Destruir as pregas do cu de minha Madrasta

Um conto erótico de Rian
Categoria: Heterossexual
Data: 26/02/2019 12:22:26
Última revisão: 26/02/2019 15:32:52
Nota 7.33

Tenho 17 anos me chamo Rian e estava muito afim de meter a pica na minha madrasta o nome dela e Andreia ela tem 30 anos loira bumbum bem empinado e uns peito de pêra deliciosa e sempre que pode tá na praia por isso ela tem uma marquinha de biquíni que faz meu pau pulsar ainda mais por desejo, mas ela e toda recatada não e de dar ousadia, teve um dia que deu problema de escapamento de gás no botijão eu me ofereci para ajudar mas ela recusou dizendo que não que eu era uma criança e que não iria conseguir resolver só ia dar mais trabalho, fiquei puto com o que ela disse, o vizinho que ela chamou veio todo sorridente mas ficou meio desapontado por me ver dentro de casa o homem facilmente resolveu o problema e eles conversaram por breve momento percebe que ela tava sendo muito gentil então peguei meu celular e comecei a filmar e bingo dei sorte vi o momento em que ela pegou na mão dele e sorriu agradecendo de forma que parecia uma amante e ele sorriu de volta então eu turce pra notarem minha presença e falei é um amante papai chega que horas mesmo preciso falar com ele, o cara fala comigo ô rapaz o que que você está falando doido? Eu vá tomar no seu cu você está dentro da minha casa e fica flertando com a mulher do meu pai cai fora daqui ou eu mesmo vou pegar a arma do meu pai e te manda pra sepultura, o cara falou gaguejando cá calma não precisa disso você entendeu errado nada disso aconteceu e saiu correndo, minha madrasta como e que você ousa tratar alguém que nos ajudou assim, eu falei cala boca sua puta se eu não tivesse aqui você estaria transando com ele, qual e ele e seu amante não e? Ela está louco eu não sou mulher de ficar traindo quem eu jurei amar, eu tá e qual foi daquele tratamento você estava muito manhosa e flertando e aceitando o flerte dele pra você, Você entendeu errado, a entende errado felizmente eu gravei tudo e vou mostrar pro meu pai tenho certeza que ele vai ver o mesmo, sabe meu pai pode parecer manso mas se ele tiver motivo para matar uma pessoa ele faz sem pensar duas vezes e o que ele não tolera e gente ingrata e infiel e você deu esses motivos para ele cometer tal ato, se eu fosse você já começava a juntar suas tralha e ir embora, Andreia fala por favor não faça isso eu me deixei levar pelas minhas boas maneiras mas não estava com pensamento de o trair, mas você deu espaço para ele achar que estava afim, se eu não tivesse aqui ele iria lhe agarrar e tasca um beijo do qual você não iria ter como evitar, peguei em sua mão e a levei pro meu quarto ela não reclamou porém me questionou o que eu queria e eu fui logo colocando meu pau pra fora e falei quero transar, eu vou meter a pica em você, estava doido pra fazer isso só não tinha abertura agora achei e vou aproveitar, ela disse vou falar pro seu pai eu falei você acha que ele vai acreditar em alguma coisa que você diga depois de eu mostrar o vídeo de você flertando com vizinho? Ela falou então vou a polícia, sou menor de idade o máximo que vai acontecer e eu assinar alguns documentos, menor de idade preso no Brasil nem os que comete assassinato fica preso imagina eu que só estou fazendo uma pequena chantagem kkkk.

Ela aceitou dizendo que aquela seria a última vez, eu ah e claro concordei, mas sabia que depois daquela transa iria ter várias outras minha intenção era de fazer dela minha puta 24 HR disponível pra tirar a gala acumulada sempre que tivesse com vontade de transar.

A puta começou me chupando sem jeito e soluçando, fui carinhoso e disse que me perdoasse mas e que meu tesão por você está muito grande não dá mais para me conter, eu estou apaixonado por você e além disso eu quero muito que você seja a mulher a tirar minha virgindade, que ela fosse a mulher responsável por me fazer homem, não sei como mas essa conversa fez ela ficar mais carinhosa e a me tratar como amante, ela estava mais receptível ao sexo selvagem que queria ter com ela, tudo que aprende vendo filmes pornô estava valendo a pena agora faltava só colocar em prática.

Aproveitei que ela estava de joelho me mamando, segurei a cabeça dela e comecei a meter com raiva até meu pau bater na garganta e descer goela abaixo vi várias vezes os olhos dela revirando como se fosse desmaiar e isso me dava um puta tesão, depois de fazer elas várias vezes babar gala finalmente gozei uns cinco jato de gala intenso, ela fez que ia cuspir coloquei a mão na sua boca e em seu nariz e falei como ousa desperdiçar minha primeira gozada, ela sem ter pra onde correr engoliu mas reclamou pra caralho e fez de que ia embora.

Falei agora e minha vez quero sentir o cheiro da sua buceta, fica empreguinado na minha boca, joguei ela na cama dei um tapa na sua cara pra ela cala a boca e fica de quatro logo ela atendeu meu pedido sem rechaça, comecei a chupar sua buceta e a enfiar o dedo no seu cu, ela se assustou me olhou de cara feia dizendo que não era puta, que não ia me da o cu, eu falei só vou comer seu cu se você me pedir, ela falou vai morrer na punheta porquê não vou fazer isso, então relaxe não precisa fica assustada.

Enquanto ela falava a mudei de posição e fiz ficar no 69 ela chupando meu pau com extrema vontade, e eu comecei a chupar seu cu ela carinhosamente com uma voz meiga diz não faz isso tá sujo, eu falei impossível você e uma mulher que se cuida muito, você acha que eu iria colocar minha boca em uma buceta de uma pessoa que não soubesse que ela se cuida e asseada como você e, se eu estou chupando sua buceta lambendo seu cu e porquê eu confio e gosto mesmo de você quero ver sua carinha de satisfeita quando terminarmos nossa transa, ela deu risada e rebolou aproveitei enfiei a língua dentro do cu dela enquanto estimulava sua buceta com meus dedos.

Mudei ela de posição e coloquei no frango assado e a penetrei com raiva sua buceta estava tão encharcada que ela deu um gemido alto de dor e prazer me pediu pra ser carinhoso mas estou ligado que pra fazer ela gamar só agindo como ator pornô e foi o que fiz, comecei a bombar na buceta dela e respirando de forma ofegante e erótica no seu ouvido e falando quão bom era comer aquela buceta que ela e linda e estava maravilhosa, falei pra ela que queria que tirasse todo esperma acumulado e ela começou a gemer mais alto e em uma hora me deu um beijo apaixonado.

Coloquei ela de lado e pensei tenho que fazer essa mulher fica lerda de tanto gozar então comecei a massagear seu grelo, ela ficou assustada segurou minha mão e trancou suas coxas, fui falando no ouvido dela pra confiar seu corpo a mim ela foi cedendo aproveitei e também comecei a chupar seus belos seios que parecia duas pêra, ela gozou feito uma loba no cio, me pediu uns minutinhos pra respirar e me abraçou e falou que não sabia que eu era tão bom assim e deu risada aquele papo de querer me dar sua virgindade era só conversa você e bem experiente, e começou a alisar minha barriga a passar a mão no meu cabelo como se fosse minha amante.

Continuei na mesma posição e fazendo as mesmas coisas ela ficou falando vai com calma se não eu não aguento, peguei ela pelo pescoço com força ela tomou um susto o que você estar fazendo, não falei nada e dei um beijo demorado ela ficou toda mole, alguns minutos depois ela não resistiu a tanto estimulo que lhe estava dando chupando seus peito, alisando seu grelo e metendo com força na sua buceta ela gozou mas dessa vez sem tanta intensidade.

Ela pediu pra cavalgar, deixei ela subir do jeito que queria, pedir pra ela ficasse de costas pra mim e de joelho encachei minha pica na sua buceta e ordenei que ela rebolasse e ficasse indo pra frente e pra traz, e mete o dedo no cu ela gemeu alto e deu risada pronto foi a dica, falei pra ela que eu tinha lidocaína, ela falou pra que serve isso? Falei e um anestésico quero passar no seu cu pra você não sentir dor quando eu for comer seu cu virgem, ela olhou pra mim está todo preparado em, ela me disse que se sentir dor ela vai se levantar e ir embora não importa se eu gozei ou não.

Pedir pra ela ficar de barriga pra cama coloquei um travesseiro em baixo dela fazendo a bunda fica ainda mais empinada pra mim, chupei o cu dela estava com muita vontade de fazer isso, ela começou a gemer e a rebolar me chamando de gostoso que eu estava viciando ela, passei lidocaína ao redor do cusinho e enfiei meu dedo coberto de lidocaína ela gemeu alto e o cu dela parecia sugar meu dedo com mais e mais intensidade, passei lubrificante no meu pau pra comer aquele cu que tanto bate punheta, tinha que ser na pele comer um cu daquele no plástico não ia rolar não iria nem ficar duro de tão desanimado, fui passando a cabeça do meu pênis no seu e o pré gozo foi saindo ela ficou excitada tentei penetra a cabeça subiu, tentei penetrar e a cabeça desceu já estava ficando frustrado, pedi para ela abrir a bunda com as duas mãos e conseguir finalmente passar a cabeça entrou pra minha surpresa ela não sentiu dor acreditava que ela ia gritar já que era a primeira vez dela, a cabeça entrou e eu comecei a movimentar de leve e aos pouco fui penetrando 10 minutos depois meu pênis já estava lá dentro até o talo e ela nem tinha percebido.

Comecei a bombar feito louco, ela gemeu alto e dizendo que se eu continuasse a meter assim ia embora coloquei minhas mãos em suas costas colocando meu peso todo em suas costas, ela não teve outra escolha a não ser me obedecer pedir pra ela empinar o cu pra mim e comecei a meter forte e com raiva e ela a gemer alisei sua buceta e ela começou a ficar mais dócil, pedir pra ela rebolar e descobrir o quão gostoso e quando a mulher rebola com a pica entalada no cu, ela ficou sedenta e me pediu pra meter forte foi o que fiz fiquei 20 minutos comendo o cu dela nessa posição.

Coloquei ela de quatro e vi ela manhosamente rebolando e pedindo pica mas sempre que eu metia tudo com raiva ela pedia pra parar e eu não parava olhava pra ela com uma cara de tarado, era tão gostoso ver aquela carinha de medo dela, e ordenava empina a porra desse cu pra eu meter e ela assustada, diz mas já está bem empinada ta entrando tudo você está muito tarado isso ta me assustando, fiz ela ficar de pé e coloquei ela no coqueirinho subindo e descendo na minha pica ela ficou doida e me beijou dizendo o quão gostoso eu era, penetrei com raiva o cusinho dela e gozei feito um lobo no ouvido dela, como boa femea ela gozou também e me beijou.

Depois fomos tomar banho e nos beijamos pedir a ela que a noite viesse pro meu quarto pro segundo round e ela disse que eu teria que ser menos violento e que o cu não iria da porquê tava em chamas, só de ficar em pé já doía muito, depois disso falei pra ela que meu sonho e ter sempre uma mulher pra me fazer gozar pelas manhã pois sempre acordava de pau duro, e desde então ela passou a me chupar de manhã, ela ficou tão submissa que as vezes até pede pra beber minha urina, levei ela pra transar em lugares que excitaria ela como, atrás de ponto de ônibus, banheiro de biblioteca aqui onde moro tem uma grande biblioteca estadual muito grande, que vários alunos leva as garotas para meter pica, ela ficou apaixonada pelo sexo selvagem, masoquista que lhe oferecia e as aventuras que tem comigo, agora estou querendo comer a irmã dela mas ela já percebeu e ficou com ciúmes disse que se eu fizer com a irmã dela, ia deixar de transar comigo, vou tentar esta semana pegar a irmã dela se conseguir eu volto e dou o relato.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
PKG
12/04/2019 03:18:07
boa
27/03/2019 19:56:09
Muito bom
07/03/2019 16:19:52
Sei que meu conto e bom e não e fantasioso e o que qualquer cara que tenha iniciativa como eu tenho e tive pode realizar só e preciso ter atitude e saber prosseguir no jogo para levar a mulher que deseja para cama.
04/03/2019 18:24:25
vc gosta de dar zero rsrs
26/02/2019 23:28:22
Show
26/02/2019 21:48:29
Muito bom continue
26/02/2019 15:58:10
Otimo conto, muito excitante,espero q conte mais sobre as vezes q vc pegou ela e q se vc conseguir pegar a irmã dela q nos conte e q quem sabe se vc conseguir pegar a irmã dela q depois desse acontecimento tendo passado algum tempo quem sabe vc consiga transar com as duas juntas,ate o próximo