Nossa Primeira Vez - Parte 3 (Conto com Vídeo)

(Pra quem não leu os relatos anteriores poderá pedir para que possa acompanhar corretamente)

Relembrando os relatos anteriores: Ambos são comprometidos com outras pessoas mas estamos vivendo um misto de prazeres, carinho, paixão, medo, afeto e desejo quase que incontrolável. Eu sou moreno, 1,78 m, 80 kg, olhos castanhos e cabelos curtos. Ela uma belíssima loira, olhos claros que leem a alma de um homem, quase da minha altura, formas de uma verdadeira mulher brasileira, seios deliciosos, bumbum bem redondinho, coxas grossas, pele clara muito macia, perfumada e o que mais mexe comigo cheirosa (cheiro de fêmea, de mulher de verdade que sabe realmente o que quer

Como já sabem estamos se falando a algum tempo e apesar de termos ido a um motel no primeiro encontro a respeitei muito mais do que me respeitei e ficamos conversando sobre tudo. Meu respeito para com ela vai além do imaginado. Sabia que a nossa hora iria chegar e após um beijo rápido em uma rua deserta finalmente marcamos mais uma vez de irmos a um motel em uma cidade vizinha.

Fizemos quase tudo como antes, ela deixou o carro em um estacionamento e eu a busquei de moto. Fomos conversando no caminho, 7 min depois estávamos já na garagem do quarto e é ali que nosso beijo finalmente

encaixou. Apreensivos, com medo mas morrendo de desejo um pelo outro e isso foi o que falou mais alto.

Entramos e conversamos um pouco, pois para ambos não existe sexo só por sexo, tem que existir o carinho e a intimidade. Não resisti em ficar olhando seus olhos e parti para o ataque, beijei muito aquela boca macia, nossas línguas brigavam a toda hora que mais parecia uma luta por espaço, um na boca do outro. Nossas mãos percorriam nossos corpos e eu cada vez com mais desejo, mais paixão, mais vontade de rasgar todas as nossas roupas mas me continha, queria aproveitar cada instante ao seu lado.

Suas unhas passavam nas minhas costas e me arrepiava inteiro. Nossos corpos transpiravam desejo e tesão. A cada peça de roupa que tirávamos nossos corações batiam mais e mais fortes. Aquela pele branca, cheirosa, macia me levava a loucura. Seus beijos me dominavam e eu estava totalmente rendido a aquela mulher. Beijei sua boca, mordí sua orelha, seu pescoço, ombro, cheguei aos seus seios e beijei, lambi, mordisquei, dei o máximo de atenção e mesmo assim achei pouco mas não tínhamos muito tempo.

Voltei a beijar sua boca antes de continuar explorando seu belo corpo, que beijo delicioso, ela colocava sua língua toda na minha boca e eu a chupava sem fim. Voltei a beijar seu corpo, dessa vez dei apenas um beijinho e uma boa lambida

nos seus seios, desci mais um pouco e mordiscava e beijava suas costelas, sua barriga, seu ventre, tirei sua calcinha e enfim pude sentir o cheirinho vindo direto daquela fonte maravilhosa. Beijei, lambi e mordi suas virilhas e então tive o *PRIMEIRO ENCONTRO* com sua 'menininha'.

Fiquei maravilhado admirando, mesmo com as luzes apagadas podia ver perfeitamente o contorno dos seus lábios extremamente brancos. Mais uma vez não resisti e a beijei, dessa vez era só a minha língua que dominava, que sabor

maravilhoso do 'mel' que saia. Dei o máximo de atenção à essa parte do corpo pois amo sexo oral. Beijava, lambia, mordia, cheirava, sentia seu prazer, via suas reações e quando senti que devera ir alem coloquei um dedinho apenas a

estimulando a se soltar ainda mais.

O quarto todo naquele momento cheirava ao prazer. Fiz o possível e quase o impossível para que ela sentisse o máximo de prazer. (Escrevendo esse conto, mesmo depois de um tempo, parece que ainda sinto seu perfume e sabor na minha língua). Voltei a beijar seu corpo até cegar em sua boca. Demos um beijo delicioso e fui acomodando meu corpo ao seu e o encaixe foi perfeito, só faltava uma parte dos nossos corpos se encaixarem e com toda a paciência do universo

fui encostando, sentindo, ouvindo seus suspiros e gemidos, milimetricamente eu aproveitei aquela parte do seu corpo.

Quando chegamos ao máximo nos beijamos. Estávamos unidos, alem de mentalmente agora fisicamente. O encaixe era perfeito. Começamos um movimento ainda mais excitante, um vai e vem, eu a olhando nos olhos e ela me arranhando timidamente. Os gemidos de prazeres misturavam-se. O perfume de sexo era mais forte a cada momento. Mudamos de posição e agora ela estava por cima de mim e controlava a penetração. Podia admirar melhor o corpo daquela jovem que tanto me fascina. Tocava seus seios e via a sensação de prazer que estava sentindo. Ela se deitou em cima de mim e automaticamente nossas línguas se procuraram. QUE BEIJO DELICIOSO!

Nossas falas se misturavam em elogios e pedidos, nossas mãos não se aquietaram um instante. O tempo já não existia mais. Mudando mais uma vez de posição ela se deita de costas e eu mais do que depressa corro para morder aquele delicioso bumbum. Seguro firmemente com as mãos e me vem a vontade de deixar marcado em sua bunda a palma palma da minha mão mas me contenho.

Vou subindo beijando suas costas e me encaixando e ela sabe que nessa posição não resisto. Se encaixamos perfeitamente. Que delicia de mulher. Estava procurando o prazer dela ao máximo e em consequência o meu. Estávamos a quase uma hora ali e o tempo era o nosso maior inimigo. Fomos ao máximo do nosso prazer. Gozamos intensamente e ficamos com aquele gostinho de *"quero mais"*.

Fomos tomar um banho juntos e ali no banheiro mesmo sem ela querer liguei a luz para admirar ainda mais aquela deusa. Que mulher linda estava ali na minha frente. Aquela pele branca, olhos claros e cabelos loiros me fascinavam. Ela reclamou do sabonete do motel pois iria deixar o cheiro nela, foi até sua bolsa e trouxe um sabonete intimo com um perfume delicioso a ajudei no banho e depois se enxugamos, colocamos nossas roupas, dei um abraço muito apertado e cheio de carinho e malícia, um beijo e saímos. A deixei no exato ponto onde a encontrei afinal não infelizmente não podia leva-la até o carro.

No trajeto de volta em ligação ainda na nossa conversa podia sentir o desejo e a malícia na conversa. Essa é uma história sem fim pois nossos desejos não acabaram e logo, muito logo teremos muito mais a fazer e a contar...

Quem gostou desse relato deixa um Up!

By; Silvio SO (whatsapp) (Secret Island)

E-mail: modfant@gmail.com

.

PS: Quem quiser o vídeo deste conto, deixa o email nos comentários junto com a nota que deu, ou me mande um email pedindo este conto com o vídeo (mas não pode esquecer de mencionar o nome deste conto no pedido por email, pois temos vários contos postados), para: modfant@gmail.com

.

.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/09/2018 16:27:14
celojfinato@gmail.com