Casa dos Contos Eróticos

boy in pink

Um conto erótico de Uke_Putinhaa
Categoria: Homossexual
Data: 10/10/2018 14:36:34
Nota -

Ⓢⓘⓝⓞⓟⓢⓔ

Zoro suspirou alto. Ergui os olhos.

-O que foi? - perguntei virando-me para ele.

Zoro se levantou e segurou em meu quadril, encostando-me na parede.

-Eu estou com fome... - ele disse passando o nariz contra minha bochecha.

-Você pode ficar com meu lanche, eu estou sem...

-Ah, você entendeu errado, babyboy. Eu estou com fome de vocêⓅⓡⓞⓛⓞⓖⓤⓔ

Rodei as chaves do carro nas mãos.

Suspirei enquanto Sanji terminava de arrumar o cabelo no vidro.

-Vamos lá, isso vai ser ótimo - ele murmurou.

Balancei a cabeça com desdém.

-Você e seu fetiche por novatas... Qual a graça que essas novatas tem? A maioria delas nem é tudo isso - resmunguei para Sanji.

Atravessamos o estacionamento da Universidade das Artes de New York falando com uma e outra pessoa durante o caminho. Sanji estava animado, todo bobo com a atenção que as pessoas davam a ele. Era meu melhor amigo sim, mas a vontade que eu tinha que lhe dar um tapas naqueles momentos...

-Não é o fato de serem lindas ou não - Sanji explicou depois de dar uma piscadinha para uma garota nova que suspirou alto e riu com a amiga. -É o fato de que nenhuma delas sabe que eu não presto.

Gargalhei a balancei a cabeça.

-Você é impossível, Sanji.

-Ah, eu concordo - uma voz arrastada cheia de zombeteria disse atras de nós. Viramos sorrindo para Kid, nosso melhor amigo.

Ele estava diferente, isso era evidente. As férias de fim de semestre sempre faziam bem pro Kid. Ele entrava em forma, mudava o cabelo e o guarda-roupas. A mudança havia sido incrível. Kid deixara uma barba por fazer - e o mais incrivel de tudo - abandonara de vez o cabelo Vermelho. Estava tão moreno quanto Sanji e eu.

-Seu cabelo! - Sanji gritou espantado.

Kid riu alto e nos acompanhou.

-Minha mãe disse que seria legal deixar assim. Tenho que admitir que adorei - ele contou com um leve sotaque irlandês. Seu sotaque nunca demorava a voltar quando ele passava algum tempo com os pais, e quando sentia saudade de casa nós, Sanji e eu, adorávamos imitar o sotaque dele.

Paramos os três no prédio onde aconteciam as boas-vindas. Estávamos entrando em nosso terceiro ano na faculdade e continuávamos melhores amigos.

-Suas apostas para esse ano?

-Ádh mór - Kid murmurou. Significava "sorte" em irlandês. Era o que ele sempre pedia.

-Dinheiro - Sanji murmurou.

Respirei fundo.

-Não sei ainda.

Entramos conversando no auditorio. Centenas de vozes animadas conversavam. Havia gritos de saudade, reencontros, abraças apertados, risos de flerte, algumas pessoas carregando pesados instrumentos musicais, outras com materiais de arte. Nós nos sentamos na terceira fileira, de frente para o outro lado do auditório. Vi quando um garoto alto, forte e cheio de tatuagens chegou. Eu sabia quem era, mas não gostava muito do sujeito. Law era do tipo rico metido a besta, o tipo que eu quebraria a cara. Mas naquele momento ele parecia realmente tranquilo e risonho enquanto abria caminho para alguém. Imaginei que seria sua nova namorada, até que meus olhos pousaram nele.

O garoto usava sweater rosa-claro e calça skinny. Ele era alto e magro, e eu apostava duzentas libras que aquelas coxas deviam ser deliciosas. Conversava timidamente com o Law, as bochechas bem vermelhas. Seus lábios era cor-de-rosa, um tom que a maioria das garotas só conseguia na boca com batom. Cutuquei o Sanji e indiquei o garoto.

-Uau - ele murmurou. Virou para me encarar. - Ele parece muito... Sei la...

-O que?

-Feminino? - Sanji estranhou. Aquele não era meu gosto, é verdade. Mas aquele garoto... Observei quando ele se sentou e se levantou no banco, limpando antes de se sentar de novo. O movimento de seu quadril provocou um choque em meu estômago.

-Ele é perfeitamente normal.

Kid se virou para ver do que estávamos falando, um sorriso malicioso surgindo em seu rosto.

O garoto vestido de rosa tinha uma garrafa d'água nas mãos e mexia nela ansiosamente. Acompanhei o movimento de suas mãos na garrafa imaginando aquilo em mim.

Ah, como eu o queria.

-Acho que achei o que quero pra esse ano.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.