violada ao extremo

Um conto erótico de amamda
Categoria: Heterossexual
Data: 16/05/2018 14:50:12
Nota 6.33
Assuntos: volada, Heterossexual

Oi meus amores, o conto de hoje é violada ao extremo, Bom estava uma noite vindo da faculdade e como era verão fui de shortinho curtinho, quando estava na parada para vir pra casa estava escuro e era perto de um matagal a condução estava demorando para vir e estava sozinha meio nervosa. Do nada aparece dois caras e me abordaram dizendo que isso uma guria sozinha, e um disse pro outro vamos estuprar o outro cara disse demorou. Me puxaram para o mato e disseram fica quieta se não vai apanhar, chegando lá no mato pegaram uma faca e foram tirando minha Roupa, Rasgaram meu short e minha blusa depois começaram a botar a mão na minha boceta e na minhas tetas. Dai um abaixa essa piranha e faz chupar teu pau, dai me abaixaram e um me segurou pelos cabelos enquanto o outro tirava o pau dele pra fora, o que me segurava disse com a faca na meu pescoço obedece se não vai morrer, o outro pegou o pau e enfiou na minha boca todo escarado e num gesto de punheta fazia eu chupar o outro disse chupa piranha vagabunda dava na minha cara depois de chupar um o outro chupa meu parca também e empina a bunda pra mim que vou chupar sua buceta. Era um me fodendo na frete e me chupando atrás, que nojo! Bom depois disso um disse vamos fode-la, então me colocaram de quatro enquanto chupava um o outro começou a me comer, e ele metia forte na minha boceta e eu disse para ta machucando e ele disse quieta sua vagaba da e fica quieta. O que me comia disse como e bom a xota dessa vagabunda e metia cada vez com mais intensidade depois disso enfiou no meu cu todo o pau e disse hoje você vai ser arrombada depois o oque eu chupava decidiu me foder também e dai era dois pau em mim metendo no meu cu e eu implorado para pararem e eles disseram fica calma para não morrer um disse vou gozar nela então foi na minha cara e encheu de porra e depois fez eu chupar seu pau todo gozado = e disse bota essa piranha empinada que quero chupar as tetas dela enquanto você fode ela depois disso o outro gozou no meu rabo enchendo de porra. Depois me amarraram e deram em mim tanto e eu fiquei ali jogada no mato

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/01/2019 00:48:19
É escrevendo que vai se desenrolando. Ficou bom, mais pode melhorar.
06/08/2018 23:22:02
Adorando seus textos
16/05/2018 15:26:08
Que bosta de conto! Mal escrito! Para de escrever essas porcarias, muito ruim.