Até que enfim comi minha enteada, mas nao foi so isso

Um conto erótico de Binho
Categoria: Heterossexual
Data: 09/08/2018 06:44:48
Nota 9.80

Certo dia depois de algum tempo sumido devido a questões familiares disse ele, eis que num sábado de manhã, quando digo de manhã quis dizer cedo mesmo, por volta das 7 horas, meu celular chama quando atendo é Fernando, pior, ele estava na frente de casa levantei e fui atendê-lo, disse que havia discutido com a mulher e saiu pra trabalhar ,fazer extra, mas naquele dia não tinha e pra não ficar na casa dele a opção foi vir até a minha, éramos muito amigos, e assunto não faltava principalmente quando se tratava da minha enteada Emily que ele havia comido outrora, (leiam os contos anteriores que entenderão), foi entrando e perguntando quem estava em casa, só estava eu e minha filha Vivian, Emely que nessa época estava namorando havia passado a noite na caso de Hélio, seu "namocorno" como ela mesmo o denominava (kkkk porque sera), e não deveria demorar chegar já que ele trabalhava aos sábados.

Fernando como já disse era saliente, não tiinha vergonhas ou pudores, chegava em casa e ficava a vontade, era digamos o tipo relaxado, fazia acho que quase um ano que nos não conversávamos, Emely ja com seus 20 anos.

Então cara cadê o pitel? que é como ele se referia a ela.

Dormiu na casa do namorado e já deve estar chegando pois ele trabalha de manhã e ela pega na loja na parte da tarde, eu disse

Faz um tempão que eu não vejo ela, disse com cara de safado já ajeitando a rola dentro da calça de moletom, deve estar uma delícia que idade ela tem agora? Perguntou

Uns 20 não e mais pitel eu disse zuando ele.

Vamos ver kkkkk vou esperar ela chegar, falou dando mais uma mexida no pau, que ja estava formando volume na calça,

Seguimos conversando, pondo as ideias em dia, até que ela chegou, Helio havia trazido ela de carro antes de ir trabalhar e estava de pijama de verao, puta que o pariu, entrou e tomou susto quando viu Fernando,

Você por aqui? Oi quanto tempo, falou passando correndo.

Fernando disse não cumprimenta direito os amigo das antigas eh? Falou segurando o pau sobre a calça

Ela voltou e deu o rosto pra um beijo quando ele a puxou e beijou sua boca, como ele estava sentado de frente pra mim, ela teve de se abaixar, e nessa hora vi que ela estava sem calcinha, ai quem.deu sinal.de vida foi minha rola, como eu estava de calção de futebol e sem cueca tbm já armou uma barraca, ela foi pro quarto e ele olhando pra o volume em mim disse

Nossa não há quem resista, ela está uma delícia, gostosa demais até você ainda fica de pau duro. Falou rindo

Eu disse e você é uma cara de pau relaxado, nao Pode falar dela que já fica alisando a rola e tbm ja está de pau duro.

Tô mesmo olha como ela me deixa, falou sacando a ferramenta pra fora, falou apertando o pau com uma mao a ponto de parecer que ia explodir

Porra cara guarda esse pau aí ninguém merece ver rola dura logo cedo, falei com tom de repreensão, mas olhando pra rola dele. (Não sou homossexual, acredito que nem bissexual, não sinto atração por homens nem vontade de transar com algum, mas aquela rola me perturbava)

Você tbm esta de pau duro disse ele

Mas não estou tirando pra fora eu disse

A não? Ele disse

E que que é isso? falou rindo e puxando meu calção pra baixo expondo meu pau

Nessa hora Emily aparece na sala já com uma roupa mais adequada não menos curta que o pijama, e fica olhando aquela situação inusitada, nós dois de pau duro pra fora, e disse rindo com cara de deboche

Vai dizer que tudo isso é viadavem?

Fernando responde na lata, viadagem não, isso é por causa de você, e deu uma punhetada no pau,

E já mandou outra em seguida

E daí meteu muito com namoradinho essa noite,

Pior que não, fizeram churrasco e beberam demais, só dormiu disse ela

Ele deu mais uma punhetada no pau e disse pra ela,

Quer?

Ela disse bobo, e saiu da sala

Ele me disse cara, voce não passou a rola nessa enteada putinha que você tem?

Eu disse não, sou devagar demais,

Então hoje você tira barriga da miséria, xa comigo diase ele guardando a rola na calça,

O quarto dela é sozinho? Perguntou

Sim tem uma beliche lá mas só eladorme nele eu disse

Então vou lá, vou socar o mangaio nela espera 5 minutos quando ela tiver com tesão você entra lá

Falou saindo sala e indo atras dela

Ele foi pro quarto entrou e deixou a porta entreaberta, pegou ela por trás e já foi metendo a mão na buceta por cima da roupa, eu fiquei espiando

Fui no outro quarto fechar a porta pois Vivian estava lá, fui na sala trancar a porta tbm quando voltei ele estava deitado e ela por cima, ja com a buceta engolindo metade da rola dele, ele fez sinal pra eu entrar, entrei e ele fez sinal pra eu tocar nela eu cheguei perto e peguei na bunda durinha dela, ela beijava ele com fúria, as línguas estralavam, ela subia e descia bem devagar no pau dele ate a metade, num gesto automatico eu segurei o pau dele pela base com dois dedos no pau e dois nas bolas e com a outra mão apertei a bunda dela pra baixo fazendo o pau entrar ate o talo, quando dei conta que eatava segurando o pau de um cara fui tirar e ele segurou minha mao no pau dele e com a outra mão ele colocou a minha outra mão na bunda dela encaminhando meu dedo no cusinho, pior que ela não disse nada, só ficou subindo e descendo devagar, apertando minha entre a buceta dela e as bolas dele, ja descia um melado da buceta, e eu coloquei meu dedo no cusinho dela, ela deixou, foi quando eu pirei, tirei a Rola pra fora e subi em cima dos dois, ele segurou meu pau e encaminhou até o cuzinho dela, e quando encaixou ela começou mexer de forma que meu pau foi entrando, quando entrou tudo ela começou mexer alternadamente, de forma que metia com pau dele na buceta e com o meu no cu, não demorou ela começar a tremer toda e esticar as pernas anunciando um orgasmo, gozou demais, e em 5 minutos tbm já não consegui segurar e gozei nela, mas caiu mais porra minha nele do que nela, ele gozou dentro da buceta, mas como tava de camisinha, não sujou nada nem ninguem, ela se levantou e foi pro banheiro, eu fiquei la no quarto com melado mas ainda duro tentando Assimilar o que havia acontecido,

Ele disse pelo jeito tirou o atraso de quase 7 anos, olha ai, gozou tudo em cima de mim kkkkk

Posso te falar uma coisa, ele disse

Falei pode sim, que que é?

Não fica bravo, nem achando que é viadagem, mas quando você segurou meu pau e forçou na buceta dela eu senti tanto tesão,

Eu vermelho de vergonha tirei coragem não sei da onde pra dizer que tinha fora do tbm quando ele segurou minha rola e apontou no cu dela tbm

Ele disse, cara, nao sou viado e voce sabe, mas se voxe bater uma pra mim eu bato uma pra voce e nos goza de novo

Não falei nada, só segurei aquele pau melado de porra, e comecei a bater punheta pra ele, ele tbm fez o mesmo,

Gozamos quase juntos, foi porra pra tudo que é lado, melecou tudo, mas foi um sensação gostosa demais sentir o pau dele pulsar na minha mão

Ela saiu do banheiro e foi pro outro quarto, ele foi embora, e eu fiquei lá, com a cabeça a mil

Depois fui conversar com ela,

Na semana seguinte ele foi lá em casa de novo, queria conversar, mas essas duas conversas vão ficar pra outro conto, não percam

Continua.....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/09/2018 07:34:47
Sasa passa o e-mail vamos conversar sobreFabio.fabio20@hotmail.com
05/09/2018 20:00:01
Fui enteada, meu padrasto me comia com os olhos,pena foi embora!!
09/08/2018 18:09:36
Ótimo conto,espero pelo próximo.
09/08/2018 10:58:21
.
09/08/2018 10:58:09
Muito bom
09/08/2018 08:34:27
Muito bom,aguardo a continuacao! Quando puder leia os meus,vai gostar!