Casa dos Contos Eróticos

TIO CUSTÓDIO, CUSTOU A ME DAR O CU – PARTE 5

Eu e Tio Valter terminamos o telefonema com belas esporradas e eu precisava achar uma forma de seduzir Tio Custódio e comer aquele rabo de qualquer forma. Mas que arranjaria uma forma de mandar o cabaço daquele belo rabo pro espaço, isso eu arranjaria. Só precisava de paciência e observação.

Com apenas um telefonema titio Custódio acreditou em mim e nem precisei ligar para mais tios. Minha preocupação agora era seduzir o safado. E tive uma boa ideia.

Aproveitei que Tio Custódio, ainda estava sentado me olhando e resolvi ousar mais ainda. Levantei-me e disse que iria limpar minha porra, que havia espirrado no chão. Peguei um guardanapo de papel, virei de costas pro tesudo e abaixei meu corpo, com a bunda bem aberta. Arreganhei bastante o rabo pro titio ver. Nesse momento pelo menos garanti nossa trepada, pois ele, arregalou os olhos patolou seu cacete e me disse imediatamente:

- PORRRRAAAAAAAAAAAA, RUBINHO!!!!!! CARALHOOOOOOOOO!!! Que cuzão lindo, você tem? Fiquei com vontade de dar uma bela cheirada e depois uma bela lambida, nesse seu botãozinho. Uma coisa é certa. Acaba de ganhar o passaporte para minha cama mais tarde. Agora Comer meu cu... SÃO OOOOUTROOOOOS QUINHENTOS RAPAZ. Vai ter que me convencer de que vou gostar, porque com esse seu cuzão peludo garoto, por que vou querer dar o meu?

- Gostou do meu tobinha, titio? Pena, que é só pra ver, viu? Quero mesmo é foder o seu. Acalme-se e acredite, ainda tenho meus truques que o fará, liberar esse rego virgem pra mim, ainda hoje. O problema é que tenho certeza que vai gostar tanto que vai viciar em cacete, titio. É só pagar pra ver.

- Já que quer acreditar nisso. O que posso fazer....

- Vamos fazer o seguinte tio. Me dê apenas 5 minutos mais tarde, na cama tentando, se não rolar, prometo não insistir mais e dar o meu pro senhor, se fartar. Fechado?

- Pra não dizer que sou um cara radical e que não estou aberto a novas experiências, vou te dar 5 minutos tentando me fazer liberar o brioco. Deixo-te a vontade tentando. APENAS 5 MINUTOS, HEIM? Se não rolar, e como me conheço bem, tenho certeza que não rolará, depois comerei esse seu rabão cabeludo até amanhecer, sem reclamações, ok? Trato é trato. Certo?

- Certíssimo. Com certeza, antes de terminar o primeiro minuto, o senhor estará implorando por minha rola nessa sua deliciosa bundinha. Mas não vale mentir, que não está sentindo nada só pra comer minha bunda. Até mesmo porque o senhor, não precisa disso. Hoje quem vai ter cu sou eu. Amanhã te darei o meu com o maior prazer. Correto? Agora vamos começar a arrumar as coisas por aqui, que está armando o maior temporal tio. Depois tomaremos banho, faremos o jantar e DEPOIS.... TCHAM. TCHAM... TCHAM... Minha sobremesa hoje será “ DOCE DE CU”.

- Você não tem jeito mesmo, né moleque. Vamos logo então.

Organizamos as coisas na área externa da casa, tomamos nossos banhos bem caprichados, e fomos fazer o jantar. Abrimos umas latinhas de cerveja e logo, logo estávamos jantando. Meus pensamentos eram só em seduzir meu tio e comer logo aquele cuzão deliciosos dele.

_E ai ? Está quase na hora de perder estas preguinhas, que te acompanham a anos tiozão. Preparado pra isso?

- Quero só ver até ode vai está certeza toda. Vai ter que ser muito bom pra conseguir esta proeza, meu rapaz.

- Me aguarde e verá se sou ou não o maior putão de todos, na cama. Vai pedir BIS. Estou avisando, heim !!!

Mais uma vez arrumamos tudo, deixamos a cozinha em ordem e fomos para o quarto de titio.

Tio Custodio, mal entrou e ...

CONTINUA ....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.