Casa dos Contos Eróticos

Me entregando a noite

Um conto erótico de Patricia Crossdresser
Categoria: Homossexual
Data: 10/10/2018 21:16:28
Nota 10.00
Assuntos: Gay, Homossexual

Acabei de me depilar aproximadamente umas 20:00, depois tomei um banho, minhas roupinhas já estavam guardadas na mochila, um vestido rosa, aquele vestido era bem meigo, minha calcinha,par de meia e uma calcinha vermelha.Eu estava ansiosa para ir até ele, fazia mais ou menos uns 30 dias que estavamos teclando pela internet e ainda não tinha rolado nada. Então quando deu 21:00 eu sai, naquele dia estava chovendo, em Curitiba chove todos os dias praticamente. Quando estava no ônibus eu comecei a ficar com medo, sempre que vou sair com os homens eu sinto essa sensação, começo a me sentir frágil e delicada, é muito estranho. Quando cheguei no prédio do moço eu quase desistir de tocar o interfone

, a esposa dele estava viajando e ele me convidou para ir até ele. Toquei o interfone ele me atendeu e abriu a porta para mim, subi e quando vi a porta aberta eu entrei, o homem me disse para ir até o banheiro e me arrumar. Quando cheguei no banheiro tinha um litro de vinho lá dentro, confesso que estava muito nervosa e antes de me arrumar bebi uma taça de vinho. Então tirei minha roupa, depois vesti minha calcinha, e quando fui ver já estava colocando meias e logo estava passando baton e maquiagem, tomei mais duas taças de vinho e então houve um momento que olhei para o espelho e vi uma Mulher, eu havia terminado, já estava montada. Abri a porta da banheiro e fui até o quarto, as luzes estavam apagadas e enquanto entrava escutei uma voz me chamando, era o homem, ele estava deitado olhando para mim, eu empinei bem o bumbum e fui até ele. Deitei do lado do homem, o penis dele estava bastante ereto, eu segurei o penis dele e começei a masturba-lo, depois comecei a chupar o saco dele, enquanto chupava ele dava uns gemidos estranhos, parecia um animal, uma fera, na realidade era tipo um grumido ou uivo sei la. Fiquei chupando o saco do moço, então olhei nos olhos dele e após isso fui em direção do pênis dele e olhando nos olhos dele comecei a chupar, eu senti uma sensação boa, o cheiro do cacete dele me deixou como se estivesse dopada. Então ele me disse que eu deveria deitar de bruços, eu fiz o que ele me mandou fazer, fiquei de bruços, então senti um cheiro de preservativo, logo após sentir aquele cheiro ele subiu em cima de mim, fiquei deitada de bruços com ele nas minhas costas, senti medo e pedi para ele parar, ele então me disse para ficar tranquila, eu tentei sair mas não consegui, ele era pesado e acabou me imobilizando, senti que era besteira ficar com medo ou tentar sair dali e deixei ele tomar conta situação, ele me penetrou e senti uma sensação linda, tive vontade de chorar de tanto prazer. Enquanto ele me fodia eu chorava, mas chorava por estar sentindo algo que não consigo expressar aqui, então o moço deu um grito e senti que ele havia gozado. Quando ele terminou de gozar ele me disse que eu deveria ir embora da casa dele. Sai da casa dele e fui para a rodovia, enquanto caminhava na rodovia eu ficava pensando naquele homem.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/10/2018 06:06:00
Que gostosa tua experiência!
10/10/2018 22:41:35
Ótimo