Casa dos Contos Eróticos

EU na casa do PATRÃO / 02

Um conto erótico de Duas Carnes
Categoria: Heterossexual
Data: 14/09/2018 05:27:03
Nota 10.00

Minha semana foi tranquila, ligando para os amigos e amigas

e meu marido me comendo pela madrugada, uma monotonia

Mas dando o rabo para o meu amado e corninha Alex.

Que agora passei guardar segredo, pois estou indo no apartamento

de seu PATRÃO.

Semana passando e chega a pela quarta-feira, logo após as 13 horas

eu ligo para o Edgar.

Eu vou demorar um pouco, mas pode fazer um café,

que eu levo uns complementos para tomarmos um café da tarde.

E ele disse para eu pagar uma chave reserva

que ele deixou na portaria, com um crachá, escrito o meu nome.

____ Boa tarde eu sou Carmem .... e antes de passar meu sobre nome

o guarda da portaria veio com umas chaves e além de meu nome, atrás

o numero do apartamento.

Ao chegar no apartamento, é que me dei conta da palavras complementar no crachá

Em letras bem menores em areal black escrito a palavra secretária.

Muito feliz fiquei e pensei, será que ele já me contratou.

Mas nada perguntei. a ele.

Ao chegar em casa ele veio com uns papeis para eu assinar

Eu passei a ser contratada como secretária executiva dele

E que não precisaria comparecer a empresa. era uma formalidade

e um presente dado a mim, pelos bons serviços executados por mim

___ Mas você, não me conhece e me dá logo um cargo com um salário

de R$ 3.200,00 por mês.

___ Eu sou dono de meu dinheiro e o dou para quem eu quero.

Terá assistência médica

E um cartão de Crédito em seu nome que chegará em breve aqui em meu endereço.

O banco vai enviar em 15 dias.

Dependendo o que acontecer em nossas relações,

em breve terá o seu carro com motorista particular,

mas o que mudará é que serás minha toda quarta-feira.

Não faça compromissos e tudo correrá bem entre nós.

O que eu iria responder, estava pasma e como sair de uma relação

quem para mim nem ainda começou, só por ter dado para ele e para

o seu irmão.

Tomamos o nosso café da tarde e eu querendo dar para ele o mais rápido

possível, em forma de agradecimento, eis que toca a campanhinha e vou

a pedido dele atender é um alemão bem alto e pergunta do Edgar.

De dentro ele responde, pode entrar Rans.

Ele entrou e foi logo assentando e conosco passou a tomar café com torradas

Acabamos e Edgar, na frente de Rans, enfiou as mãos em meu seios

os tirou para fora e passou a chupa-los na frente do Alemão.

Este parecia nada entender, mas o Edgar disse.

___ Venha Rans, aqui tem leitinho para nós dois e ele veio

E agora eu era chupada pelos dois ao mesmo tempo.

Algo estranho parece estar acontecendo, mas deixei rolar fazer o que

Eu que gosto tanto de homens não vou desperdiçar, tudo aquilo em minha frente.

A pedido de Edgar eu fiquei nua e ele, deitou sobre mim,

depois que no colo ele me pagou e como da outra vez ele me levou para a sua cama.

Ao entrar no quarto eu já nua e vejo dois homens nus,

o Edgar corpo atlético e com boas formas parece uma escultura.

O alemão com mais de dois metros de altura e quando vi sua rola

pensei, esta eu não vou aguentar.

____ Atenda com carinho o Rans, ele é meu amigo, desde os tempos

de colégio, um cara desejado pelas, munheres e pelos homens de nossa época

Eu aproximei de sua rola grossa e longa, e passei a chupa-la

Uma rola mole e consegui por metade de tudo mole em minha boca

E com os meus movimentos eu ia sentindo ver e gigante adormecida

Crescer em minha boca.

Edgar, ficava só olhando, Como eu estava assentada na cama e sem ao menos

precisar, ele me deitou na cama e passou a me chupar e que lingua grande

Ele, passava bem suave sua lingua em volta de minha vagina e depois enfiava tudo

Eu senti que ia gozar e ele continuava e com suas mãos apertava os meus seios

Eu gozei e sugou todo o meu liquido e em seguida ele só levantou as minhas pernas

e pediu dois travesseiros. que e Edgar prontamente providenciou

E ele foi me penetrando, não sabia se ia aguentar, mas ele sabia que o tamanho

era enorme e foi bem devagar introduzindo aquele "cano"

de duas polegadas de diametro e uns 29 a 32 cm de comprimento, dentro de minha

linda e pequena vagina.

___ Nossa você vai aguentar, a ultima que transei ela, me expulso da cama. Vai aguentar

só falta umas duas polegadas.

Nada respondei, mas que estava gostoso estava, não sei se aguentaria

Até que ele encostou seu corpo pesando em mim.

E como minhas pernas já estava em seu ombro, e ele parou de massar os meus seios

E passou seus longos braços entre os meus braços e levantando a minha cabeça

e com minhas pernas já em seu ombro ele começou a bombar, e eu muito feliz

por me sentir totalmente presa e ele bombava rola e tirava mais da metade

e novamente introduzia tudo e quando acabava de entrar ele ainda dava uma forçada

para tentar entrar até o que não mais existia.

Quando olho o Edgar já havia gozado, tocando uma punheta em nossa frente.

Foi uma foda só naquela tarde, não fui usada por Edgar, que naquela tarde

só beijou os meus seios.

Saimos, fui ao banho eu e o Rans e logo, bem composta e bem vestida

o Rans abriu a carteira e me deu R$600,00.

____ Não um pago é um agrado, por tudo que aguentou de rola

em sua minúscula buceta.

agradeci dando eu um longo beijo de lingua,

quando eu percebi ele estava me engolindo,

que chegou a doer a garganta, que eu tive que empurra-lo.

Edgar me abraçou, me beijou os rosto e sai dali, contente com

R$600,00 na bolsa,

Há não contei, desde que eu passei a digitar os meus contos

o Alex não sabe quanto eu tenho no banco. pois abri outra conta

no mesmo banco e o rapaz que abriu para mim,

não deixa chegar correspondência nenhuma em meu apartamento.

Beijos a todos este foi a segunda vez que vou NA CASA DO PATRÃO.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/09/2018 15:04:45
Muito bom o conto agora espero que as coisas continuem indo bem com o marido
14/09/2018 11:43:27
Até eu ia querer um patrão assim. Além de ganhar tudo isso, os orgasmos e os ¨agrados¨ extras dos amigos bem dotados como esse alemão. Rs. Excelente conto, muito excitante. Nota máxima com louvor. Beijos.