DELEGADO MÁRCIO. “O MARCINHA OU MAMÁ RODINHA” – FINAL

- Se sobrar, o que sobrar, deverá ser usado para pagar cerveja para os dois soldados, enquanto combina nossa putaria a quatro. Agora fale aqui, só pra pra sua Marcinha:

Aqueles dois são uma gostosura só, mas aquelas aquelas cocas de vez em quando viram fanta, não viram não, Rochinha? Aposto que você já lhes passou a tora , não já soldado? Já deu pra eles também , macho?

- Já vai encontrar respostas, no dia a nossa trepada, pois ao contrário do que pensa não sou nenhum X9 delegado e para saber se já dei meu cu pra eles, pergunte o senhor mesmo aos dois, quando estivermos trepando. Para matar sua curiosidade, precisará esperar, um pouco, Marcinha.

- Está certo, seu amarradinho. No dia de nossa encontro, mesmo se tentarem me enganar, saberei avaliar e tirar minhas conclusões soldado. Agora vamos rápido, homem de Deus!!!

Naquele mesmo dia, a notinha, soldado Rocha ligou para os amigos e fez o convite aos dois, que não só aceitaram de prontidão, como fizeram Rocha agilizar a trepada marcando o encontro para o outro dia, sem consultar o delegado, que devido o curto prazo, resolveu a não fazer um desfile, apenas uma pequena amostra de seu talento frente as lingeries, que tanto o seduziam.

“Será uma pequena amostra, mas darei tudo de mim para que ela saia perfeita e muito excitante, pois pretendo sentar em três rolas bem duras, logo depois que terminar de me exibir de tanguinha para eles.” Pensava MAMÀ RODINHA.

No dia seguinte, às 21:00 horas em ponto, os quatro se encontraram no bar de sempre, tomaram uma cerveja e foram se foder, na suíte, MASTER LUXO, do melhor motel a beira da estrada da região, reservada por Rocha e financiada pelo delegado, que não se desgrudava nem por um segundo de uma mala enorme que carregava.

Assim que entraram na suíte, O Marcinha, de cara mostrou que não estava de brincadeira. Puxou Rocha pelo braço, meteu um molhado beijo na boca, se abaixou, abriu o zíper da calça do soldado Rocha e olhando fixamente para os dois amigos, abocanhou, , lambeu, chupou, mastigou e degustou o toco preto de seu macho. Em seguida dirigindo-se aos amigos, disse:

- Vou lhes dizer uma coisa, o cacete, que está gostoso, hoje, viu? Estão servidos? Vieram só assistir, minha putaria com Rochinha ou pretendem participar dela?

- Hummm !!!!! Que chupeta da hora, Marcinha!!! Isssccchhhhhhhhhh !!!! Mas não assuste os meninos assim, de cara!!! Porque não vai para seu “camarim” e começa a preparar seu show, enquanto vamos, quebrando o gelo pro aqui e nos aquecemos para te fazer a putinha mais feliz do mundo? Vai por mim. Se assustar os garotões, dessa forma, já, já vão querer se mandar e ficará no prejuízo. Sua vontade hoje, não dar essa sua “CUCETONA”, pra três rolas, vadia? Se continuar apavorando meus amigos, acabará “cavucada” só pela minha, Marcinha! Vá se arrumar, enquanto os rapazes se acalmam, e se preparam para lhe torar a bunda, safada!!

- Muito bem!!! Vou te dar uns créditos iniciais e fazer o que me sugere. Me aguardem !!!! Vou acabar com os três. Ficaram doidinhos, com a produção que preparei para apresentar-lhes, machos!!! Relaxem , tirem tudo e coloquem logo esses revolveres pra cima, pois dependendo da vibração de suas armas é que saberei se gostaram ou não de meu espetáculo, ok?

Rochinha, vai explicar-lhes melhor como é que a banda toca por aqui,. Certo soldado?

- Certíssima Marcinha, agora vá se aprontar para seus machos, safada. Já estamos muito curiosos e ansiosos para assisti-la tocando punheta, putinha.

Depois de ser chamada e putinha pelo seu macho, satisfeitíssima MAMÁ RODINHA foi para o “banheiro camarim” e começou a se produzir, enquanto os três no quarto, começavam a relaxar. Enquanto se despiam e se beijavam, ouviam as orientações de Rocha, que para matar o delegado de tesão, fez alguns combinados com seus dois amigos.

- Estou pensando em fazer o seguinte, quem vai foder o botão da Marcinha primeiro será você Martins que enquanto passa a rola da vadia, será ao mesmo tempo currado pelo Fernandes, que da mesma forma enquanto regaça bastante seu cu Martins, rebola bem gostoso na minha tora. Depois vocês dois trocam de lugar. Enquanto Fernandes planta a manjuba na Marcinha, Martins tora o rabo de Fernandes e eu sapeco a bunda do Martins. Depois ficaremos os três deitados com as rolas em riste, para a vadia da Marcinha realizar seu sonho de tripla penetração, mas não esporrem no cu da vadia, pois seus leites serão depositados bem no fundo do meu rabinho e fomente no final da festa. Entendido, rapazes? Alguma dúvida?

Já que está tudo esclarecido, que tal, nos deitarmos na cama e nos chuparmos bem gostoso enquanto aguardamos nossa linda modelo se aprontar para seu show? O que acham machos taludos? Porra Martins, está duro pra cassete, Heim? Chega mais, me deixa dar uma lambida nesse sorvetão de aço, machão!!! Hummm !!!! Que tora dura !!!!! DELÌCIA, MACHO!!!! E se quiser me dar umas dedadas enquanto mamo o Martins, Fernandes, meu cu é todo seu, macho!!!! chegue mais, sacudo!! Me atola seus dedos, na bunda, safado!!!! Isssso!!! Nossa mãe do céu !!! Hummm !!! Uma tora dura que nem aço na goela e três dois dedões no toba, é pra levar qualquer um ao paraíso, amigos!!! Mas sabem que sou macho, né machos!!! Aliás somos machos pra caralho, não é mesmo soldados?

Em seguida Rocha, pediu a rola de Martins no cu e pediu o cu de Fernandes e depois de algumas boas algumas bombadas nos cus, foram caminhando e ciaram na cama engatadinhos e assim permaneceram até que de dentro de seu camarim a estrela maior, anunciou que estava pronta, que em segundos começaria seu micro desfile e pediu para um deles apagar as luzes e só acende-las quando ela estivesse bem no centro da passarela chão e pronta para sua nova performance.

Desta vez, Marcinha escolheu o exótico e o vintage como inspiração. Vestia uma tanga fio dental de veludo cotelê, preta bordada por três lindas e enormes penas de pavão sintéticas, assimetricamente, um corpete de couro liso verde escuro, botas de camurça e canos altos vermelhas, um brinco cartilaginoso prateado, que cobria por completo suas orelhas, dando-lhe um aspecto futurista, que sua maquiagem minimalista reforçava, um enorme rabo de cavalo preto, prendido com perfeição em sua nuca, que quase se arrastava no chão e pro cima de toda a produção um imenso tecido fosco criado com inspiração em asas de insetos, que cobria-lhe dos pés a cabeça.

Antes de entrar, entregou um CD da Bjork, ao soldado Rocha. Pediu som na caixa, se posicionou na passarela, pediu a seu macho para ascender a luzes e começou a exibir-se de forma andrógina, pra os três machos, que socando bronha nas rolas, chegavam a babar de tesão, não só na performance da vadia, mas também deslumbrados com a exuberância do look, de Marcinha.

No fim da apresentação, MAMA RODINHA emocionada, quase infartou de felicidade, pois os três machos, colocaram-se de pé em cima da cama e a homenagearam fervorosamente e repetidamente, balançando freneticamente suas diferentes e taludas jebas, que chegavam a babar de satisfação e agradecimento pelo maravilhoso espetáculo que ela lhes havia proporcionado.

Faminto pela modelo e de acordo com as instruções de Rocha, Martins partiu imediatamente pra cima da Top Model, que assim que começou a ser sarrada e lambida, por ele, virou sua “raba” atochada do fio dental da tanga pavão, esticou- o para o lado direito da bunda e pediu tora ao soldado Martins que nem bem penetrou a CUCETA glutona da vadia e já tinha dentro de seu cu, a trolha duraça de Fernandes, que pouco depois, também teve seu cu entupido pelo toco preto de Rocha, que sem piedade, abusava de seu buraco e desfiava putaria em seu ouvido, fazendo-o quase se borrar de tesão.

Pouco depois, também conforme orientações de Rocha, inverteram o trenzinho. Fernandes debulhou seu sabugo no reto de Marcinha e recebeu em seu bueiro, a trozoba gulosa de Martins, que em seguida também, foi cavucado bem fundo pela verga dura de Rocha, que depois um tempo anunciou que era chegada a hora de Marcinha realizar seu sonho. Seria triplo penetrada no cu, por três machos.

Enlouquecido de tesão, um segundinho depois do anuncio de Rocha, o cuzinho deflorado do delegado mascava e vomitava o ar sem parar, ansiando pelas três toras, que sem demora já forçavam a entrada de seu frouxo cu, que nem se esforçou muito para numa só bocada, engolir até o talo o trio de jebas policiais, que nessa altura do campeonato, eram mastigadas pelo esfíncter da tarada Marcinha, que quanto mais pau tinha no cu, mais pau seu cu queria.

Engatados nas profundezas famintas do delegado, tesaram-no tanto que aparafusado nas rolas, esporrou quase meio copo de gala, fazendo uma verdadeira lambança pra tudo quanto foi lado. Nesse momento, a piranha safada e foi expulsa das três rolas, pelos seus donos, que se brincassem também esporrariam, bem no fundo do reto de Marcinha, mas como tinham combinado anteriormente e a putaria estava chegando ao final, era chegada a hora de Rocha dar o cu para os amigos bem na frente de Marcinha, que mesmo suspeitando, nunca teve certeza que seu macho, também tinha machos.

Era chegada a hora da verdade para ambos. Rocha estava decidido a aguentar as consequências de seus atos. Quem sabe Marcinha não encararia tudo com muita naturalidade e até poderiam arrumar dois machos de vez em quando e tomar no cu juntos?

E costas pro Marcinha, de quatro na beirada da cama e com o rego todo arreganhado, Rocha pergunta:

E aí? Quem vai me torar o cu primeiro? Você Martins? Ou você Fernandes? Resolvam logo que meu toba está fervendo de tesão, para ganhar tor... AAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII !!!!! DELEGADO!!! È você macho? Nossa senhora !!! Que PIROCONA, DELICIOSA E TRONCUDA É ESSA, HOMEM ?? HUMMMM !!!!! Fode, macho !!! Soca tudo, machão, da porra !!!! hummmm !!!!!! QUE VARA TALUDA E TESUDA É ESSA, MEU MACHO??? PPOOOORRRRRAAAA!!! VICIEI!!!! ISCHHHSSSSSSS!!!!

- E agora Rocha? Quem é a vadia, puta, piranha e safada? HEIM PASSIVONA ??? A PARTIR DE HOJE, ANTES DE ME FODER, TERÁ QUE ME DAR ESSE RABÃO PASSIVO VIU, PUTINHA, SAFADA??? Agora cala a essa boca putona, para eu gozar dentro desse rabo largo, porque ainda vai ter que atender, dois machos, que estão só aguardando eu liberar esse buraco bambo, para dele se servirem e se aliviarem. USCCHHHHHHHHHHHHHHHH !!!! TOMMMAAAAA Piranha!!! TOMMMA Leite nesse buraco usado, vadia!!!! Venha Martins. A piranha agora, está a sua disposição. Não dê moleza pra vadia !!!. Além da meretriz, gostar, deve ter clientes diariamente!!!

Mesmo com o rego castigado pela trolha gorda da Marcinha, Rocha todo reboloso, solicitava dengoso a trolha de Martins, que não se fez de rogado e cravou sua espada no rabo cabeludo do negão, que dava até pinotes engatado em seu amigo, que depois de muito lhe bombar as entranhas, esporrou em cima da esporrada do delgado, misturando suas galas.

Sem fazer rodeios, Rocha intimou Fernandes, que estava até trêmulo de tesão e não via a hora de invadir o reto ninfomaníaco do amigo, que piscava tão descaradamente. Que de longe, podia ser o bicho piscando sedento por tora grossa. Fernandes estava, tão fissurado na raba do amigo que assim que se aproximou dele, tonto de desejo, junto com seu cacete, enfiou seu dedão, alargando mais o rego frouxo de Rocha, que vendo até estrelas, começou urrar de dor e a pedir arrego:

_ AAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, CANALHA!!! AAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIII !!! Tira tudo de dentro de mim, seu filho da puta!!!!! TIRA !!!!!!!! AAAAIIIIIII !!!! Tá doendo para caralho, macho !!!!!!!!!!!!!! AAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!

Mas seus gritos e suplicas de nada adiantaram, Fernandes, continuou carcando seu toba rasgado, com sua rola e seu dedo.

Depois de muitas bombadas, dedadas e uma gelatinosa esporrada, dentro do cu de Rocha, bem em cima das outras, Fernandes se desengatou do amigo.

Com o cu liberado e respirando aliviado, Rocha acelerou tanto sua bronha, que sem demora, expeliu um forte e veloz jato de creme de gala, que voou longe e acertou em cheio a coxa do delegado, que sem pensar duas vezes o recolheu, levou-o a boca e o degustou delicadamente, até que o mingau se perdesse por completo dentro dele.

Pouco tempo depois de encerrada a putaria e do delegado, tornar a enquadrar Rocha repetindo que a partir daquele dia, só fariam troca e que o primeiro a enrabar seria ele, foram embora.

No dia seguinte, a noite, no bar de sempre, os três amigos se encontraram e resolveram apelidar o delegado, que inocente e em casa não tinha noção que em questão de minutos seria a pessoa mais famosa na cidade, pois acabava de se transformar instantaneamente em: DELEGADO MÁRCIO. “ O MARCINHA, OU MAMÁ RODINHA”, que contrariando a tudo e a todos adorou suas novas alcunhas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/05/2018 09:49:48
Que babadooooo!!! Mt bom