Reprisando com "EX"

Um conto erótico de Casal Hot
Categoria: Heterossexual
Data: 11/05/2018 16:34:00
Nota 10.00

Reprisando o EX

Como são as coisas né? Hoje tenho um casamento feliz e muito quente, onde tanto eu quanto meu esposo lutamos para deixar o outro feliz, e numa destas noites tive uma surpresa, durente a transa meu marido e eu conversamos sobre passado e transas deliciosas que tivemos, e ele me perguntou sobre alguma transa que havia ficado mau resolvida, ou que eu deveria ter gozado e por alguma razão não aconteceu... eu como sempre falei a verdade... houve uma vez num motel em que transei com um ex, ele me levou após eu ter saído do meu serviço... me levou na frente do motel e pos seu pau para fora, no meio da rodovia e me fez bater uma punheta para ele, quando ficou bem tesudo mandou eu dar uns beijinhos no seu pau, pois na época eu não fazia oral... no máximo na bucetinha e acabamos entrando neste motel no quarto 69, com hidro e tudo mais... quando estava falando sobre o que acontecera, meu maridinho perguntou o que tinha faltado, falei que se fosse hoje eu tinha feito um boquete gostoso e que queria que tivesse comido meu cuzinho tanto na hidro quanto naquela cama deliciosamente redonda. Continuamos a transar, dei bem gostoso para ele já que estava tesuda pela nossa conversa.

Passaram alguns dias, estavamos numa atividade profissional e ao invés de me levar para casa, mudou nosso trajeto e fomos em direção a rodovia, fiquei desconfiada mas ele é meio louco mesmo, vai saber o que ia fazer, logo encostou no meio da rodovia e abriu o ziper de sua calça e tirou o pinto para fora, dizendo: Vai bate aquela punheta que só vc sabe bater... fiquei com medo, tudo escuro mas ao mesmo tempo minha xaninha molhou inteira, comecei a bater punheta para meu marido... que tesão... logo me puxou pelos cabelos e fez eu descer até seu pinto e me fez chupar, nossa estava enorme, mau cabia na minha boca, chupei muito até tomar uma bela gozada na boca, tive que tomar toda porrinha na garganta pois como chegariamos em casa daquela forma?

Achei que ali acabaria a loucura, mas ele ligou o carro e foi para o mesmo motel que dei para meu ex, afff... escolheu o mesmo quarto e começou a repetir exatamente a forma que o outro me comeu, já na garagem, me encostou no capo do carro afastou minha calcinha e entrou na bucetinha rasgando, me comeu com muita força, comecei a gozar na garagem... me levou para dentro do quarto, colocou para encher a hidro enquanto me chupava, minha buceta toda gozada com uma lingua deliciosa, fiquei mais molhada ainda, após isso fomos tomar uma chuveirada, lavou bem gostoso minha bundinha e sabia o que ele iria fazer, logo me levou para a hidro, sentou na borda e me fez ficar de joelhos mamando seu pau, me virou de costa e logo começou a me comer gostoso, aquela agua, aquela posição... quase gozei de novo, pegou um creme e passou na minha bundinha, dedilhou meu cú, enfiou um dedinho, dois... me trouxe sentandinho no seu colo e enfiou todo aquele mastro no meu cuzinho... era a primeira vez dando o cu no motel... adorei...

Não consegui resistir, gozei de dar jatos... quase desmaiei... nos lavamos ali mesmo e fomos para cama, pussemos um filminho para assistir enquanto eu me recuperava, no filme um baita negrão com um pinto imenso comendo o cú de uma loirinha, comecei a ficar excitada, neste momento meu marido desceu até minha buceta, e começou a chupar enquanto eu assistia o filme... 5 minutos depois eu já estava cavalgando como uma tarada no seu pau, ele pediu para eu chamar ele pelo nome do ex, que era Anderson... já que pediu, comecei a dizer como eu gostava de dar para ele, que sempre quiz chupar seu pau e que queria gozar no seu pinto mas de uma forma diferente, sando o cú para ele...

Sentei com cuzinho no pau do meu “Anderson” e comecei a cavalgar como uma vadia, provocava meu clitóris e de um jeito incrível, gozei mais uma vez dando jatos na barriga do meu homem, achei que tinha feito xixi de tanto que saia... e antes de desmaiar pedi para ele encher meu cuzinho de porra, nossa ele começou ficar louco, eu o chamando de Anderson pintudo, gostoso, meu dono, chamei meu namorado de corninho, não deu outra... encheu minha bundinha de porra como nunca tinha feito antes...

Descansamos um pouquinho e fomos embora... eu, meu corninho e o Anderson kkkk...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/05/2018 05:28:05
Excelente conto continue