Primeiro relato de tarado oprimido

Um conto erótico de Rocotroia
Categoria: Heterossexual
Data: 14/05/2018 15:36:17
Nota 10.00
Assuntos: Sexo, Heterossexual

Boa tarde a todos, esse é meu primeiro conto peço desculpas se não ficar muito bom o conto.

Primeiramente vou me apresentar me chamo Roco (nome fantasia) moro no interior de Minas Gerais, sou casado a 7 anos, infeliz sexualmente no casamento, minha esposa não gosta tanto de sexo como eu, então tenho que me virar como posso, eis o motivo desse conto.

Trabalho como Eletricista em uma cidade no interior de Minas, sempre fui muito atencioso e respeitoso no meu trabalho, um certo dia me ligaram pra verificar uma instalação em uma residência, peguei o carro e fui ao local, chegando lá Leila,uma loira 1,70mt meio gordinha, adoro as gordinhas, de vestido que batia nos joelhos, todo florido, me mostrou o serviço,como eu não dava muita ousadia no meu serviço nem sei bola por ela ser gostosa,enquanto eu fazia o serviço ela ia conversando comigo, conversa vai conversa vem descobri que ela tem um filho com um amigo meu, até ai tudo bem, eu não estava interessado em relações com ela, foi quando ela começou um papo mais quente, me falando que largou do meu colega porque ele a traía demais era muito safado que quando chegava em casa não dava conta da dela, nisso comecei a puxar um papo mais quente falando que ela era uma mulher linda deveria procurar alguém que merecesse, quando vi ela estava abaixada próximo a mim,sem calcinha,seu vestido não tampou toda aquela pepeka linda, cor de rosa meio peludinha, do jeito que gosto, meu pau subiu na hora foi quando ela percebeu que estáva com a pepeka de fora levantou-se rapidamente com vergonha, fingi que não havia acontecido nada e conticontinuamos normalmente o papo, só que meu pau não descia,acabei ficando com vergonha, tentando tampar com a camisa, foi quando ela disse:

-sem querer te deixei assim pena que não posso faze-lo aquietar pois você e marido de uma conhecida minha

- se ninguém souber não tem problema, disse eu

Foi quando começamos a nos beijar como loucos, creio que ela já estava a um tempo sem transar pois estava numa tara doida, quando enfio a mão por baixo do seu vestido pra pegar naquela pepeka peludinha eis que começa um barulho no corredor era seu filho chegando da Escola:

-olha Alan o eletricista veio consertar a luz daki de casa ele chama Roco e é amigo do seu pai

Nisso virei amigo do garoto,

-Alan vai na mercearia comprar um refrigerante pra gente por favor

-claro mãe vou e já volto logo

-Na esquece de passar na casa da sua avó pra buscar seu presente disse a mãe dele

Quando o garoto saiu leila veio pra cima de mim como uma louca me beijando e abraçando, tirando minhas roupas, deitei-a na cama e subi seu vestido que coisa linda uma bela buceta rosada meio peludinha, me veio a dúvida chupo ou não chupo, cai de boca naquela mulher, lembia por todo ao redor da sua buceta, enfiava dois dedos lambia, mordia, chupava, ela gemendo como louca doida querendo que eu a penetrasse de uma vez, mandei que ela ficasse de quatro, quando vi aquela visão maravilhosa aquele cuzinho rosado piscando aquela buceta toda babada, não aguentei e enfiei a língua no seu cu, e ao mesmo tempo enfiando dois dedos na sua buceta, ela gemendo pedindo pra meter, foi quando comecei a enfiar meu pau, 19cm Preto,meu pau escorregava naquela buceta molhada, ela gemia, eu maravilhado com aquela visão, uma bunda enorme na minha frente eu metendo foi quando comecei a enfiar o dedão no seu cuzinho, ela começou a gemer como uma louca dizendo que ninguém nunca tinha feito aquilo com ela, que estava uma delícia foi quando anunciei que ia gozar,

-goza nos meus peitos

- É claro

Gozei como um cavalo, jorrava porra nos seios e na boca dela

-nossa você e é uma delícia vou te contrcontratar todo dia

Assim começou nossa amizade eu e Leila minha loira favorita No próximo conto, vou falar como como o cuzinho de Leila pela primeira vez, peço desculpa pois fiz o conto pelo celular

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/11/2018 14:56:44
Nossa, que delicia! Esse atendimento com certeza agradou. Rsrs. Conto 10, preciso falar mais? Um beijo!
25/11/2018 09:59:11
Oi, Roco, quando vc vai vir dar um jeito nas minhas tomadas de novo? Venha logo, querido, estou te esperando para fazê-lo gozar de novo como um cavalo. Rsss. Brincadeirinha. Também sou Leila, loira, 1,70m, com algumas celulites. Nem preciso dizer que adorei o conto. Fica aqui meu comentário e nota. Sem dúvida dez. Fica o convite para me visitar. Beijos babados.
24/11/2018 10:59:37
Olá, obrigada por sua presença em minha escrivaninha. Gostei do seu trabalho de eletricista na casa dessa mulher. Até eu chamaria para resolver meus ¨curtos circuitos¨ aqui. Rsrs. Nota dez. Bezitos.
19/09/2018 14:21:21
Fiquei bastante excitado com a leitura. Não sou de tomar iniciativa mas já bati muita punheta por carteiros, motoboys, bombeiros e eletricistas que estiveram em minha casa a trabalho.
06/08/2018 01:03:25
Cliquei seu nome, seu conto é sensual e muito bem escrito,amei.
28/05/2018 03:40:49
Excelente conto
21/05/2018 11:28:12
Antes de tudo, muito obrigada pela leitura e comentário no meu relato. Tem outro, chamado ¨Mostrando ao ex-marido o anal que ele perdeu¨, onde conto como começou a vingancinha. Rs. Dá uma lida nele. Quanto a este, menino, foi muito excitante ler sobre esse caso. Essa Leila é bem safadinha. Fingiu que estava envergonhada, mas é claro que estava sem calcinha de propósito, só para provocar. Beijos da Vanessa.
20/05/2018 11:54:16
Putz!... Viajei no tesão com esse ¨trabalho¨. Essa cliente loira deve ter tido muitos ¨choques¨ elétricos. RsrSrs... Dez pra você. Tenho contos aqui e se você comentar, eu vou ficar bem feliz... Bjs=-)
19/05/2018 07:03:35
Muito obrigado Leila e Mallu irei ler todos os contos de vcs, com certeza irão me render muito tesão
18/05/2018 18:39:16
Delicia de estreia, bem escrito e excitante. Que bom saber que você gosta de gordinhas. Eu apesar de grandalhona, estou no time das cheinhas. Não tive oportunidade de agradecer tua leitura no meu primeiro relato, o anal com um jovem. Muito obrigada. Meu ultimo conto foi sobre o tema também. Adoraria tua opinião nele. Para achar, clique no meu nome. Beijos.
18/05/2018 18:28:47
Oi, Roco, que saudade! Quando é que iremos nos ver de novo? Rsss. Brincadeirinha, querido. Não sou essa Leila, mas, bem que gostaria de ter sido. Gostei do teu conto, tesudíssimo! Minha xará fez o que eu faria tanto na sedução como no prazer. Fica aqui meu comentário e nota. Sem dúvida dez. Visite quando quiser meus contos. Bjs babados.
14/05/2018 17:49:12
Muito obrigado, Tia Berta com certeza irei ler