A História da minha vida

Um conto erótico de Desconhecido
Categoria: Heterossexual
Data: 21/05/2018 15:25:37
Nota 9.88

Antes de tudo quero dizer que essa é uma história fictícia e todos os personagem não existem.

Também peço desculpas pelos os erros de português que vocês vão encontar.

Olá meu nome é Gustavo, tenho 19 anos, faço faculdade de direito e moro sozinho com minha mãe. Jogo no time da cidade e isso acaba mim deixando com o corpo bem definido. Meu pai morreu quando eu tinha 10 anos, com a morte dele foi muito difícil pra mim, não tinha a presença masculina pra mim orientar em algumas decisões de minha vida. Após a morte do meu pai, minha mãe cuidou de tudo, se formou em educação física e depois de alguns anos montou uma acadêmia feminina no centro da cidade.

No começo foi difícil mas hoje é um grande sucesso. O nome dela é Júlia, ela é linda e muito, muito gostosa, eu nunca tinha reparado nisso até alguns acontecimentos. Ela tentava mim ensinar algumas coisa em relação a sexo, sempre foi muito safada, falava tudo e andava quase nua pela casa. Falava de putaria quase o tempo todo. Tinha a boca bem suja quando o assunto era sexo.

Eu tinha uma irmã, mas não era filha da minha mãe. Ela era muito amiga da minha mãe, as duas era como irmãs. Minha irmã não era tão gostosa mas era bem gatinha.

Bom vamos aos acontecimentos.

Após jogar uma partida de futebol no time da cidade, voltei pra casa muito cansado, chegando lá encontro minha mãe arrumando a casa, esfregando o chão de uma forma que jamais vou esquecer. Ela estava de quatro no chão, usando apenas um short fino q deixava a metade de sua bunda de fora... Nossa que bundão, foi a primeira vez que meu pau deu uma levantada pela minha mãe.

- E aí meu amor, como foi o jogo?

- Não foi muito legal mãe. Empatamos.

- Nossa que pena... Sua tia ligou pra mim perguntando se eu deixava você fica um final de semana com ela, eu disse que pra mim tudo bem, depende de você.

A safada gostava de se expor e continuava de quatro no chão.

- Tudo bem pra mim, é só um final de semana.

- Não gostei muito, vou ficar sozinha, mantenha contato comigo viu, vou falar com você toda noite.

- Tá bom ciumenta.kkk

- Mas é claro que estou, minha Irmã não é santa, aquela puta é louca por sexo.kkk

- Mãe, eu sou o sobrinho dela.

- Meu filho a buceta dela não sabe disso não, e ela é muito louco, só estou avisando.

- Tá bom mãe, agora se ajeita né, porque assim não da né, se alguém chegar e ver a senhora assim em?

- Besteira menino, só estou limpando. Hahahaha

Fui pro meu quarto e antes de sair da sala dei uma última olhada naquela rabão, nossa nunca tinha reparado o quanto a minha mãe era gostosa, parecia uma dançarina, seios médios pra grande e um rabão incrível.

Final de semana chegou e fui até a casa da minha tia, chegando lá ela estava na sala assistindo TV. Mim abraçou, beijou, conversamos um pouco e depois foi mostra o quarto onde eu ficaria hospedado.

O nome dela é Raimunda, mora com sua filha bruna e seu marido Jonas. Minha tia era diferente da minha mãe ela não tinha uma bunda muito grande, estava um pouco acima do peso mas nada de exagerado pra ser chamada de gorda, era gostosa mas o que mais chamava atenção nela era os seus enormes seios.

O mais impressionante é que não era seios caídos, tinha 40 anos e ainda era gostosa.

Quando a noite chegou ela mim convidou para assistir um filme no seu quarto já que no seu quarto a tela da TV era maior. Aceitei na boa, após alguns minuto o filme foi ficando mais quente e cenas de sexo foi acontecendo, minha tia foi mudando e estava com muito tesão. O bico o seus seios estão duros, dava pra ver já que ela suava apenas uma pequena blusa, algo para cobrir seus enorme seios.

- Meu deus, esse filme é bom... Da um calor na gente né sobrinho.

- É bom tia, tem umas cenas bem animadas né.

- Saudade de fazer isso. Meu marido não vale merda.

- O que está acontecendo tia?

- Ah meu amor, as coisas estão ruins por aqui, não sei o que está acontecendo, ele não mim procura mais, chega do trabalho e vai dormir e eu fico em casa pegando fogo... Acho que ele não sente mais tesão por mim... Você como homem o que acha?

- Nossa tia eu não sabia que a situação estava assim... Depende tia as vezes um homem procura outra mulher porque a dele não faz certo tipo de coisa na cama.

- Já que a gente esta Falando de sexo, acho que posso confiar em você não é mesmo?

- Claro tia.

Ela para de olha pra TV e fica sentada na cama de frente pra mim.

- Olha meu sobrinho, ah meu Deus eu tenho até vergonha de dizer isso... Eu sou muito safada na cama, olhando pra mim não parece mas eu faço tudo em quatro paredes, seu tio não tem no que reclamar, eu chupava o pau dele, dava o meu cuzinho, cavalgava, dava de quatro, fazia espanhola. Tudo que você imaginar eu fazia nele.

Nossa, minha tia era muito safada, era igual o pior que minha mãe. Ela falava essas coisas na maior naturalidade possível. Nessa hora eu fiquei imaginado como séria, peguei um travesseiro e coloquei em cima do meu pau pra ela não perceber.

- Nossa tia que homem sortudo esse meu tio, minhas namoradas não fizeram nem a metade do que a senhora disse pra mim.

- Sério, mas porque?

- Também não sei tia, mas voltando pro assunto. Porque ele não procura mais a senhora? Falta de uma mulher pegando fogo não é né?

-Kkkk disso não é mesmo. Acho que ele não sente mais tesão por mim, engordei um pouco sabe fiquei fora de forma.

- Tia com todo respeito, qualquer homem queria fazer sexo com você. Olha só você é linda, tem ótimas curvas e tem grandes atributos.

- Tipo esses aqui.kkkk quando eu era mais nova, isso era o sonho de todo o garoto da sua idade. Ganhar uma espanhola desses melões aqui.

Minha tia falava aquilo e pegando no seus peitões e balançando na minha frente.

- Você nem imagina o quanto o seu tio gostava de brincar neles.

- Imagino tia, sorte a dele. Deve ser ótimo.

Minha tia tava com muito tesão, nem percebia que estava alí vendo tudo e só admirado a vista, ficava passando o dedo no bico dos seios na minha frente.

- Nossa meu sobrinho, essa conversa mim deixou animada, olha só, o bico dos meus peitos estão duros... Hum... Que tesão.

- Nossa tia, a senhora tá precisamos transar mesmo em?

- Urgentemente meu bem, tô precisando de um Pauzão grande e grosso Pra mim chupar, pular em cima dele, esfregar no meus peitos e da até o meu Cuzinho... Tô precisando muito. As mulheres da dona família deve ter algum problema. Hahaha

- Como assim Tia?

- Ah meu bem, as mulheres da nossa família tem um fogo na xoxota que nunca acaba. Hahaha.

-Queria muito que a minha namorada fosse assim como a senhora, ela só que fazer boquete e pronto, não deixa nem eu gozar, fala que tem nojo.

- Garota idiota, não quer beber o leite do meu sobrinho gostoso, ela vai acabar perdendo você, tem que arrumar uma putinha que seja louco por sexo assim como a titia, que tenha um peitão igual a tia pra você gozar bastante.

Estava louco pra bater uma ponheta, tinha que sair e ir pro meu quarto, mim despedi da minha tia e fui saido rapidamente, mas ela queria um abraço de boa noite, fui todo torto pra ela não perceber minha ereção. Abracei ela mas depois ela reclamou que algo estava cutucando ela.

- Desculpa tia mas essa conversa também mim deixou com tesão.

Ela se afastou um pouco de mim mas continuava com os braços no meu ombro, olhou pra baixou pra ver a minha ereção de disse.

- PUTA QUE PARIU, QUE PAUZÃO É ESSE MENINO... CARALHO OLHA O TAMANHO DESSE VOLUME, É TUDO PAU MESMO É?

- Desculpa tia não foi minha intenção, desculpa.

Sai correndo e fui pro quarto onde estava hospedado. Fiquei triste pelo ocorrido e fiquei na cama tentando esfriar as duas cabeças.

Passando alguns minutos minha tia bateu na porta para tentar falar comigo mas fingi que estava dormindo, não queria falar com ela estava com vergonha.

Depois minha namorada liga terminando comigo pelo telefone. nossa, fiquei muito triste, gostava muito dela. Alguns horas depois minha mãe ligou pra mim. Ela ficou falando de como foi o dia dela e tudo mais, eu só fiquei ouvindo, ela percebeu que eu estava triste e pediu pra mim contar o que aconteceu.

- Tenho vergonha mãe, não sei se devo contar pra senhora, é sobre uma garota aí.

- Conta menino, seu pai já morreu só tem eu pra falar essas coisa pra você diz logo vai. Não precisa ter vergonha, sou sua mãe.

Já estava triste mesmo, não estava nem ligando como as palavras ia sair de minha boca.

- Eu estava namorando uma garota, ai ela acabou de terminar comigo porque ela disse que meu pau é muito grande e que nunca ela vai ter coragem de fazer sexo comigo.

Depois que falei minha mãe mudou, acho que o fogo que minha tia falou tinha acabado de ascender.

- Mentiroso, não acredito que você é bem dotado... Será que você puxou o seu pai?

- É sério mãe, já deixei de fazer sexo por isso... Como assim puxei o meu pai?

- Seu pai era bem dotado, tinha 18 cm de pau... ah meu Deus, só de lembrar fico louca, mas ainda não estou acreditado que seu pau é grande, tão grande que as garotas fogem de você.

- É sério mãe, fico até triste, estava com esperanças de transar com ela.

Ficou alguns segundos sem mim responder, fui obrigado a mudar de assunto pra ver se ela continuava falando.

- Como foi seu dia mãe? Foi bom ficar em casa sozinha ?

- Nunca é bom ficar em casa sozinha meu amor, hoje eu aproveitei pra fazer depilação e depois fui mim bronzear na piscina e ficar com aquela máquina de biquíni que você tanto gosta, vou enviar uma foto aqui pra você ver como ficou.

Minha mãe quase me matou do coração quando mim enviou a foto, mandou a foto do seus peitos mas no bico dos seios colocou dois coração pra mim não ver... Nossa que Peitão gostoso, meu pau ficou duro imediatamente, nem tava lembrando mais que minha namorada tinha mim dado um fora.

- Caralho mãe, que peitão em?

- Gostou bebê? Igual o seu pai, não pode ver peito que já que gozar em cima. Hahahaha.

- Nossa mãe, gostei muito. Essas Marquinhas estão incríveis. Parabéns.

- Obrigado meu amor. Voltando aqui ao assunto, ainda não acredito que meu filho é bem dotado. Quando você era criança seu pauzinho já era bem desenvolvimento mas não sabia que iria se desenvolver tanto assim. Agora virou um pintão. Hahaha

- Ah mãe, esquece isso.

- Que nada menino, deixa de frescura sou sua mãe... mas mim conta uma coisa? só por curiosidade, quantos centímetros tem esse Pauzão ?

- Nunca medi mãe, não costumo fazer isso.

- Então vai medir garoto, é importante saber.

- Não mãe.

- Então mim diz uma coisa, você consegue fechar a suas duas mãos sobre ele?

- Espera, deixa eu ver.

Baixei as calças e meu pau estava super duro, peguei pela base com uma mão, depois coloquei a outra e ainda ficou sobrando pau. Peguei meu celular e disse a minha mãe.

- Não estou acreditando, é um pauzão grande em... Meu Deus. Quero ver isso.

- Não mãe tá doida.

- Eu não acredito que você é bem dotado. Só quero ver pra ter certeza. Hahahahha.

- Não mãe.

Fiquei esperando ela dizer alguma coisa, mas nada. Nesse tempo de espera acabei dormindo, estava cansado e triste.

Quando acordei fui na cozinha tomar o meu café da manhã, minha tia estava lavando a louça e usando um short bem curto que deixava sua bunda bem marcada. Ainda com vergonha pela noite anterior quando ela me viu de pau duro, passei por ela e dei bom dia.

Ela percebendo a minha timidez, foi logo dizendo.

- Não precisa sentir vergonha pelo o que aconteceu, isso é normal na sua idade... Sempre com tesão.

Ainda com vergonha fui até o sofá tentar assistir um pouco de TV. Depois de arrumar a cozinha minha tia foi até o sofá assistir também, percebeu que eu estava olhando bastante para as assistentes de palco que eram bem gostosas.

- Você gosta de assistir isso não é?

- Ah tia, é bom.

- Safado, fica olhando pra bunda dessas putas. Hahaha

Fiquei novamente com vergonha, a final nunca tinha falando sobre esse tipo de coisas com minha tia.

- Deixa de Besteira menino, pode falar sobre isso comigo... Estou até precisando falar de putaria mesmo, seu tio não mim procura mais, tenho que da o meu jeito pra apagar meu calor.

- Como assim tia?

- Ah, você sabê meu bem, tenho que ficar a noite inteira brincando sozinha com minha bucetinha, coitada dela, louca por um pauzão. Hahaha.

A imagem da minha tia se masturbando ficou na minha cabeça. Meu pau ficou duro na hora. Peguei uma almofada e coloquei no meu colo.

- Principalmente depois de ontem, meu Deus, que pauzão é esse em? Suas amigas devem amar... Parabéns, vai fuder muita bucetinha com essa delícia aí.

Não estava acreditando que aquelas palavras estava saindo da boca da minha Tia.

- Pra falar a verdade tia, minha namorada mim deixou por causa dele, ela falou que era muito grande, não tinha coragem de transar comigo.

- Essa garota é burra meu bem... Já que estamos falando sobre isso vou falar uma coisa, mas não conta pra ninguém não... Ontem não foi só você que ficou com tensão não, depois que eu vi aquele volume na sua cueca fiquei louca, deu pra perceber que você tem uma ferramenta poderosa... Minha bucetinha ficou louca, depois que você saiu fui obrigada a passar a noite inteira se masturbando... Depois de um tempo ela vai perceber o que perdeu.

- Obrigado Tia pelo o apoio, mas eu acho que as mulheres não gosta de homens com o pau grande, até agora só duas garotas transaram comigo, já fui dispensado várias vezes por conta disso.

Aumentei um pouco a história pra ver onde isso ia dá, mas não saia da minha cabeça minha tia se masturbando pensado em mim.

- Deixa de besteira menino, não estou falando pra você que fiquei louca só de ver o volume na sua cueca, essas garotas são todas burras... Eu por exemplo nunca tive a minha disposição um pau igual o seu, eu nunca vi ele fora da cueca mas deve ser muito gostoso.

Ficamos conversando mais um pouco, ela ficou desabafando sobre a vida sexual que tinha com o seu marido, me contou que estava alguns meses sem sexo, estava ficando louca com essa situação, eu percebendo a sua fragilidade emocional, acabei aproveitando a situação pra tentar entender mais sobre as mulheres.

- Tia, posso fazer uma pergunta?

- Claro que pode.

- A Senhora faz sexo oral e anal?

- Essas são as minhas favoritas meu bem, eu amo chupar um pau e também gosto de dá o cuzinho é muito gostoso.

- Nossa, meu tio tem muita sorte, eu sempre quis fazer essas coisas na minha namorada mas ela só chupa meu pau e ainda reclamava.

- Sorte quem tinha era ela, tinha a disposição o pau do meu sobrinho gostoso.

- A senhora teria coragem de fazer anal e oral com um pau parecido com o meu

- Você tá falando de um pau grande não é? Mas é claro que sim, eu chutaria até gozar na minha boca e depois ainda iria comer o meu cuzinho... Nossa seria muito gostoso, se o pau fosse assim como seu, grande e grosso.

Minha tia falava comigo e mordendo os lábios, estava pegando fogo por dentro.

- Nossa que calor não é? Posso tirar a camisa? Você vai se importar, eu estou com um biquíni por baixo.

- Pra mim tudo bem tia.

Ela tirou e mostrou aquele mostro de peito, o bico do seu peito estava marcando no biquíni verde que usava.

- Já está com o farol acesso Tia? Hahaha.

- Claro meu bem, como essa conversa é impossível não ficar, vai dizer que você também não ficou duro igual aço ?

Tirei almofada de cima do meu pau e mostrei o volume que fazia no meu calção pra ela ver.

- Caralho, olha só esse volume, meu Deus, é muito grande... Parabéns, vai deixar muitas mulheres loucas, quantos centímetros tem esse pauzão ?

- Não sei Tia, nunca medi ele.

- Nossa, fiquei curiosa agora. ontem não deu pra ver muito bem mas agora olhando assim parece ser muito maior que imaginei... Esse é um pau de macho, grande e grosso. Hahaha.

- Como assim Tia? A senhora imaginou como seria o meu pau?

- Não falar pra ninguém tá, eu sei que isso é errado mas eu se masturbei pensado em você, e devo lê contar, foi a melhor masturbação da minha vida, quase comprada ao sexo de verdade... Muito gostoso.

- Nossa tia, que loucura e como foi essa masturbação?

- Já que você está curioso vou falar, mas lembre se, nada de contar pra alguém viu... Eu tava imaginado que seu pauzão estava no meio dos meus peitos e que eu estava fazendo uma espanhola pra você, nossa, como estava gostoso, depois fiz um boquete maravilhoso no seu pau, você gozava horrores... Leitinho gostoso seu pauzão produzia... Só de pensar já fico com água na boca... depois eu subia na sua vara e cavalgava, você estava me arrombando inteira com seu pau, que sensação gostosa, depois eu ficava de quatro e você montava sobre mim e colocava seu pau no meu cuzinho... Nessa hora eu gozei como nunca. Se o seu pau for como imaginei, você vai fazer muito sucesso.

- Nossa tia, que imaginação boa a senhora tem, nessa imaginação comi até o seu cuzinho. hahaha.

- Você nem imagina como foi, mim deixou toda arrombada Seu pauzudo gostoso. Hahahaha.

Ficamos alguns segundos sem falar nada, minha tia estava louca de tesão, estava mordendo os lábios o tempo inteiro, o bico do seu seio estava muito duro, quase furando o biquíni.

- Então que dizer que meu pau estava no meios desses melões aí tia?

- Estava meu amor, você estava acabando comigo... Seu pauzão estava mim deixando louca.

Ela ficou esfregando seu peito perto de mim e depois falou.

- Posso ver seu pau fora da cueca ?

Quero saber se é como imaginei ?

- Ah tia, tenho vergonha.

- Deixa de Besteira menino... Vamos fazer assim, eu mostro os meus peitos pra você ver, que tal?

- Ta bom... Primeiro as damas !

- Espertinho né você... Vou mostrar o meu peitão.

Ela tirou o seu biquíni bem rápido e foi logo mostrando os melões mais lindos que já vi na minha vida.

- Caralho Tia, que peitão gostoso em.

- Gostou foi? Agora é minha vez de ficar feliz por ver uma coisa grande... Mostra pra titia o pauzão que mim deixou louca de tesão.

Baixei de uma vez minha calça, mostrando meu pau duro pra ela ver. Minha tia ficou impressionada.

- O QUE É ISSO MENINO, É MUITO MAIOR QUE PENSEI... MUITO MAIOR.

- Então o que achou?

- Eu achei maravilhoso, olha só isso. grande, grosso e olha só essa cabeçona, bem grande pra entrar rasgando tudo... Caralho, esse pauzão mim deixa louca, fiquei com água na boca.

- Queria ter uma namorada assim como a senhora, que tenha um peitão e que fique louca pelo o meu pau assim como a senhora tá.

- É meu bem, essa garota vai ter muita sorte... Queria ter um pau assim pra mim... Se você não fosse meu sobrinho eu estaria chupando essa pica agora.

- A senhora teria coragem de chupa uma pau igual o meu?

- Eu estou quase é chupando o seu pau. Hahaha

Ela não tirava o olho do meu pau, estava com uma das mãos por cima da sua calcinha, esfregando a buceta.

mas algo aconteceu, escutamos barulho e logo colocamos a roupa rapidamente. Era meu tio e minha prima, eles voltaram mais cedo e acabou com o clima entre mim e minha tia... chega o dia de ir embora, fui se despedir da minha prima, do marido da minha e dela também, mas antes ela disse que ia me deixar até o portão da casa dela... Ela por eu ter passado o final de semana com ela... Ela disse que foi o final de semana mais gostoso que teve dos últimos anos.

Quando fui abraça lá pra ir embora peguei na sua bunda e disse perto do seu ouvido.

- Ainda não estou acreditando que na sua imaginação eu comi esse cuzão aqui... Nossa que bunda gostosa a senhora tem em tia.

- Foi muito gostoso meu sobrinho, você mim comeu direitinho.

Ela aproveitou a situação e colocou a mão no meu pau e disse.

- Que pauzão em, agora vou pensar nele todos os dias... Vai mim comer gostoso na minha imaginação, pena que é na ficção, porque se fosse na vida real eu ía amar... Seu gostoso pauzudo.

Comei a beijar seu pescoço e ela ficou apertando cada ver mais meu pau por cima da calça.

- Hum... Você que mim matar de tesão não é seu safado.

- Só quero mim despedir. Hahaha

Desci um pouco e puxei sua blusa um pouco de lado, só o suficiente para um do seus peitos sair pra fora, não aguentei mais e comecei a mamar, nossa, como aquele peito era incrível e muito gostoso.

- Menino, assim você mim mata... Por favor contínua, não para... hum... Aaaaaaa... Mama vai... Mama que eu pego nessa piroca grande e grossa que você tem meu sobrinho.

Ela apertava o meu pau como nunca ninguém tinha feito. Eu estava com minha mãos na sua bunda e ainda mamando aquele melão.

De repente seu marido grita.

- Cadê você mulher? Foi deixar o teu sobrinho na China foi? Vem logo aqui sua vaca.

Ela olhou pra mim e disse.

- Se esse viado tivesse esse pintão aqui que estou na mão, Eu daria o cuzinho pra ele todo o dia, e ele nunca mim chamaria de vaca, ía mim chamar de puta. Hahaha

Dei uma última chupada e puxei o máximo o bico do seu peito com a boca e depois soltei fazendo seus melões pular na camisa que usava.

- Agora você vai mim acabar na siririca seu pauzudo gostoso.

- E eu na punheta. Hahaha.

Seu marido gritou de novo, ela colocou o peito de volta pra dentro da camisa e disse.

- Já tou indo seu viado.

- Até mais Tia gostosa. Tchau.

- Tchau pauzudo gostoso.

Contínua...

Espero que gostei, essa história vai ser um pouco longa e vou tentar colocar todos os detalhes... Se gostou comenta aí.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
25/06/2018 19:38:05
Maravilhoso! Continua
19/06/2018 05:39:59
Muito bom ...
04/06/2018 06:21:52
Excelente!!!
01/06/2018 03:02:09
Excelente
25/05/2018 03:29:07
.
23/05/2018 06:10:28
muito bom
22/05/2018 18:37:47
continuacao
22/05/2018 13:24:01
Um dos melhores contos de incesto que li nos últimos meses, nota 10! Continue por favor!