EU, ELE E... A NAMORADA DELE

Um conto erótico de JANA
Categoria: Heterossexual
Data: 04/05/2018 23:36:34
Nota 10.00

Se vc ainda não me conhece, prazer sou Jana e tenho 27 anos. Esse conto é real, aconteceu tem algumas semanas e resolvi dividir com vcs.

Eu casei muito cedo, tive uma filha muito jovem e por vários anos vivi em um relacionamento monogâmico, que já na fase final entrou em completa decadência sexual. Foi foda. Eu amava meu marido, é o pai da minha filha, porém nossa química caiu para zero com o passar dos anos. Normal, né? Foi mais ou menos nessa época, quando comecei a subir pelas paredes, que me descobri uma completa piranha entre quatro paredes.

Refém da monotonia de um casamento fracassado, comecei a me aventurar. Minha primeira grande diversão foi transar com uma dupla sertaneja mega famosa e não, não tô de zoação não. Isso realmente aconteceu, juro pela alma da minha filha que é a pessoa que mais amo neste mundo! Foi incrível... Jamais vou conseguir esquecer aquela DP vaginal deliciosa que nós fizemos em um hotel do interior paulista. Só de pensar minha xoxota começa a ficar molhadinha... E sabe o que é melhor nessa história? Que eles são irmãos e são gatos pra caralho! Sou tão sortuda! Rsrsrsrs

Depois disso minha vida nunca mais foi a mesma. Me separei, coloquei alguns contos aqui na CDC e realizei uma de minhas maiores e mais deliciosas fantasias. Fiz gangbang com leitores da CDC! Ah que tesão... O que mais amo neste mundo é ser preenchida por vários paus ao mesmo tempo... Tô doida pra realizar isso de novo, sabiam? Mas vamos falar disso mais pra frente.

Hoje em dia me considero uma verdadeira devassa na cama e faço qualquer coisa para satisfazer meus desejos mais profanos. Qual seria a graça da vida sem um bom sexo, sem uma boa sacanagem, sem uma boa putaria? Nenhuma!

E o que eu mais gosto é pau, pica, piroca, rola, caralho, cacete ou o que vcs preferirem rsrsrsrsrs. Nunca quis, aliás, prometi para mim mesma que jamais brincaria com um casal. Sou alérgia a outras mulheres! Na cama pode ter quantos homens forem necessários, mas de mulher só eu! Pena que paguei minha língua muito recentemente.

No momento tô parada, a crise tá feia. Mas estudo, faço um curso técnico em massoterapia e um dia vou abrir uma clínica para atender pessoas do sexo masculino rsrsrs. Isso não vem ao caso.

No curso tenho muitos amigos, até mesmo porque a gente gosta de sair para tomar umas bebidas aos finais de semana e tudo mais. É da hora. E uma de minhas amigas é a Christina, Chris para os íntimos.

Chris é uma japonesinha de 32 anos, baixinha e dos peitos bem pequenininhos. A macharada adora admirar a bunda dela, que é grande e bem cheia de carnes rsrsrsrs. Ela é muito legal, a gente se deu bem desde o primeiro dia de aula, até ela vir com a ideia da gente fazer um ménage com o namorado dela. Odiei essa ideia.

Eu: Sai fora, não tô afim de ver você pelada!

Chris: Por favor, faz isso por mim...

Eu: Mas nem que fosse para salvar a humanidade, minha filha. Sai fora!

Chris: Por favoooooooooor, Jana!

Eu: Posso dar bem gostoso pro Arthur, mas com vc no meio não rola!

Chris: Pensei que a gente fosse amiga...

Chris é muito divertida, mas é dramatcia pra caralho e isso às vezes irrita. Não tenho paciência com frescuras. Aff!

A ideia do ménage é claro surgiu do tonto do Arthur. Acho que a tara de qualquer homem é fuder duas bucetas ao mesmo tempo. Sinceramente, não sei qual é a graça disso!

E como a idiota da Christina é idiota, muito idiota, idiota até demais, ela topou. Bicha burra! Se fosse eu faria logo o pedido contrário, dois paus é muito melhor do que duas bucetas rsrsrsrsrs

Por mais de duas semanas eles ficaram me enchendo o saco com isso. Fiz propostas, pedi para eles tentarem outra garota, mas eles me queriam de qualquer jeito. Quem mandou contar alguns segredos picantes para minha amiga, não é verdade?

Foi então que Arthur teve a brilhante ideia de me convidar para ir ao apê dele para tomar uns drinques e comer besteira depois da aula. A Chris é bem idiota, mas eu não sou. Eu sabia o que eles queriam e mesmo tendo prometido que não iria pra cama se tivesse outra xoxota no meio, topei o convite.

A verdade é que eu já estava sem sexo a vários dias e já estava cansada de usar o dedo ou vibradores. Arthur não é um cara que faz meu tipo, sabe? Mas como a concorrência tava bem fraca por aqueles dias, não me custava nada dar uma rapidinha pra aliviar a tensão, né?

A gente foi ao apartamento dele na zona sul e logo de cara começamos a encher a cara. Gosto de beber e se já fico solta sóbrea, nem queiram me ver bêbada rsrsrsrsrsrs

O pior é que sou bem fraquinha pra bebida. Bastou duas ou três caipirinhas de cachaça pra ficar rindo a toa e chamando urubu de meu loro kkkkkkkk

Foi aí que eles começaram a atacar. Ainda na sala, a Chris pulou no colo do namorado e eles começaram a se beijar. Fiquei molhadinha na hora porque o filho da mãe do Arthur parecia fazer a coisa bem feito.

Fiquei observando o beijo do casal por vários minutos, até ele abrir os olhos e me olhar com a maior cara de safado sem tirar a boca da boca da namorada. Delirei!

Depois de mais alguns minutos de beijo, ele abaixou o decote da Chris, colocou um dos peitinhos minúsculos dela pra fora e começou a chupar o mamilo bem rosadinho. Caralho, que tesão que me deu ver aquilo! Seria efeito da bebida?

Chris: Olha como ele chupa meus seios, amiga... Você quer?

Eu me fazendo de difícil: Não, to só assistindo e já tô indo embora.

Claro que era doce, eu não iria sair dali sem levar uma boa surra de piroca!

Arthur: Vem aqui, deixa eu lamber o bico do seu peito também sua puta!

Pronto, se ele queria me ganhar eu lhe devia os parabéns. Não posso ouvir ninguém me chamar de puta, fico simplesmente enlouquecida de tanto tesão... Deve ser um distúrbio mental sei lá... Que delícia!

Me aproximei bem devagar e deixei ele acariciar meus seios por cima da blusa, mas o safado estava com pressa e logo colocou meu peitinho pra fora também. Gemi alto quando ele começou a sugar meus mamilos.

Arthur: Sempre quis ter duas putas na cama... Ah vcs são muito gostosas...

Fomos pro quarto, que estava bem arrumado e com o clima bem propício pra uma boa noite de sexo a três. Arthur jogou Chris na cama e me puxou pra um beijo bem selvagem com gosto de caipirinha de kiwi. Foi delicioso, principalmente sabendo que a chifruda da minha amiga estava assistindo tudo.

Ainda de pé e mais apressado do que nunca, Arthur abriu o xíper de minha calça e a fez cair em cima de meus pés. Foi nesse momento que senti a ereção dele por baixo da calça. Quase gozei só de sentir aquele volumão delicioso roçando minha calcinha já molhada!

Arthur: Deita com ela e tira a roupa.

Eu: E se eu não quiser?

Arthur bate com força em minha cara e diz: Cala a boca e obedece, piranha! Eu sei que você quer.

Não esperava por aquilo. Receber um tapa na cara assim tão de repente e sem levar rola? Sacanagem isso! Mas querem saber? A DO REI!!!

É claro que obedeci porque puta boa é aquela que é submissa e dominante na hora certa. Deitei ao lado de Chris, que já estava apenas de calcinha vermelha e com a maior cara de safada que já vi em uma mulher. Eu precisava caprichar, tinha que ser melhor que aquela vaca na cama de qualquer jeito!

Apenas de cueca, nosso macho abriu nossas pernas e arrancou nossas calcinhas de forma violenta. O cara parecia mais um monstro de tão voraz que ficou quando viu duas bucetinhas molhadas diante de seus olhos.

E então, como uma fera sedenta que encontra um lago com água fresca para saciar suas vontades, Arthur começou a nos chupar de forma alternada. O gozo quase veio quando aquele macho safado começou a sugar meu grelinho. Ele fazia isso com maestria.

Ficamos assim por alguns minutos, até minha amiga sucumbir aos próprios desejos e obrigar o namorado a arrancar a cueca. Fui ao céu e voltei mil vezes seguidas. Ele tinha uma pica linda, muito linda e para se tornar ainda mais perfeito, estava bem peludinho do jeito que eu mais gosto.

Arthur passando as unhas na mata atlântica: E aí gostou? Deixei assim especialmente pra vc, sabia?

Eu: Vc contou pra ele?

Chris: Claro, vc acha que ia deixar de te agradar? Eu sei que o que vc mais gosta é de uma rola cabeluda!

Sim eu gosto, na verdade eu amo! Não é nem pela questão dos pelos em si porque vamos combinar que a maioria dos homens não sabe ser higiênico com um caralho pentelhudo, mas é o lance da estética. Pelo amor dos céus, não me aparece com um pau depilado na minha frente porque fica feio pra caraaaaaaaaalho pelo menos na minha opinião! Um pênis peludo me dá a impressão de ser fodida por macho, não por criança ou adolescente rsrsrsrs

Eu com os olhos naquele pau delicioso: Vcs planejaram isso!!!

Arthur: Sim, deixei crescer só pra vc. Quer passar a mão?

Eu: Passar a mão? Eu quero é cair de boca nessa delícia, isso sim!

E realmente fiz isso. Sentada na cama, cheirei, chupei, suguei, beijei e lambi aquela pica gostosa. O mais gostoso de tudo foi saber que ela tava peludona por minha causa... Porra que delíciaaaaaa!!!

Só fiquei insatisfeita quando tive concorrência. Odiei quando minha amiga começou a mamar o cara também. A gente foi obrigada a revezar e teve uma hora até que eu mamei as bolas e ela o pau. Foi estranho, não curti muito. prefiro duas línguas travessas em meu grelinho.

Arthur: AH CARALHO, SEMPRE QUIS ISSO PORRA...

Quando ele atingiu o nível máximo do tesão, colocou uma camisinha com sabor de morango e enfiou tudo com força na xoxotinha da namorada. O pau não era grande, mas era um pouco grosso e com certeza fazia o serviço bem direitinho. Não deu outra.

Quando ele começou a me comer, precisei segurar com força na colcha da cama para não berrar. Arthur era um cara muito experiente e com pouquíssimas estocadas conseguiu me fazer chegar ao orgasmo pela primeira vez.

Chris: Isso, goza no pau do meu namorado sua puta...

Eu com os olhos virando: Sua corna... Chifruda...

Arthur bombando com muita força: Xinga essa vadia xinga... Vai me faz gozar nessa bucetinha gulosa que adora pica cabeluda de macho...

Eu: Sua corna... Corninha... Seu namorado tá fudendo minha bocetinha bem gostoso piranha...

Arthur: AAAAAAAAAAAH FILHA DA PUTA...

O cheiro de sexo tomou conta do quarto e ficou ainda mais predominante com o passar dos minutos. Arthur deitou com as pernas arreganhadas no meio da cama. Eu subi no pau dele, sentei com minha xoxota enquanto começava a cavalgar e Chris literalmente sentou com o cuzinho na boca do namorado. Confesso que fiquei com mais tesão ainda ao ver essa cena.

Invertemos. Chris foi sentar com o cuzinho naquela pica grossa enquanto eu coloquei minha xoxota inchada e molhada na boca do safado. Ele engoliu cada gotinha de meu melzinho e deixou minha xota pronta pro segundo round, que não demorou a acontecer.

Pingando suor, com cheiro de macho no cio, Arthur obrigou nós duas a ficar de quatro na cama e começou a revezar em nossas bucetinhas. Foi assim que gozei pela segunda vez, mas dessa vez com os dedos dele enquanto ele fodia a namorada. Urrei de tesão, nós duas gozamos juntas e vendo isso, aquele safado jogou a camisinha longe e começou a jorrar leite em nossos corpos.

Sem fôlego e com cara de criança que ganhou uma bicleta muito foda no aniversário, Arthur caiu no meio de nós duas e intercalou beijos enquanto fodia nossas xotas com ambas as mãos.

Chris: Satisfeito, amor?

Arthur: Parcialmente, ainda quero muito mais!

E teve muito mais, outras rodadas durante toda a madrugada que resultaram em um esgotamento físico coletivo, mas que valeu muito a pena. Devo ter gozado pelo menos sete ou oito vezes naquela noite, foi maravilhoso!

Chris: E aí, valeu ou não valeu a pena?

Eu: Valeu, mas não por sua causa e sim por essa pica peluda e deliciosa que seu namorado tem.

Chris: Eu sabia que vc ia gostar, meu namorado é muito bom de cama.

Arthur: Bem que vcs podiam ter chupado a bucetinha uma da outra, seria o máximo.

Eu: Deus me livre, não gosto de mulher, gosto de piroca!

Chris: Concordo com ela, amor. Essa foi a condição que impus, lembra?

Arthur com carinha de cachorro que caiu da mudança: Um dia ainda vou convencer vcs a fazer isso!

Eu: Vai sonhando.

E essa foi a experiência que tive com um casal, experiência que foi maravilhosa porque o sexo foi bom, mas que não foi tão boa quanto eu gostaria que fosse. Se tivesse mais um cara e apenas eu de mulher, teria sido mil vezes melhor. Com certea teria sido melhor.

Mas quem sabe a gente, eu e vc, não conseguimos colocar isso em prática? Tô super a fim, sabia? Molhadinha só de pensar em 2, 3, 4, 5... machos bem gostosos peladinhos na minha frente só pra mim...

E aí, quer me ajudar a realizar isso de novo? Me ajuda aí, tenho certeza que vc não vai se arrepender...

Me manda um Whats, vamos trocar ideia... Mas antes de me chamar, quero deixar algumas regras bem importantes...

Primeiro, gosto de homens de até 40 anos no máximo. Quanto mais novinho melhor rsrsrsrs mas menores acho que não é tão legal, vai que tenho problemas com os pais kkkk

Segundo, só quero contato com quem morar em Sampa, no Rio ou perto do estado de SP. Não é preconceito com quem mora no nordeste, no sul ou no norte, não é isso. É que to mesmo a fim de real hahahaha

E terceiro... Vou deixar o Whats aqui por pouco tempo senão vai dar tuim pra mim.

Me chama aí, vamos bater papo. Não é sempre que vou poder responder, que fique claro. NÃO QUERO FOTOS E NEM NUDES LOGO DE CARA, PRIMEIRO QUERO TROCAR IDEIA PRA VER SE ROLA INTERESSE, COMBINADO?

Vou dar atenção primeiro a quem me mandar áudio, adoooooooooooooooooooooooro áudios então nem digitem, já me mandem áudio de cara rsrsrsrsrs

Meu Whats é

Beijos!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/05/2018 02:25:07
Muito bom
06/05/2018 01:31:59
Prazer Jana! Que delícia de conto, a puta pelo jeito é mais deliciosa ainda. Sou daqui perto de São Paulo, interior, mas já tirou seu WhatsApp do ar, então perdi o contato da mulher mais safada que já desejei encontrar.
05/05/2018 14:18:31
Porra!Conto excelente!!!!! Fiquei super excitado ele todo! Era só eu bombar 2 vezes que era capaz de gozar enquanto lia. Escreva mais e de uma passada no meu perfil para avaliar meus contos. Uma bela chupada nessa sua buceta, puta
05/05/2018 10:59:44
Melhor que o conteúdo em si, foi a maneira de relatar : com humor e ironia. Espero que tenha sucesso nos seus contatos com os leitores.
05/05/2018 10:23:59
Que delícia passa seu watts vamos bater um papo legal novinhodf765@gmail.com