Casa dos Contos Eróticos

Minha tia me ensinou o que era incesto

Autor: Vito Grandam
Categoria: Heterossexual
Data: 11/07/2018 19:06:37
Nota 10.00

Conto 100% verídico

Olá! Me chamo Vítor mas todos me chamam de Vito, hoje tenho 26 anos mas minha vida incestuosa começou com 15. Na época eu nem conhecia a palavra incesto, sempre fui safadinho mas ao mesmo tempo era muito tímido e calado, eu sempre fui alto e magro demais para minha idade e aos doze anos aparentava ter uns 17 e nessa idade já batia umas punhetas e as vezes via uns filmes de sexo escondido, nada além disso principalmente por minha timidez.

De vez em quando meus pais e eu íamos visitar minha avó por parte de pai que mora na cidade vizinha, lá ela morava com minha tia que tinha muitos filhos e tinha fama de trepadeira, meus primos viviam correndo pela casa que sempre era cheia demais pois meus outros tios moravam quase que vizinhos à minha avó e viviam por lá também.

Minha tia era uma mulher sem muitos atributos físicos, tinha os peitos médios, meio caídos por conta de tanto dar de mamar, era baixinha e não tinha muita bunda também, era daquelas mulheres que não tem vergonha de ninguém e fala safadeza sem se importar quem está perto mesmo que fossem crianças, então eu sempre ouvia as putarias dela e por vezes via ela de calcinha e sutiã ou até com os peitos de fora quando tava dando de mamar, enfim eu ficava de olho mas sempre quietinho no meu canto feito um santinho.

Numa dessas visitas aconteceu que tinha pouca gente em casa pois uma parte da família estava na piscina da cidade então só estava minha avó, minha tia e meus primos que eram 4 e o mais novo tinha uns 8 meses, aconteceu que meus pais e minha avó iriam à casa de minha tia Silvia que morava um pouco distante eu estava brincando com meus primos na rua então minha mãe perguntou se eu queria ficar já que ela sabia que eu não gostava de ir lá, e acabou que eles foram e eu fiquei com meus dois primos mais velhos brincando.

Depois de uns quinze minutos, meus primos queriam ir na casa de um amigo mas eu não gostava dele e pedi que eles não fossem e que a gente continuasse brincando na frente de casa mas eles me ignoraram e eu fiquei lá sozinho. Fiquei com raiva, entrei na casa da minha avó e me sentei no sofá, minha tia, que estava tomando banho ouviu quando eu entrei e falou que estava no banho mas que eu podia assistir televisão mas baixinho porque meus outros primos estavam dormindo, então eu peguei o controle e fiquei assistindo de boa.

Uns minutos depois ela passou de toalha e entrou no quarto pra se trocar mas deixou a porta aberta, aí já sabe não teve como não olhar né, vi de relance os pelos do priquito dela e fiquei louco e nervoso ao mesmo tempo, ela colocou uma calcinha branca e quando ia colocar o sutiã olhou direto pra mim e riu, eu fiquei muito nervoso e fingi que não tava vendo ela só de calcinha mas aí não deu outra porque ela percebeu que eu tava olhando mas não falou nada e ficou só rindo e eu ali sem saber o que fazer quando ela veio com essa:

- Vito, vem aqui por favor.

Eu sem saber o que fazer nem me mexi mas ela chamou de novo:

-Vem cá rapaz pra você pegar uma coisa aqui pra mim embaixo da cama porque to com dor de coluna e não posso me abaixar.

Eu tava muito nervoso, me levantei trêmulo e entrei no quarto, tentando não olhar pra ela mas ao mesmo tempo com vontade de olhar, sendo que ela já tinha colocado o sutiã.

-Fica com vergonha da titia não que eu tô vestida, não tem problema que você me viu nua não tá bom?

Eu apenas sacudi a cabeça afirmativamente e perguntei o que era pra eu pegar.Ela me pediu que pegasse um frasco de creme hidratante que estava embaixo da cama então eu me abaixei, entrei embaixo da cama e peguei o creme, entreguei a ela e já ia sair, foi quando ela pegou meu braço e pediu pra passar o creme nas costas dela porque ela não alcançava. Foi aí que engoli em seco e dei aquela gaguejada na resposta, ela ficou rindo e me olhando com uma carinha de safada.

- A tia vai deitar de costas e você passa o creme tá bom?

Eu só sacudi a cabeça e ela já foi deitando e sem cerimônia a parte de cima dizendo que era pra ficar melhor de passar o creme, eu naquela mudo e com o frasco de creme na mão, o nervosismo não tava deixando nem eu me excitar sabe, até porque o meu primo de 8 meses tava dormindo na mesma cama.

Comecei a passar o creme e era impossível não olhar pra bunda dela, a calcinha não tava enfiada mas era daquele tecido meio transparente, eu chegava a tremer de nervosismo principalmente com medo de alguém chegar em casa, passei um pouco perguntei se tava bom e ela disse que sim, eu aliviado pensei que ia poder sair mas ela sentou na cama ainda sem sutiã e pegou na minha mão e perguntou:

- Vito você acha a tia bonita?

Eu gaguejando respondi que sim daí ela veio com essa:

- olha, você já tinha visto alguma mulher nua?

Eu balancei a cabeça que não.

- Olha a tia não vai contar a ninguém tá, se você também não contar ninguém vai ficar sabendo.

Dizendo isso pegou minha mão e colocou nos peitos dela e mandou eu apertar, nessa hora eu que já tava nervoso comecei a suar mas fiz o que ela mandou, enquanto eu tava com a mão no peito dela ela pôs a mão dentro da calcinha e começou a mexer no priquito, quando eu percebi, nem o nervosismo freou minha excitação e fiquei de pau duro, aos 15 anos ainda não era grande mas ela percebeu quando aconteceu.

- Nossa, tá com o pauzinho durinho né? Tá gostando de ver a titia assim? A gente vai brincar bem gostoso agora, vem cá.

Eu já tava suando e nervoso mas não deixava de estar muito excitado, ela me puxou e pegou no meu pau por cima do short e ficou alisando, depois pôs a mão dentro da minha cueca e ficou mexendo nele.

- tá gostoso tá? Gosta quando a titia pega assim? Vou te ensinar um monte de coisas hoje meu lindo.

Ela falava e ia mexendo nele até tirar ele pra fora e começar a fazer um vai e vem gostoso, foi quando não aguentei e dei um gemidinho de prazer.

- Hummmm tá gostando né? Então vem cá deita aqui na cama que a titia vai fazer gostoso pra vc.

A essa altura claro que eu já tava gostando, subi na cama, deitei de barriga pra cima e fiquei bem quietinho esperando pra ver o que ia dar. Ela subiu na cama e falou:

- Vou dar um beijinho nesse pauzinho gostoso agora.

Segurou meu pau com uma das mãos e começou a beijar ele todo, eu claro não era tão inocente assim sabia o que ela ia fazer e apenas suspirava, foi quando ela colocou na boca e começou a chupar, ela chupava bem gostoso e engolia meu pau todo enquanto eu gemia baixinho e dizia:

- Que gostoso tia, isso é muito bom!

- Gostoso é esse pauzinho duro meu filho, tá uma delicia!

Chupava minhas bolinhas também e me deixava louco de tesão, foi quando ela parou, tirou a calcinha e montou em mim colocando quase o priquito na minha cara dizendo:

- eu brinco com seu pauzinho e vc com meu priquito amorzinho, faz o que quiser.

Eu sabia que ela queria que eu chupasse mas só tinha visto nos filmes e na hora fiquei com medo de não fazer direito, então apenas alisei e fiquei mexendo no priquito dela que estava todo molhadinho já.

- Mexe no priquitinho da tia vai, coloca seu dedo lá dentro vai amor.

Ela pedia e eu obedecia, aquilo estava maravilhoso, nunca imaginei que uma coisa dessas poderia acontecer, depois de um tempo acho que ela não resistiu e se lavantou.

- A titia quer esse pauzinho dentro do priquito, você vai perder esse cabacinho hoje amor.

Dizendo isso, passou a perna por cima de mim e encaixou meu pau no priquito dela e desceu devagar. Nossa foi uma sensação indiscritível, aquele priquito quentinho engolindo meu pau virgem, quando entrou todo ela não começou a cavalgar no meu pau enquanto dizia baixinho:

-Que pauzinho gostos! Ai que delicia! Amo um cacetinho novinho meu lindo, hummmm que deliciaaaaaa!

A essa altura eu já tava em ponto de gozar e ela percebeu quando eu comecei a gemer com mais vontade, saiu de cima de mim e começou a mamar meu pau.

- Goza pra mim vai vito, me dá esse leitinho de novinho vai, quero beber tua gala gostosa.

Ela chupava bem gostoso então não demorou pra eu gozar na boca dela, depois de engolir tudo ela pediu pra eu ir me lavar no banheiro e botar a roupa, fui correndo e sentei pra ver TV como se nada tivesse acontecido.

Essa foi minha primeira vez, aconteceram outras vezes com minha tia mas essas ficam pra outros contos

Quem quiser se comunicar comigo e trocar experiências meu e-mail é: vito.grandam@outlook.com

Comentários

18/07/2018 18:41:30
Nota 10. Se puder, leia meu novo conto tb. Bjs
16/07/2018 14:12:06
10
14/07/2018 13:38:27
Vito!... Que máximo!... Você é bem safadinho, meesssmo. Ou será que a tia é mais?... RsrSrs... Gostei das suas safadezas. Para mim, fui eu que ensinei o padrasto o que era incesto. Contei aqui e se você comentar, eu vou ficar bem feliz. Bjs=-)
13/07/2018 21:44:31
Querido, tesudíssimo! O que mais dizer. Essa tia não só ensinou sobre incesto, como mais importante, como é gostoso transar. Fica aqui meu comentário e nota. Sem dúvida dez. Visite meus contos quando quiser. Bjs babados.
12/07/2018 14:03:48
sensacional
12/07/2018 12:58:02
Delicia de conto, querido. Muito excitante essa tua iniciação. Tua tia fez o certo ao iniciá-lo nas delícias do sexo. Antes com ela do que se arriscar a ter uma experiência traumática com reflexos no futuro. Muito obrigada pela leitura e comentário no meu conto. Para ti, dou nota dez e beijocas.
12/07/2018 03:31:27
Muito bom continue
11/07/2018 19:24:52
Nossa q delícia, vc é um cara de sorte por ter uma tia assim nota 10

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.