado fixo olhando ao meu corpo, meu filho acho que se tocou do que estava acontecendo e foi ficando de lado dizendo, “Ah, desculpe mãe pensei que fosse a barata de novo!” eu sorri a ele e disse “Ah tudo bem querido, não tem problemas” meu filho começou a sair do quarto, eu fiquei ainda deitada com vontade de falar com ele mas confesso que também fiquei meia sem jeito depois que o tesão foi abaixando e então me cobri pensando no que tinha acontecido e resolvi dormir que de manhã conversaria com meu filho de cabeça fresca. Bem, gente eu vou ficar por aqui, mas continuarei a história em outro dia, pois agora preciso sair, espero que gostem e se gostarem, continuarei com mais prazer.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/03/2019 07:12:39
Muito bom excitante bj
13/03/2019 14:54:52
Muito bom excitante bj
12/03/2019 17:46:27
Tenho vontade de bater um papo com alguém que pratique incesto, seja pai, mãe, filho ou filha!!!! Bom seu conto está uma delicia muito bem escrito cheio de detalhes, um tesão, nota 10. Theo_ozga_virury@hotmail.com
12/03/2019 01:59:00
Muito Bom . corsario_baiano35@hotmail.com
06/03/2019 14:03:01
Muito bom!
05/03/2019 07:42:07
Bela história, me chama no email jruc14@gmail.com
03/03/2019 10:25:05
Show de bola! Tem fotos minha lindamuitopreto@hotmail.com
03/03/2019 06:10:14
Ah quem dera eu com una MÃE dessa
03/03/2019 02:39:11
Delicia continua.. Fotos? 112niga112@gmail.com
03/03/2019 01:25:43
EXCELENTE
02/03/2019 21:33:50
mariocliente01@gmail.com
02/03/2019 19:04:33
espetáculo, parabéns
02/03/2019 18:13:40
Ótimo conto gata, q tal trocarmos contato, estarei esperando a sua resposta no seu próximo relato
02/03/2019 16:25:35
Excelente, muito excitante meus parabéns, nota 10...
02/03/2019 16:02:37
Muito bom. pode continuar
02/03/2019 14:57:49
É legal quero a continuação
02/03/2019 14:01:47
delícia,muito excitante