Casa dos Contos Eróticos

POR TREZENTOS, EU FECHO E VOCÊ ABRE. TEMOS UM ACORDO, CARA? - FINAL

Depois daquele encontro, e das merdas que propositadamente lhe falei estava doidinho para revê-lo e mesmo forçando a barra um pouquinho passei um bom tempo sem revê-lo.

Dias depois fiquei sabendo que, finalmente Ana Clara, não só estava se separando do marido, como havia o colocado pra fora de casa e ninguém mais o tinha visto,

Fiquei desolado e inconformado por alguns dias. Mas depois de muito refletir e sem esperanças, resolvi por um ponto final naquele desejo desenfreado que por muito tempo me consumiu e em pouco tempo já o tinha esquecido.

Quase três anos depois, exatamente sábado passado, depois de fazer algumas compras, percebi que estava faminto e fui a praça de alimentação do shopping que estava, louco por um lanche, e assim que dei os primeiros passos em direção ao restaurante por mim escolhido, para almoçar, escuto uma familiar, me chamando?

- Rubinhoooo??? Rubens !!!

E assim que virei na direção da voz, dei de cara com “meu macho”. Não só perdi completamente o apetite, como quase desmaiei de felicidade. Na mesma hora começou a me chamar.

- Chega mais “Véi” Cola aqui, camarada!!! Preciso lhe falar!!!

0 acenei para ele, fiz sinal para ele me aguardar e apontei para o banheiro. Minhas pernas ficaram tão bambas, que precisava me recuperar, antes de me aproximar daquele pecado de macho, que só de me cumprimentar, reascendeu meu desejo numa fúria implacável, que quase perdi os sentidos.

Assim que me refiz, fui ao encontro de Guilherme que estava ainda mais , lindo e delicioso. Fui recebido com um abraço que mais uma vez me deixou bambo e me obrigou a sentar rapidamente.

E durante um bom tempo, a conversa ficou, entre sua separação, meus estudos, sua nova residência, meu novo emprego, enfim coisas desse gênero, mas o tempo todo minha intuição gritava: é hoje, Rubinho...É hoje que vai realizar seu sonho, safado.

Outra coisa que sentia o tempo todo ao lado do macho, é que parecia que ele queria me pedir algo, ou coisa parecida, e não conseguia de jeito nenhum.

A medida que o tempo passava, e de acordo com seus comentários, juntei um pouco daqui, um pouco dali e tive fortes razões para imaginar o porque que ele fazia tanto rodeio e não chegava onde gostaria. E para não perder mais tempo com aquilo, resolvi dar uma forcinha, pro meu macho.

- Desculpe minha sinceridade, meu pragmatismo, que não tem nenhum objetivo de ofender-lhe, meu amigo, mas está passando por dificuldades financeiras? Se se abrir comigo, quem sabe não poderei lhe ajudar? Confie em mim por favor, afinal lhe conheço há anos, não é mesmo?

- Pra falar a verdade, minha situação não é das mais confortáveis. Estou morando num barracão de três cômodos e mesmo pagando um pequeno aluguel, alimentação, remédios, transporte e coisas do tipo, estou rebolando para conseguir. Mas também sou muito orgulhoso e de graça não consigo aceitar nada.

- Entendo!! Mas comigo não precisa se acanhar, faço questão de te dar uma mãozinha e pedirei a papai, para lhe conseguir um bom emprego em uma de suas empresas. O que me diz?

- Porra cara!! Está se mostrando um amigão, mas de garça não posso aceitar. Mas existe uma forme de resolvermos isso E acho que vai te agradar e muito, Rubinho. Se prometer não fazer escândalo e dar um de santinho, fareis uma proposta muito boa para ambos. Promete ouvir sem brigas até o final.? Se não concordar depois de me ouvir, basta recusar. Continuaremos amigos do mesmo jeito. Promete se comportar?

Claro que sabia perfeitamente qual seria a proposta do macho e claro que minha resposta seria um enorme SIM. Depois de esperar anos, finalmente o macho seria meu por algumas horas. Estava consciente da sua triste situação e estava disposto a ajuda-lo se qualquer maneira, mas nem morto que perderia aquela oportunidade e num segundo prometi ser bem bonzinho enquanto ouvia sua proposta:

- Vamos lá Rubinho!! Do mesmo jeito que foi direto comigo, preciso ser contigo, ok?. Nunca me enganou, cara. Não só sei, como sinto o quanto me deseja. Imagino quantas bronhas com o dedo no cuzinho, não bateu pensando no papai aqui!!! Se quiser, resolvemos isso já, já.

- Por R$ 300,00, EU FECHO E VOCÊ ABRE. Fecho uma com você e lhe dou um delicioso trato e você abre essa bundinha pra mim, naquele motel nem aqui m frente. E ai o que acha é pegar ou largar. TEMOS UM ACORDO, CARA?

- Dessa vez, não farei tipinho nenhum. Fechadíssimo, com uma condição. Pagarei R$ 3.000, 00 pra ficar contigo a noite toda. Essa é minha contraproposta. Nem de longe imagina minha tara em você, tesudo. Vou lhe dar uma surra na cama que ficará na história!! E aí, macho ? se aceitar, pago a conta agora mesmo e vamos correndo pro motel.

- Espere um pouco. Antes de fechar, só preciso entender uma coisa. Não está pretendendo me comer, não né? O que exatamente, quer dizer com “surra na cama”? Se pretende me enrabar, encerramos essa negociação agora mesmo e nunca mais falamos disso. Apesar de gay, você é machinho para caramba. Bem diferente desses viados que estou acostumado a foder. Muitos nem acreditam que você é morde a fronha.

_ Preciso ter a certeza que não vai inventar de querer provar minha bunda na hora do rala e rola, heim Rubens. Se você resolver tentar enfiar algo em meu traseiro, te deixo lá e me mando, entendido? O máximo que posso permitir e que até deixo as mulheres fazerem em mim é um cunete caprichado. Mas este é meu limite. Se comportar-se direitinho, quem sabe depois não ganha uma fodidaUltimamente, estou vidrado num cuzinho de macho, mas dar o meu, NEM PRA UM CACETE DE OURO, entendeu, rapaz?

- HUMMMM !!! É assim mesmo que te imagino na cama. Macho ATIVAÇO. Agora que me colocou ainda mais interessado em ti, tesão. Não se preocupe, seu traseiro em nada me interessa. E só ganhará cunete, se pedir. O que quero mesmo é brincar com seu brinquedinho, que já deve estar armadinho, armadinho, só esperando pelas minhas brincadeiras.

- Então já que chegamos num acordo, aperte minha mão.

- Fique tranquilo tesudo, vou de te fazer gozar, sem encostar em seu cacete. Vai ver.

- Então fechado, R$ 3.000, 00 pela noite toda. Vai ver o que é surra na cama, Rubinho, Vou te viciar na minha tora. Vai quere pagar por ela diariamente, safadinho. Mas se apresse, pois o bicho aqui em baixo, já está nervoso pra caralho e doidinha para dar a primeira cuspida nessa sua bundinha safada, macho.

- Só um minuto, vou lá pagar a conta para agilizar as coisas e já retorno. Guarde seu dinheiro, a próxima você paga. Está conta faço questão de pagar no maior prazer.

E nem bem entramos na suíte do tal motel, voei em cima de Guilherme e comecei a despi-lo, a lambê-lo e a chupá-lo na maior gula e o macho sem fazer feio, retribuía tudo direitinho, me fazendo gemer de tesão sem me lembrar de mais nada nesse mundo.

Mas, quando a putaria começou a se acelerar, pedi-lhe de um tempo, para ir ao banheiro para fazer uma higiene íntima, pois nunca faria com o gostoso, o que há anos o viado intruso e porco o fez passar.

Guilherme logo abriu um sorrisão e ficou bem aliviado, pois daquela forma podia se fartar em minha bunda, sem se preocupar com surpresas desagradáveis.

Depois de fazer uma minuciosa chuca, lembrei-me do perfume que tinha comprado a pouco, tomei um banho, me perfumei e saído banheiro vestido apenas com uma cueca preta totalmente colado em meu corpo e quase morri com o cenário que encontrei. O gostoso, estava peladaço, alisando seu belo toco grosso mega duro, babando sem parar e pulsando como se estivesse intimando meu cu, para se esconder. O cacete de Guilherme além de morenaço, cabeçudo, muito peludo e bem grosso era totalmente curvado para cima. Por mais que imaginava a delicia que era aquele homem, o safado ainda me surpreendeu e muito.

- Venha cá, macho!!! Dê um trato esperto em minha rola, tesãozinho!!! Se caprichar no boquete, daqui a pouco vou lhe mostrar como é que macho de verdade, faz cunete.

- Que tal, se chupar meu rabo, enquanto lhe chupo a rola? Heim, macho??? O que acha???

- Acho delicioso!!! Abre essa raba antes , e me apresente ela. Me deixa dar uma filmada na bicha antes de meter-lhe a língua. Regaça esse cu!!! Regaça!!! Ai mesmo onde está. Isso, garoto obediente!!!!! PUTZ, o safado é bem cabeludo, heim!!! HUMMMM!!! Bem apetitoso!!!! Agora, mete o dedo nele e dá uma boa “cavacada!!!! Asssimmm, garoto!!! ISOOO, bem no fundão do bicho!!!! Hummm !!!! Tesão da poooorrraaaa, meu !!! Nossaa !!!!! Ischhhssss !!! Agora roda seu dedinho nele, enquanto filmo tudo daqui e bato uma deliciosa bronha pra ele. Issso!!! Hummm Perfeito, rapaz!!! Agora vem logo, macho!!!! Chupa essa rola e senta sua bunda bem cima da minha cara!!!! Enquanto dou um trato, alias, enquanto dou “O TRATO”, nessa sua “raba” cabeluda !!! Isso !!! HUUUUMMM !!!!! Nosssa , gulosão!!!! Iscchhhhhhh!!!! Que cu, mais fominha!!!!! PORRRAAAAAAAAAAAAA!!!! Tá que morde minha língua!!!! HUmmm !!!! Daqui a pouquinho, vou mostrar-lhe quem é que morde quem!!!! Vou mastigar o safado de dentro pra fora, sem pena!!! Vai ver só!!!! Hummmm !!!

- Isccchhhhssssss!!! Que delícia de toco torto e grosso, esse seu, macho!!! O dando tá tão duro, que toda hora escapa de minha boca!!!! Nunca vi pau duro desse jeito!!!! Ôôôhhh saúde danada, “Véi” HUMMM é essa Broca que tem na boca. Isso não é língua é uma escavadeira maravilhosa, A bicha tá toda socada no meu rego, macho!!! AAAAIIIIIIIIIIII !!!! Delícia!!!!

E depois de muito boquete e cunete, pedi rola na bunda, já estava para explodir, de tanto tesão e aquela era apenas a primeira entre as várias trepadas que demos em nossa estreia. Nunca pensei, que gastaria R$ 3.000,00 tão feliz. Aquele homem merecia era R$ 30.000, 00 por noite, sem dúvida nenhuma.

- _ Vem Guilherme , me pega em pé, me soca essa trolha torta de baixo pra cima, caralho. Quero tomar no cu agora. Vem macho, cumpre seu papel de hétero metedor, e me mostra como macho legítimo, fode. Vem com tudo taludo gostoso.

- Está me provocando, rapaz!!! Vou te mostrar como não se deve provocar macho, viado!!! Já que pediu !!!!! COMMMMEEEEE!!! COMMMEEE a tora pelo toba, safadinho!!!!!!!

- AAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!! UIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!! Tá doendo, macho!!!! PORRRAAAAAAAA, isso não é uma pistola é um gancho tamanho família!!!! AAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII !!!! TIIIIRRRAAAA !!!! TIRRRAAAAAAAAA !!!!

- Foi você, que pediu, desse jeito !!! E vai ter que aguentar. Não tiro de jeito nenhum!!! O máximo que posso fazer por você é parar de te bombar a bunda, até se acostumar com a envergadura da minha trozoba. E não vou ficar parado muito tempo por causa dessa frescura toda não. Viu!!! Arrume logo uma posição mais confortável pra esse cu, que já, já começarei o segundo tempo, “Véi”. Lhe avisei, que sou macho pra caralho e que por onde meu cacetão passa deixa saudades. Vai sair daqui, amanhã, sem conseguir sentar. Vou te estourar todinho, para não deixar dúvidas, que serie seu cliente pra sempre. Agora lhe pra mim e responda:

- Está doendo, mais está adorando, né viadinho? Ou será que estou enganado e você não é de nada. Parece que só tem gogó. Falou tanto em surra de cu, mas nem de castigo conseguiu por meu pau e já está pede arrego? Pensei que ia foder a noite inteira, mas já vi que nem essa vou tirar direito.

Nessa hora o santo me baixou e mostrei pro filho da mãe, que me provocar também não era uma boa. Antes do safado iniciar o que chamou de segundo tempo, comecei a lhe surrar a tora, mesmo sentindo muita dor, segurei seu tronco com uma de minhas mãos e de pé , comecei a dominar o show tirava e enfiava o cacete torto do puto no cu, fazendo-o urrar de tesão e depois de sentar, rebolar, tirar, sentar de novo, reenfiar, tornar a rebolar meu cu foi atingido em cheio por uma bala de canhão toda gosmenta, que me lavou a bunda toda de baixo pra cima e me fez esporrar, sem nem me aproximar de meu pau, que cuspia porra pra tudo, enquanto era lado.

Mas nosso tesão era tanto, que nem tempo demos, tornei a sentar na tora babada e esporrada do macho e continuei fodendo seu pau até receber mais uma tiro de porra cu adentro e até mais uma vez cuspi porra grossa pra todo lado.

Dessa forma seguimos noite afora. Nunca tomei tanto e tão gostoso no cu, como sábado passado e só estou esperando meu rego se recuperar 100¨% para gastar mais R$ 3.000,00, feliz e sorridente.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/05/2018 10:07:19
E msm q #seja_vdd isso eh uma ~bobagem. Aki do lado tem uma ~favela cheia de #bofuxxo ~deli_delli, ~roludo, e qndo eles vão pra #casa da minha <miguxa nós #biba's nos ~damos mto ~bem, só falta eles fazer a gente #gozar_pelo_cu, e basta ~a_gente aki botar ~cervejas pra eles, ~churrasco e ~dar <trinta, quarenta> reais pra eles comprarem as coisas q #eles_gostam de ~usar. ~Eles ficam #mega_satisfeitos, #mega_felizes e #usam_a_gente ~mega_gostoso. Ñ precisa de ~tanto, ~gatah.
01/05/2018 09:43:10
Mas ~fora isso ser #invenção_sua, ~adorei a #putaria. A ~sra sabe ~contar do jeito q ~instiga a #imaginação. ~Bjs <gatuxa.
01/05/2018 09:41:31
Ai ~gatah, vou ser ~sincera. Ñ acredito q a ~sra ofereceu #três_mil e ñ ~acredito q ~ela tenha dito q ñ ~daria <bunda por esse valor. Com ~ctz ele #daria até por #bem_menos.