Casa dos Contos Eróticos

O gringo que flechou meu coração V

Um conto erótico de igorr
Categoria: Homossexual
Data: 08/11/2018 09:11:06
Nota 10.00

Narrado por Ragnar:

(Depois de vermos um filme, Enzo decide ir para casa antes de os pais chegarem, e promete que vou gostar da surpresa que ele vai fazer...)

Enzo me chama até a casa dele depois, e me apronto para descer. Chegando lá, ele abre a porta para mim e me leva ao seu quarto. Tem um urso de pelúcia enorme na cama dele, com uma aliança. Estou sem reação.

- Quer namorar comigo? Ficamos tanto tempo enrolando, quase ficamos brigados e eu queria mesmo estar com você. - Enzo diz, muito romântico.

-Sim - digo, em choque, sem pensar nessa decisão. Será que é o certo? Tão cedo?

Ficamos abraços durante um tempo, até que peço para ele me soltar porque estou com fome. Ele insiste para irmos até a cozinha fazer um lanche. Ele pega os ingredientes para um sanduíche e fazemos a maior bagunça, até ele me agarrar e ficarmos nos beijando na cozinha. Depois de comermos, ainda saímos para o cinema, um encontro romântico tramado por Enzo... Que fofo!

Chegando em casa, peço minha mãe para dormir na casa do Enzo, para me enturmar com meus novos colegas brasileiros. Ela de prontidão aceita, e me ajuda a levar algumas coisa para baixo. Enzo fica tão animado, e com uma cara de safado quando entro. Os pais dele estão de viagem, e só tem a irmã dele, um pouco mais nova. Parece uma bonequinha, e fica brincando comigo até Enzo colocá-la para dormir no quarto dela.

Depois, ficamos vendo TV de conchinha no sofá, até irmos para o quarto. Lá, Enzo começa a falar sobre sexo, me fazendo perguntas do que tenho vontade de fazer. Ele sabe que sou virgem, contei a ele já. Ele pergunta se eu faria sexo oral nele, e digo que sim. No calor do momento, ele me beija e vai tirando a bermuda. Enzo diz que não quer me pressionar, mas digo que também tenho vontade. Começo a masturbá-lo por cima da cueca, apertei o pau dele enquanto nos beijamos. Vou descendo e chupo seus mamilos, passo a língua no seu abdome durinho, até chegar naqueles pelinhos, que são o paraíso. Tiro sua cueca e coloco a cabecinha do pau dele na boca. Ele sabe que nunca fiz isso, e não força a minha cabeça. Fico chupando até a metade, masturbando ele. Desço para as bolas e fico colocando na boca enquanto olho para aquele garoto lindo. Ele vira a cabeça para cima, geme, e me excita estar dando prazer para o meu garoto. Ele avisa que vai gozar, e começo a masturbá-lo. Ele ejacula na sua barriga, parecia um litro de porra. Vou limpando tudinho com a língua, e Enzo me puxa para beijá-lo. Depois, vou ao banheiro, escovo os dentes e durmo, agarradinho com ele.

Grilo Falante e Mcnog, muito obrigado pelos comentários! <3 Comente aqui em baixo sua opinião sobre o conto... Obrigado quem leu até aqui! BJ

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/11/2018 19:51:27
Enfim eles começam a namorar e parece que vão se entender muito bem... Esse primeiro contato sexual foi muito bom apesar de eu ter achado pouco intenso, mas pra um virgem como Ragnar foi de bom tamanho... Continua...