FÉRIAS NA CASA DO PRIMO-PARTE 3: DAR O CÚ DEVAGARINHO É MUITO MAIS GOSTOSO!

Um conto erótico de Vitor
Categoria: Homossexual
Data: 12/05/2018 21:04:26
Nota 10.00

Os pais do Bruno já tinham voltado para casa no dia seguinte, o que fez com que ele desse uma folga pro meu cú. Não que eu estivesse reclamando, pelo contrário. Aquela piroca enorme no meu rabo era tudo que eu estava querendo. Mas eles estarem em casa não diminuiu em nada o fogo dele. Ele quase não conseguia disfarçar que acompanhava minha bunda com o olho sempre que eu passava. Ficava exibindo o volume enorme debaixo da calça, mostrando o que me esperava. Ficava me provocando com mensagens no wattsapp, me chamando de viadinho, de puta safada, e eu com o cú comichando, não deixei por menos. Fui até o banheiro e com o rabo de fora, tirei duas fotos bem safadas. Uma de quatro, areganhado e empinando bem o rabo, mostrando o cuzinho pra câmera. Cúzinho que graças a ele, já tava virando um cuzão. E ainda coloquei a legenda: Viadinho do Bruno, só dele. E a outra só do cú, aberto com o dedo, com a legenda vem me foder, to com saudades. Enviei as duas e sai do banheiro. Quando ele recebeu, ficou maluco. Ficou me olhando com uma cara que se pudesse, me fodia ali mesmo. O pau dele tava quase rasgando a cueca, e quase não dava pra disfarçar. Ele ficava toda hora passando atrás de mim e me encoxavando quando andava pela casa. Teve um momento na lavanderia, em que os pais dele não estavam olhando, em que ele me puxou pro canto e baixando a minha calça, atolou o pau até o talo, tapando minha boca. Ficamos um tempo encaixados, e eu vendo estrelas com a piroca dele no meu cú. Ele puxava meu cabelo, e falava que quando os pais dele saíssem, ele ia me rasgar no meio, enquanto mordia minha orelha. Deu algumas metidas fundas, me cutucando no estomago, mas não foi muito além disso, porque alguém podia ouvir. Ele subiu de novo a minha calça , mas não antes de enfiar mais uma vez a cara na minha bunda, mas também não durou muito, infelizmente. Meu cú piscava molhadinho, brincando com a língua dele. Puxou a minha cueca até o talo, me erguendo no ar, antes de sair. Coloquei a cueca ainda mais pra dentro do rabo e entrei. Fui até o quarto, e ele estava deitado de barriga para baixo pra tapar o volume do pau. Troquei de calça na frente dele, mostrando a cueca enfiada no rabo, igual uma calcinha fio dental. Ele ficou alucinado, virou de barriga para cima, e com o pé , enpurrou a porta, bem devagar para fecha-la. Arrancou a tora da calça, e começou a punhetar na minha frente. Eu caí de boca, ainda meio com medo de sermos pegos. Ficamos assim por uns minutos, até que ele me colocou pra vigiar a porta, enquanto caiu de boca no meu cú. E a agora sim, sem pressa. Me lavou direitinho, mas sem tirar minha cueca, só puxando pro ladinho. Me deixou bem molhado, antes de colocar o pau. Com medo de fazer barulho, me fodeu devagarinho, com nós dois em pé e ele tirando e colocando tudo, até o fundo bem devagar, me fazendo delirar de tesão com aquele pau enorme deslizando bem quentinho e pulsante pra dentro de mim. Me chamava de priminho gostoso, que gostava muito de mim. Falava que eu deixava ele louco. Disse que comer meu cú era muito bom, e que ia fazer isso todo dia. Ele demorou bastante para gozar, mas me inundou de porra. Puxou de novo meu cabelo, e depois de morder o meu pescoço, me beijou, demoradamente, enquanto o pau dele nadava em porra e já estava meio mole, dentro da minha bunda. Tirando o pau todo melado, fazendo barulho de desentupidor de pia, e foi para o banheiro tomar banho. Dei uma última dedilhada no cuzinho ardido, todo melecadinho, pingando gala. Coloquei a calça, depois de atochar a cueca no rabo de novo. Deitei na cama e adormeci. Mas de alguma maneira, essa trepada foi diferente. Eu gostei de ser fodido com força, mas dar o cú devagarinho é muito mais gostoso.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/09/2019 14:06:42
Continua
25/06/2018 05:33:41
qdo o macho me iniciou e comeu meu cu tinha gente na sala,tive que ficar em silencio,mas bom demais
16/06/2018 13:32:17
Quando jovem tive de dar o cu muitas vezes em silêncio para os meus pais não ouvirem, é bem mais gostoso e arrepia ouvir qualquer ruído e medo de ser surpreendido!
06/06/2018 00:07:03
Continua
06/06/2018 00:02:49
Continua
13/05/2018 03:14:30
Ótimo conto gostoso
12/05/2018 21:51:44
SUPER INTERESSANTE. CONTINUE.
12/05/2018 21:16:25
Bruno querendo te dar prazer???