Casa dos Contos Eróticos

Reencontrando minha Princesinha

Um conto erótico de Ruivinha2010
Categoria: Homossexual
Data: 07/11/2018 16:16:05
Nota 10.00

Olá queridos leitores da CDC..

Faz um tempo que não escrevo aqui na casa... Ainda mais sobre minha Princesinha...

Então vamos lá...

Passei um tempo sem celular então perdi o contato com minha princesinha.. Voltamos nos falar pelo Facebook mas coisas banais... So perguntando do dia-a-dia.. E assim foi passando os dias..

Uma manhã chuvosa em minha cidade, recebo um oi dela pelo facebook, e começamos a conversa coisas banais como sempre, ela me pergunta se estou com watts repsondo q sim e ela pede meu número ( pous qdo nos afastamos ela excluiu).

Ela me chamou w começamos a conversa e eu fui direta e reta com ela... Disse que estava com saudade dela e sentia sua falta, e perguntei se ela viria a cidsde por aqueles dias, ela mandou um bichinho de vergonha, pedi desculpas..Ela disse q tbm sentia minha falta e que estava com mta saudade de NÓS. Quase infartei... E ainda disse que era meu dia de sorte que estava vindo pra minha cidade e se eu estava disponível pra ela, pois qria matar a saudade, sem pensar respondi que sim, depois do 12:00 estaria livre..

Combinamos o lugar de se encontrar, no horario combinado estava lá, trêmula e anciosa pra ver minha Princesa, que logo chegou num vestido azul royal marcando seu corpo maravilhoso, cabelos solto, aquela boca maravilhosa com um batom vermelho, minha calcinha molhou na hr e minha vontade era na mesma hr rancar sua rouoa ali mesmo e amar ela como nunca tinha amado antes, dsr a ela todo prazer desses anos guardados.

Ela veio ao meu encontro, assim que me viu abriu um sorriso que retribui, levantei e a abracei,, qrendo que aquele abraço nao acabasse nunca, como ela estava cheirosa..

Almoçamos e fomos colocando os assunto em dia, mas eu não via a hr de sair dali e ter ela em meus braços..

Terminamos o almoço e saimos no carro dela rumo ao nosso motel favorito, enquanto ela dirigia não me contive e comecei alisar suas pernas, tentando subir seu vestido, ela impediu, e disse que so no motel, tirou minha mão de sua perna e disse mocinha se contenha.. Chegando no motel ela pediu uma suite, entramos na garageme fui tenta beija-la, impedida de novo...kkk

Ela desceu do carro, fechou o portão, desci e entramos no quarto, fiquei na minha pq minhas tentativas tinham sido frustradas...kkk ela colocou sua bolsa sobre a mesa e veio me abraçar apenas fui retribuindo.. No abraço dizia em seu ouvido o qto sentia sua falta, e que gostaria que aquele momento nao acabasse, ela foi tirando minhabroupa, revelando minha lingerie roxa que ela achava linda... Desfez de minha roupa e veio me beijar, que beijo, que delicia, que saudade... Beijei ela como se não houvesse amanhã, desci minha mao sobre o corpo dela qrendo senti cada partinha dele, tirei seu vestido, revelando sua tatuagem e tbm aquela lingerie preta que se destacava naquele corpo branco maravilhoso com aquela leve marca de biquini, deixsndo ela apenas de lingerie e scarpien, tomei frente e fui caminhando ate a cama agarrada ao seu corpo, pedi a ela que deitasse e fui pedir seu vinho favorito, enquanto aguardava o vinho fui namorando ela, descia cheirando seu pecoço e voltava beijando e mordiscava dua orelha e voltava a beija-la. O vinho chegou servi ela e começamos a beber e trocar beijos e carícias e sempre fslsndo da falta que fazíamos na vida uma da outra e prometendo nunca mais se afastar.

Ela qrendo tomar a situaçao de novo pegou minha taça d vinho junto da dela colocou sobre a pedra e veio pra cima de mim, começou a beijar parecia mais que ia me engolir, apenas fui retribuindo, deixei ela... Ela entre beijos foi se livrsndo do meu sutiã e tbm do dela, não me deixo tira-lo, qdo ela tocou meu seio com suas maos delicadas, me arrepiei tods e o gemido foi inevitável, que delicia, ela sabia como me tocar..me deitei e ela me beijando foi descendo pelo meu pescoço qdo chegou em meus seios ela deu um beijo em casa bico, ja rígido de tanto tesao por aquela mulher, e comelou a chupa-los,mamar e modiscar que delicia, comecei a gemer como uma gatinha no cio, ela foi descendo beijando minha barriga chegando em minha pepekinha, ela nao tirou a calcinha e começou a beijar e passar a lingue com a calcinha ainda...me torturando.. Meu Deus que mulher, passando a lingua e sempre com aquele olhar de safadinha q ela tinha ela foi colocando seu dedo dentro da calcinha e disse que estava ensopada tirou e lambeu, voltou e fez de novo, implorei prs que ela me chupasse pois nao aguentava mais, ela fingia nao escuta e continuava com a tortura, puchou minha calcinha de lado e passava apenas a ponta da lingua, e passava hora na virilha, ora na minha pepeka... Depois de mto me castigar tirou minha calcinha e me começou uma chupada dos deuses...kkk nao demorei a gozar na lingua dela,e que gozada, como a tempos nao sabia como gozar tão gostoso e ela limpou todo melzinho e subiu pra um beijo delicioso...

Inverti os papeis joguei ela na cama e desci direto ora sua pepeka, tirei sua calcinha e comecei a chupa-la como ela gostava, caprichei no seu sininho enquanto penetrava sua pepeka com 2 dedos e desci lambendo pra passar a lingua no seu anelzinho que saudade daquele cheiro e daquele sabor dela, enqto caprichava em seu anelzinho brincava com seu sininho, voltava pra sua pepeka e fui introduzindo um dedo em seu anelzinho e ela gemendo, que delicia sentir seu sabor e ouvir seus gemidos, ate que ela nao aguentou e gozou deliciosamente, ver ela ali entregue a mim, como desejei ela, nao parei de chupar ela, e ela qria mais e mais daquela pepeka deliciosa... Fui e beijei ela enqto encaixava minha pepeka na dela, era um convite pra misturar nossos sabores, e ela como sempre nao negou fogo... Ficamos esfregando nossas delicia ate explodirmos num gozo deliciosoe misturar nossos gostos, que deliciaaaaaaaaaaaaa.... Depois de uma gozada deliciosa nos deitamos na cama pra recuperarmos, me levantei primeiro, coloquei a banheira pra encher, e voltei pra cama qria mais dela, e o medo de nao mais toca-la aquela ser a ultima vez... Fui beija-la desci chupei seus seios, aqueles seiis lindos e delicioso, mordisquei, chupei e voltei a beijar ela... Coloquei maid vinho em nossad taça e a convidei pra ir pra banheira, fui pra banheira agarrada ao corpo dela, entramos e ficamos nos acariciando se beijando e pedindo que aquele dia não acabasse..

Voltamos pra cama nos amamos mais uma vez, tomamos um banho juntas e jurando nao se separar novamente e voltsmos pra nossas vidas.. Com promessa de um novo encontro, esse que nao demorou nem 15 dias....

OBS:Desculpe os erros, pois escrevo pelo cel.. E o corretor as vezes nao ajuda

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/11/2018 17:42:51
Adorei o conto. Mulheres e casais se quiserem uma deliciosa aventura sexual entre em contato por e-mail. Sou de Osasco SP, tenho certeza que realizarem todas as suas fantasias mabbispo@gmail.com
07/11/2018 17:03:36
Delicia