Enteada safada, amigo cachorro, pau de manhã, buceta a tarde

Nessa época eu andava com muito tesão naquela biscatinha safada da Emily, tanto tesão a ponto de já estar me fazendo mal,

Certo dia Fernando me chamou pra sair tomar uma gelada e eu fui, conversamos bastante, e como não poderia deixar de ser Emily acabou se tornando tema principal da conversa, falar de sexo com Fernando era diferente, ele falava com uma naturalidade incrível,

Sabe eu sei que não deve ser fácil pra vc ver aquele pitelzinho lá na sua casa, vc comeu ela depoos daquele dia? Perguntou

Pior que não, ela me provoca mas quando eu penso em chegar ela me rejeita. Falei

Olha cara essa putinha tá me dando no nervos, esses dias cheguei ela tava de sacanagem com o namocorno dela, saíram do quarto na maior cara de pau, ela com saia curta mostrando a polpinha da bunda, ele de pau duro, nem disfarçaram, depois ainda veio falar que sou empatafoda e que ia ter de terminar com dedinho, assim na cara de pau, eu qiase me matei de bater punheta, não tá dando mais, eu disse já bem deprimido

Entao chega e mete a rola e depois pergunta se pode kkkkk disse ele com aquele jeito de cachorro

Eu disse assim não tenho vontade né tesao

Vou te mostrar uma coisa, quer ver? Ele disse

Ehhhhh pode parar nem vem que de rola já basta a minha

Olha pra rola se quiser, mas tem mais coisa pra ver. disse ele com a cara mais safada do mundo

Mostra aí então

Ai ele pegou uma câmera na mochila e mostrou um vídeo dele comendo a mulher dele,

Quem é essa?

Minha mulher. disse ele

Tá louco, me mostrar sua mulher

Se quiser olha, se nao quiser não olha viado, disse com deboche

Olho e ainda digo, ou melhor não digo nada

Agora pode dizer, ajoelhou tem de rezar disse ele

Que buceta gostosa essa da Anna, não leve a mal

E gostosa sim, mas nao esperava vc elogiar só a buceta dela, disse

E queria que eu elogiasse mais o quê ?perguntei mas ja com medo da resposta

O meu pau, falou na lata

Aquele dia aconteceu aqueles negócios ( sugiro que leiam o conto anterior e depois os demais ) mas estavamos com tanto tesão que nao entendi bem disse ele

Nessa altura estávamos indo para o carro dele, e conversando

Essa conversa não vai dar certo, eu disse

Porque? Tá com medinho de se apaixonar na minha jeba ele disse rindo descaradamente.

Dei lhe um soco no braço, e disse: tá louco cara nada a ver, faz seguinte quer falar sobre pau, rola, jeba, mangaio, pinto, pênis, caralho, cobra etc entao vamos falar, parece gay falei já de saco cheio

Olha ficou nervosa a mocinha, falou debochando

Cara vc nao existe, porra, me dá aí essa câmera que vou olhar mais pra buceta da sua mulher, eu disse

Toma, mas eu sei que vc quer olhar meu pau sua bicha, ele disse

Se eu quisesse ver seu pau eu falava e vc me mostrava pessoalmente não em vídeo né

Quer ver eu mostro, aliás aquele dia vc segurou minhas bolas e meu pau. Disse ele

E vc tbm segurou meu pau e colocou na Porto há do cuzinho da Emily, eu disse

Pior que as duas sensações foram boas ele disse

Ehhhhh tô falando, essa conversa tá estranha, falei mas nao com tanta certeza de que queria encerra-la

Sério que acha do meu pau, perguntou ele

Quer saber mesmo? Falei

Pois vou falar aliás vou além, tira ele pra fora que eu vou olhar bem e já te digo

Como já estávamos no carro ele tirou o pau e segurou bem na base evidenciando todo seu dote, quer pegar pega, disse ele

Eu peguei, não sei como, não sei porque, mas peguei e pior gostei de pegar, gostei de sentir o peso, pau dele era quase do tamanho do meu, só que era mais reto e com cabeça maior, punhetei e balancei, e já melou a ponta.

Diz que achou, disse ele

Diz vc o que acha do meu, falei sacando o meu pau

Ele pegou, olhou, punhetou tbm e disse

Cara tô até com medo de dizer mas esse pau tá me dando um tesão

Eu sem tirar a mão do pau dele sentia pulsar, sentia as veias, sentia o calor e peso daquela rola, num ato impensado e digamos até que involuntário coloquei ele na boca, e chupei, não engoli nem metade, mas o que coube na boca chupei, nessa hora ele rosnava

como um animal, enquanto isso ele começou a bater uma senhora ou punheta pra mim,

Pulamos para o banco de traz e começamos meio que desajeitados a chupar um ao outro, e vou ser sincero como foi bom chupar e pegar naquele pau, chupamos até gosar e que gosto estranho, diferente, nunca havia experimentado porra quente a não ser a minha própria em algumas bucetas em que eu havia gozado e depois chupado, mas porra pura e direto da fonte foi a primeira vez e foi bom.

Depois de gozar ficamos em silencio, passamos em um posto e na conveniência comprei energético e mais cerveja e não sei por que comprei uma ice, coisa que não gosto, tomei mais 3 cerveja e um energético grande e deu, ele me deixou em casa, não falamos palavra,

Então entrei em casa estava vazia, a não ser por alguém na cozinha, e quando adentrei à cozinha quem estava lá?

Claro Emely, quem mais né, estava passando roupa, com uma camiseta larga e comprida

Olhou sorrindo e disse

Nunca viu uma magrela levando ferro?

Desse ferro não, só daquele de carne eu disse sem pensar

Aquele de carne e o melhor de se levar,

Trouxe uma ice e um energético eu disse

Passa pra cá que o corno hoje me deu o bolo.

Pior que eu tinha tomado uma balinha pra animar as coisas

Ela tomou a ice e o energético, e perguntou onde havia arrumado

Sai com Fernando e compramos, falei

Que esquisito vc está estranho que houve? Perguntou

Ixi acometeu algumas coisas, mas nem sei se vale a pena contar pra vc eu disse

Conta aí vai, só falta dizer que se chupada kkkkk

Da onde tirou essa idéia

De lugar nenhum, falei por falar, por que?

Ai resolvi contar a ela, e conforme contava percebia que ela aliava a buceta por cima da camiseta comprida, e logo percebi que ela estava sem nada por baixo, e comecei sentir tesão

O que é melhor, chupar buceta ou rola ela perguntou,

Nem sei mais, faz tanto tempo que não chupo uma buceta

Ela falou não seja por isso, chupa essa e ergueu a camiseta expondo aquela bucetinha, ou melhor, bucetona que eu já a mais de 7 anos desejava

Ela deitou se no sofá, ergueu e abriu bem a buceta e eu chupei, mas chupei como se fosse a última coisas que eu fosse fazer na vida, eu enfiava a língua o quanto dava, esfrega a meu rosto todo, ele escorria seu mel e como tinha mel naquela buceta, melequei a cara toda chupei por muito tempo, e quando ela estava com o grelo já inchado , os beiço da buceta já vermelhos então eu tirei meu pau pra fora, ele estava tão duro que dois muito, ele que era naturalmente branco da cabeça rosinha, naquele momento estava vermelho e a cabeça quase preta, pulsava com força, as veias excepcionalmente saltadas, ela embalada pelas ice, energético e sabe lá que porra de balinhas eram aquelas, pediu com a cara mais safada

Mete, mete esse pau na minha buceta, esfrega ele no meu grelo, me come, mata sua vontade de foder essa buceta seu tarado, me arregaça seu cachorro

Aquilo foi como jogar gasolina na fogueira,

Como, comi a aquela lazarenta, fodi de todo jeito que pude, confesso que de tanto segurar e interromper a gozada, não consegui gozar, mas metemos por mais de uma hora, e ela diase ter gozado, eu estava tão fora de mim, que nem sei se ela gozou, eu saí de mim naquele dia, mesmo sem gozar foi a melhor metida, a mais esperada, quando eu nao aguentei mais meter, cai no tapete da sala e desfaleci, acordei com ela me chamando, e dizendo levanta, e vai tomar banho que daqui a pouco as pessoas começam chegar

Sabe pessoal, eu comi ela mais algumas vezes, mas foram normais, com penetração, bate estaca, bombadas, porra etc etc

Narrei essa porque foi a mais esperada e marcante,

Essas histórias são reais e narradas de acordo com o que me lembro, críticas serão aceitas e respondidas por email.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/12/2018 14:46:59
Nossa, bem diferente essa tua história. Até com essa enteado, tudo comum. O incomum é esse amigo cachorro, que faz propaganda da mulher e quer ser apreciado pela ¨coisa¨ dele. Rsrs. Conto 10, preciso falar mais? Venha me conhecer lendo os meus. Um beijo!
28/10/2018 01:23:26
Muito bom parabéns
26/09/2018 11:07:58
Ótimos contos, excitante ao extremo. Além da enteada danadinha, vc tem esse amigo safado e bonzinho. Rsrs. Gostei muito e dou nota 10. Bezitos.
17/09/2018 14:14:31
Show de conto, Binho. Esse amigo com certeza está te oferecendo a mulher. Sorte a tua, tendo ainda em casa uma enteada tão safadinha. Gostei da narrativa bem erótica e excitante. Venha ler as aventuras desta loira tarada. Bjs.
10/09/2018 21:54:11
Tive a oportunidade de hoje ler seus outros conto, sensuais e sacanas.Parabens você escreve deliciosamente Ótimo nota 10
04/09/2018 20:17:36
Todo Padrasto deseja a enteada. O conto reflete bem isso.Parabens.
01/09/2018 13:18:15
Gostei da sinceridade, Binho. Se tu ansiavas tanto em possuir essa enteada, é claro que a primeira vez vai ficar marcante nas tuas lembranças. Parabéns pelo conto, bem gostoso de ler. Se tu não tiveres preconceitos, venha ler os meus. Nota dez e beijocas.
01/09/2018 11:06:08
Ótimo conto, claro menos a parte meio gata q vc narrou,poste a próxima parte o mais rapido possível.