Mais um amigo e minha enteada

Um conto erótico de Binho
Categoria: Heterossexual
Data: 22/07/2018 02:08:56
Nota 10.00

E continuando.....

Pra que entendam a história e tirem melhor proveito sugiro que leiam os contos anteriores nesse link:

https://www.casadoscontos.com.br/perfil/239254

Depois do que aconteceu, como disse antes eu e Emily minha enteada ficamos muito íntimos, cúmplices e confidentes, ela sempre me falava de suas pequenas aventuras, assim como eu falava das minhas, inclusive as anteriores, Fernando sempre aparecia nas nossas conversas à essa altura o unico cara pra quem ela tinha dado a bucetinha era ele, apesar de depois de ter metido com ele ela se tornara mais saidinha com os meninos, mas meter de fato ainda não tinha rolado com outro.

Era sair pra bater um papinho com ela, já que em casa não dava pois era arriscado, e ela já perguntava dele, eunpwrcebia que o tesão já aflorava, ela ficava doidinha.

Antes de continuar o conto quero deixar claro que nem eu nem Fernando somos homosexuais, nem bixesuais alias se fossemos nao teria problema em deixar isso explícito aqui, mas o tesão da história tem de se dar como ela realmente aconteceu.

Certo dia saímos pra bater um papo, coisa que pela correria dele e minha era difícil acontecer, nessa conversa ele tocou no assunto da sua metida com Emily, disse que a bucetinha dela apesar de grande e grelud a pra uma menina magra era bem apertada e que ela tinha uma força enorme ao piscar a buceta, que o pau ficava apertado lá dentro.

Para de falar isso que já ando com um tesão enorme, meu pau fica uma tora de tão duro . Eu disse já com a mão sobre o pau.

Eu confesso que nessa época estava com um tesão de comer ela tbm que não sei como consegui me controlar.

O tempo foi passando e ela começou a sair com outros rapazes até que um dia resolver meter com um, aliás resolveu não só criou coragem por que resolvido já estava à tempos, nao lembro o nome dele, mas o fato e que ela me contou em detalhes como tinha sido, e isso começou a se repetir, saia com um rapaz e logo me contava, eu comecei contar as minhas puladas de cerca pra ela tbm, mas o fato de ser um buceta proibida pra mim eu já sentia mais tesão em falar de sexo com ela que comer outra buceta, afff que dureza acreditem foram tempos difíceis,.

Fernando havia saído da empresa que trabalhávamos e logo depois eu tbm saí, nos afastamos um pouco, a mulher dele engravidou aí o contato ficou bem escasso, ate entao ele havia comido ela uma vez.

Mas sempre o nome dele aparecia em nossas conversas picantes. Depois de uns 2 anos ele reapareceu e voltamos a nos falar com frequência, nessas alturas ela já era uma putinha de marca maior ,já havia rebolado por algumas rola, eu sabia de todas ou quase kkkkkk, ele voltar a perguntar dela eu eu não economizava pra descrever o quanto biscate ela havia se tornado, toda vez que eu falava dela ele ficava alucinado de tesão e eu muito mais, só com a possibilidade de ver ela metendo novamente com ele já me rendia boas gozadas na punheta.

Só pra constar vale a pena dizer que minha mulher não sabia, aliás nem sonhava com essa historia, e por coincidência nao gostava dele e nem da nossa amizade e não estava nenhum pouco contente com seu reaparecimento.

Certo dia ele foi na minha casa a noitinha me mostrar uma roda nova no seu carro e chamou pra uma volta, nesse dia Emely não teve aula, e minha mulher mandou que ela fosse junto, com o intuito de nos vigiar, kkkkkkkk nem imaginava que estava colocando o carneiro na boca do lobo, eu fui na frente com ele e ela atrás, andou 2 quadras parou no carro e pediu que eu assumisse a direção, passou pra trás e antes de eu sair com o carro ele já estava chupando as tetinhas durinhas dela, foi uma pegação, mas eu naonpude ver muito, porquê estava escuro já e eu ainda dirigia, ate que que ele deu um urro e gozou, aquilo me deixou com mais tesão ainda.

Chegamos de volta ela saiu do carro entrou no portão mas não dentro da casa, fiquei uns 2 minutos depois ele se foi, quando entrei ao portao ela me esperava, e já foi dizendo pra eu entrar junto.com ela porém na sua frente, pois ela estava com uma calça preta e apesar de não terem metido ele gozou nela toda, se sua mae estivesse na sala veria com certeza, e antes de entrar ela disse ainda que queria meter com ele de novo, eu falei que ajeitava a matelança, mas que a condição seria ver, ela nem pensou e topou na hora.

Um outro amigo meu, aliás amigo comum com Fernando, o Rodrigo (Rodrigo era amigo antes de Fernado pois foi através dele que entrei na empresa e conheci Fernando)

Rodrigo começou a rodear, aparecer com frequência, alguns anos antes ele já tinha esse hábito, mas nessa época Emily não despertava interesse nos macho, estranhei essa aparição derrepente, eu notava que ele as vezes ficava secando ela, em casa ela sempre estava de roupas curtas, e coladas, como já disse e marinha mas sua buceta e volumosa, e chama atenção.

Um certo dia resvemps a família toda fazer algo na casa de uma tia, fomos todos mas Emily não quis, pois ela naomperdia chance de ficar em casa pra ver meu DVDs pornô kkkkkk, lembro que com Fernando comentei sobre esse dia, mas pra Rodrigo não, tive de ir e vir várias vezes da casa da minha tia pra minha, na última vez pouco depois da hora do almoço, eu voltava pra casa da minha tia celular chamou e era Rodrigo,

E daí cara de boa? Tá por onde? Perguntou

Tô indo pra casa da minha tia vamos passar a tarde toda lá estão inventando alguma coisa la pra comer, respondi

Ah tah, tá todo mundo por lá?

Sim todos , aliás menos Emily, que ja a algum tempo nao anda mais conosco, e voce? Perguntei

Ah eu tô na casa na minha mãe, (numa cidade vizinha 90km) ele disse

Mas beleza liguei pra ver como estava as coisas por aí nos falamos, continuou.

Depois de mais uma hora e meia mais ou menos tive de volta e em casa pegar uma batedeira, quando virei a esquina vi seu carro na frente da minha casa, estranho pra quem tava até que longe,

Parei duas casas acima, e entrei sem fazer barulho, já no quintal entrei em casa pela janela do meu quarto e fui em direcao à sala, adivinhem, ele comendo ela de quatro no sofá, na hora fiquei bravo, mas o tesão foi maior, fiquei no canto da parede vendo aquilo, eles nem se deram conta da minha presença, ela começou a tremer gritar pra ele foder com mais força que ela ia gozar, quando ele tirou a rola pra fora e gozou na bunda dela toda, só então me anunciei:

Que belo amigo você em seu Rodrigo, entra na minha casa e vem comer minha enteada, quem é a próxima que vc quer enfiar seu pau na minha mulher, só me avisa antes pra eu comprar pipoca. Falei com cara de bravo, mas já fazia quase 3 anos que eu tinha visto ela fodendo com Fernando e tinha adorado ver ela dar de 4 pro Rodrigo

Não cara espera aí eu explico, ele disse apavorado

Ela enrolou num tapete e saiu rindo, quando passou por mim deu uma piscada, putinha sem vergonha

Não aceitei explicação e só falei vc não quer que eu vá na sua casa e faça o mesmo, quer? Entao vá embora que depois nós conversa.

Fui falar com ela daí ela me contou o que houve, com detalhes: vou narrar como ela narrou

Ela disse:

Quando vc saiu eu fui assistir pornô no dvd, faz tempo que eu tava sem meter e tava com tesão, então fiquei assistindo filme e batendo siririca, já tinha gozado umas duas vezes quando alguém tocou campainha, abri só a fresta da porta e era ele, perguntando de você, eu disse que não estava, entao ele pediu pra usar o banheiro, eu estava pelada e a roupa estava jogada no chão, então falei pra ele esperar e vesti só o vestido sem calcinha e sem sutiã, aí abri o portão e ele entrou, ei fui indo atras , na sala quando entramos dai que vi a calcinha jogada no chão e ele tbm viu, ele foi ao banheiro e logo depois abriu a porta e pediu uma toalha, ele tava sem camisa já, e ainda com a pau já duro na mão, fui nonquaro buscar, quando abaixe pra pegar a toalha na gaveta ele veio por trás e eu que já estava melada não resisti, virei de frente e enfiei aquela rola na boca, ele disse que quando te ligou e vc disse que eu e tava sozinha aqui ele não resistiu pegou carro e veio voando e de pau duro, chegou aqui e me pegou pelada e com bucetinha toda meladinha, o resto você viu na sala.

Pessoal vou ficando por aqui com essa parte, sei que essa tem muita conversa e pouca ação, mas como já disse isso não é um conto e sim um relato, um desabafo, comentem e deem sugestões, pois não tenho hábito de escrever

Continua......

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/08/2018 08:33:34
Que putinha mais tesuda essa sua enteada (faltam meus comentários nos contos anteriores e os deixarei lá) e que tesão essas histórias dela... delicia!
26/07/2018 18:07:59
Putz, a Emily está mesmo botando pra quebrar. Já pegou esse outro também. O melhor de tudo é a forma que vc conta essas safadezas dela. Aliás, é o cúmplice numero um. RsrSrs... Será que ela vai fazer igual eu e atacar o padrasto? Desde que a mãe não descubra, acho tudo dez. Beijaaauuummm*-*
26/07/2018 15:40:08
Essa tua enteada cada vez mais safada e danadinha. Dizem que pela perpetuação da espécie, os animais machos farejam as fêmeas no cio. Isso deve ter acontecido com a Emily. Depois do Fernando e tantos outros, esse Rodrigo também farejou, aproveitando a chance. Concordo com os colegas. Não sei como vc ainda não transou com ela. Já no primeiro relato, tive a certeza de que isso iria acontecer. Estou errada? Bjs.
23/07/2018 19:04:51
Não vai fuder ela amigo ????
23/07/2018 02:59:54
Ótimo conto, espero pelo próximo .
22/07/2018 15:40:55
Muito bom, continue. 10
22/07/2018 10:39:39
sensacional
22/07/2018 03:13:49
Muito bom continue