Casa dos Contos Eróticos

Isabella – A policial mais gata e gostosa =D - Capítulo 19

Um conto erótico de Pekenina
Categoria: Homossexual
Data: 14/09/2018 00:19:15
Nota 10.00

Olá galerinha! Manu por aqui novamente =D

Vamos a mais um pouco de adrenalina!

Ficamos lá conversando, quando Isa volta. Cumprimentou a Dani e o seu irmão. Arthur foi se trocar, pois estava muito calor. O churrasco estava correndo tudo bem. Isa também foi se trocar, colocou um biquíni que meu Deus do céu mexeu com a minha imaginação, mas ela colocou um shortinho para não ficar só de biquíni. Coloquei uma bermuda de tactel e parte de cima do biquíni.

Estávamos todos conversando até uma garota chega, já indo em direção da Isa.

Ela: Oi Isa! Quanto tempo minha morena! – Disse ela agarrando Isa.

Isa: Oi Bia! Tudo bem?

Bia: Ela melhor agora. – Disse ainda segurando o braço da Isa.

Percebi Arthur balançando a cabeça em sinal de negativo e abaixando a cabeça.

Bia: Nossa como você está linda Isa. O tempo só te faz bem. – Disse ela alisando o ombro da Isa.

Aquilo já estava me irritando demais. Me levantei da mesa e fui lá pra dentro para o quarto da Isa, passando pela minha sogra quem nem uma bala. Entrei batendo a porta e me jogando na cama. Não demorou muito Isa veio atrás de mim.

Isa: Amor o que houve? – Disse ela sem entender.

Eu: Você ainda pergunta o que houve? Aquela garota chega te agarrando, fica te elogiando e ainda por cima te alisando. Pude notar também o seu irmão balançado a cabeça em sinal de negativo, como se alguma coisa não estivesse bem, Você ainda realmente quer saber o que aconteceu? – Falei com muita raiva.

Isa: Oh meu amor. Bia é minha prima. Crescemos juntas. Faz algum tempo que não nos vemos. – Disse ela se aproximando de mim.

Eu: Uhum sei. Vai me dizer que nunca ficaram? – Falei com muito odeio da Isa.

Isa: Nunca ficamos meu amor. Não vou mentir Bia já tentou ficar comigo, mas nunca quis nada com ela. Ela sempre disse que gosta de mim, mas nem me abalo. – Disse fazendo carinho nas minhas costas.

Eu: Sabia que essa garota gostava de você. Só pelo jeito que ela te tratou.

Isa: Amor para com isso. Eu só tenho olhos para você. Te Amo demais minha vida. – Disse me virando.

Isa foi me beijar virei o rosto, me esquivando do seu beijo. Pois estava com muita raiva dela ter deixado a prima dela ficar passando a mão nela.

Isa: Amor, por favor, não faz assim. Eu amo você minha preta. – Disse ela com uma carinha triste.

Eu: Amor melhor você descer se não seus pais vão estranhar seu sumiço.

Isa: Não vou sair daqui até você me perdoar. – Disse ela segurando minha mão.

Até que alguém bate na porta. Isa foi até a porta e abriu, era sua mãe.

Sogra: Está tudo bem meninas? – Disse ela preocupada.

Eu: Está sim sogra, só estou com pouco de dor de cabeça e Isa veio me dar um remédio.

Sogra: Ah sim minha filha. Se cuida viu.

Minha sogra se retirou e fechou a porta. Isa me olhava fixamente ainda segurando minha mão.

Eu: Isa pode ir lá ficar com sua prima. – Falei soltando sua mão e me virando para o canto.

Isa: Amor olha pra mim. Para com isso vai. – Disse com uma vozinha tristinha.

Aquela vozinha me cortava o coração, mas me mantive firme. Isa se levantou e saiu do quarto. Passaram alguns minutos alguém parte na porta. Quando já ia falar pra Isa sair, ouço a voz da minha sogra:

Sogra: Posso entrar Manu.

Eu: Claro que pode dona Celia. – Falei me virando.

Ela entrou e veio caminhando em minha direção e sentou ao meu lado e pegou na minha mão.

Sogra: Oh minha filha, sei que você não está com dor, mas sim irritada com a prima da Isabella. – Disse ela ainda segurando minha mão.

Eu: Como à senhora sabe? – Falei surpresa.

Sogra: Coisa de mãe. Sempre sabemos das coisas. Mas filha não fique triste, porque Isabella ama você de verdade, desde da primeira vez que ela te viu ela me contou dizendo que havia encontrado a mulher da vida dela. Ela sempre me contou tudo sobre vocês.

Eu: Nossa Isa nunca me falou sobre ter contado para a senhora sobre nós. - Falei surpresa e feliz com suas palavras.

Sogra: E também notei que você também ama muito minha filha, posso perceber em seus olhos. Essa prima da Isabella é insuportável mesmo, não sei nem o que ela veio fazer aqui, ninguém vai muito com a cara dela. Então se eu fosse você, ia lá pra baixo ficar com sua namorada e mostrar para aquela insuportável que você é a mulher da vida da Isabella. Pois eu dou muita força para esse namoro de vocês, você está fazendo bem para minha filha e isso me deixar muito feliz e é o que me importa. – Disse isso fazendo carinho em meu rosto.

Eu: Nossa sogra, eu nem dormi direito essa noite com medo da senhora e do meu sogro não gostarem de mim. E agora depois de tudo isso, fico até sem reação sabe. Só quero agradecer pela força e por me aceitar como namorada da sua filha. Prometo que vou cuidar muito bem dela. – Falei me levantando da cama e dei um beijo em sua testa.

Desci correndo procurando minha morena, vejo Isa conversando com a insuportável da sua prima. Vou caminhando em sua direção, abraço Isa por trás e dou um beijo em seu pescoço, ela vira o rosto pra mim e solta aquele sorriso lindo.

Isa: Oi meu amor! Que saudades de você. – Disse ela me dando um selinho.

Eu: Também estava morrendo de saudades de você. – Falei virando ela de frente pra mim e dando um beijo calmo.

Quando terminamos de nos beijar, olhei pro lado e a insuportável da prima dela ainda está lá. Aff o garota chata.

Isa: Bia essa é a Manoella minha namorada.

Bia: Muito prazer. – Disse ela com uma cara de quem não gostou nada.

Eu: Nenhum prazer em te conhecer. – Falei agarrando minha morena.

Quando ela ia responder alguma coisa meu sogro me chamou para assistir o jogo com ele e Arthur. Mas antes de sair dei outro beijo na Isa e disse para ela fazer companhia para Dani. Me sentei na sala com eles e fomos assistir o jogo. Meu sogro fica bravão quando o Timão está perdendo, porém correu tudo certo e o Timão ganhou e sogrão ficou feliz para caramba.

Sogro: Deu sorte para o nosso Timão heiim minha norinha. – Disse ele me dando um abraço.

Eu: É isso ai sogrão. Tamo junto! – Falei dando um suco no seu braço de leve.

Meus sogros são uns gatos, meu sogro é um alemão de 1.80 de altura, 38 anos, olhos verdes, forte devido academia e pratica de esportes e minha sogra é uma morena de 1.70 de altura, 36 anos, cabelo preto até o bumbum, olhos azuis, toda sarada, também devido academia e pratica de esporte. Agora descobri de onde minha morena herdou tanta beleza.

Continuaa...

Comentem, comentem, comentem, comentem, comentem e ah NÃO se esqueçam de comentarrr =D

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/09/2018 21:18:38
Isabella é muito brava e ciumenta mesmo s.veneno, eu também sou, mas minha morena é muito mais =D
14/09/2018 21:16:56
Pode deixar Leide =D
14/09/2018 21:16:32
Calma Pucca que mais coisas por ai =D
14/09/2018 21:15:41
Oh claudia29 ficamos felizes em saber =D
14/09/2018 11:04:32
Mto bom continua.
14/09/2018 10:30:49
A Isa e brava e ciumenta mais manu nao fica atrás amandoooooo,e mto curiosa com a tal Juliana rsrs
14/09/2018 09:05:32
Nao demora
14/09/2018 04:37:44
Tá demais achei que ia rola Rola uma briga por causa da juh Ops! Me enganei. Mas tá demais não demora muito posta mas
14/09/2018 00:51:26
Mais apaixonada a cada dia pela historia de vcs continua logo