A Venezuelana virtual que virou real.

Um conto erótico de RicardoJPA
Categoria: Heterossexual
Data: 18/05/2018 16:42:44
Nota 10.00

Ola pessoal, depois de um bom tempo estou de volta para compartilhar com vocês mais uma experiencia que tive.

A um tempo atras passei um tempo bad em minha vida, muito trabalho, coisas para resolver que me consumia demais, e ai nos tempos vagos tudo que eu queria era descansar, ficar em minha casa tranquilo.

Então comecei a entrar nesses sites de relacionamento virtual e fui conhecendo novas pessoas, algumas bem interessantes, outras nem tanto, como é comum.

Um dia conheci Kelly uma Venezuelana mas que morava na Colômbia, uma menina nova 22 anos, mas que tinha uma cabeça boa, que se preocupava com seu futuro e tudo mais.

Eu comecei a entrar todos os dias para conversar com ela, e vamos ficando bem íntimos, conversamos de tudo, até começar as conversas quentes e webcam da vida.

Ficamos por 6 meses com encontro marcado praticamente todos os dias, já estavamos bem íntimos só faltava nos conhecer pessoalmente, mas era difícil por ser de outro pais e tal.

Até que um dia eu decidi programar minhas ferias para ir a Colômbia e a conhecer pessoalmente.

Me programei bem, juntei dinheiro, fiz roteiro de viagem, tipo de turista mesmo, e falei para ela que iria passar minhas ferias na Colômbia, então combinamos de ser também em época de ferias da faculdade dela, assim poderiamos curtir mais juntos e ela me acompanhar nos lugares.

Bom até chegar a data da viagem continuamos nos falando e vendo todos os dias via webcam, rolava já de tudo pela webcam, eu estava bem empolgado.

Até que chegou o dia de viajar, partiu Colômbia, cheguei la ela ja me esperava no aeroporto, e fomos de taxi para o apartamento em que ela morava.

Apartamento pequeno mas bem aconchegante, bem estilo aqueles apartamentos de universitários mesmo.

Bom, chegamos em seu apartamento e ajeitamos minhas coisas, e ela me apresentou o apartamento e fomos logo para rua, ela me mostrou alguns lugares ali na redondeza e paramos para almoçar.

Depois do almoço pedi para que voltasemos para casa, tomei um banho, e sentamos para conversar, e nos curtir um pouco.

As coisas começaram até que rápidas, ali mesmo já começamos a nos beijar e nos tocar, logo ela já estava com minha rola dura em sua mão e batendo uma punheta para mim, e eu com meu dedo dentro de sua bucetinha.

Ficamos nos tocando e beijando por um tempo, até que a deitei no sofá e fui chupar aquela buceta dela, comecei chupando a buceta e dando umas linguadas de leve no cuzinho dela que eu sabia que era virgem, ela nunca tinha feito anal.

Ela então me chamou para irmos para cama, que seria mais confortável, fomos para cama, chegando la, foi a hora dela me chupar, ela começou a chupar a cabeça do meu pau, e tentando aos poucos colocar ele todo na boca.

Uma boquete bem babada, muito gostosa, eu a puxei para cima de mim, e sem precisar da ajuda das mãos meu pau encontrou o caminho da buceta dela.

Quando ela sentiu meu pau apontado da entradinha da buceta dela, ela deu uma empinadinha e sentou com gosto na rola.

A segurei com força em sua bunda e comecei a socar com força e bem rápido naquela buceta que tava encharcada naquele momento.

Ela não teve vergonha de gemer e pedir mais, e eu socava cada vez mais até ela virar os olhos e gozar no meu pau.

Ela deu a primeira gozada e eu so troquei ela de posição e continuei metendo até ela gozar pela segunda vez, ela pediu para esperar um pouco para ela recuperar o folego, dei o tempo que ela precisava, logo depois ela voltou a me mamar, e ficou de quatro, chupei ela de novo, e dessa vez aproveitei para socar o dedo em seu cuzinho, o cuzinho dela estava muito apertado, achei melhor não tentar nesse primeiro momento, como ainda ficaria ali com ela 20 dias, teria outras oportunidades, poderia comprar um KY, enfim, ficou para outro dia.

Seguimos na foda, deixei ela de quadro apoiada na cama, e fiquei na parte de fora de pé, assim é bom que consigo controlar melhor o meu corpo e o dela, então comecei comendo ela bem de leve, e fui aumentando a intensidade, ela gemia feito uma puta, e me dava muito tesão ver aquela menina gemendo, e com aquela bunda para cima levando rola na buceta.

Meti até que tirei o pau e saiu um jato de porra que sujei a bunda e as costas dela inteira, foi uma bela gozada aquela que você sente até a musculatura das pernas repuxarem.

E esse foi só a primeira de muitas outras nos 20 dias que fiquei com ela la.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
22/05/2018 11:02:15
Nossa que delicia, nota 10!
18/05/2018 17:52:41
muito bom