De mulher casada para puta devassa

Um conto erótico de Lara
Categoria: Grupal
Data: 18/05/2018 19:35:25
Nota 10.00
Assuntos: dp, Traição, Grupal

Olá me chamo Lara tenho 35 anos, 1,60 de altura e casada, não sou nenhuma modelo, mas sou bonita e quando mais nova gostava de chamar atenção dos homens, trabalho em um escritório de advocacia e volte em meio sempre parece um galanteador, mas sempre mantive a postura de mulher casada, safada só com meu marido, mas ultimamente passei uma crise no meu casamento, foi quando descobri que meu marido estava flertando com outra mulher, foi quando por vingança isso me deu a experiência mais excitante que uma mulher pode ter.

Tudo começou quando ele começou a viajar a trabalho para comprar mercadorias para a papelaria que nós temos, ele é moreno, tem seu charme e muito fogoso, mas ultimamente quase não me procurava, Como ele voltaria naquele dia de viagem, quis preparar algo para aquela noite marquei um bronze comprei uma garrafa de vinho, e fui escolher uma lingerie bem sensual, mas quando fui procurar ele me deu um gelo dizendo que estava cansado, isso aumentou minhas suspeitas, desiludida com aquela noites resolvi futrica no celular dele, tudo parecia natural até que achei uma conversa bem sacana dele com uma fornecedora chamada Kelly (Uma piranha) ele a elogiava e convidava ela para qualquer dia sair e tomar um chope, a piranha perguntava:

_E sua esposa?

O safado respondeu que estava precisando se diverti um pouco com uma mulher de verdade e rasgava elogios para a safada, não consegui ler tudo, me tremia toda de ódio, queria matar aquele filho de uma puta, tivemos uma briga daquelas de virar noite.

No outro dia fui trabalhar furiosa, ele me mandava mensagens dizendo que me amava e aquilo só aumentava meu ódio, em uma dessas mensagens eu deixei escapar um Filho de uma puta, e chamou a atenção de uma amiga, a Raquel é uma mulher muito bonita e sempre me contava as loucuras que aprontava nas baladas, quando contei pra ela o que aconteceu, ela falou,

_seu marido ta merecendo é chifre amiga!

Respondi que nem isso eu sabia fazer, não conhecia ninguém naquele lugar para topar isso e que não tinha coragem de fazer com alguém próximo, ela me convidou para ir a uma festa na sexta feira com ela, onde vários amigos do namorado dela estariam e era em outra cidade, ninguém conhecido, e que já tinha até o cara para isso, o nome dele era Paulo, um moreno lindo, me confidenciou que já tinha dado pra ele, e que ele era o tipo de homem que fode gostoso e eu poderia fazer de tudo com um homem de verdade e pagar na mesma moeda, ela me mostrou a foto do cara no Faceboock, E o cara era realmente um gato, qualidades bem diferentes do meu marido, malhado, alto e um sorriso de homem safado, não vou negar aquilo foi combustível para me acender, na quinta perguntei pra ela com faria para voltar para casa já que seria em outra cidade e é um pouco longe de onde moro, ficou de dormirmos na casa do namorado dela que era grande e tinha vários quartos e no sábado Ricardo o namorado dela nos deixaria no trabalho.

A noite fui para casa e o clima era horrível e pra completar meu marido falou algumas coisas que me deixaram mais furiosa ainda, no outro dia ele viajava para uma festa da família dele que tínhamos combinado que eu iria do trabalho para lá, já falei pra ele que não iria mais que ia ficar em casa, ele falou to nem ai só volto no domingo a noite, mal sabia ele que era tudo que eu queria.

Sai decidida que aquela noite iria ser safada, estava disposta a fazer de tudo aquela noite, peguei a lingerie que era para estrear com o corno, liguei no trabalho e pedi para ir só na parte da tarde, fui ao salão fazer cabelos, unhas e o bronze já estava de matar, escolhi um vestido bem curtinho branco e cavado que destacava as marcas do bronze, ao chegar no trabalho Raquel me disse que estava tudo certo que já tinha acertado tudo com o Paulo e ele gostou da minha foto e também ficou empolgado em me conhecer, o tesão era tão grande que por alguns estantes esqueci o vacilão do meu marido, para minha surpresa quando deu umas 16hs Paulo me ligou, atendi e ele perguntou :

_Sabe quem esta falando?

_Não, quem é?

_Sou Paulo amigo da Raquel, te liguei só para te dizer que vc é maravilhosa e estou ansioso para te conhecer.

¬Eu não sabia o que falar e respondi que também estava ansiosa para conhecer ele, ele meio pretensioso e ousado respondeu:

_Adoro mulher casada, te aguardo na festa, estou a disposição essa noite inteira para vc, vou fazer com vc tudo que seu marido não sabe fazer

Nossa ele molhou minha calcinha com aquela ousadia, nos despedimos com beijinhos ao telefone

Ao chegar à festa com a Raquel e o namorado dela, contei pra ela da ligação, ela ficou surpresa e me mostrou quem era o Paulo e para minha surpresa o Paulo era um pedaço de homem, que alem de bonito, não demorei a perceber que era o tipo de homem que fazia sucesso com a mulherada, Ele todo maroto com um sorriso safado sempre rodeado de mulheres, quando ele me viu já veio se apresentando me puxou e me deu um beijo bem quente, todo mundo olhando, sem graça eu não estava acreditando que era aquele homem Enorme de 1,95 de altura que me ligara, Raquel então nos convidou para uma mesa ele não perdeu tempo laçou o braço na minha cintura e foi me conduzindo ficamos conversando, até que ele me chamou para dançar fomos para o salão e ele bem safado com aquelas mãos grandes me segurava com força pela cintura, aquela altura eu já me sentia poderosa com aquele homem, que modéstia parte era um sonho, ele foi no meu ouvido e me chamou de gostosa, e me encostou no canto do salão e me deu uns amaços, percorrendo o meu corpo todo, me deixou louca quando com jeitinho ele subiu a mão entre as minhas pernas até chegar na minha buceta encharcada de tesão, começou a me dedilhar, e sussurrar no meu ouvido que aquela noite eu tinha dono, e meu dono estava louco para me fazer gozar, respondi que era tudo que eu queria, ficamos ali por um bom tempo nos beijando, voltamos para a mesa e a Raquel me olhava com aquela cara safada, ficamos conversando, até bebi uma latinha de cerveja coisa que não faço no dia dia, foi quando a Raquel recebeu uma ligação dizendo que sua mãe não estava se sentindo bem e ela teve que ir as pressas, me ofereci para ir com ela, mas ela insistiu que não precisava, Ricardo foi levar ela mas deixou uma cópia da chave da casa dele com o Paulo, ficamos ainda uma hora e pouco na festa, foi quando Paulo me abraçou e me chamou para irmos para a casa que ele estava louco pra ficar só eu e ele, Ao chegar na casa Ricardo já tinha chegado, mas estava no quarto dele, Paulo me serviu uma taça de vinho, e começou a me elogiar, e me perguntou se eu já tinha traído meu marido, respondi que não, ele sorriu e me disse que pra tudo tem uma primeira vez, e que ele iria me comer de tudo que é jeito, sorri com muito tesão e respondi que eu adoraria gozar no pau dele, ele disse que queria ver eu me despir, sentou no sofá e ligou o som, e olhando nos meus olhos me disse quero que vc faça um striper para mim, que antes de me comer queria ver eu ficar só de lingerie na frente de outro homem, olhei para ele e perguntei aqui? Já que Ricardo estava em casa, ele insistiu e disse ele ta dormindo, quero ver vc dançar pra mim, já dançou para outro homem?

Nossa comecei a dançar e tirar o meu vestido bem devagar na frente daquele colosso, meu tesão aflorou quando vi meu celular tocar e na tela apareceu “esposo” eu ali na frente de um homem me despindo e o corno me ligando, Paulo olhou e falou é seu marido? respondi que sim e tirei o vestido todo, ele se levantou me beijou e me mandou sentar colocou minha calcinha de lado e começou a me chupar, fiquei louca queria que ele me metesse ali mas ele com toda calma me segurou e me chamou de safada que ele ia fazer o serviço completo e continuou a me chupar, foi quando olho para o lado chega o Ricardo namorado da Raquel com uma cara safada me olhando, nu do meu lado com o pau enorme e duro na minha frente, tentei relutar mas Paulo me segurou firme e mandou eu ficar quieta, o meu tesão escorreu ao ver o Ricardo se masturbar enquanto Paulo me chupava e me xingava de puta, Ricardo chegou seu pau perto da minha boca e mandou com uma voz máscula eu chupar meti a boca e comecei a chupar ali já não tinha mais controle, Paulo se levantou e se despiu enquanto eu chupava a rola maravilhosa do Ricardo, mais uma vez meu celular tocou e era meu esposo, coloquei no silencioso e fiquei resevando entre a rola do Ricardo e a do Paulo que era enorme, Paulo me colocou de quatro e veio pincelando minha xana que estava ensopada, foi quando Paulo empurrou ela bem devagar sentir abrir minha buceta, ele tirou e enquanto eu chupava o Ricardo ele me estocou aquele mastro, o tesão foi tanto que gozei naquela hora, e ele me estocava com força e me chamava de vadia, puta... Eu adorei, olhei como uma puta pra ele e pedi pra ele meter, mete safado arromba minha buceta vai, sempre fantasiei dar para dois homens, mais realizar não estava nos meus planos.

Senti Paulo gozar, foi quando Ricardo pediu para trocar, foi quando sentei no pau do Ricardo e comecei a rebolar e ele abocanhava meus seios enquanto eu gemia, Paulo veio e me deu aquela rola enorme para chupar, gozei cavalgando o pau do Ricardo, Paulo foi para trás e enquanto eu cavalgava ele foi metendo aquela rola enorme no meu cu tentei desvencilhar, mas ele me segurava pelos braços e foi empurrando, sentir rasgar o meu cu, uma mistura de dor e tesão foi tomando conta de mim, quando me dei conta estávamos em movimentos cicronizados fudendo deliciosamente, eu me sentia uma verdadeira puta com aqueles homens me metendo, Paulo chegou no meu ouvido e me chamou de vagabunda, que meu marido não sabia comer uma puta, me pediu pra dizer que eu era puta, virei para trás e falei sou sim sua puta me come cachorro, e gozei gritando que era puta... me desfaleci com eles com os dois paus na minha cara para eu chupar até que eles gozaram, Paulo na minha boca e Ricardo nos meus seios, fomos para o banheiro aonde ficamos mais um tempo fudendo, tomamos banho juntos e dormimos na mesma cama ao amanhecer eu e Ricardo transamos de novo enquanto Paulo dormia, levantamos, tomei um banho e me arrumei para ir ao trabalho, Ricardo me levou, e me pediu para guardar segredo, me deu um beijo e nos despedimos.

No próximo conto vou contar como descobri que Ricardo era amigo do meu marido e virou meu amante e me transformou em uma puta nos finais de semana e meu marido virou corno de vez kkk, mais isso é outra história.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/06/2018 19:21:24
obrigado, logo estarei publicando a continuação
19/05/2018 09:50:27
excelente conto continue
18/05/2018 23:36:01
Adorei. Que delícia. Leia os meus também. ADORARIA CONVERSAR COM VOCÊ. wma.1935@live.com bjps
18/05/2018 21:59:40
Eu fiquei acesa. Intumescida. Me consertei na poltrona, apertei meus seios em frente à tela do computador. Gostei das tuas palavras. Me deu vontade...
18/05/2018 21:39:54
Adorei o conto, me chame no Skype ou me mande e-mail rodrigobb1983@hotmail.com
18/05/2018 20:55:16
Delicia demais o seu conto!!! Bjs
18/05/2018 19:37:53
delicia de conto