Meu sobrinho cresceu e eu não resisti

Um conto erótico de Titia vagabunda
Categoria: Heterossexual
Data: 04/02/2019 00:21:09
Última revisão: 07/02/2019 23:56:38
Nota 10.00

Olá

O que vou narrar hoje é algo do que talvez eu me arrependa mais tarde e talvez seja condenada por quem ler isso

Más irei contar assim mesmo, pois preciso dividir isso com alguém.

Bom, vamos lá.

Eu sou casada já a quase duas décadas e tenho uma vida tranquila e instável, o sexo com meu marido ainda e bom e gostoso eu ainda gozo muito na rola dele e sempre estou pronta para uma boa foda,adoro tudo, anal,oral vaginal e até uma boa dp.eu sempre fui assim, sempre disposta para o sexo, tanto que de vez em quando dou minhas escapadas fora do casamento rsrs,pois confesso que sinto falta de rola e necessidade de ser comida por outro (os) macho (os)as vezes.

Adoro ser tratada feito puta de vez em quando, e já gozei muito com dois machos me comendo.

Na verdade ,na verdade acho que toda mulher deveria ao menos uma vez fazer dupla penetração para saber como é sentir dois machos te comendo ao mesmo tempo, a sensação de ter duas rolas dentro de você e algo maravilhoso,ter quatro mãos te acariciando..aiii é tudooo, você no meio dos dois machos sendo preenchida na buceta e no cuzinho...e depois eles te enchendo de leite ao mesmo tempo, e algo incrível.

Ok.... Fiquei molhada só de pensar rsrs más vamos voltar aos fatos.

Minha irmã certa vez me pediu para cuidar de seu filho durante algun dias, e isso acabou virando minha ocupação já a alguns anos.

Como sempre cuidei muito bem de meu sobrinho e sempre o amei como se fosse meu filho.

Ficamos muito próximos um do outro, ele apegado comigo e eu com ele.

Sempre brincamos e nos divertimos muito juntos.

Sempre dei banho nele e aproveitava para tomar banho também, desde pequeno essa hora era uma festa!

O tempo foi passando e meu menininho foi crescendo e se tornou um meninão que agora queria tomar banho sozinho e ficava encabulado quando eu ficava nua em sua frente ou quando eu pedia a ele para colocar o uniforme em minha frente, essas coisas.

Certo dia, como ele estava atrasado para escola e eu também teria que sair logo, entrei junto com ele no banho, nem me importei tirei toda roupa e foi passando sabão nele.

Tenho um corpo legal com bunda grande e seios fartos, eu me cuido e adoro usar um fio dental atolado, pois sei que os machos gostam.

Notei que meu sobrinho me olhava com os olhinhos brilhantes enquanto eu tirava o sutiã e a calcinha, mas não deu bola.

Esfreguei todo seu peito braços e pescoço e me agacei para lavar o resto aí então que notei que ele tentava esconder com as mãos com vergonha tentava esconder seu pinto que tão duro apontava pro alto!

Eu desfarcei para não deixar meu sobrinho constrangido e ri dizendo que aquilo era normal e que era pra ele não ficar envergonhado pois estava virando homenzinho.

Esaboei seu bumbum e cochas e peguei em seu pinto com uma das mãos e e com a outra passei bastante sabão nele todo,ri dele e dizendo a ele que agora teria que lavar bem aquilo, pois seu pintinho agora era um pintão e tinha que cuidar pra não ficar com mau cheiro.

Ele todo sem graça apenas me olhava e sorria encabulado.

Acabamos o banho e eu o enchugei ele como sempre eu fazia, e seu pinto continuava duro como pedra.

Brinquei com ele mandando ele fazer xixi senão ele não conseguiria colocar a cueca com o ponto nequele estado não tinha jeito.

Nós dois rimos muito e saímos dali.

Mas o que eu não pude deixar de notar,era que meu sobrinho, o meu menininho agora tinha um belo de um pau, é como ele era grande pra sua idade sua rola também era grossa e com uma bela de uma cabeçona rosada e inchada e já tinha até alguns pelinhos.

Fiquei imaginando que logo meu sobrinho iria fazer a felicidade de muitas meninas com aquele pauzão grande e grosso.

E daí em diante comecei a notar que ele sempre que podia dava uma olhada na minha bunda ou nos meus seios pelo decote da roupa e admirava minhas coxas.

E isso me dava uma certa satisfação, saber que eu já madura chamava a atenção de um garoto tão novinho, confesso que isso mexeu com meu ego.

Eu agora fazia de propósito, agachava na sua frente empinando a bunda quando estava com chorts coladinho e fio dental só pra ver aqueles olhinhos brilhando, e as vezes dava pra notar o volume crescendo nas suas roupas.

Algumas vezes percebi que ele logo ia pro banheiro, acho que o safadinho corria pra bater uma pra mim.

Então sempre eu dava um jeitinho de tomarmos banho juntos.

Agora ele que ele já estava mais acostumado nem ligava de eu ver ele de pau duro.

Era só eu começar a tirar a roupa pro banho e sua rola já ficava em pé.

Eu ria e dizia para que ele estava precisando de uma namorada, pra acalmar aquele pintão duro.

Um dia estávamos nos dois debaixo do chuveiro e ele com aquele pontão duro balançando e encostando em mim, e eu confesso que neste dia eu estava no cio, realmente estava com muito tesão, já tinha acordado toda molhada neste dia e queria muito uma rola.

Como sempre ensaboei ele todo dando um trato sem seu pau que agora eu lavava bem com esponja passando em volta da chapeleta com a desculpa de ensinar ele porque senão iria ficar fididinho e isso deixa ele ainda mais duro e inchado

Depois de lavar tudo eu comecei a me lavar, e sentia minha buceta pregando fogo.

Então entreguei a esponja em suas mãos e virei de costas pra ele.

_ você tá muito folgado muleque, sempre e eu que te dou banho, hoje é você vai me dar banho!

ele ficou meio que assustado e sem ação e não sabia o que fazer na hora.

_ vamos lá! E só eu que trabalho aqui! agora só te dou banho se você também me der banco, Borá moleque folgado esfregue as costas da titia.

Ele entrou na onda e foi me esfregando toda com a esponja até a cintura.

_ Ei, eu quero serviço completo rapazinho, eu tenho que lavar esse seu traseiro e esse pintão duro todo dia!

Falei isso e empinei minha bunda pra traz encostando no seu pau duro por alguns segundos até que ele começou a esfregar minha bunda toda.

Nós rimos e eu disse que agora ele seria meu empregadinho e me daria banho todos os dias.

_ pode lavar tudinho quero que você me deixe bem cheirosa.

Abri as nádegas fazendo ele entender que teria que lavar meu cuzinho.

_ eu disse tudo viu, eu lavo seu furico todos os dias, e quero o meu bem limpinho e cheiroso! ele riu, no começo meio sem coragem, começou a esfregar de Lever meio de longe,mas logo me esfregava a esponja com vontade no rego todo até meu cuzinho enchendo ele de espoma de cima a baixo, me deixando ainda mais louca de tesão.

_ assim tá melhor lave com vontade se preguiçoso! Rsrs

Me virei e falei , _ agora o resto né.

E ele obediente me ensaboou toda pescoço seios, ensaboando eles com calma meio que alisando, deixando eles com os biquinhos durinhos depois minha barriga coxas, pernas e braços.

Eu já estava fora de minha razão vendo aquele menino com aquela carinha de desejo e aquele pau grande e duro louco pedindo por um trato.

Abri as pernas e mostrei a ele minha bucetinha raspada toda brilhante de tão ensopada e inchada a esperando pra ser lavada.

_ bom eu lavo esse seu pauzão duro aí todo dia para que não fique fedido né, agora quero ver se você vai lávar a minha perereca do mesmo jeito!

Ele me olhou nos olhos esperando minha aprovação,sem saber se era verdade o que eu estava pedindo, e eu sorri pra ele demostrando que sim

_ vamos logo, tá esperando o quê menino pra lavar minha perereca?

Então eu levei sua mão até a minha buceta que a esta altura escorria.

Senti sua não me tocando nos grandes lábios e deu um suspiro arreganhando ainda mais as pernas ele enfim entendeu que estava liberado para fazer aquilo e começou a alizar minha buceta toda hora com a esponja hora com os dedos.

_ isso meu querido...lava bem a bucetinha da titia aiii.. assim isso assim esfrega bem ela vai

Eu já estava louca e peguei em sua mão e o ajudei a introduzir os dedos dentro da minha xana e mostrei como ele deveria movimentar seus eles lá dentro.

_ assim querido isso...aiii brinque com a bucetinha da titia aiiii isso enfia lá no fundo os dedos vai!!

Peguei em seu pau e comecei a alisar em uma punheta vagarosa firme e ritimada,fazendo meu menino suspirar de tesão.

Pronto, agora já tinha passado todos os limites, não tinha mais volta! se paracemos por ali ou continuacemos com aquela safadeza, o estrago já havia cido feito.

Então me ajoelhei em frete a ele peguei em seu pinto pela base lambi toda a chapeleta e em seguida abocanhei aquela rola dura e babada que pulsava em minha boca

Comecei a sugar toda ela, eu sei bem como fazer uma bela de uma chupeta , só que eu queria que fosse algo calmo e relaxante pro garoto,queria que sua primeira chupeta fosse inesquecível.

Mamei na rola do menino alguns minutos, enguanto alizava seu corpo coxas peito costas e apertava sua bunda gostosa e dura e fui engolindo a vara com calma aos poucos e alisando suas bolas grandes fazendo meu sobrinho gemer gostoso de prazer segurando em meus cabelos.

Logo senti eu primeira esguichada de porra descendo em minha garganta seguida de várias outras.

Que delícia aquele menininho estava gozando e virando homem em minha boca, eu estava ordenhando aquele bezerinho e bebendo seu primeiro leitinho com uma mulher.

Cheguei até a engasgar com a quantidade de porra do menino,mas engoli tudo até a última gota.

Ele me abraçava respirando com sofreguidão depois de ter gozado tão forte, suas pernas estavam tremulas

Saímos do chuveiro e fomos pro quarto, ainda pelados na cama ele veio me abraçar e e começou a me beijar no rosto e pescoço e logo procurou minha boca eu tentei evitar mas fiquei com dó e nos beijamos terna e demoradamente, um beijo suave e delicado.

Ele me acarisiou o corpo todo, e beijou meus seios, e eu ainda estava pegando fogo, o ensinei como sugar meus seios o que ele fez muito bem. Depois foi me beijando toda até chegar na buceta que eu arreganhei e mostrei aonde e como se deve chupar uma Xana para deixar uma mulher louca de desejo, e né que o safado aprende rápido, me chupou gostoso no grelo e em minutos me fez gozar em sua primeira chupada em uma buceta.

Então eu alisando sua rola que já estava dura e com a cabeça toda melada novamente. falei que agora iria mostrar a ele como se deve comer uma buceta e um cuzinho.

Ele sorriu alegre e com cara de safado.

Continua

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/03/2019 02:03:27
Gozei lendo e tendo minhas lembranças da nossa babá! MAnde foto homembomemtudo@hotmail.com
28/02/2019 12:46:52
Quase gozei só ao ler isso. Passei por isso com uma tia minha anos atrás... Bons tempos!
24/02/2019 14:25:07
Ansiosos pela continuação, sou de Ponta Grossa PR e tbm escrevo contos, quem quiser se tornar inspiração
23/02/2019 10:01:34
Alucinante!!
22/02/2019 18:10:40
15 mil leitores 14 votos ---pra cada MIL pessoas que leem, um tem a boa vontade de votar e comentar. Vamos ajudar os escritores.
13/02/2019 04:26:38
Parabens maravilhoso
09/02/2019 09:25:39
Delícia de conto. Votado nota 10. Leia a minha série de contos também: EU, MINHA ESPOSA E MEU AMIGO DA ADOLESCÊNCIA.
08/02/2019 18:55:39
muito bom!!!
07/02/2019 14:45:46
queria uma tia dessa... wellcomezero1@gmail.com
06/02/2019 11:15:19
Adorei a narrativa
05/02/2019 00:51:05
O conto é muito excitante, Mas precisa fazer uma correção ortográfica antes de postar, Provavelmente são palavras que o vocabulário de onde digita não reconhece, então acaba substituindo, Fora isso muito bom.
04/02/2019 19:50:45
Parabéns, muito bem escrito!!!! Muito Excitante!!!!
04/02/2019 17:15:19
04/02/2019 15:52:55
Adorei nota 10 me add no email passa seu email
04/02/2019 10:08:24
Muito bom, espero a continuação
04/02/2019 10:07:48
Muito bom
04/02/2019 08:09:58
Que titia pervertida e safada!! Demais o conto. Queria te ver titia. Enlouqueço com peitos fartos.. beijos .. gauchogol1@gmail.com
04/02/2019 08:04:51
Maravilhoso gatas vamos tc chama no whats....ONZE.NOVE, SEIS, NOVE, NOVE, SETE, TRÊS, SEIS, NOVE,NOVE MARCOS BJS NAS PEPECAS.. Hisokamorow888@Gmail.com podem mandar msgs gatinhas..
04/02/2019 08:04:31
Muito bom se tiver foto mada ai silbelat@yahoo.com.br
04/02/2019 08:04:17
Que delícia